História Jovens Rebeldes - Capítulo 7


Escrita por:

Visualizações 8
Palavras 4.661
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Ficção Adolescente
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 7 - Capitulo 06


Dalton Vigh: Vocês vão ficar aqui no colégio o final de semana todo.

Thomaz Costa: Como assim?! Eu tenho coisas importantes para fazer no final de semana!!! (Grito bravo)

Mharessa Fernanda: Eu também!!! Eu sou uma YouTuber de sucesso, diretor!! Não posso ficar aqui no colégio, não!!! E os meus inscritos?!? (Desesperada)

Dalton Vigh: E vocês acham que eu me importo com essas besteiras de vocês? Claro que não! E como diz o ditado "pense duas vezes antes de agir".

Gustavo Daneluz: É esse o castigo que vocês recebem nesse colégio? (Sussuro para Giovanna Chaves)

Giovanna Chaves: Sim, só que eu não estou nem aí para esse castigo. (Cruzo os braços) Já estou acostumada a ficar aqui mesmo. (Sussuro para Gustavo Daneluz)

Thomaz Costa: Fala sério, diretor! Tantos castigos para o senhor dar e resolve dar logo esse? Ficar aqui no colégio trancado?!?

Dalton Vigh: Sim!!! (Digo bravo) E se você estiver incomodado é só se retirar do meu colégio! Pois as portas estão totalmente abertas para quem quiser sair!

Thomaz Costa: Olha só, eu não vou obedecer essa regrinha idiota de ficar aqui no final de...

Mharessa Fernanda: (Coloco a mão na boca dele impedindo dele falar) A gente vai seguir a regra e vamos obedecer sim, diretor!

Dalton Vigh: Bom mesmo.

Mharessa Fernanda: Não complica as coisas mais do que já está complicado, Thomaz! É melhor obedecermos se não ele dá outro bem mais pesado que esse! (Sussuro para Thomaz)

Dalton Vigh: Agora vão, podem se retirar da minha sala.

Thomaz, Giovanna, Mharessa e Gustavo saem da sala da diretoria.


Dalton Vigh: Como eu amo ser o diretor desse internato. (Sorrio)

Na cantina do colégio:


Júlia Gomes: Amiga, esse ano o colégio entrou vários gatinhos novos!! (Sorrio)

Lívia Inhudes: E você acha que eu não vi? São um mais gatos que o outro!

Júlia Gomes: E ainda bem, né? Porque já estava cansada desses que tinham aqui, bando de pé de barro.

Lívia Inhudes: Concordo! Só que esse ano vai ser o melhor, a gente vai poder atacar vários novinhos! (Sorrio)

Júlia Gomes: Af, começando pelo Gabriel Santana, né? Aquele garoto gato, lindo e perfeito do meu coração! (Digo babando)

Lívia Inhudes: Sou mais o Léo Belmonte, aquele garoto lindo, gato, charmoso, elegante... Hum! (Sorrio safada)

Fernanda Concon: (Chego) Oi menina, posso me sentar aqui com vocês? (Me sento) Obrigada já sentei. Do que falavam?

Júlia Gomes: Dos meninos que queremos pegar aqui do colégio!! (Sorrio)

Fernanda Concon: Af, se eu fosse fazer uma lista teriam vários! Mas o que eu quero pegar mesmo, é o Gustavo Daneluz!

Lívia Inhudes: Aquele garoto debochado dos infernos? Deus me livre! (Reviro os olhos)

Fernanda Concon: Por que? Ele é tão lindo, tão gato e tão safadinho do jeito que eu adoro! (Digo mordendo os lábios)

Júlia Gomes: Ele nem é pra tanto assim!

Ivan Parente: (Chego na mesa das meninas) Olá jovens, o que desejam?

Júlia Gomes: Pode ser um pão com presunto, e um suco de manga natural.

Ivan Parente: (Anoto no caderno) Ok, mais alguma coisa para pedir?

No quarto de Giovanna Chaves, Larissa Manoela e Mharessa Fernanda:


Larissa Manoela estava deitada na cama vendo um filme de terror em seu celular. João Guilherme pula a janela do quarto dela.


