1. Spirit Fanfics >
  2. Jotnar >
  3. Capítulo Único

História Jotnar - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Eu meus xuxus, como estão???
Mais uma fic com nosso nenê injustiçado (Loki), espero que você não me matem no final da historia. Lembrem-se que preciso está viva para terminar minhas historias em andamento.

Capítulo 1 - Capítulo Único


Thor observava horrorizado o sangue escorrer entre seus dedos, sem realmente perceber o que significava.

Sangue... Vermelho e quente...

Como o dele...

No entanto, era o sangue de um Jotun.

O vermelho do sangue de um daqueles monstros que ele aprendeu a odiar desde o berço. Um daqueles monstros sedentos por guerra, que desejavam transformar todos os reinos em um deserto de gelo.

Era tão vermelho e quente. E fluía, lentamente, cada vez mais lentamente do peito de sua vítima.

O rosto do jotun suavizou gradualmente conforme o frio tomava conta de seus membros. Ele sabia que iria morrer, mas estava bem com isso. Afinal, era o que vinha perseguindo há anos. Desde que soube qual era sua verdadeira origem, desde que Odin confessou tê-lo arrancado de seu mundo natal.

Ele queria morrer porque era a única coisa que lhe restava, porque foi à única coisa para a qual nasceu... Ele deveria ter morrido em uma geleira.

A morte nasceu com ele, onde o seu primeiro crime foi ser pequeno demais para um gigante e deveria ter desaparecido consigo no frio do inverno. Mas, por algum motivo, o jotun viveu e a morte cresceu com ele para perdê-la em parte, porque, mesmo sem saber, dera à luz sua rainha. Dera à luz sua pequena Hela, sua adorada garotinha.

Mas isso não foi o suficiente.

As Norns sabiam.

As Norns haviam avisado.

Ele trouxe a morte.

Ele estava trazendo destruição.

O fogo correu por suas veias.

O caos o acompanhou a cada passo.

Ele tinha feito de tudo para se livrar disso.

Ele havia feito de tudo para tentar escapar de seu destino.

Mas não fugimos do que está dormindo em nossa própria carne.

Não podemos fugir de nossa natureza, então ele tentou morrer sozinho pela primeira vez, quando mergulhou no vazio, mas o universo o impediu de fazer isso. Por isso, tentou novamente com um exército que não era seu.

Um exército roxo. Um exército que não estava em suas cores.

Mas ele falhou porque não conseguia se destruir. Então, ele atacou implacavelmente a Terra e matou. E continuou matando...

Um por um, cortou todos os laços que o ligavam à sua família. Havia pisoteado todos os sentimentos que Thor poderia ter direcionado a ele, até que o deus do trovão não tivesse mais remorsos, nem arrependimentos.

Até que o amor que ele tinha pelo jotun não segurou mais sua mão quando novamente ficaram cara a cara.

Até que a raiva escarlate de Thor nublou seu julgamento uma última vez quando Mjolnir deixou sua mão.

E ele teve sucesso.

Finalmente...

Porque a outra alternativa não era uma opção para ele. Ver Thor morrer por suas mãos, como as Norns previram, era impossível.

O jotun era o Deus do Caos e se recusava a permitir que seu destino fosse uma previsão tola de velhas tolas, então a morte seria sua libertação. Porque ele não podia aceitar ter o sangue vermelho do irmão nas mãos.

Ele próprio enterraria a morte que corria em suas veias desde o nascimento.

– Sinto muito, Loki – Thor falou, acariciando a bochecha de seu irmão.

– Eu não... – O jotun queria falar, mas sua consciência estava se esvaindo junto com o sangue que fluía para fora de seu corpo.

Ao perder as forças, o feitiço que camuflava sua aparência também se desintegrou. Sua pele assumiu o tom azul de seu nascimento, aquele mal deveria ter morrido com ele.

– Por que você fez isso, Loki? Eu não queria te machucar. Por que atacar crianças? – Havia dor na voz do deus do trovão.

Loki tossiu pesadamente, o ferimento do lado esquerdo do seu corpo era profundo, mas não era tão grave quanto as suas costelas, pois elas estavam esmagadas devido a um golpe do Mjolinr, e agora se encontravam esmagando os seus pulmões e dificultando cada respiração. O Deus do Caos sabia que em algum momento se afogaria em seu próprio sangue.

– Eu nunca deveria ter... Vivido. – Loki procurou forças para falar, respirando fundo antes de conseguir colocar a mão ensanguentada na bochecha de Thor.

– Loki...

– Obrigado, Thor... Por um... Final honroso.

O príncipe mais velho suprimiu um pequeno soluço com as palavras do irmão caçula, porque ele entendeu... Ele finalmente entendeu...

Loki não conseguiu se matar ao cair do Bifrost, então ele exigiu de seu irmão o que todo guerreiro exige para seu próprio fim: a morte em batalha.

– Loki – a voz de Thor soou baixinha, e com uma humildade dolorosa.

– É o melhor para todos – o Deus do Caos afirmou, com firmeza.

Thor estava chorando sem vergonha alguma de expressar a sua dor. Com uma suavidade raramente vista, ele acariciou o rosto pálido de seu irmão.

– Comigo... Ragnarok vai morrer e sua própria morte. – O jotun respirou fundo, novamente.

– Irmão, eu sinto muito. Eu deveria ter entendido o que você queria, teria evitado tanta dor – o deus trovejando avisou, entre lágrimas.

– Eu não poderia... suportar perder você – a voz de Loki era apenas um sussurro. – Seja forte, irmão... Deixe-me abandonar você... Os Vingadores... Eles te acompanham. Mas eu estarei com você... Minha magia estará ao seu lado... Como eles estiveram. Deixe-me estar ao seu lado, irmão?! Não... Atrás... Mas ao seu lado.

– Ao meu lado, irmão – Thor se obrigou a falar, havia um bolo enorme em sua garganta.

O sangue fluiu da boca do jotun enquanto ele engasgava mais, concentrando os últimos pedaços de vida e magia que ele tinha para entregá-los a Thor com seu feitiço final, para dar ao irmão. Era algo pequeno, não restara muito, mas que talvez um dia pudesse ajudá-lo.

– Eu te amo, Thor – a voz de Loki era mais alta que um sussurro.

A mão ensanguentada do jotun deslizou pela bochecha do príncipe asgardiano, e então caiu lentamente. Thor fechou os olhos brancos tingidos de escarlate de seu irmão, sentindo a pior dor de sua longa vida, e o ergueu em seus braços.

Suas mãos estavam vermelhas.

Vermelho com o sangue de seu amado irmão.

Vermelha como a vida que Loki lhe deu.

Vermelhas.

Como estavam suas íris agora que a magia de Loki residia nele.


Notas Finais


Então gente, como o coração de vocês estão nesse final de historia? Ainda estão inteiros?? Deixem seus comentários meus lindos.
Para quem não sabe, Jotnar é outra maneira de falar "o Jotunn", e é o singular da palavra em nórdico antigo.
Quero agradecer aCecySazspor me ajudar com a historia.
Bjus meus xuxus


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...