História Jungkook (One Shot) - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin, Jungkook
Tags Bts, Daddy, Hentai, Jungkook, One-shot
Visualizações 889
Palavras 2.825
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Hentai, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Fiquei inspirada ^^
Espero que gostem!!

Capítulo 1 - Já Chega!


Fanfic / Fanfiction Jungkook (One Shot) - Capítulo 1 - Já Chega!

-Então olha quem chegou... -Minha amiga apontou para Jungkook, meu amigo, a pessoa que eu sou apaixonada, infelizmente. Estar apaixonada é bom em alguns poucos momentos, porque em geral é um saco. Eu odeio. Estar emocionalmente dependente de alguém não é nada interessante, ainda mais para uma pessoa tão independente e orgulhosa como eu.

Só de olhar para ele, eu sinto frio na barriga, um arrepio no estômago, uma euforia interna que eu não consigo explicar. Por mais que a gente se fale todos os dias. Aí vem aquele questionamento: "Por que você não se abre com ele?". Não, não vou dar a desculpinha de que eu não quero estragar a amizade, pra mim isso é coisa de quem não tem atitude e fica querendo inventar desculpinhas. Eu só estou esperando ele retribuir os sinais que eu dou, eu quero fazer ele me enxergar como uma garota de 17, que é a minha idade, não como uma de 15. Ele tem 20 anos, sim 3 anos mais velho, mas isso não significa nada!! Não para mim, mas para ele...

Eu não estava esperando nada para essa noite, até porque nós sempre sempre fomos nas mesmas festas de fraternidade e já estávamos acostumados, então nem espero que vá rolar algo diferente. Porém se o destino me surpreender será maravilhoso.

-Kook! -Vou até ele e dou um abraço. Ele retribui afagando meu cabelo, o bagunçando todo. Como se eu fosse sua irmã mais nova... Não disfarcei minha cara de bosta depois disso

-Como está a minha garota? Tão fofinha quando está com raiva.

Eu não sei o porquê, na verdade, sei sim, sei o porquê de ter ficado tão irritada assim dessa vez. As vezes isso enche o saco, digo, ele é só 3 anos mais velho que eu e fica se achando o adulto, o pagador das contas de casa... Aish pelo amor né! 

Eu saí de perto, se não eu ia falar umas poucas e boas. Resolvi beber, ficar loucona mesmo. Tenho 17, mas daqui a pouquinho faço 18, e eu já estou acostumada a beber mesmo. Minha mãe sabe e confia em mim, pois eu dou motivos pra ela confiar, nunca fiz besteira por causa de álcool e sempre fui muito responsável em não ultrapassar meus limites.

Minha amiga me seguiu um tempo depois, ela disse que o Jeon não entendeu o porquê de eu ter saído do nada. 

-Ah eu vou fazer ele entender. Vamos beber?

-Cara, o que você está planejando?? Não quer ficar bêbada e acabar falando coisas que não devia né?

-Eu vou deixar a vida me levar.

-(S/N), você é maluca. 

-Toma. -Entrego um drink para ela.

-Eu não vou beber não, vou tomar conta de você, porque pelo visto, hoje você não vai querer parar nem tão cedo.

-Ah pelo amor de Deus né! Como se você não me conhecesse ahahahhaa. Eu não fico desse jeito quando estou bêbada, relaxa.

-Ta, eu só não estou afim de beber, okay?

-Então ta. Eu bebo por você. -Viro meu copo inteiro e em seguida viro o dela. Enquanto ela me olha completamente surpresa.

-(S/N)! Você nunca bebeu assim! Não vá quebrar a confiança de quem te ama hein! 

-Pode deixar, sei do meu limite.

Bebi os dois copos e me soltei um pouquinho, sim eu sou fraca pra bebida haahaha. Eu não planejo ultrapassar meu limite não, ao contrário do que a Tasha. Não vou dar PT. Só não quero nada me segurando esse noite, vou deixar de ter 15 anos. Eu sei que nao é bebendo que se consegue isso, mas eu só quero deixar de ser tão tímida agora, e a bebida me ajuda com isso.

-Vamos dançar! -Puxo a Tasha pelo braço

-Err eu fico te olhando daqui... Espera, você está bem para ficar sozinha? -Ela lança um olhar e eu o entendo direitinho, o cara que ela gosta está vindo na direção dela. Faço ela ler meus lábios e digo "É ele?" só para ter certeza. Ela faz que sim. Eu arqueio as sobrancelhas e dou um sorriso pra ela e saio. Mas ela segura no meu braço e me olha arqueando as sobrancelhas como quem diz: "cuidado, qualquer coisa, estou aqui". Ahhh não esxite coisa mais prática do que a linguagem por olhares hahahhaa.

