1. Spirit Fanfics >
  2. JoMaz - O Despertar de um Amor >
  3. Lembranças.

História JoMaz - O Despertar de um Amor - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


enfim, minha primeira fanfic sem personagens originais!!
espero que gostem 💖

Capítulo 1 - Lembranças.


Fanfic / Fanfiction JoMaz - O Despertar de um Amor - Capítulo 1 - Lembranças.

— Filho, já tá tudo... João Guilherme! Eu não acredito que você ainda não levantou. — minha mãe me briga porque iríamos viajar pro sítio da minha avó, e eu detestava. Afinal, meus primos não estavam lá, e estaria apenas eu de adolescente e era um saco.

— Ah mãe, colabora aí. Vamos pro sítio da vó de novo? Não tem como mudar não? — eu resmungo me sentando na cama. 

— Você tem um lugar melhor pra ir? Não. Então... você já arrumou suas coisas né? — ela pergunta e eu solto um sorriso amarelo. 

— Não. — eu digo e ela respira fundo.

— Ok, ainda não é hora de ir, mas eu quero que você se arrume e arrume suas coisas, ouviu? — ela diz.

— Tá bom, mãe. Tá bom. — aff, que tóxico. Eu me levanto da cama, com a maior preguiça do mundo, e me dirijo ao banheiro. Tomo banho, e pego minha mochila, e enfio umas roupas dentro da mesma. Meu celular apita, e era aquelas notificações de lembranças do Facebook. Depois de arrumar minha mochila, eu vejo do que se tratava a lembrança, e vi.

"Há 2 anos atrás com Thomaz Costa"

Thomaz é meu melhor amigo desde que eu nasci, porque ele nasceu antes, e somos amigos porque nossas mães são muito amigas, ai resultou na nossa amizade. Dou um sorriso ao ver a foto, fazia um tempinho que a gente não se fala. Desde que ele começou a namorar a Larissa, e isso me distanciou um pouco dele. Ficou olhando aquela foto, até lembranças começarem a rodear minha mente.

Flashback ON

— Tho, que bom que você veio. — eu digo dando um abraço no Thomaz, éramos crianças ainda. Tão bobos.

— Insisti tanto que minha mãe deixou. 

— Vem, temos bastante coisa pra fazer. — eu puxo o Tho pelo braço, levando ele pra dentro de casa. Enfim, costumávamos brincar quase o dia todo, só que nesse dia foi tudo diferente. 

— João, você já beijou na boca? — o Thomaz me pergunta e eu estranho.

— Não, e você já? 

— Também não. — ele se aproxima de mim, e do nada ele sela nossos lábios, e damos um beijo. Era uma coisa doida sentir sua boca se tocar com outra, afinal, nessa época o Tho beijava muito mal. Crianças né... 

— Meninos. — escutamos a voz da minha mãe, e paramos o beijo. — Hora de tomar banho. Quem vai primeiro?

— Tia, a gente pode tomar banho junto? — Thomaz sugere, e eu estranho.

— Mas essa agora. Porque você quer tomar banho com ele? 

— Economizar água, tia. — Thomaz diz arrancando risadas da minha mãe.

— Tá vendo João, aprenda com seu amigo a ser mais ecológico. Eu vou pegar as toalhas, me esperem no banheiro. — ao chegar lá, tiramos nossas roupas, e minha mãe deixou que tomássemos banho sozinhos, mas que ela iria monitorar nosso tempo debaixo do chuveiro.

— João, você gostou do beijo? — Thomaz pergunta.

— Eu gostei... — eu respondo, na época eu era inexperiente em beijos, então pra mim, foi um beijão de novela. 

— Eu queria te dar outro, posso? 

— Pode sim. — ele se aproxima de mim, e me dá um selinho. As mãos do Tho deslizam pelo meu corpo enquanto trocávamos selinhos e a água caía sobre nossos corpos.

— Meninos? — ouço a voz da minha mãe e empurro o Tho. — Terminaram?

— Sim, mãe. — ela desliga o chuveiro, nos vestimos, e vamos jantar. Assistimos um pouco de tv, e depois vamos dormir. Tho ia dormir no colchão ao lado da minha cama. 

— Boa noite, meninos. — minha mãe apaga o luz, saindo do quarto. Eu estava quase dormindo, quando...

— João? Tá acordado? — ele sussurra.

— Eu tô... — eu sinto ele me empurrar, e se deitar do meu lado.

— Posso dormir com você?

— Mas...

— Por favor, João. 

— Tá bom.

— Obrigado. — no impulso, ele acaba me dando um selinho, e eu me viro de costas pra ele. — Boa noite, Jojo.

— Boa noite, Tho.

Flashback OFF

E fazíamos isso sempre, trocávamos selinhos, tomávamos banho juntos, até o dia em que o Tho me disse que tinha arranjado uma namorada, no caso... a Larissa. E eu? No meio disso tudo, eu acabei me apaixonando pelo Thomaz, e com o tempo, eu me descobri gay, coisa que ninguém da minha família sabe, nem mesmo o Tho...

Tia, o João tá aí? — escuto a voz do... Thomaz do lado de fora, e estranho.

Tá sim, querido. No quarto, vai lá. — eu encaro fixamente a porta, até a mesma se abrir e o Thomaz entrar.

— João... — eu olho pra ele, que se encontrava chorando.

— Thomaz, o que foi que aconteceu?


Notas Finais


até a próxima 💖

queria agradecer ao anjo do @LoveJomaz que está me ajudando com os capítulos e me incentivou a escrever essa fanfic!! ❤❤
muito obrigado.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...