1. Spirit Fanfics >
  2. JoJo Bizarre fan fic (exatamente isso o que leu) >
  3. Primeiro volume

História JoJo Bizarre fan fic (exatamente isso o que leu) - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


se você sobreviveu a sinopse, eu agradeço por vc estar lendo aqui; Boas vindas a JOJO BIZARRE FAN FIC, aproveite

Capítulo 1 - Primeiro volume


São Paulo a maior cidade Brasileira/não chega a ser tão moderna quanto Brasília/mas ainda assim tem sua beleza/mesmo que ofuscada em muita poluição causada pela trafego pesado nas avenidas e marginais/ pelas bitucas de cigarros fumados pelas pessoas/e pelas industrias em volta do ABC/ mesmo tendo vários pontos turísticos/ ela não chega a ser uma cidade turística/ seria mais uma cidade para arranjar um emprego ou até morar/ todos os dias os transportes públicos da manhã ficam lotados/ essa cidade nunca para e nunca dorme/ como uma nova York do Brasil.

 

(passo/passo descendo a rua/luis desce a rua/gritaria/continua descendo a rua/ele olha para a rua ao lado/e vê dois caras/se aproximo/eles estão agredindo um mendigo)

Luis- boa noite

Cara 1- opa eai tudo certo

Luis- por enquanto ta tudo tranquilo e com vcs

Cara 2- com a gente também, ta certo você queria alguma coisa (enquanto ele segura o mendigo e logo em seguida batendo no rosto dele de novo)

Luis- ele fez alguma coisa pra vocês

Cara1- ele tentou roubar o mercadinho ali do lado

Cara 2- pse e agora a gente ta dando uma lição nele

Luis- posso só fazer uma pergunta

Cara 1- pode pó

Luis- quem deu o direito pra vocês fazerem isso, tipo vocês realmente precisavam bater nele só porque ele estava com fome/ ta certo que roubar é errado/ mas ele so roubo comida/ e não era difícil vocês só tirarem da mão dele né?

(os 2 cara me olham com uma cara de deboche/começam a rir)

Cara1- ta moleque só volta pra casa, vai descansar cara que isso não é problema seu

Luis- acabo de virar, na hora que você não respondeu minha pergunta

(ele olha com desprezo e o outro cara me pega no ombro e solta o mendigo)

Cara 2- colega não é legal ser grosso com as pessoas, esse ladrão roubou a gente po! A gente so ta resolvendo do nosso jeito entendeu

Cara1- pse hoje eu não quero machucar mais ninguém(ele fala baixinho) hunf de qualquer jeito eu o vi beijando outro mendigo na rua/não acho que achariam ruim ele estar machucado

(Luis olha com uma cara de raiva pro cara1/Luis o soca no pescoço deixando ele sem ar/o cara2 me chuta nas penas e o cara1 me emburra pra me derrubar/ eles me batem um pouco/ começam a sair andando)

Cara1- eu te avisei que não queria mais machucar alguém/ mas como você se meteu no meio/ vai ficar junto dele agora(close no rosto dele)

Cara2- aproveita e não entra mais aqui na loja, se eu te ver de novo pode sair pior

(eu fico no chão um pouco/o mendigo levanta e faz um gesto mexendo a cabeça pra baixo/ele vai embora/ eu levanto/continuo descendo a rua/Luis atravessa a rua/uma flecha rapidamente o acerta/vou ver o que me acertou/ não tem nada no chão/ percebo alguém atrás de mim/ olho  rapidamente pra traz/ e não tem nada)

 

Capitulo 2: sentimento bizarro 2

 

(chego em casa/olho pra ferida da flecha/e não tem mais ferida/fico surpreso/ percebo que meus machucados sumiram)

Corte pro colégio assunção

(luis entra em sua sala/a sala é quadrada, do ponto de vista de luis tem uma janela na parede a sua frente e na parede a direita tem 2 janelas intercaladas por pilastras, do lado da porta tem 2 conjuntos de armários de cor azul e no lado esquerdo tem a lousa{quadro negro}, a sala deve ter uma área de 32,5 m²/ ele anda em direção a sua cadeira enquanto pensa

_ o que que aconteceu ontem/tenho certeza que minha mão foi perfurada por alguma coisa ontem(olhando pra mão)

(uma pessoa se levanta da cadeira em direção de luis)

Anne- luis que cara é essa, ta tudo bem?/

Luis- aaahaah oi Anne(expressão de surpresa)/to bem sim e vc(abraçando anne)

Anne- certeza você ta com uma cara de bunda

Luis- ah nada fora do normal Anne, sono bate todo dia/e desculpa eu estava meio distraído com um negócios.

