História Jungkook, The Serial Killer - Capítulo 20


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Bangtanboys, Bangtansonyondan, Bts, Chimchim, Hobi, Horror, Hoseok, Jeon, Jhope, Jimin, Jin, Junghoseok, Jungkook, Killerjungkook, Kim, Kook, Monnie, Nam, Namjoon, Parkjimin, Psicopata, Rapmonster, Seokjin, Serialkiller, Sobrenatural, Suga, Tae, Taehyung, Terror, Yoongi
Visualizações 147
Palavras 1.370
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá!!
Dessa vez não demorei tanto para escrever, espero que gostem desse capitulo
Boa leitura :))

Capítulo 20 - Kill you.


Fanfic / Fanfiction Jungkook, The Serial Killer - Capítulo 20 - Kill you.

23:00h da noite...
Casa do Jeon Jungkook

*JK on*
Depois de revisarmos o plano com todo mundo vou até o meu computador pegar a localização do lugar de onde eles estavam quando escuto uma discussão entre a Hana, Jimin e Hoseok. Não me interesso muito pelo assunto continuando com o meu trabalho no computador a procura da localização, até que consigo o endereço e foto do lugar no mapa, não é possível...

– O que houve? – o Namjoon corta o silencio entre nós parecendo notar minha expressão de surpresa.

– Eu achei a localização...

– Mas isso não é bom-

– Sim – o corto antes que pudesse terminar sua frase – mas fica no mesmo lugar onde matamos o pai dele. Isso só significar que isso pode ser uma armadilha ou ele é burro o suficiente por ter esquecido que eu já entrei naquele lugar antes...

– Só tem um jeito de descobrir... Já temos um plano então mesmo que tenha alguns dos caras que trabalhem para ele lá não é nada para gente. E ele possa estar querendo “acertar as coisas” no mesmo lugar que começaram.

– Você tem razão. Vamos nos preparar então.

Me levanto junto com ele e trocamos algumas ideias que estávamos tendo enquanto o Yoongi apenas escutava tudo encostado na parede ao meu lado, me pergunto o que tem de errado com ele, mas resolvo não me preocupar com isso ou me intrometer na vida dele por que não tinha nada a ver comigo. Nunca fomos próximos, nem quando trabalhávamos para a mesma pessoa e a nossa relação só piorou quando eu e o Taehyung os abandonamos em uma missão para salvar as nossas vidas, por sorte eles conseguiram escapar. Isso foi a 4 anos atrás e segundo eles isso tudo havia ficado para trás.
Vou com o Namjoon e o Yoongi buscar o armamento no meu porão enquanto deixamos os outros lá em cima em uma discussão que parecia não acabar.

*Hana on*
– Como assim vocês participavam de uma gang e eu nunca soube disso? Por que você me falou isso? ­– Olho para o Hoseok buscando respostas e ele apenas juntava as sobrancelhas abrindo e fechando a boca parecendo não saber o que falar.

– Isso não é exatamente uma “Gang” – Jimin ri irônico, ele realmente era uma pessoa totalmente do que eu pensava que era, depois de muito tempo ele ainda me surpreendia, mas eu não esperava isso de todo mundo menos do Hoseok.

– Quer saber? Vamos fingir que não nós conhecemos, não quero ter mais nada com você Park Jimin, e você Hoseok... – olho para o seu olhar preocupado depois de ter despejado milhares de pedidos de desculpas em mim, falando que ele também não era um dos melhores amigos do Jimin e que trabalhava com ele apenas, eu queria creditar nele por que o Hobi salvou a minha vida antes que esse outro idiota pudesse me estuprar, mas em compensação me escondeu esse segredo... Eu só precisava de um tempo para absorver toda essa situação. Hoje eu queria me concentrar apenas nessa missão – depois a gente conversa, ok.

Hoseok acena com a cabeça.

Olho para a mesa onde estava lotada de armas e com o resto dos meninos colocando munição e outras coisas dentro de uma mochila, me aproximo e fico do lado de um garoto que era bastante calado e misterioso. Até que ele olha para mim com indiferença e ri irônico.

– Acho que você deve estar pensando que isso será um passeio no shopping não é garota? Não sei como concordaram em que ela seria a motorista de fuga, nem uma arma ela deve saber segurar – Ele ri irônico e o Jimin também solta uma gargalhada baixa consigo mesmo.

O resto dos meninos fingiram que não escutaram ou ignoraram com exceção do Hoseok que o olhou com desaprovação, só que todos pareciam temer um pouco ele, mas eu não. Esse imbecil não sabe com quem esta brincando, se ele continuar assim irei comer ele vivo...