Vou para a pista de dança e fico lá sozinha dançando e bebendo. Eu estou bem animada e feliz do meu jeito né. Chega o Jimin, um amigo de Jungkook. Ele aparece do nada e pergunta se eu to com alguém aqui.

-Não, só eu e minha vodka com energético hahaha

-hahahahaha posso saber o por que?? 

-Ah, só porque eu posso mesmo. -Digo e bebo mais um gole.

-Humm... então eu posso te acompanhar?

-Claro! hahah -Ele chega mais perto e começa a dançar comigo. Viro de costas, e continuo dançando com ele. Ele fica meio surpreso quando eu faço essa ousadia hahaha mas logo depois ele coloca as mãos na minha cintura e e esse gesto dele me deixou ainda mais confiante.

Vou beber outro gole da minha bebida, e quando olho para frente, olho Jungkook rindo e olhando para gente com o grupo de amigos dele, do qual  Jimin faz parte também. Parece que ele está gostando da visão... Não era pra ele gostar dessa visão. Minha dança vai ficando menos animada conforme eu vou pensando mais nisso. Me viro para Jimin e envolvo meus braços em seu pescoço. Ele meio que arregala os olhos.

-Jungkook que pediu para você me acompanhar?

-(S/N)... Olha, ele fez por que ele não queria que você ficasse sozi... -Puxei ele pela gola da camisa social que ele estava usando e o beijei mesmo, sem medo.

-Eu não preciso que ele mande ninguém para me acompanhar. -O beijo de novo, mas dessa vez ele coloca as mãos na minha cintura e pede passagem com a lingua. 

Tudo bem que Jimin não é lá muito alto, mas ainde tenho que ficar na ponta dos pés para o beijar. E puxo seus cabelos da nuca, bem de leve e ele parece gostar e me aperta mais em seus braços.

Eu queria estar vendo a reação do Jeon olhando isso, mas eu não queria ao mesmo tempo hahaha eu iria me sentir infantil tentando provocar ele daquele jeito. Mas eu realmente senti uma vontade de ficar com o Jimin, digo, esse homem é lindo demais. Nos separamos do beijo e ele ainda parece me olhar confuso.

-Olha eu sei que você fez isso para provocar o Jungkook, mas você tem 17, eu tenho 22.

-Mas eu dou conta de fazer coisas que são proibídas para menores -Solto um sorriso maldoso. Sim eu gosto de provocar. Bebo mais da minha bebida e estou ficando bem tonta.

-É errado eu sentir tesão em você?

-Não, claro que não... É o esperado. -Eu estava muito mole nos braços dele. Puxo seu cabelo e deixo seu pescoço a mostra, começo a beijar lá e deixar marcas -Você gosta disso? -Da pra perceber que sim, já que eu já posso sentir sua ereção e ver sua pele arrepiada.

Sinto aguém puxar meu braço.

-(S/N)! Vem aqui, preciso de você. -Olho para onde o Jungkook estava com os amigos dele, e ele não estava mais lá.

-Ahhh Tasha... agora??

-Sim!! -ela me puxa e eu dou tchau para Jimin (infelizmente). Ele segura na minha mão e entrega o número do seu celular. E a Tasha me apressa.

Fomos ao banheiro. 

-Cara, o Jungkook pediu pra eu te tirar de lá, pra ele poder conversar com o amigo dele.

Saio correndo até a porta do banheiro e olho para o lugar onde eu e Jimin estávamos, agora está todo o grupinho lá, e parece que estavam interrogando o Jimin. Depois volto pro banheiro.

-Você acredita que foi ele que pediu pro Jimin ir até lá??

-Sério?? Nossa, ele acha que te controla, é isso mesmo?

-Cara, eu não sei mais de nada, foda-se... Eu só sei que eu to loucona.

-Você vai falar com o Jungkook ou acha melhor não falar agora que você está bêbada?

-Eu estou só mais solta, e sincera, não to escrota não.

-Ah então beleza, vai nessa.

-Só vou agir naturalmente.

Então saímos do banheiro e eu vou para onde o grupinho ta.

-Eaí pessoal?

-Então... eu não sabia que o Jimin pegava mina de 15 anos hahaha -O Jungkook foi super escroto e eu revidei.