Anne- que que te acontece creança pra você estar assim

Luis- aaaa nada demais, só um machucado na mão, relaxa

Anne- hunhummm sei

Luis- ainda bem que você sabe titia anne(mostrando a língua)

(luis se senta na cadeira/abre um caderno/começa a escrever nele/alguém de aproxima)

Luigi- opa eai rolha de poço

Luis- sério Luigi/ tu precisas de tanta atenção assim, pra fazer piadinhas de quinto ano

Luigi- pipipi popopo luis ta se achando o filosofo

Luis- nem to cara, só falei a verdade

Luigi- cala boca luis vsf

Luis- ta xingando porque não tem argumento

(Luigi coloca a mão nas costas de luis)

Luigi- nossa olha que pele secona parece pele de lagarto/ você deve ser um lagarto bola

Luis- mano ia ficar quieto mas/primeiramente largatos não tem pele eles tem escamas

Luigi- a fds quem liga

Luis- segundamente a biologia liga

Luigi- a ninguém liga pra biologia

Luis- pois é nem ela liga pra você

Luigi- nosssa to muito ofendido (encostando nas gosta de novo), agora eu vou ch...

Luis- terceiramente eu não deixei você encostar nas minha costas/ eu sei que minha pele de dragão é gostosa/ mas nenhuma pessoa babaca pode encostar em mim(tirando a mão de Luigi)

(Luigi fica com uma cara de nojo/ele olha pra mesa/pega o caderno)

Luis- ei solta isso agora

Luigi- ui ui fanfic de star wars(olhando as paginas do caderno)/ luis você é um novo roteirista de Hollywood

Luis- Luigi to nem ai pra suas tentativas de ter atenção/ pro seu bullying com o Manuel e por vocêr ter tocado em mim/ mas isso ai eu não deixo você nem imaginar em toca-lo(apontando)/então me devolve o caderno por favor

(Luigi olha pro lixo/ joga o caderno nele/ os olhos de luis escurecem enquanto luigi fica com uma cara de gozação)

Luigi- iiii luis o que vc vai fazer agora(encostando no peito de luis)

Luis- VOU PEGA ELE DO LIXO FAZE O QUE/ SEU MERDA( Luis levanta da cadeira com raiva enquanto um braço{de seu stand} soca Luigi).

 

 

Capitulo 3: Sentimento bizarro 3

(Luigi é jogado em direção aos armários/cai no chão/todos que estão na sala ficam surpresos e alguns levantam/luis se aproxima de Luigi/luis pega o caderno do lixo)

Luis- eu falei pra não tocar no caderno(olhando pra Luigi)

(Luigi agarra o pe de luis)

Luigi- DESGRAÇADO!!!!

(luis se afasta e uma perna sai de seu corpo e chuta o rosto de Luigi/Luigi fica atordoado/larga o pé de Luis/o professor entra na sala e presencia a cena/foco na perna do stand voltando para luis/foco no rosto de medo do professor e de surpresa de luis)

Luis(pensando)- oxe que parada foi essa cara/tipo eu tava puto mas do nada o cara saiu voando/e saiu uma perna de mim? OI?????

(corte pra sala da coordenação/Luis está recebendo uma bronca)

Coordenadora- Luis você sabe que bater em alguém no meio da sala, é motivo pra suspenção/ MAS VOCE FEZ O LUIGI IR PRA ENFERMARIA/luis a coisa ta seria, eu conheço você e eu sei que não faria isso/ mas como que eu explico pra diretora isso ai.

(luis fica de cabeça baixa)

Coordenadora- ahhhhh/ olha vou te dar uma suspenção de hoje e amanhã ok/ fala com sua mãe o que aconteceu e espera a opinião dela

Luis(pensando)- f u d e o

Coordenadora- pode sair Luis e pega aqui a suspensão

(luis vai descendo os degraus da escada que fica um pouco distante da sala de COD./seu telefone começa a tocar/ ele atende)

Luis- alo, bom dia

Lucas- fala gordelicia

Luis- vai se ferrar

Lucas- asdklfnkljasdhbfiahsfa ai luis tudo bem?