Larissa Manoela: (Levanto da cama) Ei?! Ficou louco?!? É proibido meninos ficarem no quarto das meninas!! (Digo assustada)

João Guilherme: Ah, não tinha nada para fazer lá fora! Aí como o pessoal tava na diretoria eu vim para cá ficar com você.

Larissa Manoela: Segue teu rumo e vaza daqui, se alguém te pega junto comigo nesse quarto vão pensar besteira!!!

João Guilherme: E você se importa com o que os outros pensam de você?

Larissa Manoela: Claro que não, dane-se o que os outros falem ou deixem de falar de mim! Mas a única coisa que me preocupa é que eu não quero que o diretor veja nós dois aqui juntos, se não vai dar merda!

João Guilherme: Verdade, e o meu pai já tá bolado por causa daquele lance de bater o carro, aí se acontecer outra coisa o velho fica louco comigo!

Larissa Manoela: Então pronto! (Abro a porta) Agora vaza antes que o direitor chegue aqui.

João Guilherme: Beleza, eu saio! Mas antes, eu queria te falar que você foi muito incrível defendendo os dois daqueles vacilões, foi um ato de muita coragem e bondade, parabéns! (Sorrio para ela e saio andando)

Larissa Manoela fecha a porta e toca em seu coração. A jovem deita na cama, e começa a pensar em João Guilherme.


Na sala de estar:


Os jovens Giovanna, Thomaz, Gustavo e Mharessa estavam sentados em um dos sofás da sala, falando ainda sobre o castigo.


Thomaz Costa: Quero só ver o que é que eu vou ficar fazendo aqui no final de semana!

Gustavo Daneluz: Relaxa, cara! Tem várias meninas por aí para ficarmos pegando, fica de boa, vai ser divertido ficar aqui.

Mharessa Fernanda: "Várias meninas para ficarmos pegando" Que graça tem isso, garoto? Se enxerga! (Digo brava)

Giovanna Chaves: Aff, gente! Deixem de ser chatos, o colégio nem é tão Insuportável como vocês dois pensam.

Mharessa Fernanda: O colégio não é chato, mas eu também queria ficar em casa no final de semana editando meus vídeos! (Cruzo os braços brava)

Gustavo Daneluz: Quem foi o idiota que teve a idéia retardada de cabular logo no primeiro dia de aula?

Mharessa/Giovanna: VOCÊ!!!

Gustavo Daneluz: Ah, então quer dizer que agora vão ficar jogando na minha cara?!

Thomaz Costa: Eu só quero ver o que é que vamos ficar fazendo aqui, sendo que nesse lugar tudo é proibido.

Giovanna Chaves: Não exagera, Tho! Aqui não é tão chato assim quanto você pensa, é porque você tá no segundo dia.

Thomaz Costa: No segundo dia e já estou achando chato! Imagina os outros? Mas infelizmente vou ter que continuar aqui por causa de uns lances.

Giovanna Chaves: Que "lances" ?

Thomaz Costa: Nada não.

Gustavo Daneluz: (Levanto do sofá) Bom, tchau para vocês! Vou dar um rolê por aí procurar umas novinhas. (Saio andando)

Mharessa Fernanda: (Levanto) E eu vou ir gravar vídeos novos para o meu canal. (Saio andando)

Giovanna Chaves: Fica assim, não. Você vai ver a gente vai se divertir um monte! (Sorrio)

Thomaz Costa: (Sorrio olhando para ela também) Eu sei que vamos se divertir, mas é que eu queria ficar em casa resolvendo uns lances.

Giovanna Chaves: Eu sei, mais ainda tem vários finais de semanas pela frente para sairmos do colégio.

Thomaz Costa: (Olho para ela e fico observando por alguns segundos)

Giovanna Chaves: O que foi?

Thomaz Costa: Você é muito linda sabia? Agora entendo porque é a mais "popular" do colégio, uma garota linda dessas. (Sorrio)

Giovanna Chaves: Ai, para com isso! Assim vocês vai me deixar envergonhada! (Sorrio)

Thomaz Costa: Estou apenas falando a verdade. Mas por que? Você não se acha linda não, Giih?

Giovanna Chaves: Claro que me acho, e não me acho linda não! Me acho maravilhosa! (Digo jogando o cabelo)

Thomaz Costa: Falou aí, metida! (Risos)

Giovanna Chaves: Tô brincando! (Risos) Mas, você também é muito bonito. (Digo envergonhada)

Thomaz Costa: Mais que você? Nunca!

