História Jungkook (Meu duende abusadinho) hot - Capítulo 31


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Red Velvet
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Seulgi
Tags Jungkook Magia Hot
Visualizações 176
Palavras 1.581
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção Adolescente, Hentai, Luta, Magia, Romance e Novela, Sobrenatural, Survival, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


🙇🙇🙇Dsclps pela demora...

Era para ter saído ontem, mas o cell desligou depois que eu terminei de escrever kkkkk isso msm, quase morri dos Boff😂

Mas tô viva ainda😂

Falando em Boff, hoje eu passei de carro pela frente do exército militar brasileiro e mano... Meus olhos chega brilharam 😂😂😂 tinha um monte de mino sem camisa, só de boxe lá na parte de cima e eles estavam todo molhado 😋 deliciaaaa😂

Tá... Parei😂

Mas sério, na hora eu até gritei e meu primo ficou me olhando tipo, "Quê? Onde? O que aconteceu Kailane!" daí eu comecei a rir mas não falei nada

Sei que não tem nada haver eu contar isso mas, Sla RS eu sou bem falante e gosto de compartilhar as novidades do meu dia a dia😊
Espero que não incomode...😶

Bom, então já sabem né?!

Boa💞

Leitura🌌

Toddynnies🍪

Foto da Amber⬇

Capítulo 31 - Amber a melhor...


Fanfic / Fanfiction Jungkook (Meu duende abusadinho) hot - Capítulo 31 - Amber a melhor...

Xiumin me mandou de volta para o hospital e eu fui ver Seulgi  mas a enfermeira me impedio de entrar, pois eu estava sem crachá e não era horário de visita

Ab-Sn?

 

Sn-há oi Irmã

Ab-onde você estava? Te procurei quase que pelo hospital todo, já ia acionar a segurança

Sn-não, que é isso... Eu fui no banheiro

Ab-esse tempo todo...?

Sn-Seulgi! Como ela está?

 

Eu já sabia mas perguntei mesmo assim, para mudar de assunto pois quando Amber se pega numa coisa, ela te interroga até o fim. Ela começou a me explicar tudo e eu apenas concordava ou me fazia de surpresa

 

Sn-e o Xiumin, como ele ficou sabendo?

Ab-Jin falou com ele e o mesmo veio para cá mas não demorou muito... Que tipo de marido larga a esposa na hora que ela mais precisa?

Sn-largar?

Ab-claro! Ele foi embora. Eu aceitei por causa da Seulgi, mas de minha parte... Não achei bom ela ter se casado com um louco surtado como o Xiumin, olha o nome dele! E aquelas batas com capuz?

Sn-Amber, chega! Ele não é louco, quer dizer; mais ou menos. E além do mais, graças a ele a Seulgi está viva!

Ab-como assim?

 

Ela me olha confusa e duas enfermeiras saem correndo assustadas de dentro do banheiro 

Ab-Tá tudo bem?

Elas gritaram Hentai e apontaram em direção ao banheiro feminino

Sn-um pervertido?

(?)-Si-sim eu vou chamar os seguranças

A porta se abriu e Jungkook saiu de dentro da cabine completamente pelado, ele estava com os cabelos grandes e de barba, quase que não o reconheço

Jk-Sn!

Ele sorrio para mim e eu corri até ele o empurrando para dentro novamente

Jk-ai, porque está sendo agressiva comigo?

Sn-Sério Jeon? Quer me matar do coração ou melhor as enfermeiras. O que aconteceu com você?

Passei a mão nos cabelos dele e fiz uma cara de   "hàr"

Jk-de alguma forma eu e Xiumin nós perdemos no tempo, acho que se passaram...

 

Ele começa a contar nos dedos e o barulho de alguma coisa se debatendo vem de outra cabine, vou até ela e Xiumin sai dali do mesmo jeito que Jungkook só que vestido com sua Túnica

 

Xm-Uff... 7 meses, ao tentar voltar acabei me perdendo junto com ele

Sn-Hownt... Vou cuidar de você kookie, está aparecendo um primitivo

Pha! Pha! Pha!