Luis- cara tirando o fato que eu to suspenso da escola, ta tranquilo

Lucas- VC FOI SUSPENSO!/ ta perai depois você fala/ tenho que te falar uma coisa muito importante/ e agora que tu ta suspenso você pode me encontra?

Luis- a de boa mas Lucas você não ta em aula não?(acaba o primeiro lance de escada{primeiro andar}

Lucas- escola fecho hoje pra “inspeção sanitária”/ então posso te encontrar na paulista?

Luis- sabe a enfermaria da Pamplona vamo se encontrar lá

Lucas- sei sei ta legal to indo pra la agora

Luis- falou to saindo da escola(próximo da catraca da escola)

 

Cap4: Sentimento bizarro 4

 

(já no cruzamento da paulista com a Pamplona, a farmácia fica ao lado esquerdo no sentido de quem sobe, luis esta subindo a Pamplona/close na farmácia/luis vai se aproximando dela indo em direção a entrada virada para a paulista/luis procura olhando de um lado pro outro mas não acha lucas/alguém chega por traz e pega na bunda de luis massageando levemente/luis entra em choque)

Luis(pensando)- OH CARAI

(luis se vira rapidamente/lucas esta atrás luis olhando maliciosamente)

Luis- eai lucas tira mãozinha esperta ai pf, ainda não é a hora pra tu pega na minha bunda cara

Lucas- ok ok maus ae mas so uma pergunta/você acho que era a maribela?(close no rosto)

Luis- vai caga lucas(sorriso puto)

Lucas- kakakaka(lucas morrendo de rir)

(luis e lucas vão andando pela paulista)

Lucas- luis me explica como tu foi expulso da escola

Luis- então o Luigi tava sendo o babaca que ele é normalmente/uma hora ele pego no caderno da fanfick e jogo perto do lixo/e ai eu fiquei puto cara(intensivies)/até ai tudo bem, mas o cara saiu voado....

Lucas- ..o luigi, saiu, voando

Luis- pse fiquei do mesmo jeito/perguntando, como/ai eu cheguei perto dele pra pegar o caderno/e ele pego na minha perna, nessa hora saiu um negocio de mim/lucas eu sei que vai parecer que eu fumei meio quilo de orégano/ mas saiuuuu uma perna de mim

Lucas-hum

Luis- eu sei cara não faz o menor senti.... [lucas- faz sentido sim luis]

Luis- OI

Lucas- era sobre algo parecido que eu queria conversar com você

(luis olha com uma cara de surpresa/eles vão entrando no SESC/subindo a escada rolante)

Lucas- luis por acaso você foi atingido por alguma coisa, tipo uma flecha?

Luis- m..m..mais ou menos ou acho, ontem eu senti a minha mão sendo furada por algo/ ai eu tava machucado por uns negócios e pa

Lucas- que negócios?

Luis- a..ah não importa(olhando pro lado), o lance é que eles se curaram logo em seguida que eu fui furado/por que? Eu não sei

Lucas- hunhum, então luis/ eu fui flechado também a umas 2 semanas atrás/ ah rapidão por acaso tinha um cara fantasiado te oferecendo a flecha?(entrando no elevador)

Luis- não(olhando desconfiado com a cabeça afastada)/ eu olhei pra traz pra ver quem atirou em mim, mas eu não vi ninguém

Lucas- ta então foi diferente de como foi pra mim/ é o seguinte esse cara fantasiado disse pra mim que entendia a minha situação/ no caso foi no dia que eu fugi da minha mae ta ligado         luis- ahhh sei sei

Lucas- então ele deve ter visto a situação e logo em seguida ele me ofereceu uma oferta(saindo do elevador)

Luis- ta continua

Lucas- ai ele pediu pra eu deixar ele furar meu dedo com a flecha que ele tinha

Luis- LUCAS VOCE É RETADADO

Lucas- calma cara deixa eu terminar de falar/ claro que eu não aceitei né, acho mesmo que ia fazer o que um cara qualquer na rua pedisse do nada( indo pro terraço)

Luis- lembra da história do velho da barriga

Lucas- isso é outro lance, gordo/ ai eu falei pro cara da fantasia que não e continuei andando/ ai o FDP atirou a flecha no meu joelho/ no joelho vei

Luis- é a vida

Lucas- pse mas eu não senti mais dor também depois de uns minutos/ como aconteceu com você

