História Jungkook Is My Destiny - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias B1A4, Bangtan Boys (BTS), EXO, Spectrum
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Personagens Originais
Tags Jungkook
Visualizações 60
Palavras 1.047
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Suicídio
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura amore❤ obrigada pelos favoritos aaa❤ eu tô fazendo de tudo pra postar um capítulo por dia💫
irraa

Capítulo 5 - Aquilo foi inesperado


Jungkook ON

Eu não havia resistido. Ver ela daquele jeito, tão vulnerável por minha causa, me deixou atordoado. Acabei a beijando por impulso. Mas logo nos separamos, já sem fôlego.

Jungkook: m-me desculpe, eu não tinha intenção,eu...

S/N: está tudo bem, e-eu vou ir tentar dormir.

Jungkook: S-S/N espera, eu não fiz de propósito, eu...

S/N: boa noite Jungkook. - disse e eu vi lágrimas descendo de seu rosto.

Droga , eu realmente só faço besteira.



S/N ON 

Voltei para o quarto chorando, o Jungkook não ajudava, ele me deixa mais confusa a cada dia. Eu já estou sendo atormentada por uma ex dele que saiu de não sei onde pra me encher o saco, nem sei se o Jungkook desistiu mesmo dela, é claro que estou feliz pelo beijo, mas sei lá, aquela Hyo vai fazer de tudo para fazer eu desistir dele. Pra quê eu fui me apaixonar, que ódio. Fui dormir ainda sendo perseguida por aqueles pensamentos.


~dia seguinte~

Jungkook ON 

Eu havia acabado de acordar, e dou de cara com o irmão da S/N. Parecia só ele estar acordado, olhei no relógio e eram 6 da manhã. Eu realmente dormi muito mal por causa de ontem. Fui fazer minhas higienes e voltei pra cozinha.

Jungkook: e-er , bom dia .

Sandeul: bom dia Jungkook. Avisa a S/N quando ela acordar que já saí. - disse e assenti com a cabeça, mesmo sabendo que com certeza ela não iria falar comigo depois de ontem.


S/N ON 

Eu tinha acabado de acordar, ouvi passos pelo meu quarto e vi que era Jungkook. Ele ainda vem falar comigo depois de me deixar mais confusa quanto estava?

Jungkook: d-desculpa, Sandeul pediu pra avisar que já saiu. Já estou indo. - e foi isso que ele disse , foi rapidamente embora e eu levantei e fui fazer minhas higienes, troquei de roupa e arrumei a mala. Todos ainda dormiam e eu fui embora na ponta dos pés. Mas Taehyung me viu saindo pela porta e me puxou pro canto da parede perto da escada.

Tae: onde pensa que vai? - disse ele e reparei no seu cabelo bem bagunçadinho que estava fofo. 

S/N: estou indo embora, vou voltar e organizar a casa pro meu irmão. Depois te ligo Tae. - disse e ele assentiu mas ainda me olhou com a cara tipo "você tá mentindo" mas deixou baixo e eu segui até a porta.


~quebra de tempo~

Andei até o caminho de casa, tinha agora uma noção do trajeto. Até que vejo um menino correndo e um carro passava na mesma hora, e de imediato eu o segurei, e caímos junto no chão. 

S/N: menino você está bem? - disse saindo de cima dele e lhe estendendo a mão. 

?? : e-estou. Muito obrigado. Qual seu nome? - perguntou pegando na minha mão e se levantando. 

S/N: meu nome é S/N, e o seu?

?? : Park Jongchan, mas pode me chamar de Hwarang. 

S/N: prazer Hwarang. Você mora aqui perto?

Hwarang: Sim, moro naquele prédio ali. - apontou do lado da casa do Sandeul e fiquei surpresa. 

S/N: sério? Eu moro ali do lado.

Eu e Hwarang andamos e ele até me disse que já tentou interagir com meu irmão e tals kk , a gente riu bastante e eu gostei muito dele. Ele tem a mesma idade que eu , só não sei se ele estuda na mesma escola que a minha. Nos despedimos e cheguei em casa, joguei minhas coisas lá no quarto e fui arrumar algo pra comer. Sim, já estava na hora do almoço. Preparei um kimchi como sempre e comi com umas coisas que estavam guardadas na geladeira. Após almoçar, fui pro meu quarto e peguei um violão que tinha ali. Eu amo muito a música e, aquele violão estava no lugar certo. Comecei a tocar umas notas no tédio, e acabei me empolgando e cantando baixinho. Me acalmei e esqueci daquela realidade. Deixei o violão ali no lado da cama e dormi.

~quebra de tempo~

Estava nem sonolenta mas levantei quando olhei e vi que eram 7 da noite. Minha nossa eu adormeci sem ver. Peguei o celular e fui ligar pro Tae, do qual já devia querer me enforcar de tanto vácuo que dei. 

S/N: alô ? Oi princesooo!

Tae: ah esta viva é? Finalmente um sinal de vida da minha  princesa! Tudo bem por aí?

S/N: sim e aí? 

Tae: bom, só os meninos estavam estranhando o porquê de você ter ido daquela maneira.

S/N: ah sabe como é né...

Tae: Jungkook, imaginei. Ele tava muito cabisbaixo hoje, sabia que tinha feito besteira. 

Eu e o Tae ficamos conversando um tempão e até contei do que rolou ontem e hoje. Ele tava até com ciúme do Hwarang kk ai quando eu vi eram 9 da noite e meu irmão... espera, O SANDEUL NÃO CHEGOU? 

Tae: o que foi princesa? 

S/N: Tae, me diz que meu irmão está com o Jin ou algum de vocês, por favor!

Tae: ele não chegou ainda? 

S/N: n-não! Tae me ajuda , será que o Jin sabe de algo?


Jungkook ON 

Eu estava na rua, eu tinha passado no parque que eu sempre gostava de andar ali desde criança, e então sempre que estou triste eu vou ali, e lembro de todos os sorrisos que eu dei quando brincava naquele local. Até de noite aquele lugar era muito bonito. Até que resolvo ir embora, e vejo um menino dentro de um beco e o outro começou a bater nele. Até que reconheço o menino e era quem eu menos esperava: Sandeul.

??: Ou você me passa tudo que tem ou vai apanhar e morrer.

Sandeul: e-eu não tenho nada moço por favor eu...

Vou no bandido e dou um soco certeiro no rosto dele, o mesmo cai no chão sangrando e tenta me acertar mas revido com outro soco e corro, puxo Sandeul e entramos dentro do carro.

Sandeul: Obrigado Jungkook, obrigado mesmo.

Jungkook: sinto que a S/N deve estar bem preocupada né.

Sandeul: sim ela vai me matar. - disse e nós rimos.

Seguimos até a casa dele. Encontrar com a S/N de novo não seria certo mas isso vai ser necessário. Eu preciso de você S/N . Não posso e nem consigo ficar longe dela. E não vai ser a Hyo que vai me impedir. 





Notas Finais


Desculpe qualquer erro❤
Beijinhus💫
irruuuuuu


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...