 

Sn-já vai! Tem gente querendo entrar...toma Jeon, vesti o meu pijama e...

Olhei para dentro do meu pijama e me lembrei que eu não tinha vestido nada por debaixo

Coloquei Jungkook para dentro de uma das cabines e segurei no braço de Xiumin como se ele fosse uma velhinha, Amber já havia contido o escândalo das enfermeiras. Peguei um vestido e um lenço da bolsa dela e entrei no banheiro, as duas garotas saíram e eu fui até a cabine dele

Sn-Jungkook... Eu sei que vai parecer estranho mais... É a maneira menos ruim de tirar você daqui

 

Ele abri a porta da cabine e me encara

 

Jk-eu, vou ter que usar isso? Nem pensar

Sn-e como você pretende sair daqui, posso saber?

Jk-O que acontece se você falar com o dono daqui?

Sn-Bem, se eu "Conseguir" falar com o supervisor, no mínimo, ele irá pensar que sou uma louca contando uma bela história sem sentido e em seguida lhe prenderá

 Discuti por um bom tempo com Jungkook até que ele aceitasse usar a porcaria do vestido que mais parecia um veneno mortal, me aproximei dele e fui lhe vestindo a todo custo, ele ficou vermelho e quase chorou, de vez em quando minhas forças faltavam de tanto que ria, a situação era realmente hilária.

Depois de vestido, enxuguei algumas lágrimas que caíram só de birra do Jeon e saímos do banheiro, me segurei ao máximo para não rir e peguei as chaves com Amber

Ab-Quando eu chegar... Quero uma boa explicação

Sn-Tá eeu já sei

 

Xm-eu vou para casa, preciso ficar com uma aparência melhor para ver a Seulgi

Sn-Certo, você devia descansar um pouco, ela ainda não acordou, talvez amanhã...

Xm-então eu passarei lá amanhã, se cuidem!

Xiumin vai embora e Jungkook entra no carro com a cara fechada

Sn-O que foi coelho?

Jk-Essas vestes são de fato desconfortáveis

Sn-Será que eu levo multa se tiver uma pessoa pelada no meu carro? Ala

ligo o carro e dou partida

Sn-como diz a Amber: é melhor previnir do que arriscar

Chego em casa e Jungkook sai na frente, fecho a porta e ligo a torneira, coloco espuma na banheira e deixo a  água filtrando

Sn-Ggkie, vem aqui... Vou fazer a sua barba

Jk-eu não sou um bebê

Sn-é sim

Jungkook me abraça e me levanta andando até a porta do banheiro, ele me coloca no chão e sorri para mim fechando a porta e a trancando em seguida

Sn-Jungkooki-ah!

Suspirei frustrada e desci para a cozinha, peguei uma bandeja e coloquei um pouco de salada de frutas com creme de leite em uma tigela, algumas torradas, geleia de framboesa e um copo com suco de maracujá

Subi as escadas e ele ainda tomava banho entrei no quarto e liguei o lustre, deixei a bandeja no puff e tirei meu pijama de panda, entrei na suíte e tomei um banho frio de cabeça, terminei depois de alguns minutinhos, me enxuguei e passei o óleo corporal de rosas champanhe, abri meu guarda roupa e peguei uma camisola simples todo rosa chá, prendi meu cabelo num coque folgado e me sentei na cama esperando Jeon.

