1. Spirit Fanfics >
  2. Jungkook Eu Yoongi e um bebê. (Jimin Híbrido) >
  3. Mas que pouca vergonha é essa?

História Jungkook Eu Yoongi e um bebê. (Jimin Híbrido) - Capítulo 11


Escrita por:


Notas do Autor


╭═• ೋஜ•✧๑🖤⚜🖤๑✧•ஜೋ •══╮

   ೫๑》𝔀𝓮𝓵𝓬𝓸𝓶𝓮 𝓽𝓸 𝓪𝓷𝓸𝓽𝓱𝓮𝓻 𝓬𝓱𝓪𝓹𝓽𝓮𝓻!《๑೫

╰══• ೋஜ•✧๑🖤⚜🖤๑✧•ஜೋ •══╯

Capítulo 11 - Mas que pouca vergonha é essa?


Fanfic / Fanfiction Jungkook Eu Yoongi e um bebê. (Jimin Híbrido) - Capítulo 11 - Mas que pouca vergonha é essa?

📖Continuando...📹

S/N: _ como ele está doutor?

_ bem a cirurgia foi um sucesso, o Jungkook está estável no momento, vamos ver como ele vai reagir agora, mas ele está fora de perigo.

Namjoon: _ ah graças a Deus...

_ ele foi trazido a tempo, além da lesão do pulmão com a ruptura da costela esquerda, ele teve uma fratura no braço, e tivemos que fazer uma pequena cirurgia em uma das mãos, ele recebeu sangue, e se caso um de vocês quiser doar pro nosso banco de sangue ficaremos agradecidos.

S/N: _ doutor quando vamos poder ver ele

_ por enquanto ele está no CTI, no momento não podem visitar ele, a gente está monitorando, mas de acordo da melhora dele vocês logo poderão o visitar.

S/N: _ muito obrigado doutor!

_ de nada, vocês podem ir pra casa descansar, por enquanto ele está sedado e qualquer mudança no quadro clínico dele nós avisaremos. Com licença.

Namjoon: _ há graças a Deus, obrigado meu Deus! – se ajoelha e agradece a Deus.

S/N: _ é obrigado Deus, muito obrigado...

Namjoon: _ bom como não podemos ver o Jungkook agora, eu vou levar vocês pra casa.

S/N: _ haaa éh...

O Namjoon foi até o Jin e acordou ele, e pegou as malas do Jin e uma minha e nós fomos até o carro dele e ele nos levou até o hotel onde nós estávamos e na hora de nós descermos eu abri a boca pra falar e o Jin me olha e diz:

Jin: _ S/N tu tem dinheiro pra pagar o hotel?

S/N: _ er... Hãn então... Jin você pode pagar dessa vez?

Jin: _ uhum eu ainda tenho dinheiro, vamos?

S/N: _ uhum obrigado.

Namjoon: _ mas de jeito nenhum que vocês vão pagar! Desculpa-me eu me esqueci de que vocês não moram aqui, é que essa correria e tudo sabem, vocês podem ficar lá em casa se quiserem, S/N eu estou ti devendo então, por favor, aceita.

S/N: _ é tá tudo bem se não for incômodo, o que você acha Jin?

Jin: _ que não temos alternativa né!

O Namjoon então seguiu pra casa dele, era um pouco longe, nós ficamos no carro uma hora mais ou menos, até que chegamos em um bairro onde tinham casas, mas era em uma rodovia então passava muitos caminhões e coisas, ele entrou em uma casa onde tinha vários carros batidos tido sucatas, na frente um portão velho de ferro e uma oficina mecânica e ao lado da oficina uma casa de madeira, nós descemos do carro e o Namjoon abriu a porta e acendeu a luz, estava tudo escuro, e logo um cachorro veio correndo abanando o rabo em direção a ele.

Namjoon: _ que isso Mané! Para você está sujando minha roupa, se aquieta, há já sei o Appa não ti deu comida né! S/N Jin podem entrar.

Jin: _ há luz... Tá escuro aqui Namjoon.

