História Jungkook Is My Destiny - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias B1A4, Bangtan Boys (BTS), EXO, Spectrum
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Personagens Originais
Tags Jungkook
Visualizações 57
Palavras 1.561
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Suicídio
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi amoresss
obrigada pelos favoritos nhaaa❤
💫Boa leitura 💫
Irra

Capítulo 4 - Porque ele fez isso?


Terminando de arrumar, o Jimin me liga avisando que chegou. Pego minhas malinhas e vou até a sala. E bem naquele instante a campainha toca.

Jimin: minha nossa você tá muito linda. - disse ele me olhando de cima a baixo.

S/N: a-ah obrigada. - disse corando

Jimin: vamos?

S/N: vamos.

Peguei as coisas que havia separado e ele me ajudou a levar pro carro. No caminho ele ligou o som no alto e ficamos cantarolando enquanto chegávamos na casa dele. Quando chegamos observei aquele casão, impossível alguém morar sozinho naquilo.

S/N: você mora com quem aí Jimin?

Jimin: com meus pais, mas eles estão viajando, então é tudo nosso. - disse saindo do carro e correndo até a porta , e me deu licença pra entrar.

Deixei os ingredientes na cozinha e ele mostrou o quarto que eu poderia ficar e deixei minha mochila lá, em seguida desci de novo e fui adiantar algumas coisas pro Jimin e o esperado brigadeiro.

Jimin: S/N vou no mercado com os meninos e daqui a pouco chegamos, você se importa em ficar sozinha?

S/N: tá tudo bem, pode ir, bom que eu já vou adiantando algumas coisas por aqui.

Ouvi um "ok" lá da sala e comecei a preparar o brigadeiro. Aquela cozinha tinha um estilo delicado e bonitinho, dava até vontade de cozinhar mesmo. Quase queimei minha mão no fogão, eu não tô acostumada com essas tecnologias da Coreia. Imagino que o Jimin queira fazer um bom banquete , então fui adiantando quase tudo pra ele. Comecei a fazer o brigadeiro e ele já tava ficando bonitinho. Tinha acabado de colocar ele no pote e estava de boa passando o dedo na panela pra né, experimentar um pouquinho , e ouço a campainha tocar. Imagino que seja o Jimin, mesmo muito cedo pra isso. Vou na direção da porta com meu dedo cheio de brigadeiro e levo um susto.

S/N: T-Tae mas já? Ainda são 17 e 30 menino!

Tae: eu imaginei que já estaria aqui, vim te ver. - disse ele me olhando de cima a baixo, o que me fez corar.

S/N: p-pode entrar Tae. - disse lambendo meu dedo com brigadeiro, o que fez o Tae me olhar malicioso.

Tae: você tá muito linda princesa. - disse me deixando toda sem graça. Eu estava sozinha com o Tae socorro - 

S/N: o-obrigada, você que é príncipe. - disse tentando disfarçar a minha cara corada naquele momento. - Vou adiantar algumas coisas na cozinha, então fica a vontade aí. - disse e voltei pra cozinha terminar o que estava fazendo.

Tae: você está sozinha S/N? Vou ir aí te ajudar. - disse ele indo atrás de mim.

S/N: muito obrigada mas não precisa, tá tranquilo por aqui. Você é meu convidado esqueceu?

Voltei pra cozinha e o Tae ficou encostado na porta me observando. Ignorei aquilo e continuei com o brigadeiro, colocando ele na geladeira e começando a picar algumas coisas. A faca do Jimin tava tão bem afiadinha que conseguiu cortar meu dedo , droga.

S/N: ai! - disse após sentir o ardente daquele corte.

Tae: anjinho, se machucou? Agora você vai ter que querer minha ajuda. - disse e o mesmo pega uns curativos no armário.

S/N: ah Tae não se preocupe tanto assim, foi um corte bobo. - disse me virando pra pia , lavando algumas vasilhas que deixei ali.

Tae: me preocupo sim, oxe. - disse ele me abraçando por trás. Até que a campainha toca e nos separamos rapidamente e ele vai abrir a porta pros meninos. 

Jimin: ah chegou cedo né

Jungkook: ele não perde uma oportunidade

Yoongi: tá querendo morrer é? - disse isso e até eu fiquei rindo lá da cozinha. 

Tae: ai nossa gente! - disse fazendo bico.

Jin: este cheirinho vem da cozinha? - disse e todos vieram pra cozinha o que me deixou atordoada.

Todos chegaram na cozinha e me viram , o que fez me encararem de cima pra baixo, fiz cosplay de pimentão, namoral. 

J Hope: nossa que gataa

Jungkook: v-você está linda S/N.

Tae: pego - disse e o Jungkook dá um leve soco no braço dele, e eu dou um sorriso diante daquilo.

Jimin: aaa você adiantou tudo pra mim S/N! Te amoo - disse ele pulando em cima de mim, me abraçando.

S/N : eu que amo você Jiminnie! - disse e ele me dispensou da cozinha.

Na sala, J Hope , Nam e Jin jogavam um jogo de cartas , Tae e Yoongi assistiam TV e eu olhava a paisagem da varanda do Jimin e Jungkook chegou do meu lado. 

Jungkook: a visão daqui é bem bonita né? - disse se sentando do meu lado.

