História JoJo's bizarre adventures in the Egypt - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias JoJo no Kimyou na Bouken (JoJo's Bizarre Adventure)
Personagens Caesar Anthonio Zeppeli, Dio Brando, Joseph Joestar, Jotaro Kujo, Kakyoin Noriaki, Personagens Originais
Tags Caesar, Dio, Joseph Joestar, Josephxcaesar, Jotakak, Jotaro Kujo, Jotaroxkakyoin, Kakyoin Noriaki
Visualizações 39
Palavras 1.033
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), LGBT, Magia, Mistério, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shonen-Ai, Shounen, Sobrenatural, Suspense, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 4 - Capítulo 3- Partiu Egito!.


Fanfic / Fanfiction JoJo's bizarre adventures in the Egypt - Capítulo 4 - Capítulo 3- Partiu Egito!.

Jotaro chegou em casa carregando Kakyoin desacordado, é claro que sua mãe se assustou, mas ele não ligava, apenas ficou preocupado pelo fato dela estar meio pálida, embora a mesma tenha dito que estava tudo bem.

Enquanto isso.

-Qual é a deste quarto pequeno?.- Falou Joseph sentado se mexendo um pouco.- Por isso eu não gosto do Japão.- Bufou irritado.

"Você só não gosta do Japão por que nosso genro é japonês" Pensou Caesar que estava sentado na frente de Avdol, esse que mexia algo num copo estilo japonês.

- Como vocês aguentam isso? Avdol, Caesarino?.- Resmungou Joseph se jogando nas pernas do loiro.

-Acho fascinante.- Respondeu Avdol sorrindo, Caesar concordou com a cabeça, mexendo no cabelo do marido.

-Isto é oque eles chamam de "cerimônia do chá".- Falou Avdol, na mesma hora Joseph se levantou do colo de Caesar o deixando meio chateado.

-Que cerimônia do chá coisa nenhuma!! Café instantâneo é oque há!.- Falou Joseph bravo, pegando um copo,colocando pó de café e água, mexendo em seguida. Bebeu um pouco e fez uma careta.

-Esse café japonês é horrível!.- Gritou irritado batendo o copo com força no chão.

-É americano.- Respondeu Caesar e Avdol juntos.

Joseph resmungou e jogou uma parte de seu cachecol pra trás. Logo depois viram Jotaro trazendo alguém que eles não conheciam,não disse nada apenas o colocou no chão.

-Jojo... Quem é esse?.- Perguntou Caesar.

-Ele se chama Noriaki Kakyoin,ao que parece ele tentou me... Raptar? A mando de DIO.- Respondeu Jotaro, Joseph se aproximou e começou a examiná-lo.

-É muito tarde pra ele.- Disse Joseph, chamando a atenção pra si.- Ele não vai morrer em alguns dias.

Jotaro rangeu os dentes, esperava que ninguém ouvisse, mas pelo contrário, seu avô que mais parecia seu irmão, havia escutado.

-Não é sua culpa Jotaro.- Falou Joseph erguendo a mão.- Veja! O motivo dele ter tentado o raptar.- Usou sua mão para afastar o cabelo da testa de Kakyoin, revelando uma espécie de "semente de carne". Todos se mostraram surpresos.

-Oque é isso? Uma semente de carne?.- Questionou Jotaro fazendo uma careta.

- É um "broto de carne" feito pelas células de Dio, isso vai até o cérebro do garoto.- Falou Avdol olhando em direção a Kakyoin.- Esse minúsculo "broto de carne" está ligado ao seu cérebro para manipular a sua mente, em outras palavras, está carregado com um dom especial de Dio.

-Carisma!.- Gritou Joseph.- Esse garoto jurou lealdade a Dio porque o admira,Dio está controlando esse garoto com o seu Carisma,força e personalidade atraente, e ordenou a ele que te raptasse.- 

-Então deixe que ele faça uma operação.- Disse Jotaro o encarando.