Giovanna Chaves: Eita, deixa de exagero! Eu não sou a Rihanna não, meu querido! (Risos)

Thomaz Costa: Giovanna, você é tão linda que se te matarem ainda sobram mais 6 vidas, sabia?

Giovanna Chaves: Nossa, me chamou de gata? Isso foi uma cantada? (Sorrio)

Thomaz Costa: Não, foi uma história! Mas foi aquelas histórias curtas, entende? Aquelas histórias que...

Giovanna Chaves: (Dou um tapa de leve nele) Bobinho você, né? (Risos)

Thomaz Costa: Bobinho você, né?

Giovanna Chaves: Ah, deu para me imitar agora também? (Digo cruzando os braços)

Thomaz Costa: Ah, deu para me imitar agora também? (Cruzo os braços)

Giovanna Chaves: Olha que eu danço rebolando até o chão, hein! (Risos)

Thomaz Costa: Ah, não! Assim é covardia! (Risos)

No jardim do colégio:


Raíssa Chaddad: Aqueles dois idiotas não tinham nada que se intrometer naquilo! Ninguém havia chamado eles!!!

Lucas Santos: O João Guilherme é assim mesmo, ele adora se pagar de pá na frente das meninas. Por isso que defendeu aqueles nerds de merda!

Raíssa Chaddad: E aquela garota acha que é quem? Você viu o jeito que ela falou comigo?

Lucas Santos: Eu vi, sim! Aquela ali também é outra, aquela Maria macho. (Risos)

Raíssa Chaddad: Eles acham que são o que? Super heróis? AFF! Eu juro que isso não vai ficar assim, esses dois vão me pagar!

Lucas Santos: Vai fazer o que?

Raíssa Chaddad: Nada por enquanto, mais ao longo do tempo eles me pagam! E aliás eu nem sei se devo falar com você!

Lucas Santos: Por que?

Raíssa Chaddad: Você é amiguinho daquele mimado, e também já andou com aquela coisa rockeira!

Lucas Santos: Ah, o João? Eu nem sou mais amigo dele, o cara é mó vacilão e falso! E sobre aquela garota, nem falo com ela.

Raíssa Chaddad: Mais ainda tenho minhas dúvidas! Então é melhor eu não ter confiança em você.

Lucas Santos: Pode pá, quando resolver querer falar comigo só chamar! Tô vazando. (Saio andando)

No corredor do colégio:


Thaís Melchior e Murilo Cezar estavam andando um em direção ao outro distraídos. Thaís arrumava sua pasta cheio de papéis, e Murilo arrumava as matérias dos alunos. Os dois como não haviam se visto porque estavam distraídos acabam de esbarrando, e os papéis de Thaís caem todo no chão. Murilo fica encantado com a beleza da mulher e começa a olhar ela por segundos.


Thaís Melchior: Ei? Vai pegar os meus negócios ou vai deixar aí caídos no chão? (Digo estalando os dedos no rosto dele)

Murilo Cezar: (Paro de olhar para ela) M-me desculpe! É claro que eu vou pegar. (Me abaixo)

Thaís Melchior: Você deveria prestar mais atenção!

Murilo Cezar: Claro que não, você que veio igual uma doida sem olhar por onde anda. (Digo ainda recolhendo os papéis que cairam)

Thaís Melchior: Foi você que me esbarrou, moço! Se fez de tonto só para encostar em mim, acha que eu não sei? (Reviro os olhos)

Murilo Cezar: (Termino de recolher os papéis e levanto) O que? Do que está falando?

Thaís Melchior: Desse seu planinho de esbarrar em mim só para puxar assunto! (Risos) Moda antiga essa, hein!

Murilo Cezar: Claro que não! Foi sem querer eu nem tinha te visto aí!

Thaís Melchior: Ah, claro! (Risos) Acho que agora eu virei até transparente!

Murilo Cezar: Transparente não, mais convencida sim! Acha que eu ia me interessar por você? (Digo rindo)

Thaís Melchior: O que?!?!? Tá me chamando de feia?!! (Digo brava)

Murilo Cezar: Entenda como quiser.

Thaís Melchior: Olha aqui seu professor de quinta, toma vergonha nessa tua cara e vê se vai arrumar algo para fazer!

