História Joker- BTS - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Bangtan Boys (BTS), Fanfic, Hot, Jikook, Joke, Jungkook, Kpop
Visualizações 34
Palavras 546
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Ficção Científica, LGBT, Luta, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Terror e Horror, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


ATENÇÃO: Nesse episódio tem partes fortes, onde contém mortes e meio psicopatas, caso não goste nem leia essa Fanfic, já que foi inspirada exatamente nisso!

Capítulo 1 - 01 Capítulo


Fanfic / Fanfiction Joker- BTS - Capítulo 1 - 01 Capítulo

Jungkook Joker

Mais um dia sendo espancado na rua, mais um dia sendo espancado por fazerem as pessoas rirem.

A cada dia que passava eu ficava com mais ódio em meu coração, a cada dia que passava queria apenas me vingar e esse dia finalmente chegou!

Enquanto estava sendo espancado começo a rir

— Por que está rindo seu traste?

Um dos homens pergunta enquanto os caras ficam um pouco assustados

— Eu pensava que minha vida fosse uma tragédia. Agora me dou conta de que é uma comédia.

Os homens sem entender nada me dá mais um soco

— Fala direito!

O mesmo homem fala em um tom de voz mais alto

— Me desculpa, mas não é culpa minha a sua lerdeza

Eles voltam a me bater mais do que antes e eu?.... Apenas ria da situação.

Quando pude me dar conta os homens já tinham parado de me bater e eu continuava no chão com aquela roupa de palhaço cheia de sangue.

Me levanto e vou em direção a minha casa, até que vi um garoto dos cabelos loiros atravessando a rua, então corro até o mesmo

— Olá meu caro!

O mesmo se assusta e vai para trás

— Quem é você? O que você quer?

— Ah que grosseria! Me chamo Jungkook... Desculpa-me minhas vestes...

O garoto me interrompe

— Te bateram?

— Sim, mas isso já não é mais um problema para mim

— Chama a polícia, eles iram...

— Não! Polícia nunca resolverá isso do jeito que eu quero

— Oh... Tudo bem então... Me chamo Park Jimin

O garoto fala totalmente assustado e em um piscar de olhos ele já tinha saído correndo.

Eu simplesmente suspiro e volto o meu caminho para a casa totalmente cabisbaixo.

Entro em casa e vou até o banheiro e me olho no espelho, já com algumas lágrimas escorrendo em meu rosto digo para o meu próprio reflexo

— Por que tão triste? Por que choras? Vamos colocar um sorriso nesse gosto

Vou até a cozinha pego uma faca e logo volto para o espelho de meu banheiro, assim cortando minha boca até a bochecha de cada lado, dando um formato de um sorriso.

Enquanto cortava gritava de dor e mais lágrimas escória por meu rosto de dor.

No fim disso olho para meu reflexo e em seguida olho para o chão coberto de sangue, minhas mãos tremia e a minha visão estava um pouco embasada, porém tentava suportar aquela dor imensa.

Volto a olhar o espelho e começo a rir de tudo aquilo. Nada mais importava, apenas a minha vingança tinha chegado.

Com a faca ensanguentada em minhas mãos, saio de casa enquanto ria, apenas ria das pessoas correndo enquanto eu passava a faca pela parede

— ESTÃO COM MEDO DE MIM?

Grito para as pessoas que corria de mim.

Olho ao redor e vejo os homens que me bateram correndo, então começo a correr atrás dos mesmos rindo mais ainda.

Meu ódio estava sendo aliviado aos poucos, ver o medo deles me dava mais e mais vontade de mata-los.

Eles entrar em um beco onde não tinha mais saída e eu vou me aproximava aos poucos dos mesmo

— Fim da linha!

Corro até os meus e esfaqueei um por um enquanto ria por meu ódio estava se aliviando.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...