-Bom, ele não pega. Ele pegou uma de 17 que valeu muito a pena, e está com muito mais vantagens do que todos você juntos. Seu escroto.

Saio de perto e subo as escadas com um pouquinho de dificuldade, bem pouco mesmo. Entro em um quarto da fraternidade e deito na cama, de bruços. Estou bem chateada. Depois de uns minutos eu escuto a porta abrir. -Tem gente aqui!

-(S/N)? 

-Jungkook? Vai embora vai. Já me deixou puta já.

-Eu só quero pedir desculpas... -Me sento na cama e encaro ele lá parado em frennte a porta.

-Fácil pedir desculpas, o difícil é não fazer de novo.

-Ah para de bancar a durona... Foi difícil pra mim escutar o Jimin falando que transaria fácil com você.

-Jungkook! Eu não estou bancando a durona! Eu SOU assim! PORRA quando que você vai parar de me ver como uma garota de 15 anos?? E O QUE?? Foi difícil por que??

-Você nunca foi assim! O que ta acontecendo?

-Você criou uma imagem minha na sua cabeça que te bloqueia da realidade, e eu estou com preguiça pra mudar isso. Estou com sono -Mentira. -Me deixa dormir.

-Então amanhã nós conversamos, okay?

-Ta. -Falo já me deitando na cama.

-Posso dormir aqui também?

-Você sabe que eu não gosto de dormir perto de você quando eu estou bêbada.

-Pois é... -Ele diz se sentando na ponta da cama. -outra coisa que eu nunca entendi.

-Um dia cê entende...

-Abre uma excessão por favor, os outros quartos já devem estar cheios a essa hora... ou com suor de pessoas que transaram lá.

-Você vai dormir no chão.

-Ah ta de sacanagem, (S/N)!

-Toma. -jogo um travesseiro para ele. 

-Aish... -Ele tranca a porta e apaga a luz.

Não consigo me concentrar em dormir sabendo que kook está no mesmo quarto que eu, e a gente poderia estar fazendo outras coisas agora. Ouço algo como... hmm... ele está tirando a gravata, e agora a camisa??? Meu Deus, que imagem linda na minha cabeça... Pena que está escuro.

Depois de uns 5 min, Jungkook sobe para a cama.

-Não dá pra dormir lá, é muito ruim! -Ele chega bem perto. Nossas bocas quase se tocando... Eu fico olhando pro rosto dele, e para aquela boca maravilhosa. Não resisto e roubo um beijo molhadinho dele. Daqueles de passar levemente a lingua nos lábios. Ele abre os olhos.

-Entendeu agora porquê eu não gosto de dormir perto de você quando to bêbada? Eu não me controlo.

-Então é assim que você se sente em relação a mim?

-Me dá uma chance de te fazer sentir o mesmo... -Subo em cima dele, e encaixo nossos quadris. Falo no ouvido dele: -Prometo que você não vai mais me ver como uma de 15. -Começo a beijar seu pescoço. Sinto ele arfar, e também sinto outra coisa dele lá embaixo hahaha. Sou foda.

-Ah.. (S/N)... -ele diz tentando regular sua respiração. -Eu tenho certeza que vou me sentir culpado se deixar rolar algo entre a gente... -Aquilo me broxou. Desisto!

-Ah, Jungkook! tem quem queira, então! -(Mas eu quero ele) Falo saindo de cima dele.

Toc, toc toc. Escuto alguém bater na porta.

-(S/N)? 

-Jimin... -Agora sim as coisas estão ficando boas.

-Nossa eu te procurei por todos os quartos, vi coisas que eu não gostaria de ter visto hahahha

-Imagino! Mas eaí? Sem quarto pra dormir?

-Não, eu tenho um quarto, só falta você lá... -Ele solta um sorriso bem safado e eu retribuo.

-JÁ CHEGA! -Jungkook grita da cama e anda rápido em direção a porta.

-Jungk...?? -Ele fecha a porta, bem forte, antes mesmo de deixar Jimin terminar de falar.

-Jeon, o que foi isso??

-E você, vem cá! -Ele agarra o meu braço com uma certa brutalidade e me coloca contra a parede. -Foi uma péssima ideia ter pedido para Jimin ir até você! -Ele diz enquando puxa meu cabelo deixando meu pescoço a mostra e beijando o mesmo, pressionando sua ereção contra minha bunda.

Eu estou muito excitada agora, não existe nada que me excite mais do que Jungkook sendo bruto.

-É isso que você quer, (S/N)? -ele puxa mais forte o meu cabelo e morde meu pescoço. Pressionando ainda mais sua ereção na minha bunda que eu estou empinando muito pra ter mais contato ainda.