-O cérebro é um órgão delicado, se isto se movesse durante a extração, acabaria machucando ele.- Falou Caesar suspirando, Jotaro soltou um "Tchi".

-JoJo... Deixe que eu lhe conte uma coisa, eu me encontrei com Dio.- Avdol disse chamando a atenção pra si.- Era noite de lua cheia, eu estava indo pro meu escritório, quando o encontrei parado na escada que dava pro primeiro andar, seu olhar era frio, tinha cabelos loiros, pele clara quase transparente, seu charme era encantador quase sexual, nem parecia ser um homem-

-Avdol você é gay?.- Disse Jotaro o interrompendo.

-J-Jojo! Não fale desse jeito!.- Falou Caesar corado, como seu neto poderia ser tão grosso? Deve ter puxado ao pai.

-V-Voltando,como eu já o conhecia, graças ao que os Senhores Joestar me falaram, eu tratei de correr dele, se eu não tivesse pulado aquela janela e fugido, eu teria sido controlado por ele, como esse garoto.- Disse Avdol terminando de falar.

-Ele morreria em alguns anos quando o cérebro fosse todo consumido.- Falou Joseph num tom triste.

-"Morreria"? Espere um pouco... Esse Kakyoin.- Disse Jotaro invocando seu Stand.- Ainda não está morto.- Se agachou colocando as pernas ao lado do corpo de Kakyoin e segurou seu rosto com as duas mãos.- Irei tirar isso com o meu Stand.

-Jojo espere!.- Disse Caesar.

-Não toque em mim, meu velho.- Falou jotaro fazendo seu Stand segurar o broto.- Se não eu vou acabar errando.

-Espere! Sabe por que essa coisa está pra fora? Nem mesmo um cirurgião fantástico consegue tirar essa coisa.- Falou Joseph,mas Jotaro não ligou, puxou um pouco e um dos tentáculos saiu da cabeça de Kakyoin e entrou pela mão dele, subindo pra cima.

- Um dos tentáculos saiu! Pare! Tire sua mão daí, JoJo!.- Gritou Avdol assustado.

-Está tentando invadir o cérebro de quem o estar tentando tirá-lo.- Disse Joseph.

No mesmo instante, Noriaki abriu os olhos, fazendo o maior fitar as íris roxas do ruivo, por questão de segundos ele havia se distraído.

-Não se mexa Kakyoin, ou seu cérebro será danificado.- Falou voltando a se focar no broto, o tentáculo já havia chegado ao seu rosto.

-Tire sua mão dali JoJo!! E-

-Deixe, olhe ele nem está se movendo ou tremendo, está mais preciso que uma máquina.- Falou Caesar segurando o pulso de Avdol, deixando Joseph com um pouco de ciúmes.

Jotaro conseguiu puxar o broto, Tirando o tentáculo de seu corpo também o jogando, Joseph o acertou com seu "overdrive", Kakyoin se sentou no chão, colocou a mão na testa e olhou para Jotaro.

-Por que... Mesmo arriscando a sua vida...- Disse o ruivo confuso.

- Bem... Nem eu mesmo sei o porquê.- Respondeu encarando Kakyoin, esse que desviou o rosto corado e choroso, fazendo Jotaro cobrir o rosto com o boné, ao perceber que estavam se encarando por muito tempo,corando um pouco com este ato.

-JoJo, você é gay?.- Perguntou Avdol, arrancando uma risada de Joseph, que levou um tapa na nuca por parte de Caesar.

-Agora sua próxima frase será "Yare yare daze".- Disse Joseph após o tapa que levou.

- Yare yare daze.- Falou o Kujo saindo dali e novamente o loiro o castigou, mas destaca vez ele agarrou o rosto do marido e aproximou-se do mesmo.

-Um beijo? Isso não é nad-

-Hamon Kiss!!.


-OH MY GOD!!!.





Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...