Murilo Cezar: Eu estava indo, até você me esbarrar só para chamar atenção!

Thaís Melchior: Ei?!?!?

Murilo Cezar: (Dou os papéis para ela) E agora toma essa sua papelada e vai seguir teu caminho, minha moça.

Thaís Melchior: (Pego) Ok, meu moço! (Esbarro nele e faço as coisas dele cair) Ops...

Murilo Cezar: Você tá louca!?!? Isso daqui nem para mim era, e sim para os... (Grito bravo)

Thaís Melchior: Ah, que pena! Eram para os alunos? Ixi, pelo visto vai ter que fazer tudo de novo, né? (Saio andando rindo alto)

Murilo Cezar: Ai, senhor! (Me abaixo e pego minhas coisas) Essa mulher é louca!!!

Na piscina do colégio:


Maísa Silva estava deitada tomando um sol, e Gustavo Daneluz vai até ela.


Gustavo Daneluz: E aí, gatinha? Tudo beleza? Fazendo o que por aqui? Tomando um sol é? (Sorrio safado)

Maísa Silva: (Olho para ele) Não te interessa, garoto! Vaza daqui e segue teu rumo!

Gustavo Daneluz: Vixi, vai me tratar assim? (Coloco a mão nas coxas dela) Bora bater um papinho, novinha...

Maísa Silva: (Tiro a mão dele da minha coxa) A única coisa que eu vou bater vai ser a minha mão na tua cara se não sai daqui!

Gustavo Daneluz: Oh, deixa de ser chata! Só quero conversar, trocar umas idéias e pá.

Maísa Silva: Então vai conversar com outra guria ou com a suas amiguinhas, porque com você eu não quero papo!

Gustavo Daneluz: Por que, não? Vai me dizer que eu não sou bonito? (Me aproximo dela)

Quando Gustavo Daneluz estava chegando perto para dar um beijo nela, Maísa dá um empurrão e faz o garoto cair na piscina.


Gustavo Daneluz: Ficou louca, mano!? Tomou chá de idiotice!?!? (Grito bravo)

Maísa Silva: De idiotice ainda não, mas a de senso sim! Seu sem noção! (Saio andando)

Gustavo Daneluz sai da piscina com a roupa completamente molhada. Gabriel Santana que nadava pela piscina vê a cena.


Gabriel Santana: (Chego) Caraca, podia ter ficado sem essa meu brother! (Risos)

Gustavo Daneluz: E quem te perguntou alguma coisa?!? (Digo bravo)

Gabriel Santana: Calmou, bebê? Tava só zuando contigo! (Risos) Mas também cê é burro, olha como você chega na mina.

Gustavo Daneluz: Eu cheguei do jeito certo! Essa garota que não bate bem da cabeça!

Gabriel Santana: Você tem que chegar como quem não quisesse nada, depois ir com calma e dava um beijo nela. Mas você não esperou nem três segundos e já quis atacar!

Gustavo Daneluz: Isso é lance para quem quer conquistar, e eu só quero ficar mesmo. (Saio andando)


(Anoitece o dia)


No quarto de Giovanna Chaves, Larissa Manoela e Mharessa Fernanda:


Mharessa Fernanda: E é isso gente, foi esse o meu segundo dia de aula. Muito obrigado pela atenção de vocês e bye! (Desligo meu celular) É... Mais um dia de live! (Sorrio)

Larissa Manoela: Ué, para quem estava triste até agora pouco, você já está bem feliz né?

Mharessa Fernanda: Ai, ai! (Me jogo na cama) Os meus inscritos é que me deixam assim desse jeito. (Sorrio)

Larissa Manoela: Mas e aí? Qual foi o castigo que o "Senhor general" deu?

Giovanna Chaves: Ficar o final de semana todo aqui, trancados no colégio! É sempre a mesma regra, mas eu já estou acostumada.

Larissa Manoela: Ele deu o mesmo para mim e para o João. Então vamos ficar nós seis trancados aqui. (Reviro os olhos)

Mharessa Fernanda: E o final de semana já está chegando em, temos que pensar no que vamos ficar fazendo para se divertir aqui.

