História Juntos pelo destino? - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Felipe Neto
Tags Amor, Anjos, Aventura, Bem, Demonios, Felipe Neto, Mal, Perda
Visualizações 0
Palavras 742
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Ficção Adolescente, Magia, Sobrenatural, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 3 - Um novo mundo


Chris on

Ja faz 1 semana que visitei casa de felipe, não o vi falando nada em seu canal, talvez ele tenha esquecido, não sei? Verifico meu celular nenhum trabalho, ainda bem depois de tanto ir de um lado para o outro, nem minhas asas aguentam mais. Mesmo assim decido ir ver felipe, entro em sua casa e espero ele voltar, assim que ele entra no quarto verifico se esta sozinho e tranco a porta voltando para cama e vendo o tirar a roupa para tomar banho

- oi (digo assustando o)

- Não sabe bater na porta não é? Achei que não fosse voltar (diz virando se para o outro lado)

- eu esqueci de pedir um autógrafo da última vez que vim (disse sorrindo)

- eu vou tomar banho, depois eu dou! Diz felipe tentando se lembrar de tudo que planeja dizer caso ela voltasse mas parecia que sua mente tinha travado e ele se sentia um adolescente novamente, durante o banho ele se sente ser observado) você é muito tarada sabia?

- tava entediada e você estava demorando!

- o que você quer comigo?

- nada so acho divertido te observar!

- o que você faz quando não esta aqui?

- eu cobro dividas

- mas você nao é um anjo da morte ou algo do tipo?

- sim! Eu trabalho para morte, mas agora ela trabalha para o submundo ou inferno como vcs chamam, então eu fui encarregada de cobrar dividas de humanos que tenham feito algum pacto

- que vida de bosta em?

- É um pouco chata mesmo 

- ta mas o que eu tenho haver com isso?

- no primeiro dia que eu volte para terra depois de 700 anos no inferno treinando para... deixa para la, eu tava entediada e lembrei do seu canal

- pera 700 anos?

- sim 3 meses terráqueos na verdade 3 meses e 1 semana para ser mais exata

- hum? E depois disso tudo a primeira coisa que você faz é ver o meu canal?

- sim? Eu gosto de você e te acho engraçado! Eu decidi vir aqui por que vc disse que queria ver algo sobrenatural então eu pensei, por que não ir la? Então eu vim! Eu sei que é errado mostrar aos humanos mas você quer conhecer meu mundo?

- voce fala o inferno?

- também!

- melhor não!

- qual é vai ser divertido e eu juro que te trago a salvo (diz ela sorrindo)

- eu vou penssar

- ok tenho que ir de qualquer forma (diz sumindo novamente)

Felipe on

Ir com ela? Será que eu aceito? Preciso falar com alguém mas quem vai acreditar em mim? Nem mesmo minha mãe acreditou quando lhe contei sobre as estranhas visitas noturnas, disse que devia ser apenas mais um pesadelo e que eu estava trabalhando muito e muito estressado, respiro fundo...

Algumas semanas depois

- Demorou a aparecer (digo não me assustando mais)

- trabalho meu caro muito trabalho (diz ela se esparramando em minha cama)

- folgada (digo deitando me ao seu lado)

- e ai? Pensou?

- sim

- e o que decidiu (disse ela virando se de frente para mim)

- eu vou...

- Serio! (disse ela sentando na cama com empolgação)

- sim (a garota nem esperou nada apenas segurou sua mão de forma firme abrindo suas asas levou os ao submundo) 

Chegando ao destino Felipe se encanta com o lugar mais bonito do que jamais vira em sua vida, não havia nada do que Felipe tivesse imaginado

Felipe on

Andamos pelo que chris chama de submundo, mas mais parece uma enorme cidade futurista a predios tão altos que não se pode ver o topo, pessoas voando para todos os lados, é tudo tão familiar mas ao mesmo tempo tão diferente, 

-vamos tem um lugar que voce vai amar  (diz ela o puxando para realidade)

Ao chegar felipe se lembra de seu sonho ele segura a mão de chris que diz 

- confia em mim?

- eu vim ate aqui não foi? 

Então vamos diz comecando a correr junto com ele e ao chegar na beirada ela pula fazendo o pular também mas ainda segurando. Felipe parecia uma criança enquanto ela voa com ele fazendo loopings e girando até ficar tonta 

 o os dois pousam juntos no que parece uma floresta mal assombrada com arvores mortas e um ar gelado a apenas uma porta estranhamente colocada sob uma grande pedra

- la ficam as almas (disse ela apontando para a porta) vc quer ir? 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...