1. Spirit Fanfics >
  2. Julius, viajante da Internet - fechando a trilogia. >
  3. Naruto Shippuden - segundo dia.

História Julius, viajante da Internet - fechando a trilogia. - Capítulo 3


Escrita por:


Capítulo 3 - Naruto Shippuden - segundo dia.


Começo a acordar... é meu segundo dia dentro de Naruto Shippuden.

Nossa, que sensação maravilhosa, estou em Konoha e sou um ninja, estou realizando um sonho. Vou tomar banho e me arrumar, depois fico na janela, pensando no que fazer.

Vou na minha geladeira e preparo um café da manhã rápido e então começo a andar pelas ruas até que eu começo a ouvir uma gritaria totalmente diferente. Essa não, a vila está sendo atacada.

Eu começo a pensar no meu dia anterior. Naruto fora da vila, time do Gai-sensei em missão, vila sendo atacada: Isso significa que... Pain está aqui.

Começo a ajudar os moradores comuns para irem para o abrigo secreto da vila, que eu não conhecia, mas instintivamente segui os movimentos dos outros chuunins e genin que faziam isso, enquanto os outros disputavam aquelas batalhas.

Nem perco meu tempo explicando o que vai acontecer, pois ninguém acreditaria, então me dedico ao máximo para que ninguém experimente a dor e a morte.

O tempo passou e eu ajudei várias pessoas, por sorte eu não enfrentei nenhum Pain, pois provavelmente eu não sobreviveria.

Quando estava para entrar, também, no abrigo, recebi uma ordem direta de um Jounin para lutar. Quer saber? Por que não? Logo Naruto chegará e resolverá tudo.

Então eu corro em direção ao campo de batalha e acabo enfrentando uma das Kuchiyose no Jutsu de Pain: Uma lagosta gigante.

Começo tentando assar a lagosta:

-Katon, Karyudan.

Ela recebe o dano e me ataca, eu escapo pois usei Kawarimi no Jutsu.

Ela vem pra cima e eu começo a usar meu Teijutsu, ficamos em situação de ataque e bloqueio, até que ela usa a outra pata e me acerta no peito, eu voo pra longe com um corte rasgando do meu ombro ao meu umbigo, por sorte foi só superficial, mas minha roupa já era.

A lagosta gigante vem pra cima de mim, preparo um Kawarimi no Jutsu, mas ela não ataca. Ela desparece da minha frente, restando apenas fumaça. Eu olho para o lado e percebo que meu antigo sensei, Aoba Yamashiro, presenciou toda minha luta e seu sorriso e “legal” com o dedo mostrou que fui até bem.

Então eu fui até ele e apontei pra cima, mostrando um dos Pain voando, então disse o que ia acontecer, ele duvidou no começo, mas eu fui tão insistente que ele resolveu confiar em mim e fomos para o abrigo, ainda levando alguns ninjas conosco, pois os moradores já estavam lá.

Eis que acontece a destruição.

Após aquilo passar voltamos a sair do abrigo, pois agora é razoavelmente seguro, então eu digo que vou me aproximar para ver e ele resolve ir comigo.

No meio do caminho encontrei a Inuzuka Hana, fui até ela e disse para meu sensei ir na frente, ele foi. Falei:

-Hana, tudo bem?

-Comigo sim, mas tivemos perdas – ela diz, triste.

-Confia em mim tá, vamos olhar, Naruto vai nos salvar – eu digo confiante e pegando em sua mão, buscando certa aproximação de Naruto e Pain.

Chegamos em um grupo de ninjas e ficamos recebendo informações da Kuchiyose de Tsunade, que salvou todo mundo e agora narra o que está acontecendo no campo de batalha.

Ela conta tudo o que houve, sentimos medo quando olhamos para Naruto naquela forma até que as coisas se acalmam e ele resolve com sua própria força.

Após Pain e Naruto deixarem a vila começamos a procurar por pessoas nos destroços, eu sei que os que estão mortos serão revividos, mas pegaria mal não ajudar.

Então alguns minutos depois, Nagato usa seu Jutsu e revive algumas das nossas perdas. Kakashi vai até Naruto. Ficamos esperando.

Então ele chega com Naruto em suas costas e começamos a festejar a sua chegada, quem disse que não chorou nessa parte, mentiu.

Começo a ajudar na reconstrução da vila.

Passa o tempo e acabo dormindo de cansaço no meio das construções de madeira.

Começo a sonhar com... Aoi, a máquina...zzz.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...