História Juntos Somos Melhores - Capítulo 7


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Romance
Visualizações 11
Palavras 797
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 7 - Why this fight?


        --> Anteriormente: <---

"- Até que eu gostaria de me esquecer de você", "- Hey, termina de comer primeiro, não quero te ver morta tão cedo", "- Seja minha?"

~> Colégio Eastern, 10:35 (Intervalo) <~

~ Pov Geovanna ~

- Amor, para, estamos na escola! -Falo em voz baixa no seu colo, com ele beijando meu pescoço, me levando a delírio.

Estamos em uma sala de aula, que tem uma placa escrita "fechada para obras".

- Baby, ninguém entra aqui, vamos aproveitar só um pouquinho -Ele fala fazendo uma carinha muito fofa.

- É se nós pegarem? -Eu falo ainda preocupada.

- Se pegarem, pegou, mas não vão, você confia em mim? -Ele fala com uma voz calma.

- Confio -Falo selando nossos lábios em um selinho demorado.

Ficamos assim por alguns minutos, apenas curtindo um ao outro, quando perdíamos o fôlego, ficavamos somente agarradinhos, como se nada, nem ninguém existisse, os beijos foram esquentando, fomos ficando cada vez mais ousado, até que o sinal toca.

TRIIIIINNN

- Caralho, logo agora, na melhor parte -Guilherme fala parando de me beijar, bastante irritado.

- Amor, olha para mim -Coloco minhas mãos em seu rosto, obrigando-lhe a olhar para mim- Se acalma, nós vamos terminar isso-Dou uma pausa, finalizando minha frase com um "prometo", ele apenas assenti com a cabeça tirando sua mão da minha coxa, me levanto segurando sua mão- Anda logo, senão vamos nós atrasar para próxima aula! -Puxo sua mão.

- Se acalma aí apressadinha -Ele fala se levantando com um belo sorriso no rosto.

~ Quebra De Tempo ~

Depois de todas aquelas aulas cansativas fomos para um parque, o mesmo parque que nós "conhecemos".

Estávamos sentados debaixo de uma árvore, com uma sombra muito boa, conversando sobre diversos assuntos, até alguém grita meu nome.

- GEOVANNA? -Uma voz me chama, me fazendo virar rapidamente em direção a voz.

- Não, não pode ser -Falo num tom baixo, fazendo apenas Guilherme me escutar.

- Quem é ele? -Guilherme me pergunta, enquanto o garoto continua caminhando em nossa direção.

- Meu ex-namorado -Falo, fazendo com que o Guilherme ficasse desinquieto.

- Olha só quem eu achei -O garoto fala, a poucos metros de distância.

- Oi Gabriel, precisa de algo? -Pergunto um pouco desinteressada.

- Nossa, é assim que você trata velhos amigos? -Ele fala fingindo está ofendido.

- Gabriel, NÃO somos amigos! Entendeu? -Falo aumentando minha voz na palavra "NÃO".

- Maguo -Ele fala se sentando ao nosso lado.

- Gabriel, eu só vou pedir uma vez, então por favor colabore. Já se passou alguns meses, e você está cansado de saber que eu não quero nem papo contigo, então cai o fora daqui -Falo um pouco irritada.

- Não -Ele fala calmamente.

- Gabriel? Não é esse o seu nome? Você escutou muito bem o que ela disse, ou você cai fora daqui, ou você vai ser ver comigo! -Fala Guilherme se levantando da grama, irritado.

- Olha só, contratou até mesmo um coitado metido a segurança para te defender, coitadinha -Gabriel fala se levantando- Então vamos ver quem é melhor? -Gabriel desafia Guilherme.

Guilherme sem pensar duas vezes parte para cima de Gabriel, dando-lhe vários socos no seu abdômen, Gabriel cai rapidamente na grama cuspindo sangue, Guilherme não para, sobe em cima de Gabriel dando alguns socos em seu rosto, fazendo com que o mesmo desse um chute em sua parte traseira, Guilherme se distrai por alguns segundos levando alguns socos, Gabriel consegue fazer um olho roxo em Guilherme, fazendo eu ficar imóvel, apenas observando aquela cena horrível. Guilherme consegue para os socos de Gabriel, segurando seus pulsos fortemente, obrigando o mesmo a se levantar, logo após os dois estarem de pé, Guilherme solta os pulsos de Gabriel dando-lhe um chute, Gabriel cai no chão não conseguindo mais se levantar, eu continuo em móvel, Guilherme se aproxima de mim beija o topo da minha cabeça, falando algo do tipo "Me desculpe, eu não queria fazer isso" eu mal lhe escuto por causa do choque, quando eu caiu por mim já estou em outro local daquele parque, longe de Gabriel, longe daquele perfeito lugar, longe daquele lembrança de briga.

- Gui, por que? -Eu falo a Guilherme, segurando sua mão com força.

- Eu não sei amor, eu não sei o que deu em mim -Guilherme fala encarando o chão, com uma expressão indefinível.

- Se acalma, só se acalma -Eu falo, passando minha mão em sua cabeça.

- Vamos sair daqui, vamos embora desse parque por favor -Ele pede me olhando nós olhos.

- Vamos amor -Eu me levando daquele banco, esperando que ele se levantasse também, mais para a minha surpresa ele me puxa para seu colo, sussurrando "Eu te amo", logo após selando nossos lábios em um beijo.

• Continua ... •


Notas Finais


Desculpa gente demora tanto para postar esse capítulo, é que eu estava muito ocupado esse dias, espero que vocês tenha gostado, bjs até o próximo capítulo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...