Namjoon: _ ah me desculpa! *entra e acende a luz* _ Eu vou pegar as coisas de vocês pera aí.

Eu olhei em volta e era uma sala pequena com um sofá bem velho batido, uma tv antiga, tinha uma mesinha de centro de acordo com o rack que também era antigo e um calendário do ano retrasado na parede. Eu olhei para o Jin e o Jin me olhou e sorriu.

Namjoon: _ olha não repara tá, a gente é bem simples. Venham por aqui! Eu vou levar vocês... Er pera aí vocês ficam no meu quarto, a cama é de casal não tem problema né?

Jin: _ não claro que não Namjoon. – fala seguindo ele.

Nós fomos atrás do Namjoon e da salinha aquela pequena nós passamos por outra, mas estava escuro eu até bati o pé em uma poltrona eu acho, nó fomos até um corredor que tinha três quartos um na frente do outro e o banheiro era no final do corredor, eu vi por que a porta estava aberta e a luz acesa.

Nós entramos no quarto do Namjoon, que a cama era de casal, mas estava uma bagunça aquele quarto dele, era roupa em cima da cama era calçado dele no chão era luvas de boxe em um canto toalha jogada na cama um pôster de uma mulher pelada na parede, bom era uma mixórdia aquele quarto dele, ele começa a jogar tudo para o chão em um canto e retirar os lençóis e coisas de cima da cama, até que um senhorzinho bem velhinho de cabelos brancos e segurando uma bengala, para na porta e nos olha.

_ mas o que qui isso Namjoon! Mas que pouca vergonha é essa?

Namjoon: _ não Appa não é nada do que o senhor tá pensando, calma elas são minhas amigas! S/N Jin esse é meu pai.

Jin: _ olá senhor Kim, muito prazer!

S/N: _ é oi...

_ rum se não é orgia o que é em? Hm me fala? Tu me some de casa, fica dois dias longe e me aparece fazendo coisas aqui no teu quarto? Cadê o Jungkook? Onde ele tá?

Namjoon: _ então Appa... Vai se deitar, já está tarde pro senhor ficar acordado essa hora...

Sr.Kim: _ eu sei... Você quer que eu vá me deitar pra fazer sacanagem né! Vão embora antes que eu tire vocês daqui, que indecência, mas o que isso, quantas vezes tenho que falar pra ti e pro Jungkook não trazer mulher pra casa em?! Não me respeitam mais!

Namjoon: _ Appa elas são minhas convidadas e não é o que o senhor está pensando, a S/N e o Jin eles são nossas amigas eles são amigas do Jungkook e elas vão ficar aqui em casa, são minhas visitas, então as trate com respeito, tudo bem?

Jin: _ é senhor Kim, não é nada do que o senhor está pensando, nós não somos disso do que o senhor está dizendo, a gente é de respeito.

Sr.Kim: _ hmm e já que são de respeito o que estão fazendo no quarto do meu filho a essa hora da noite em?

Namjoon: _ Appa para de constranger elas e falar essas coisas!

Sr.Kim: _ cadê o Jungkook, eu não o vejo faz dois dias, onde ele tá! Tenho que falar com ele, tem um monte de trabalho para ele fazer, só hoje já vieram uns quantos home aqui procurando pra vocês consertar os carros e vocês não estavam em casa!

Namjoon: _ Appa... O Kookie ele... Ele sofreu um pequeno acidente, mas ele tá bem né meninas!

Jin: _ claro ele ta super bem! É!

Sr.Kim: _ acidente? Como assim onde ele tá? Eu quero ver ele agora!

Namjoon: _ Amanhã Appa, ele ta no hospital e a S/N me ajudou muito Appa, por isso quero que o senhor trate muito bem a S/N e o Jin, se não fosse por ela, eu não sei o que seria do Jungkook.

S/N: _ senhor Kim, não se preocupe a gente vai ficar por pouco tempo, é só até eu conseguir remarcar as nossas passagens.

Namjoon: _ remarcar as passagens? Vocês vão ir embora?

S/N: _ é amanhã eu vou tentar resolver isso no aeroporto.