Giovanna Chaves: Gente... O que vocês acham do Thomaz? (Sorrio)

Mharessa Fernanda: Ele é super legal até onde eu conheci ele, não vou falar mais porque não conheço a tanto tempo.

Larissa Manoela: Por que tá interessado no novinho? Tá afim dele barbie? (Risos)

Giovanna Chaves: Claro que não garota, me deixa em paz! (Digo penteando o cabelo)

Larissa Manoela: Ai que bonitinho, ela tá apaixonadinha pelo ThoTho! (Risos)

Giovanna Chaves: Olha aqui, garota! (Aponto para ela) Vê se me deixa em paz, tá? Você só vive me provocando e hoje não quero isso!!

Mharessa Fernanda: A Larissa também não pode falar nada! Você acha que eu não vi que entre você e o João rola um clima?

Giovanna Chaves: Verdade completa! Eu também notei isso! E aí, Lary? Vai dar um beijinho nele quando, miga? (Risos)

Larissa Manoela: Nada haver, eu nem gosto daquele garoto! Muito metidinho mimado, e eu não me interesso em gente assim!

Mharessa Fernanda: Eu gosto de meninos românticos, mas pelo visto nesse colégio não tem nenhum assim.

Giovanna Chaves: O Thomaz é romântico, e educado, e lindo, e bonito, e...

Larissa Manoela: Deixa de ser nojenta, homens nenhum não prestam! Eles só nos usam e depois vazam da nossa vida.

Mharessa Fernanda: Credo, por que disse isso? Homem presta sim, alguns!

Larissa Manoela: Não, eu estou dizendo que todos homens não prestam! Não tem essa de "Tem alguns" São todos!

Mharessa Fernanda: Ai Lary, deixa de exagero! (Reviro os olhos)

Giovanna Chaves: Hahahahaha! Eu acho que eu até sei o porquê de ela estar falando isso, Mha! É porque nenhum garoto nunca deve ter pedido ela em namoro. (Risos)

Larissa Manoela: Melhor não ter namorado do que ficar igual uma prostituta rebolando quase pelada na frente de todo mundo!

Giovanna Chaves: É, mais quando eu fiz aquilo os meninos ficaram loucos! Já se fosse você lá no palco ninguém ia fazer nada, iriam apenas rir.

Larissa Manoela: Essa garota é tão assanhada que ao invés de pegar um de vez, ela pega vários! E certeza que ela é a mais rodada do colégio! Você não passa de uma quenga sem noção que gosta de...

Giovanna Chaves: (Me aproximo dela muito brava) Olha aqui, garota! Você cala a sua boca porque eu já estou perdendo a linha!!!

Larissa Manoela: (Me aproximo também) E se eu não quiser? Vai fazer o que? Nada! Porque você sempre começa a me zuar, aí depois que eu faço o mesmo você fica toda nervosinha! E se não aguenta brincar, não desce para o play, gata!

Mharessa Fernanda: (Entro no meio das duas e separo) Ninguém vai brigar aqui! Aff, vocês não cansam disso não?

Giovanna Chaves: Essa garota que fica me provocando! (Aponto para Larissa)

Larissa Manoela: Quem começou foi você, sua barbie oxigenada da roça!

Mharessa Fernanda: Se continuar desse jeito eu vou mudar de quarto! Porque eu não aguento esse clima chato de vocês!

Larissa Manoela: Muda, até porque ninguém te obrigou a ficar aqui! A porta tá ali, é só sair andando e vazar!

Giovanna Chaves: Não pode mudar, se não eu já teria saído daqui faz tempo também! (Reviro os olhos)

Larissa Manoela: Eu vou dormir antes que o clima fique pior do que já está. (Deito na cama e desligo meu abajur)

Mharessa Fernanda: E eu vou fazer o mesmo! (Deito na cama e apago o abajur)

Giovanna Chaves: (Saio do quarto)

No quarto de Thomaz Costa, João Guilherme e Gustavo Daneluz:


Thomaz Costa: Final de semana trancados aqui, que tédio mano! Como você aguentou ficar esses anos todos nesse colégio?

João Guilherme: O colégio nem é chato, Thomaz! É porque você entrou só faz dois dias, mas você vai ver que é maneiro.

Gustavo Daneluz: Pode pá, e nesses dois dias eu já me diverti muito! Esse colégio é maneiro mesmo!