Luis- perai então tem um retardado se achando o capitão arqueiro da vida, e ta atirando nas pessoas pra curar a dor delas

Lucas- exatamente

Luis- a gente ta perdido mesmo nesse mundo cara

Lucas- mas não é so isso luis

Luis- sei(olhando desconfiado)

Lucas- a oferta dele era real, mesmo eu não querendo isso

Luis- o que, te furar

Lucas- não carai, ele me deu um presente

Luis- Lucas chama a policia cara, tem um pedófilo atrás de tu

Lucas- luis para cara deixa eu explicar [luis-lkkkkkkkk ta bom]

Lucas- ele me deu isso(aparece so o lucas na cena com o stand dele surgindo das costas)

(o stand faz uma pose em conjunto com o lucas)

Luis- caralho lucas que merda é essa

Lucas- isso que eu queria te mostrar luis (o stand n fica parado)

Luis- eu esse pombo bombado saiu de vc como aquela perna que saiu de mim

Lucas- esse é o ponto luis, agora me mostra o seu também

Luis- meu?

Lucas- sim você também tem um/ aquela perna que apareceu é a prova disso

Luis- caraca cara to viajando muito agora(se aproximando de lucas)

Lucas- AHHH LUIS NÃO CHEGA PERTO

(o stand vai pra cima do luis)

Pombo boxeador- CHEGA MAIS PERTO FILHA DA PRUUTA

 

 

Capitulo5: um pombo boxeador?1

(luis desvia pra traz se jogando no chão/o stand do lucas fica em posição de defesa)

Luis- CARALHO LUCAS PORQUE VOCE TA ME ATACANDO

Lucas- desculpa velho, não deu tempo de falar que eu não tenho controle dele

Luis- como assim cara

Lucas- eu descobri que eu tinha esse poder a uns 3 dias atrás/eu fui pegar pra cortar pão, só que a faca escorrego da minha mão e ia cair em mim/na hora o pombo apareceu e pegou a faca, eu fiquei assustado do mesmo jeito que você agora

Luis- ué mas você conseguiu “invocar” ele de você, o meu apareceu só essa duas vezes que eu tava puto

Lucas- pse, só que tem outra coisa além disso/ele tem consciência própria(close no corpo inteiro do lucas enquanto o stand tem tenta pegar uma bolacha no chão com o bico)

Luis- legal seu poder decide por ele mesmo(expressão de medo e surpresa)/então se ele quiser comer sua bunda ele pode

Lucas- provavelmente, mas ele so faz isso quando eu “invoco” ele ou se eu me machuco por qualquer coisa/so que não tem porque ele me bater ou comer minha bunda(stand comendo a bolacha)/ tudo que acontece com meu corpo reverte nele

Luis- humm, tabom então faz ele sumir antes que alguém se machuca/porque o pombo não vai se importar com a pessoa que passar perto del../LUCAS(movimento de eureca)

Lucas- que foi      luis- porque o pombo não saiu ate agora do seu lado

(lucas olha pro stand e percebe que ele ta comendo umas migalhas do chão)

Lucas- sei la vei, talvez porque ele seja meu poder e não quer sair do meu lado

Luis- pode ser isso, mas pode ser que ele tem um limite ate onde ir

(Lucas coloca os dedos no queixo e pensa um pouco/lucas se meche um pouco pro lado/ depois de passar mais de 2 metros o stand se aproxima dele contra a vontade)

Pombo boxeador- O PORRA VOLTA LA PRU PERTO DAS MIGALHA/GARAIIII(close no stand com expressão irritada)

Luis- Lucas seu pombo não pode sair de perto de você/ele não é totalmente independente

Lucas- ta indai Luis, ainda sim eu não posso controlá-lo

Luis- certeza? Você tem que tentar cara e usa o lance da distância pra facilitar (pombo extremamente irritado tentando chegar perto das migalhas)

Lucas- ta mas você tem que mostrar seu poder também luis/ vai que ele é assim que nem o meu

(close no luis/luis faz vários gestos com as mãos, um parecendo uma lamina oculta/sinal de rock/sinal de coração coreano/apontando que nem o jotaro/sinal de paz e amor [falando em todos os quadros VAI PODER VAI]/lucas olha com uma cara de bunda)

Luis- lucas não consigo usar meu poder se não tiver uma situação estressante

(lucas olha pros lados/pensa um pouco/pega umas pedras de um vazo de plantas)

Luis- que qui você ta fazendo lucas?

