1. Spirit Fanfics >
  2. Jomaz A Favela Veste Prada Hot >
  3. O Julgamento

História Jomaz A Favela Veste Prada Hot - Capítulo 29


Escrita por:


Notas do Autor


Capítulo tenso hoje hein... acompanhem com atenção a leitura!

Capítulo 29 - O Julgamento


Fanfic / Fanfiction Jomaz A Favela Veste Prada Hot - Capítulo 29 - O Julgamento

 

Atenção: está é uma obra de ficção, e portanto procedimentos judiciais aquí relatados não tem nenhum compromisso com a verdade.

 

20 dias depois...

 

NARRADOR

Juiz: -Iniciamos agora o julgamento de Nicolás Germano Souza e Rafael San Marino pelos crimes de Armação de Falso Sequestro, Assassinato e cumplicidade de assassinato, favorecimento comercial ilegal e corrupção passiva. Lembro ao júri que cada um dos réus serão julgados de acordo com seus respectivos crimes... Ouviremos agora às considerações da promotoria de justiça que fará a apresentação da acusação:

 

Promotor: -Senhores jurados, como bem sabemos estes senhores a princípio mancomunados com o Sr. Caio de Castro Linhares forjaram uma situação desconfortável para a princípio separar o então casal formado na época pelo Sr. João Guilherme de Ávila Velmont e o Sr. Thomaz Costa...

 

 A medida que as barbaridades eram relatadas o público presente e o próprio júri ficavam surpresos como as coisas aconteceram.

 

Juiz: -Começaremos a ouvir agora as testemunhas que fizeram acordo de delação premiada com o Ministério Público... Peço que venha a público a Sra. Vitória Regina Muniz, vulgo “Vihh Tube”. A testemunha estara à disposição da promotoria de acusação após o juramento.

Promotor: -Sra. Vitória...

-Me chama de Vihh... odeio esse nome tá ligado?

Juiz: -A testemunha não está autorizada a interromper a promotoria! Por favor Sr. Promotor, prossiga com o interrogatório!

-Sra. Vitória, pode nos dizer como contribuiu para que esses crimes pudessem ser cometidos?

-Eu era simplesmente uma informante! Na verdade eu e Alex éramos... foi ele quem me convidou pra ajudar no esquema... sempre fui afim dele, então achei que seria a oportunidade perfeita! Estava tendo um caso de aparência com a Maísa, uma garotinha qualquer da favela... então ninguém desconfiava que eu e ele estávamos agindo juntos, o clima estava cada vez mais quente entre nós, mas infelizmente ele foi morto. 

Promotor: -E você sabia quem havia matado ele na época do assassinato?

-Sabia sim, mas não podia falar nada, afinal de contas não queria ser a próxima, se ele não foi esperto o suficiente pra ser descoberto era um problema dele, não meu! Nada que dissesse a polícia mudaria o fato de ele estar morto, então resolvi ficar na minha!

Promotor: -Isso é tudo meritíssimo, sem mais perguntas!

Juiz: -A testemunha está à disposição da defesa!

Advogado do casal: -Sra. Vitória, a senhora foi obrigada em algum momento a participar desse esquema ao qual meus clientes estão sendo acusados?

-Não! Nunca gostei muito de João Guilherme, sempre foi um poço de grosseria com a gente, e essa mudança dele pra santinho nunca me  convenceu mesmo, então tombar com ele seria um prazer pra mim!

Advogado: -Sem mais perguntas meritíssimo!

Juiz: -A testemunha está dispensada! Chamo agora o Sr. Túlio Tocha para que possa ser interrogado... O Sr. perante esta corte de justiça jura dizer a verdade, somente a verdade, nada além da verdade?

-Eu juro!

Juiz: -A testemunha está à disposição da acusação.

Promotor: -Qual era a sua relação com o falecido Sr. Alex Mapeli?

-Eu e o Gustavo na verdade tínhamos... nos éramos amantes! Tínhamos um triângulo amoroso!

 

 Um alvoroço então começa a se formar no tribunal e então as pessoas começam a falar uma por cima das outras e então Gustavo resolve gritar:

 

-A GENTE SE AMA MESMO BANDO DE FOFOQUEIROS!!! ALGUM PROBLEMA, BANDO DE FOFOQUEIROS???????? -diz Gustavo do espaço do público furioso

 

Juiz: -Ordem!!!! Ordem!!! Silêncio neste tribunal ou vou pedir que todos os presentes do público se retirem!

 

 Depois de muitas revelações, depoimentos de João, Thomaz que ainda estava cego, Caio Castro e outros funcionários da revista, chega a hora de perguntar aos réus algo muito importante:

 

-Peço que se assentem no banco dos réus ao centro desta tribuna os acusados Rafael San Marino e Nicolás Germano de Souza. -o juiz então prossegue -Sr. Rafael Germano de Souza, como réu neste julgamento pelos crimes de corrupção, favorecimento indevido comercial, cumplicidade com assassinato e tentativa de assassinato e falso sequestro, se declara inocente ou culpado?

-Culpado Sr. Juiz! E arrependido também gostaria muito de me desculp...

-Responda somente o necessário! E quanto ao Sr. Nicolás Germano de Souza recaem os crimes de armação de falso sequestro e assassinato a saber do Sr. Alex Mapeli, tentativa de assassinato do Sr. Diego Nunes Fragoso e do Sr. Thomaz Costa, além de crimes de suborno e espionagem adicionados pelos relatos da testemunha no ato desse processo, o réu se considera inocente ou culpado?

Durante o relato dos crimes, um filme passa pela cabeça de Nico e então ele fica sem reação...

Juiz: -O réu se considera inocente ou culpado? Repito... O réu se considera inocente ou culpado?

 Os olhos de Nico vão se fechando lentamente e então ele desmaia. 

-NICO! NICOOO! MEU AMOR, FALA COMIGO! POR FAVOR! - grita Rafael tentando se achegar ao corpo do amado, já que estava algemado, mas os guardas o retiram de perto -NÃO!!! POR FAVOR NÃO ME TIREM DE PERTO DO MEU NICO NÃO!!

 

Advogado: -Excelência, por favor, eu peço um recesso!

O juiz bate o martelo três vezes e então declara:

Juiz: -O tribunal está em recesso... o réu será conduzido ao hospital, é só voltará a responder quando tiver condições físicas e mentais. O júri ficará em hotéis separados e não poderão manter contato externo até o fim do processo... O julgamento está encerrado por hoje!

 

Ao que parece esse julgamento está longe de chegar ao fim...

——-

Segunda... Estreia a nova e saborosa Fanfic no Spirit: O DONO DA QUENTINHA

 

 

 


Notas Finais


Muita água pra rolar até amanhã no último capitulo gente... acalmem seus corações...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...