Thomaz Costa: E por acaso é divertido levar um fora e depois um empurrão de uma mina? (Digo rindo)

João Guilherme: A gente ficou sabendo desse lance, Gustavo! (Risos)

Gustavo Daneluz: Aquela garota é doida! Eu que não quero mais conta com ela, menina agressiva do caramba! Mas vocês também tão falando muito... Quem vocês pegaram? Ninguém! Então calou.

João Guilherme: Peguei sim, várias! Não se lembra daquele dia que nós deu uma geral nas novinhas? (Risos)

Gustavo Daneluz: Sim, aquele dia foi daora demais cara! (Risos)

Thomaz Costa: Cara, falem a verdade! Sem mentira nenhuma. Quem vocês pegariam das meninas Giovanna, Larissa e Mharessa?

João Guilherme: Cara, papo reto! Eu pegava a Larissa, mano. Ela é gata demais, e aquela garota tem atitude, tem coragem, ela fala o que pensa, e pelo que parece não tem medo de nada e nem de ninguém! Quando tem problemas ela não foge, ela fica e encara até o fim! Cara, é isso que gosto nela. (Digo sorrindo pensando em Larissa) E vocês?

Thomaz Costa: Mano, eu ficaria com a Giovanna! Ela é diferente, ela mexe comigo... (Sorrio pensando em Giovanna)

Gustavo Daneluz: Ixi! (Risos) Os cara tão amarradão nas meninas!

João Guilherme: Idai? Não sabia que era que era proibido gostar de alguém agora!

Thomaz Costa: Nem eu! Aliás manda tu, Gustavo! Qual teu papo? Pegaria a Mha?

Gustavo Daneluz: Eu não, sai fora! A garota gosta de se achar só porque é YouTuber, e não sai daquele celular!

João Guilherme: Nada haver, mano! A mina é mó gente boa, você que é muito assanhado e só pensa em safadeza!

Gustavo Daneluz: E por acaso tem coisa melhor do que ficar a noite com aquela novinha gostosa deitado na cama fazendo sexo? Não tem! (Risos)

Thomaz Costa: Para de ser assim, Gustavo! Papo reto para de ser assim, se continuar desse jeito daqui para frente nenhuma menina vai te querer mais.

Gustavo Daneluz: E quem disse que eu me importo? O negócio é pegar as meninas e fazer sexo, e depois largar, abandonar!

Thomaz Costa: (Levanto da cama bravo) Cala tua boca, cara!!! Como é que tu diz uma coisa dessa, mano?!

Gustavo Daneluz: Eu falo o eu quiser, meu irmão! E se tiver incomodado é só partir para cima, fiote! (Levanto bravo também)

Thomaz Costa: Eu vou dar um murrão nessa tua cara se você continuar falando essas merdas das mulheres, para de ser idiota velho, repara bem no que tu falou!!

Gustavo Daneluz: Ah, é? Então vem! Só estou te aguardando! Mano, me cansa esses muleque que só fala, fala e não faz! Parte logo para cima, meu parça!

Thomaz Costa dá um murro forte na cara de Gustavo Daneluz fazendo ele cair no chão


Thomaz Costa: E aí?!? Bati, agora vem para cima seu vacilão otário!!! (Grito bravo)

João Guilherme: (Seguro Thomaz) Para com isso, mano!!! Qual foi?! Vocês ficaram loucos??!? (Grito)

Gustavo Daneluz: (Levanto) Quem ficou louco foi esse cara!!! (Tento partir para cima mas sou segurado por João)

João Guilherme: Vamos parar com isso!!! Vocês tão chapando?!? Jura que vão brigar por causa disso?!? (Grito)

Thomaz Costa: Eu vou meter o pé desse quarto antes que eu acabe fazendo outra besteira! (Saio andando)

Gustavo Daneluz: Já vai tarde seu merda!!! Seu vacilão, idiota, otário!!! (Grito bravo)

João Guilherme: Gustavo, parou né? Dessa vez você passou dos limites! Como pôde dizer uma coisa daquelas?

Gustavo Daneluz: Você quer brigar comigo também é? Porque se quiser só marcar hora e lugar, ou talvez ser agora mesmo!!! (Digo bravo)

João Guilherme: Cala tua boca e vai dormir! Só vai, antes que eu também perca a paciência com você. (Deito na cama)

Na diretoria do colégio:


Dalton Vigh: Bom, chamei todos aqui por que queria saber como foi o primeiro dia de aula de vocês. Os alunos deram trabalho?