-Vai me dizer que você não quer também? -Digo com dificuldade de falar, eu estou sentindo muito prazer agora.

-Quieta! -Ele diz e deposita um tapa bem forte na minha bunda. -Você só faz o que o daddy mandar, se não, castigo! -Ele bate forte de novo na minha bunda. -eu gemo de tanto prazer.

-E se eu não quiser obedecer, hein, daddy? -Eu empurro ele e vou tirando minha roupa.

Ele pega forte no meu braço e faz eu me apoiar com os cotovelos sobre a cama, metade para fora dela. -Eu mandei você tirar a roupa? -Ele bate bem forte na minha bunda. -Isso é por você ter me empurrado -Coloca dois dedos em minha intimidade e mexe devagar. -E isso é pro você ter me desobedecido. -Ele começa a estocar seus dedos bem rápido em minha intimidade. Eu estou gemendo tão alto que tenho medo de todos da fraternidade me escutarem.

Do nada Jungkook se afasta, eu me levanto um pouco para ver onde ele foi, o vejo voltando com a sua gravata vermelha.

-Também não mandei você levantar. -Ele envolve o colarinho de sua gravata na minha boca, e coloca a mão na minha nuca pressionando com força para eu abaixar e ficar com um angulo de 90 graus sobre a cama. Deposita outro tapa, mais forte que o outro dessa vez. Eu vou amar ver as marcas desses tapas na minha bunda amanhã. -Agora você pode gemer a vontade, babygirl.

Ele mete com força o seu pau bem na minha intimidade, e eu nem estava preparada para isso. Eu literamente GRITEI de prazer, ele esta fazendo tudo perfeito, exatamente do jeito que eu gosto. Arqueei minhas costas, e ele colocou a mão na minha nuca e fez pressão enquanto batia na minha bunda e metia BEM FORTE.

-É assim que você gosta, babygirl? -Ele depositou outro tapa. -Olhe para mim! -Ele ordena e eu olho por cima do meu ombro. -Você gosta de como eu to te fodendo? -Outro tapa.

Eu poderia gozar só olhando para essa imagem, ele todo suado com o cabelo grudado na testa e metendo forte, mas eu não parei de gozar desde que ele entrou em mim. Eu faço um "aham" com a cabeça, de um modo meio desesperado.

Ele pega nas minhas mãos e pede para que eu abra a minha bunda pra ele. As mãos dele, então, ficam livres e ele tira a gravata da minha boca e começa a puxar meu cabelo e falar besteiras no meu ouvido como "Eu vou gozar dentro de você", "você esperou muito tempo por isso né?", "Eu sei direitinho o jeito que você gosta.", "eu posso te fazer implorar por mim a qualquer momento.", "Eu sempre imaginei meter em você enquanto eu bato nessa bunda maravilhosa".

E eu só sabia gemer e aproveitar ser dominada pelo Jungkook.

Ele me dá dois dedos para chupar. Eu chupo encarando ele, e ele mete ainda mais forte, e cada vez vai aumentando, e a expressão dele é totalmente sexy, a mais sexy que eu já vi na minha vida. Eu Grito de prazer e rebolo no seu pau quando o ápice chega, e ele dá umas últimas estocadas, fortes porem bem precisas, e joga a cabeça pra trás gemendo enquanto goza dentro de mim. Eu continuo rebolando de leve, sentindo aquele liquido quentinho me preencher, uma sensação muito gostosa, e Jungkook ainda geme mais baixo.

Eu me levanto e fico de frente para Kook. Envolvo meus braços em seu pescoço: -Eaí? ainda me vê como uma criança de 15 anos? -Solto um sorrisinho de lado.

-Nunca mais. -Ele me beija e aperta minha bunda. -Você fode muito bem.

-E você fez exatamente do jeito que eu gosto, como sabia?

-Não sabia hahahaha eu sou assim

-Interessante...

-Vamos dormir?

-Vamos!

A gente deitou pelados mesmo e ligamos o ar. Começou a ficar frio então nos cobrimos e ficamos mais juntinhos se aquecendo com o calor do corpo do outro. Eu estou de frente para ele e começamos a nos beijar, a mão dele foi descendo pra minha bunda, ele foi deixando minha perna em cima dele, eu senti sua ereção.... e assim começou tudo de novo.


Notas Finais


Gente! Não transem sem camisinha!! Camisinha não serve só pra evitar gravidez não, serve também para evitar DST's!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...