Ligo a TV e pego o pote de biscoitos que a Sr.a da fazendo havia nos dado, começo a comer e pego no sono, estava exausta, hoje foi uma longa e dura batalha, mas no final nos vencemos, e isso é o que realmente importa

 

[09:30]

 

Acordo com o despertador e sinto um peso em minhas costas, olho pra trás e vejo Jungkook dormindo com aquele rostinho angelical dele

Desliguei o alarme e saí devagarinho para não o acordar, troquei de roupa e ouvi buzinadas, fui até a janela, era Amber

Desci as escadas e expliquei quase tudo a ela pois nem tudo era necessário no meu ver

 

Ab-Daqui a pouco é hora de visita

Ela fala olhando no relógio

Sn-já estou pronta, vamos

 

Chegamos no hospital e uma enfermeira me entrega o crachá, Amber me dá a vez e eu entro no quarto. Fecho a porta com calma sem fazer muito barulho e vou até ela.

Eu não sentia mais tristeza ou mágoa alguma, apenas queria abraça-la o que não séria possível rsrs

Me sentei ao lado dela e a mesma abriu os olhos

Sn-Oi maninha...

Sl-O que aconteceu...

Ela faz uma expressão de incômodo e tenta se mexer

Sn-calma... Você não lembra?

Sl-Lembro de nós duas brigando e o resto...

Sn-você sofreu um acidente

Sl-Droga, meu gesso está coçando

Começamos a rir juntas e Amber bate na porta

Sn-pode entrar

Ab-Irmã... Como você está?

Sl-melhor do que ontem com certeza

Ab-rsrs a médica disse que eu posso continuar o seu tratamento em casa

Sl-há não, só falta dizer que estou sem andar

Ab-felizmente não, você não está sem andar mais pode ficar se não seguir o tratamento

 

Ficamos ali conversando até que a janela se abri e várias fadinhas da neve adentram o quarto com um coração de flores

Xiumin sobe na árvore e entra pela janela com mais flores ainda

Xm-Meu bem, eu trouxe flores silvestres, elas são violetas e de uma cor agressiva mas seu cheiro é doce e suas pétalas delicadas, são tão belas quanto você. Aqui está, uma flor, para outra flor

Ele entrega o buquê a Seulgi e nôs duas saímos do quarto

 

1 mês se passa e Amber transferi Seulgi para casa

 

Sl-Não acredito que estou numa cadeira de rodas...

Sn-Só por enquanto Maninha

Sento ela no sofá e Xiumin sai da cozinha com um prato de sopa

Sl-há não! Não eu consigo comer OK?

Xm-ha ha de jeito nenhum, eu vou lhe dar

Seulgi fica corada e Amber começa a rir, Xiumin faz aviãozinha e a mesma coloca a mão na boca sorrindo

A rotina mudou completamente, Seulgi não trabalhava mais e não me acordava gritando e isso era ruim pois eu comecei a perder a hora do colégio

A casa era pequena para 6 pessoas então Jungkook nem sempre estava lá, era desconfortável a sensação de morar com Amber e seu marido, sem contar a comida péssima que ele fazia na hora do jantar...

Todo sábado aquelas pestes dos meus primos estavam lá, ocupando a TV, brigando pelo controle, correndo pelo apartamento e fazendo barulho, a melhor coisa a ser feita era me trancar no quarto e respirar fundo

Tudo estava desandando catastróficamente, meu colégio, minha diversão, ver o ggkie e até mesmo minha mesada

Era domingo e eu estava entediada como sempre, me sentei no sofá e joguei minha cabeça para trás

Ab-Sn!! O almoço está pronto, vem comer flor

 

Acho que o casamento deixou ela com alguns parafusos soltos... Como ela aguenta comer a comida dele, ele cozinha tipo a babá que Seulgi deixou lá cuidando de mim na lua de mel

Sn-não aguento mais... Seulgi tem que melhorar logo ou eu vou atirar esse homem pela janela, arrumar minhas malas e partiu casa da árvore

Seulgi se aproxima de mim e escuta minha reclamação, ela sorri irônica e dá tapinhas nas minhas costas dizendo; é... Amber a melhor! Rsrsrs

 

Sn-aish não tem graça Seulgi, tá parecendo uma vovozinha!

 

Ela começa a rir de mim e eu suspiro sorrindo também

 


Notas Finais


Dsclpem os erros ortográficos e etc,🙇


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...