Thaís Melchior: Na minha aula os alunos ficaram quietos, e mostraram ser muito bonzinhos e inclusive muito inteligentes. Não tive trabalho com eles.

Murilo Cezar: Na minha também, eles não deram nenhum trabalho.

Myrian Rios: Na minha eles deram sim, um pouco de trabalho! Mas quando eu dei uma bronca neles, ficariam quietos.

Dalton Vigh: Que bom! Pensei que eles tinham aprontado, porque esses alunos estão cada dia mais piores.

Murilo Cezar: Também, você quer o que? Você prende os alunos no colégio como se fosse uma prisão. Aqui não pode fazer quase nada praticamente.

Thaís Melchior: Concordo, os alunos não podem se sentir presos Dalton. Se não eles ficam cada vez piores. Eu vi as regras do seu colégio ali na entrada, e confesso que não gostei muito.

Dalton Vigh: Ah, juram? E por acaso eu pedi a opinião de algum de vocês? Não! Bom, é isso, já podem ir.

Thaís Melchior: Educação não faz mal a ninguém, sabia? (Saio da diretoria)

Murilo Cezar: (Saio da diretoria)

Myrian Rios: Hoje o dia foi muito corrido. Tive que dar aula para seis turmas! (Digo sentando na cadeira)

Dalton Vigh: E eu então? Só tive que ficar escutando uns professores reclamando toda hora de alguns alunos!

Myrian Rios: Por que?

Dalton Vigh: Eles disseram que os alunos eram muito bagunceiros, não faziam nada, só sabiam dormir e eram muito rebeldes!

Myrian Rios: Esses professores que acabaram de sair que te falaram isso?

Dalton Vigh: Não, foram outros.

Myrian Rios: Mas você está aqui para trabalhar, então vai ter muito mais reclamações pela frente. (Risos)

Dalton Vigh: Eu sei, e só se pensar nisso já me bate uma vontade enorme de dormir. Mas não posso, tenho que preencher uns papéis aqui que os pais dos jovens deram.

Myrian Rios: Deixa isso para amanhã!

Dalton Vigh: Melhor não, porque sempre quando eu deixo as coisas para as últimas horas eu fico nervoso e depois não consigo continuar.

Myrian Rios: Mas deixa, vamos dormir. É melhor, amanhã tem mais um dia e você tem que acordar cedo, inclusive eu também, que irei dar aula. E aí? Vamos?

Dalton Vigh: (Olho para os papéis com um olhar de cansado) Ah, quer saber? Vamos sim. Eu é que não vou ficar aqui tendo que preencher esses papéis a essa hora. (Levanto)

Myrian Rios: Exatamente! (Sorrio)

Na sala de estar do colégio:


Thomaz Costa vê Giovanna Chaves sentada no sofá assistindo filme de novo. Ele vai até a jovem para conversar.


Thomaz Costa: E aí? Assistindo filme de água com açúcar porque está sem sono de novo? (Sorrio)

Giovanna Chaves: (Olho para ele e sorrio) Sim, de novo! (Risos)

Thomaz Costa: Posso sentar aí do seu lado ou vai te incomodar para assistir o filme?

Giovanna Chaves: Claro que pode!

Thomaz Costa: (Sento do lado dela no sofá) E aí? Qual é o filme dessa vez?

Giovanna Chaves: Dessa vez não é romance, estou vendo um filme de comédia. (Risos) Só que na verdade, eu nem estou curtindo o filme. E você? Veio aqui porque estava sem sono também?

Thomaz Costa: Sim, aquele quarto estava muito abafado com gente idiota, aí resolvi vim para cá.

Giovanna Chaves: Veio para cá para me ver, né? Pode confessar, eu sei. (Risos)

Thomaz Costa: Ixi ala, ela tá se achando! (Sorrio) Mas eu vim para cá por esse motivo também, o de te ver.

Giovanna Chaves: (Fico envergonhada) Ah, para de bobo! Você veio para cá só para assistir um filme mesmo. (Sorrio)

Thomaz Costa: Claro que não, se eu viesse para isso eu estaria assistindo agora, e não falando com você.

