História Jungkook nera alpha? - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Park Jimin (Jimin)
Tags Abo, Jikook, Jimin!alfa, Jungkook!ômega
Visualizações 248
Palavras 1.206
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Lemon, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)
Avisos: Cross-dresser, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 5 - Reencontrar


-Jimin!  Vai sair da sua formatura sem nem se despedir de mim?

-Sinto muito, mãe- Jimin abraçou forte a mais velha sentindo o cheiro de café fresco e laranjas- eu tenho que ir agora.

-Tudo bem, não precisa se desculpar- harumi chorava. Jimin tinha crescido tão rápido que quase não conseguiu acompanhar.- até mais filho.

Fazia onze anos, Jimin era muito novo, mas mesmo antes de saber qual seria seu destino nesse mundo, ele só tinha se apaixonado por uma pessoa.

Jimin tocava impaciente a campainha da casa de Jungkook, olhou toda a casa percebendo que não tinha ninguém em casa, a caixa de correios estava cheia.

-Será que ele recebeu minha carta? Ele deve estar no trabalho...

Ϟ

-Oppa, você vai direto para o trabalho hoje? - Hyuna agarrou o braço de Jungkook, o mesmo sorriu para a amiga do colegial.

-Não, os superiores me liberaram por hoje, voltarei para casa e farei o relatório da viagem.

-Mas então, como foram os testes clinico?

-Foram ótimos, podemos adiantar o cronograma e dar o passo seguinte.

-Isso é ótimo! Bom, vamos indo, o superior nos quer em casa, meu alfa não para de me ligar. -A morena bufo e sorriu apaixonada.

Ϟ

Quando saiu do trem, o cheiro doce atingiu seus sentindo. conheceria aquele cheiro ate em outro estado.

-Droga, é o cheiro do Jimin.

“O aroma de um ômega pode deixar um homem louco”

Seu cheiro se espalha pelas ruas, o cheiro de Jimin o enchia de excitação e quando percebeu, suas pernas tinham tocado chão e dois alfas estavam perto de si.

Era meu garoto ali, agora moreno e forte, as roupas eram pretas e as calças rasgadas, Jimin tinha um efeito destruidor em mim desde sempre.

- Jungkook, você está bem? - Eu o olhava espantado. Sua voz grossa e rouca era música para meus ouvidos, sua boca estava perto da minha e me hipnotizava a colar a duas.

-Jimin! Porque você está aqui? Você fugiu de casa? Eu vou ligar para a sua mãe agora mesmo!

-Ei, ei! Calma, eu vim ver você- Jimin segurou meu rosto e sorriu, seu sorriso ainda o mesmo, infantil e alegre, mas agora tinha um q de sacanagem.- eu te disse pra esperar por mim, não foi? Ou você esqueceu da carta escrita por um garotinho? –Como se eu pudesse me esquecer, Jimin vagava meus pensamentos todos os dias- Todos os dias, eu só pensei em você, queria me tornar alguém digno para você, e te amei mais a cada dia.

-Eu sempre estive pensando em você, Jimin- me afastei de seu corpo e me virei de costas, não queria que ele me visse chorar. -Você era tão novo quando se foi, eu não podia criar um futuro com você, tive medo de você desistir de mim, me matei com o trabalho para não pensar em você, mas...mas eu não consegui, você sempre vinha mais forte nos meus pensamento.

-Eu sempre esperei você, meu amor, enquanto eu crescia, meu pensamento estava aqui, com você. Não poderia esquecer do meu noivo, não é mesmo? - Abracei o corpo forte de Jimin e ri sentindo seu cheiro másculo. Eu estava feliz.

Todo o caminho para a minha casa foi uma tortura, o cheiro de Jimin me deixa mais descontrolado do que quando ele era uma criança, todos os efeitos que ele tinha sobre mim, multiplicar.

-Hyung, você está me olhando muito. Quando você me olha desse jeito, não sou capaz me controlar.- minha entrada piscava e doía, o liquido descia por minhas pernas e meu pênis inchou na cueca. -Hyung! Você está se sentindo bem?