(lucas jogas pedras no luis)

Luis- MANO LUCAS QUE QUI VOCE TA FAZENDO

Lucas- você não tem que estar estressado(jogando pedras ainda)   luis-tenho cara mas..

Luis- FICA JOGANDO PEDRA MANO(se defendendo das pedras

Lucas- exato, ta vendo você já ta ficando estressado(preparando pra jogar outra pedra)

(aprece um pai e uma criança atrás deles)

Criança- olha papai da pra ver tudo daqui

(lucas joga a pedra/a pedra passa pelo luis)

Lucas- ai droga

(luis olha pra traz e ve a criança/luis corre pra pegar a pedra/o braço do seu stand pega a pedra antes de chegar na criança/lucas fica surpreso/o stand do lucas repara nisso/o stand para o que estava fazendo e se aproxima de lucas)

Lucas- deu certo luis!!!!

Luis- deu não cara/eu já não consigo “invocar” ele de novo, foi so no momento

Pombo boxeador- o vei chega perto dele

(lucas olha pro stand)

Lucas- oi?

Pombo boxeador- você viu né, esse cara tem um stand também/chega perto dele pra eu quebrar ele

(lucas olha assustado e luis ao fundo com os olhos escuros)

Pombo boxiador- bom se você não for pra la/EU VOU TENTAR FAZER ALGO DAQUI MESMO

(o stand começa a socar o chão)

 

 

Cap6: um pombo boxeadro?2  

 

(o stand vai socando o chão)

Pombo boxeador- PRUPRUPRUPRUPRUPRUPRU PRUPRUPRUPRUPRUPRUPRUPRUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUU

(o prédio começa a tremer surgindo leves rachaduras no local do impacto/ luis e lucas ficam assustados/prédio tremendo cada vez mais)

Luis- LUCAS FAZ ELE PARAR    [lucas- LUIS EU NA....       luis- CARA NÃO IMPORTA]

Luis- O SEU PODER TA BATENDO NO CHAO CARA, DESSE JEITO ELE VAI DERRUBAR O PREDIO

(lucas fica quieto com uma cara de assustado/ele olha pro pombo batendo ainda no chão/levanta a mão como se fosse ataca-lo/ele bate no pescoço do stand/lucas recebe o golpe também)

Pombo boxeador- não adianta tentar me parar, tudo o que acontecer comigo acontece com você

Lucas- pombo você tem que para agora/se você continuar batendo no chão o prédio vai cair

Pombo boxeador- tem PRUblema não, quando o PRUédio cair eu seguro a gente/o importante é derrubar aquele usuário antes que ele faça alguma coisa

(close no lucas/ele tenta falar alguma coisa)

Pombo boxeador- nem tenta falar mais nada(cortando lucas)

(o stand pega lucas no braço/se aproxima da grade de segurança do prédio/segura lucas pelo braço do lado de fora da grade)

Lucas- POM....BO?

Pombo boxeador- se você não deixar eu terminar, te jogo do prédio

Lucas- vai fundo, se você me jogar, a gente cai junto ta ligado?

Pombo boxeador- eu seguro a gente quando cair/não precisa se PRUeocupar, e já que você quer fugir e não lutar/vai ser uma queda assustadora, mas a gente sobrevive

Lucas- ME COLOCA NO CHAO DE VOLTA (expressão desesperada)

(o stand levanta lucas pela grade/ bota ele no chão cuidadosamente)

Pombo boxeador- então fica quieto ai e deixa eu terminar meu trabalho

( o stand volta a bater no chão/ lucas fica parado sem expressão)

Luis- ai caralho

(a criança e o pai estão colados na grade enquanto tudo esta tremendo/ a grade começa a ceder/ luis olha pra traz/ a grade cede e a criança cai da sacada)

Criança- PAPAII

(o pai tenta pegar a criança mas não consegue/ luis sai correndo na direção deles/close no rosto de luis com cara de desespero/o stand de luis sai pelas costas dele/ele pega a criança [aparece todo o stand]/ o stand coloca a criança com cuidado nos braços do pai)

Luis-ufa.../SENHOR SAI DA BERADA DO PREDIO/APROVEITA E FALA PRA TODO MUNDO SAIR DAQUI TAMBEM

(o pai sai correndo em direção a porta)