Giovanna Chaves: Ah, é? Mas acontece que eu quero assistir, mocinho! (Sorrio e pego o controle) Escolhe um filme aí para gente ver. (Dou o controle para ele)

Thomaz Costa: (Pego e fico mudando de canal) Vamos ver esse? Esse daqui é daora, acontece em fatos reais.

Giovanna Chaves: Ah, então pode mudar de canal? Eu não gosto de nada que acontece em filme de fatos reais.

Thomaz Costa: Ué, por que?

Giovanna Chaves: A gente sempre acaba chorando no final, porque tipo assim, os filmes de fatos reais sempre terminam com um final triste, e eu não gosto assim.

Thomaz Costa: E o que a senhorita segure? Um filme de romance? (Sorrio)

Giovanna Chaves: Podia ser, mas como o senhorito não gosta de filmes de romances então não vai colar! (Risos)

Thomaz Costa: Não está passando nada de maneiro a essas horas. (Desligo a tevê)

Giovanna Chaves: Não mesmo! De noite não passa nada de interessante.

Thomaz Costa: Pois é. (Olho para ela e sorrio) Como consegue ser tão linda?

Giovanna Chaves: (Sorrio e olho para ele) Você que é, já te disse.

Thomaz Costa: Você é muito mais gata, já te falei. (Sorrio)

Giovanna Chaves: Lembra dos elogios que você me deu hoje de manhã? Eu estava pensando neles! (Sorrio)

Thomaz Costa: Ah, então quer dizer que você anda pensando em mim é? (Risos)

Giovanna Chaves: Claro que não! Eu só pensei nos elogios, ok? (Risos)

Thomaz Costa: Mas vai dizer que você não pensa em mim? (Digo sério) Vou mandar a real, eu pensei em você hoje, aliás pensei desde quando a gente se conheceu.

Giovanna Chaves: Nossa, rs... (Digo com muita vergonha)

Thomaz Costa: Seu pai é mecânico? Porque você é uma graxinha!

Giovanna Chaves: Vai começar com suas cantadas de doido? (Risos)

Thomaz Costa: Me chama de previsão do tempo e diz que tá rolando um clima. (Sorrio)

Giovanna Chaves: Você tá muito do engraçadinho, não acha? (Risos)

Thomaz Costa: Você tem brigadeiro?

Giovanna Chaves: Não. (Risos)

Thomaz Costa: Então me dá um beijinho?

Giovanna Chaves: (Risos) Essas suas cantadas falsas são muito fofas até parece que...

Thomaz Costa: E quem disse que dessa vez foi cantada falsa? Eu estava falando a verdade. (Me aproximo dela)

Thomaz Costa e Giovanna Chaves ficam com a boca de frente a frente uma da outra, e quando iam iniciar um beijo...


Raíssa Chaddad: (Chego) Hahaha! Olha só o novo casalzinho do colégio! (Risos)

Giovanna Chaves: (Levanto envergonhada) Que casal, garota? Não tem nenhum casal aqui, não! (Disfarço)

Raíssa Chaddad: Estou falando de vocês dois, o mendigo favelado e a princesa do paraguai. (Risos)

Thomaz Costa: (Levanto) Você não tem mesmo o que fazer né garota? A única coisa que faz é importunar os outros!

Raíssa Chaddad: Exatamente, pois é tão divertido ver vocês se ferrando! Por que imagina se meu pai souber que vocês estavam quase se beijando? Ixi, ia dar muito ruim! (Risos)

Giovanna Chaves: E quem vai contar? Ah é, você! Tinha me esquecido que você é uma grande fofoqueira!

Raíssa Chaddad: Tá se achando na frente do mendigo é? (Risos) Só faz isso porque o seu pai é empresário da moda, riquinho e ainda...

Thomaz Costa: Perai... Quem é teu pai?

Raíssa Chaddad: Jura que não sabe?

Thomaz Costa: Quem é teu pai?

Raíssa Chaddad: Você não conhece ele?

Thomaz Costa: Giovanna, quem é teu pai?

Giovanna Chaves: Eduardo Nagle, por que?

Thomaz Costa: O que?!?!? Então você que é a filha do vagabundo miserável do Eduardo Nagle?!? (Grito bravo)




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...