– É mesmo.... Devo ser muito frágil não é... – Falo tentando parecer inocente e pego uma arma que estava desmontada, e de repente todos olham para mim sem entender nada e a risada dele e do Jimin cessam completamente, inclusive o Jungkook que olhava com curiosidade no olhar, mas sem nenhuma expressão no rosto.

Sem demorar muito monto a arma com rapidez colocando a munição logo em seguida a apontando para a cabeça do Yoongi , depois de ter certeza que estava travada, todos se surpreendem com a minha ação até mesmo o Yoongi que ficou parado olhando para mim sem entender.

– Essa garota frágil aqui passou cinco anos da sua vida aprendendo como pegar, atirar e montar uma arma, desde que eu sou criança eu gostei de armas e meu pai me ensinava tudo que podia. Então Senhor Min, você deveria ter mais cuidado com as suas palavras...

– Você não faz ideia de quem eu sou, não tem o direito de falar assim com-

Ele fala quase rosnando e eu aperto o gatilho sem hesitar fazendo com que desse apenas um click e todos se assustaram.

– Não, Yoongi. Eu não sei quem você é e estou pouco me fudendo para saber, idiota. Mas eu EXIJO respeito.

Abaixo a arma e coloco na mesa com força o ambiente estava silencioso até o líder deles, chamado Namjoon soltar uma gargalhada que apenas diminuiu quando o Yoongi mandou ele calar a boca, mesmo assim não cessando completamente. Olho para o Jungkook e ele me olhava com uma expressão no rosto a qual eu não conseguia identificar, ele me encarava com intensidade com aquele olhar penetrante fazendo todo o meu corpo de arrepiar, ele me causava reações que eu nem sequer sabia o que eram, ele me deixava cada vez mais curiosa para saber mais e mais dele. Talvez isso fosse perigoso... Mas eu iria me arriscar.

1:00h da madrugada...

Mansão do dos Kim

*Seokjin on*

– Senhor, o prisioneiro esta inconsciente. Deveríamos continuar com a tortura? Ele não falou nada ainda-

– Não, quero ele vivo. O amigo dele já deve estar chegando...

Sorriu sentado na minha poltrona enquanto tomava uma taça de vinho recriando várias e várias vezes como seria a morte a morte dolorosa desses dois, até que ouço um batido na porta e mando entrar. Quando observo quem havia acabado de chegar me surpreendo e esboço um sorriso malicioso na minha face.

– Que surpresa vê-lo aqui, Jungkook.

– Onde está o Taehyung seu desgraçado – Ele rosna raivoso, ele era intimidante, mas estava vulnerável agora, dois dos meus guardas mais fortes o seguravam.

– Não se preocupe logo você se juntara a ele... foi muita tolice sua vir sozinho – riu repousando a taça na mesa que havia ao meu lado.

­– Como você pode ter tanta certeza disso? ­– sua cabeça antes abaixada se levanta lentamente me fazendo estremecer com o seu olhar.

Antes que eu pudesse ter alguma reação um dos meus que estavam tomando conta do andar de baixo abre a porta em um estrondo o que me faz arregalar os olhos, e olhar para o Jungkook rapidamente e o mesmo estava com um sorriso perverso e psicopata no rosto como se estivesse esperando por tudo isso... Mas como assim as câmeras não mostraram nada, ele veio sozinho em um carro, como puderam deixar isso passar?

– SENHOR ELES ESTÃO-

Antes que ele pudesse terminar um disparo silencioso faz todos os miolos da sua cabeça se espalhar pelo cômodo, logo em seguida outros dois disparos são feitos matando os dois seguranças que seguravam o Jungkook o libertando, um dos caras dos que acabaram de chegar joga uma arma na mão do Jungkook e eu cambaleio para trás caindo, sentado na cadeira vendo que ele se aproximava cada vez mais de mim junto com os outros. No momento que ele está a poucos passos de distância, o vejo erguer a mão rapidamente e com precisão apontando a sua arma para a minha cabeça o que me fez ficar paralisado olhando nos seus olhos que não haviam um pingo de emoção.

– Me fale onde o Taehyung está ou eu vou matar você...

Ele fala com uma voz assustadora logo em seguida sorrindo e eu ouço o barulho do click da arma em suas mãos a ser destravada...


Notas Finais


Espero que tenham gostado <3
Para quem não entendeu o que aconteceu na mansão do Seokjin, no próximo capitulo vou explicar isso com detalhes, aguardem :)) rs
até a próxima


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...