1. Spirit Fanfics >
  2. Jungkook-o filho do meu padrasto. >
  3. Fbi

História Jungkook-o filho do meu padrasto. - Capítulo 26


Escrita por:


Capítulo 26 - Fbi


Fanfic / Fanfiction Jungkook-o filho do meu padrasto. - Capítulo 26 - Fbi

Vou acelerar a história amores só pra ficar melhor para mim escrever. 

 Já fez dois anos desde aquele tiro que o jungkook levou e o dia em que fiz a escolha de me tornar polícial mas agora aconteceu em meio esse caminho

A amiga do Jhope que é do FBI viu que sou competente como policial e tudo mais e conversou com seu chefe que agora me contratou para ser uma agente que se infiltra em festas e coisas inlegais para pegar os suspeitos, é perigoso porém eu gosto de fazer isso. 

Me casei com o jungkook a dois meses e agora estamos morando juntos numa casa em frente a praia. 

Hoje tenho uma missão para ir embora eu quisesse ficar em casa e cuidar do meu marido que irá trabalhar daqui a pouco também. 

Me levantei juntamente a ele e fomos tomar banho para ambos se arrumarem para o dia longo que iremos ter, o mesmo tomou seu banho rápido e me ajudou ensaboando minhas costas logo me agarrando por trás o que me fez sorrir e virar para ele 

Sn: amor ainda é cedo pra coisas do tipo -o mesmo me beijou e olhou em meus olhos 

Jungkook: terminaremos mais tarde? 

Sn: com toda certeza. 

Terminamos de tomar nosso banho e saímos de roupão logo nos vestindo. O maior colocou seu terno e eu meu vestido vermelho  para minha missão de hoje, fui até o quartinho aonde guardo armas e peguei uma pistola a coloca dentro da bolsa que levarei, me sentei em frente minha penteadeira e comecei a me maquiar enquanto meu marido secava seu cabelo molhado, terminei de fazer uma make e logo peguei o secador e a chapinha finalizando meu visual. Eu estava mesmo parecendo aquelas burquesas ricas. Eu estava poderosa de mais e acabei tirando uma foto pra postar depois. 

Terminei de me arrumar e coloquei meu salto logo indo para a cozinha após pegar meu distintivo, lá fiz algo para mim e jungkook comer enquanto conversávamos, deu a hora de irmos trabalhar e já estavamos na garagem para pegar nossos carros. 

Jungkook: tome cuidado amor. 

Sn: pode deixar vida, beijos te amo 

Beijo o mesmo que me segurou pela cintura logo colando nossas festas com um sorriso preocupado 

Jungkook: também te amo mas se cuide mesmo. 

Sn: tá bom amor -rio do mesmo e logo entramos em nossos carros, sai dali primeiro logo indo para a agência do FBI conversar com meu chefe pra ver melhor sobre esse caso em que vou hoje. Ao chegar estaciono ali na frente e entro logo em seguida. Olhares vinheram para mim e meu corpo o que era de menos até agora né.

Cheguei na sala do meu chefe e logo entrei a seu mandado e ele sorriu me olhando já começando a falar 

Sn: vim ver melhor os papéis do meu caso e o que eu tenho que realmente fazer.

Chefe: bom o seu caso hoje é ir em cassino aonde vai ter vários chefes da máfia sirculando mas você vai estar protegida pois nossos agentes vão estar espalhados por lá disfarçados também. Você terá que chamar a atenção do chefe da máfia chamado Kim Jong-in, mais conhecido como Kai por todos. 

Sn: posso fazer apostas e ir ganhando, sou boa nisso. 

Chefe: pode ser, só chame a atenção dele quando ficarem sozinhos tente o prender ou faça algo pra chamar atenção. Fique sempre com a escuta nos ouvidos. 

Sn: sim senhor. 

Esperei dar a hora ali mesmo enquanto conversava com meus colegas, eu já tinha um identidade falsa e tudo mais só faltava eu ir mesmo. Mas seria a noite. 

Se passou horas e eu já me arrumei novamente ali na agência mesmo, passei perfume e sai logo entrando na limousine que me levou para o cassino. Chegamos em minutos e logo eu sai do carro chamando atenção de vários homens presentes, fui para a porta do cassino com minha bolsa em mãos e o segurança pediu minha identidade, entreguei a ele e o mesmo pediu para que eu falasse meu nome inteiro e meu CPF e como não sou trouxa decorei tudo no caminho 

Sn: me chamo Ana Gabriely de oliveira -não sei de onde tirei esse nome mais ok- CPF ********

O mesmo autorizou minha entrada e aqui estava eu ,entre várias pessoas e varias mesas de jogos de azar. Andei e logo vi o rosto do tal Kai que é um Mafioso perigoso muito procurado por nós. 

Me aproximei de sua mesa e me olharam tipo "uma mulher que apostar?" 

Sn: olá cavalheiros -sorrio- eu gostaria de jogar com vocês 

Kai: o que ganhamos em troca? 

Coloco minha bolsa na mesa e tiro um bolo enorme de dinheiro dali de dentro juntamente com um sorriso vencedor e convencedor nos lábios.

Sn: posso? 

Kai: que comece os jogos. 

O mesmo me olhou sedutor com um sorriso de vencedor nos lábios mas logo logo estaria derrotado por uma dama.


Notas Finais


Vai dar merdaaaa kkkk.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...