-Meu corpo... não consigo ficar em pé- apertei o volume que transparecia na calça e gemi. A excitação de estar com o meu alfa, o êxtase transbordando meu corpo, eu o queria me fodendo com força. -Jimin, está...está es-escorrendo.- Jimin me coloca em seu ombro, seu corpo estava gelado e sua respiração estava acelerada.

-Sinto muito, mas não consigo me acalmar. Eu vou correr, ta?

Ϟ

Jimin empurrou a porta com força e me empurrou na parede, sua boca me beijava ferozmente me tirando gemidos. Ele mordia e chupava meus lábios, seu quadril forçava o meu ondulando as ereções presas nas calças.

-Seu cheiro é tão doce...-gemi em um grito quando o mais mordeu meu pescoço com força, o cheiro de sangue era enjoativo, mas Jimin se deliciava vendo a coloração descer pela minha pele.- sempre foi assim? Você sempre suportou? – Sua mão apetou minha ereção.- suas calças estão encharcadas, você pisca pelo pau de seu alfa, Jungkook? - Seu dedo entrou em meus anus sem piedade, seria doloroso se não fosse prazeroso.

-Então não me faça suportar mais.- me afastei de seu corpo e retirei as peças de roupa que me cobriam, Jimin tinha o olhar predador em minhas ações e seu sorriso malicioso me fez ter coragem para ficar de quatro no chão e abrir as bandas o olhando com fome. Seu corpo se aproximou do meu, ele estava de joelhos com o pênis ainda coberto colado em minha bunda, quando seus dedos me adentraram novamente, meu corpo se curvou. -Enfia mais, Jimin...enfia...

-Não contrai assim vou acabar perdendo o controle, Jungkook! - Jimin deu um tapa forte em minha bunda e soltei um gritinho o olhando desafiador.

-Se você se mexer assim dentro de mim, e-eu vou gozar- Jimin abriu o zíper da sua calça com desespero e me penetrou com força.

-Porra...não contrai assim, droga…- seu pau metia fundo dentro de mim e eu só sabia gemer, tinha esperado muito tempo por esse momento.-eu...eu vou acabar gozando dentro de você.

-Me come com força, Jimin, goza o mais fundo que você puder, me de seu nó.

Não sei quantas vezes eu gozei, quantas vezes ele gozou, mas me sentia bem, e enquanto eu liberava lubrificante, Jimin estava ali, me fodendo.

- Você deve estar com fome, quer que eu saia? -Jimin me olhava preocupado, não sabia por quanto tempo estávamos naquilo.

-n-não, eu quero que você continue. -E ele continuou. A cada estocada funda, um arrepiou percorria minha espinha, meu corpo, meu interior.

- Me dê tudo de si, Jungkook, geme para mim! Grita o meu nome, eu vou te foder até você implorar para eu parar.

Ϟ

-É um dormitório da faculdade?

-Sim. Quando a primavera chegar, vou para uma faculdade perto daqui, mas até o dia chegar, posso ficar aqui?

-Porque você vai morar em um dormitório? Você pode ficar aqui, vai ser bom e...

-Não posso fazer isso...

-Entendo, você não quer viver comigo, então adeus, vou dormir na sala.

-Ei, espera...Jungkook, eu mandei espera! Você entendeu errado, ainda não sou um adulto independente como você, não quero ser mimado por você, quero ter um trabalho e cuidar de você, vamos arrumar um lugar para morarmos, juntos, com nossos filhos e todo o mais que você quiser.

- Eu me recuso! Esperei 11 anos, Jimin, não foi um mês, uma semana, foram 11 anos! Ou você fica aqui e aceita nossa relação ou...

- Você tem que entender meu lado, não é assim tão fácil, Jungkook.

-Tudo bem, quanto tempo?

-quatro Anos.

-Eu posso sobreviver.

-Eu sei, quando acabar a faculdade, vou me casar com você.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...