Pai-SAIAM DAQUI O PREDIO VAI DESSABARRR

(as pessoas vam saindo do prédio/luis olha seu stand/segura ele pelo braço)

Luis- eu não vou deixar você voltar ainda/tenho que aprender como te usar antes/muita gente diz que se você acredita muito em alguma coisa, tem mais chance dela acontecer, mesmo que seja uma coisa boa ou ruim/ então eu acredito que eu consigo controlar eu mesmo( se mexendo para movimentar o stand)

(o stand fica a a frente de luis imitando a mesma pose que ele/luis faz o stand se mexer/close no rosto do lucas)

Lucas- Luissssss você conseguiu controlar seu poder(expressão de felicidade)

(lucas olha pro seu próprio stand)

Lucas- luis você tem que me nocautear

Luis- lucas?

       Lucas- eu não vou conseguir dominar o pombo

Lucas- me nocautear é o único jeito

Luis- certeza cara?    Lucas- sim vei

Lucas- mesmo que as pessoas saírem do prédio, tem a chance dos escombros caírem nelas

Luis- ta... ta bom(se aproximando de lucas)

(o stand de lucas percebe o movimento/ o pombo se prepara para os ataques/ o stand de luis se movimenta na direção do pombo/ começa a atacá-lo/ sequência de socos dos dois stands/ luis vai perdendo espaço/ luis se afasta machucado)

Luis- não to conseguindo lucas/ o pombo é muito mais forte do que o meu poder

Lucas- vei continua, tu é o único que pode fazer alguma coisa/não ta no meu controle

(luis olha para lucas/respira um pouco/o stand de luis volta pra ele/luis anda de volta a lucas)

Luis- acho que seria melhor ir direto ao inevitável/lucas eu vou deixar o pombo me quebrar

(close no lucas)

Luis- além do mais ele ficou agressivo porque eu “invoquei” meu poder/ se ele acabar comigo tenho certeza que ele para(close na expressão de lucas)

(luis chega bem perto/o pombo está indo pra cima/luis abre os braços com calma/lucas entra em choque/enquanto o pombo está quase desferindo o primeiro soco, lucas soca o seu rosto)

Pombo boxeador- VOCE TA DROGADO VELHOO/PORQUE TA SE BATENDO

Lucas- luis a culpa não é sua, eu que não pensei direito, ir pra uma sacada foi uma péssima ideia pra mostrar o meu poder(olhando pra baixo)

(luis olha com surpresa, o pombo levanta se pondo como se estivesse acima de lucas/o pombo tenta intimidar lucas)

Pombo boxeador- ce não escutou o que eu falei não/o inimigo ta la do lado e.....

(lucas dá uma cotovelada nele mesmo fazendo o stand ajoelhar)

Lucas- pombo, você, vai, parar, AGORA

Pombo boxeador- se eu parar quem é que vai te proteger, VOCE PRECISA DE MIM

Lucas- na verdade na verdade não(aparecendo so a boca)

(cara de medo no pombo)

Lucas- por toda a minha vida eu andei, comi, joguei, conversei sem ter “alguém” pra ficar me defendendo/tu apareceu por acaso e sem eu pedir/se eu não tivesse aqui você nem existiria/ou seja você que precisa de mim

Pombo boxeador- MASSSS...         Lucas- e se eu não quiser, você não come as bolachas do chão

(pombo entra em choque)

Lucas- se eu não estiver perto delas, você também não vai estar/ então para com essa birra agora e volta pra dentro

(o stand reflete um pouco/para de bater no chão/ se aproxima de lucas)

Lucas- olha você não tem que ficar tão agitado quando ve alguma coisa diferente/confia em mim pra poder resolver meus trambits

Pombo boxeador- ok......

(o stand volta pra dentro de lucas/luis faz uma expressão de alivio)

Lucas- Luis, vamo sair daqui antes que de mais merda

Luis- concordo/ mas antes de ir pra casa vamo toma um sorvete

Lucas- por isso que a balança ta mais de uma volta pra você  

Luis- O LUCAS VAI DAR MEIA HORA DE BUNDA

Lucas- kkkdkkkdkdkkdkdkkk

(mostra eles saído do sesc)

 

------------------------------------------------------------------------------------> Continua caralho


Notas Finais


muito obrigado pela sua presença, espero ter te entretido por alguns minutos :3, mês que vem tem mais! (infelizmente)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...