S/N: sim. Eu não imaginei que aqui teria tantas paisagens bonitas assim. Queria que meus pais pudessem ter essa visão comigo. - disse meio hipnotizada naquela visão e nem percebi que falava isso com o Jungkook.

Jungkook: desculpa perguntar, mas o que aconteceu com seus pais?

S/N: ah, eles trabalhavam com uma empresa da qual eles eram obrigados a viajar quase o tempo todo. Eu e meu irmão até nos acostumamos mas eu ficava muito sozinha. Nesse dia eles iriam para os EUA e no caminho o avião deu uma pane e... é isso. - disse enxugando uma lágrima e sinto o abraço do Yoongi atrás de mim. Todos estavam ali me ouvindo e nem percebi.

S/N: ainda é difícil, mas uma hora isso iria acontecer, mas nunca imaginei que tão rápido.

Jin: Sandeul me falou mesmo que foi difícil pequena, queríamos poder estar do seu lado aquele dia.

S/N: ah mas já passou Jin, não se preocupe.

Os meninos ficaram meio "como assim você conhece o irmão dela Jin?" e eu fiquei rindo. Eles me faziam muito feliz. 

Até que novamente a campainha toca, e dessa vez estranhamos.

S/N: ué, vai vim mais gente?

Jin: pode deixar que eu atendo

E quando Jin abriu a porta eu dei de cara com o Sandeul. 

S/N: Sandeul? Vai jantar com a gente? - perguntei surpresa

Sandeul: aa o Jin me chamou! Tudo bem maninha? - ele disse e chegou perto de mim - não vou deixar esses machos ficar  muito perto de você - resmungou baixinho e eu ri.

S/N: está tudo bem, eles são legais. - imitei ele e já ouço os gritos do Jimin avisando que estava pronto. 

Fomos nos servir e nos sentamos na mesa. Realmente aquilo tudo estava muito bom. Como havia dito, Jimin fez um banquete pra nós, e ficou muito bom, não imaginei esse lado culinário do Jimin. A única coisa que eu fiz foi o kimchi , pra ter noção.

Jin: que kimchi ma-ra-vi-lho-so

Nam: já pode casar

Jin: vai ser comigo

Tae: ata

Yoongi: Jungkook qual sua opinião? - disse e todos riram, e Jungkook até corou.

Já eram 9 da noite, nem tinha visto, saí da cozinha, deixei os meninos sozinhos com meu irmão, (o que era perigoso) e fui me ajeitar pra dormir. Coloquei uma blusa larga branca, um short legging preto acima dos joelhos e fui tentar dormir. 

Jungkook ON 

Ficamos lá na cozinha um bom tempo conversando , eu resolvi subir pro quarto fingindo que ia dormir, mas na verdade fui ver S/N. Ela estava tão fofa dormindo. Eu ultimamente não paro de pensar nela, ela tá mexendo muito comigo. Saber que a Hyo já está enchendo o saco dela me deixa atordoado. Aquele beijo foi a maior burrice da minha parte. Dei um beijo em sua testa e fui pro quarto. 

Jungkook OFF

~quebra de tempo~

Havia tirado um cochilo básico, mas logo acordei. Dessa vez eu não estava com sono nenhum. Ainda bem que não íamos na aula amanhã, se não eu teria que ser obrigada a dormir. Olhei pro lado e vi Sandeul deitado do meu lado, com seu braço na minha cintura. Tirei levemente e desci até a cozinha. Passei pela sala onde estavam Yoongi, J Hope, Jin e Nam dormindo na sala, Tae, Jimin e Jungkook deviam estar dormindo lá em cima e nem percebi. Me sentei na varanda do Jimin e fiquei apreciando o movimento da cidade. Era altas horas da madrugada e aquilo estava cheio. Minha nossa. 

?? : está sem sono pequena?

S/N: a-ah estou. Acabei voltando aqui. - reconheci quando olhei pra trás e vi Jungkook, com o cabelo bagunçado , ele deve fazer isso de propósito argh que bonito.

Jungkook senta do meu lado e ficamos em silêncio uns minutos. Até que ele começa a me encarar, meio preocupado.

Jungkook: você parece estar triste comigo. Eu te fiz alguma coisa?

S/N: ãn? Não, nada disso eu... - ele me interrompe

Jungkook: Tae me falou sobre a Hyo. Me desculpe, ela não tem jeito. Ela quer persistir e reatar uma coisa que ela mesmo destruiu. - disse magoado e eu fiz carinho no cabelo dele.

S/N: eu não quero e nem vou perder voc... quer dizer, sua amizade. Eu já perdi meus pais e não posso ser tão insuficiente ao ponto de... - e lá vai ele me interromper de novo, que saco.

Jungkook: eu sempre vou estar do seu lado. Eu e os meninos vamos estar aqui no momento que for preciso. - disse e colocou suas mãos sobre o meu rosto, deixando-o cada vez mais próximo de mim. 

Ele disse isso e me beijou, e eu sentia minhas bochechas queimarem, aquele toque macio dos seus lábios, nossas respirações ofegantes, eu estava sem palavras. Por que ele fez isso?























Notas Finais


Desculpe qualquer erro❤
irru
Beijinhos❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...