Namjoon: _ há sim éh... Pai vai se deitar, amanhã eu ti levo pra ver o Jungkook, ta bom?

Sr.Kim: _ tu não me escondas nada guri! – fala indo pro quarto dele.

Jin: _ seu pai é bem bravo né Namjoon...

Namjoon: _ tu não viu nada ainda, quando ele acorda de cara emburrada... Pode se preparar... Bem o banheiro é lá no fundo e... Estão com fome?

S/N: _ é acho que agora sim estamos com fome mesmo, fiquei mais calma...

Namjoon: _ que cabeça minha, vamos comer alguma coisa, venham!

Nós fomos atrás do Namjoon e ele acende a luz, e sabe onde eu bati o pé? Ali era tipo a cozinha só que onde eu bati o pé era outra sala e junto com a cozinha, tinha uma tv dessas modernas, uma lareira, um sofá bem confortável até, tinha até um gato na poltrona onde eu bati meu pé e a cozinha era normal, cozinha americana dessas, uma mesa grande com seis cadeiras e tinha uma porta, ali eu não sabia pra onde dava.

Enfim eu me sentei à mesa e o Namjoon colocou uma água aquecer pegou coisas na geladeira um pacote de biscoitos e uma caixinha de leite e pegou uns pães também, mas estavam bem velhos, estavam bem duros.

Namjoon: _ vish não tem pão, esses estão velhos, mas tem biscoito há tem bolo... Há tá seco rsrs... Desculpa não ter algo melhor pra vocês comer...

Jin: _ não tem problema Namjoon, só um café com biscoito já chega né S/N!

S/N: _ é uhum...

Namjoon: _ aqui gente tá tudo aqui me desculpem amanhã eu vou ao supermercado.

A gente ficou na mesa e o Namjoon ligou a Tv e se sentou no sofá e adormeceu, eu e o Jin jantamos, e o Jin desligou a tv, pegou um cobertor que tinha no sofá e cobriu o Namjoon e nós dois fomos pro quarto dele. Eu troquei de roupa, nem banho tomei, e me deitei na cama e o Jin estava trocando de roupa também e logo ele se deitou e apagou a luz.

Jin: _ não para de passar carros e caminhões né...

S/N: _ éh como eles conseguem dormir aqui?

Jin: _ verdade. S/N nós vamos ir mesmo para Toronto?

S/N: _ vamos. Eu não sei como vou fazer sem dinheiro, mas as nossas passagens à gente ainda tem o reembolso delas, ou eu troco ou a gente marca pra outro dia, eu tenho que ir amanhã lá, Jin você tem dinheiro ainda né?

Jin: _ uhum eu tenho. Eu tenho sim, pra nós dois nos manter por um mês mais ou menos, eu não sei como é as coisas os valores lá no canadá, mas pra aqui eu tenho.

S/N: _ é muito mais barato que aqui...

Jin: _ há então vai dar! Er... S/N você ta bem?

S/N: _ estou Jin, e você?

Jin: _ eu também... Você não está desconfortável por eles serem simples né?!

S/N: _ não, por quê? Só estou estranhando tudo... Eu nunca estive em um lugar assim.

Jin: _ sério? Como era a sua casa no canadá?

S/N: _ há era enorme, meu quarto tinha suíte, tinha um jardim bem bacana a era uma casa americana simples, classe média.

Jin: _ casa de rico você quer dizer né!

S/N: _ Não, minha casa era padrão sabe.

Jin: _ que aqui pra nós pobres da Coreia era uma casa de rico, a minha casa é mais simples que essa sabia?

S/N: _ sim né eu vi, quer dizer eu não vi, mas...

Jin: _ só pela frente da casa dava pra dizer né, um dia que vou ganhar bastante dinheiro e vou dar uma casa decente pra minha mãe.

S/N: _ é você vai, você vai conseguir.

Jin: _ S/N hãn... Desculpa-me por colocar você em um lugar desses, você não está acostumada com pobreza, com lugares assim, mas pra mim isso aqui é um palácio sabe, minha casa era bem pequena e aqui é grande e tu viste a tv que grande?! A lareira tu viu!

