História Jungkook oppa - Capítulo 34


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Romance
Visualizações 44
Palavras 864
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Famí­lia, Festa, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 34 - Falando no diabo


Fanfic / Fanfiction Jungkook oppa - Capítulo 34 - Falando no diabo

Estava sentada no sofá com youl no colo 
*ligação on*
App: alô, filha ? 
-oi appa, sou eu pode falar
App: daqui a pouco estou voltando para casa, preciso que convoque uma reunião! 
-reunião sobre o que appa? 
App: só faça o que pedi, estou chegando!
*ligação off*
Park disse estar vindo para cá também então deve ser algo importante. Coloquei youl no berço e chamei os meninos na sala, todos se sentaram suga estava aflito parecia saber de algo que os outros não sabiam
-está tudo bem suga? 
S: sim tudo bem, vai ficar tudo bem! 
Volta rapidamente para seus sórdidos pensamentos em silêncio
*campainha* 
-eu abro deve ser Jay! 
Vou até a porta e Park entra aflito como suga 
JP: preciso conversar com vocês antes que seu pai chegue!
-como você sabe do meu pai? 
Jp: não tenho tempo pra explicar, senta preciso falar. 
Sentei no sofá e Jay se sentou a minha frente agachado me olhou de apoiando em minhas coxas 
Jp: ____, o hyun não quer seu filho, ele pagou a dívida e ficou tudo certo ele não quer nada 
-então por que da preocupação? 
*campainha* 
-deve ser meu pai vou abrir 
Jay se levanta rapidamente e em um gesto estendendo a mão como se não quisesse que eu abrisse a porta mas sem falar nada apenas me olhou indo até a porta. 
Girei a maçaneta lentamente como se exaltasse algo, mesmo sem saber o que, abro a porta e dou de cara com hyun 
Jy: oi jagia, como você está?- fala em um sorriso exaltante se aproximando de mim, me afasto e solto a maçaneta me afastando da porta 
App: todos estão aqui? 
-pai o que o hyun está fazendo aqui? 
App: sentem-se todos e eu já explico 
Todos abriram espaço no sofá e hyun se sentou no sofá passando os braços em volta de jungkook como se fossem melhores amigos 
App: tenho negócios com o hyun, não é questão de dívida mas sim o que eu acho melhor para minha filha e meu neto, ____ você irá se casar com jung-hyun e irá morar em sua propriedade, tenho negócios e é bom estabelecer laços familiares entre negócios então arrume suas coisas o carro está lhe esperando lá fora para vocês irem! 
-como é que é ? 
App: isso mesmo vocês iram se casar, não gosto do jeon jungkook e nem desses meninos, estou fazendo o melhor para você ____! 
-você passou a vida inteira sem nem me mandar mensagem ou ligar pra mim, foi embora assim que nasci, nunca me deu nada, e agora se acha no direito de dizer que está fazendo o que acha que é melhor pra mim? Você não tem direito de entrar na minha casa e citar as regras, eu sou maior de idade e sei muito bem fazer minhas escolhas e você fazendo isso não vai compensar 19 anos de ausência então você não pode me obrigar a me separar da minha família! 
App: se não vier por bem, vai ser por mal! Então acho bom você arrumar suas coisas e entrar logo naquele carro! 
Jk: você não pode invadir nossa casa e dizer o que fazer, você nem é pai de verdade! Não pode obriga-la a fazer algo que não quer! - jungkook se levanta e fica ao meu lado 
Jy: maninho, não discuta com os mais velhos é falta de respeito, ele é pai dela ele escolhe o que é melhor pra ela!- nesse momento Jay se levanta e rapidamente soca a cara de hyun o fazendo cair no chão
Jp: otario filho da puta!- pega hyun pelo pescoço e carrega até a parede o sufocando contra ela
-Jay solta, não machuca ele.....por favor! 
Jay solta hyun no chão o mesmo arruma o colarinho do blaser e se levanta limpando a roupa amassada. 
App: já se decidiu! 
-eu não vou!! Não pode me obrigar!
Meu pai olha para aporta e caminha até a mesma hyun o segue e dois homens entram pela porta
xXx: ande vamos - me seguram pelos braços me carregando para fora a força 
-me solta eu não quero ir 
xXx: nós voltamos pegar suas coisas e seu filho! 
Os meninos desesperados vai atrás mas eles haviam me colocado no carro e eles já não podiam fazer nada. 
Nj: o que vamos fazer agora?! Eles levaram ela! 
J: aqueles malditos! - jin soca o ar 
Jungkook pega o vazo de flores em cima da estante e taça na parede fazendo o mesmo se despedaçar na parede em um barulho alto 
Senta-se no sofá, e cobre o rosto com as mãos chorando em desespero 
S: calma jungkook a gente vai resolver isso- suga se senta ao seu lado acariciando suas costas 
Jk: o que eu vou fazer sem ela, sem o meu filho, e-eu não sou nada, nada! - fala entre lágrimas e soluços
V: tudo bem cara tudo bem, nos anos ajudar vamos trazer eles de volta 
Jk: eles vão se casar e eu não posso fazer nada além de olhar ela indo em bora sem nem mesmo querer! Eu tenho que trazer ela de volta, meu irmão não pode tirar mais nada de mim, não mais



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...