S/N: _ uhum eu vi Jin... Não capaz eu me adapto a qualquer lugar eu acho, é que tudo isso é novo sabe, eu também levei um choque de realidade quando vi onde a família do meu pai morava, desde o vilarejo até a casa, eu sempre tive tudo que quis sabe, e saber que eles eram pobres e meu pai ganhava bem nunca me faltou nada, eu não sei o que é não ter dinheiro.

Jin: _ é horrível S/N, eu sempre trabalhei com meus pais, desde os meus doze anos, mas comecei a receber meu próprio dinheiro quando o patrão deles assinou minha carteira aí eu que recebia, mas sempre tinha que pagar umas contas da casa e essas coisas, sabe como meu pai era né. Por isso tenho esse dinheiro, mas era minhas economias sabe, ele começou a me pagar.

S/N: _ uhum imagino Jin.

Jin: _ você ficou sem dinheiro... Eu não sabia que você tinha tanto dinheiro assim.

S/N: _ tanto? É aquele dinheiro era a metade da venda da casa onde eu morava, a Margaret vendeu e me deu aquela parte e a outra foi do meu carro que eu vendi, não tinha onde deixar ele aí eu vendi pra poder vir pra cá!

Jin: _ o que você tinha um carro?

S/N: _ é eu tinha ganhado do meu pai quando fiz 18 anos, foi um bom dinheiro que peguei nele. Era um carro importado.

Jin: _ e você deu tudo pra salvar a vida do Jungkook né... E agora o que você vai fazer?

S/N: _ eu não sei, não era tanto assim Jin, meus planos eram de chegarmos em Toronto e eu  acertar o ano na faculdade, voltar a estudar e alugar um flat e sei lá arrumar um trabalho de meio período de estagiária.

Jin: _ faculdade de que você faz?

S/N: _ psicologia, como eu já estou no terceiro ano eu conseguiria fácil, fácil um trabalho de meio período nessa área de estagiária sabe, acho que ia conseguir me manter até eu me formar.

Jin: _ sério? Mas aqui é diferente.

S/N: _ é eu já ouvi falar, por isso que os alunos que são formados nas universidades daqui pegam emprego bem mais rápido e melhor dos que são formados lá.

Jin: _ complicado isso né!

S/N:_ muito, mas vou ver se consigo remarcar as passagens e nós dois voltar pra lá e vou tentar alguma coisa, acho que consigo, até lá eu penso no que fazer.

Jin: _ é vamos ver, boa noite S/N, tomara que o Jungkook acorde bem amanhã – fala já quase dormindo.

S/N: _ Tomara Jin tomara...

O Jin adormeceu e eu também estava bem cansada, esse dia foi muito louco e cansativo, eu nunca dormi em um lugar assim e nunca fiquei sem dinheiro também, eu não sei o que vou fazer, mas vou dar um jeito, e amanhã vou ao aeroporto e vejo que posso fazer com essas passagens, eu chegando a Toronto me viro.


Notas Finais


⊰᯽⊱┈☆○o。........:*🖤⚜🖤 *:........。o○o☆┈⊰᯽⊱
𝕰𝖓𝖙𝖆𝖔 𝖊 𝖎𝖘𝖘𝖔 𝖒𝖊𝖚𝖘 𝖆𝖒𝖔𝖗𝖊𝖘! 𝕸𝖊 𝖉𝖊𝖘𝖈𝖚𝖑𝖕𝖊𝖒 𝖔𝖘 𝖊𝖗𝖗𝖔𝖘 𝖊 𝖆𝖙𝖊 𝖔 𝖕𝖗𝖔𝖝𝖎𝖒𝖔 𝖈𝖆𝖕𝖎𝖙𝖚𝖑𝖔!

┊┊┊┊

┊┊┊❁

┊┊🖤  ೋ๑┋🖤⚜🖤┋๑ೋ

┊┊               .   

┊❁  °

⚜.      🖤       *    ·

         ⚜τнänκ чöü🖤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...