História Just a kiss - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 11
Palavras 1.231
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção Adolescente, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Olaa
Espero que gostem 😌
Boa Leitura
💕😘

Capítulo 2 - Matthew


Fanfic / Fanfiction Just a kiss - Capítulo 2 - Matthew

Pov Kate Adams


 Eu estava no sofá com a Hanna, estávamos assistindo filme, mas sinceramente eu não estava prestando atenção em nada, apenas olhava para a tela, minha mente estava em outro lugar... A mensagem da minha mãe não saia da minha cabeça.

Hanna havia me dito para aproveitar a volta do Matt para conserta o que aconteceu no passado. Mas houve tanta briga, tanta confusão, nós nos afastamos. Como consertar isso? E já tem dois anos, como será que ele está agora?

A campainha me dispertada, me fazendo olhar para a Hanna assustada.

- Relaxa... Eu pedi pizza. - Ela deu um sorriso de canto depois pausou o filme. - Vai lá atender que eu pego o suco.

- E quem vai pagar? - Me levantei rindo já sabendo a resposta.

- Você... - Disse jogando um beijinho entrando na cozinha.

Uma pizza é sempre bem vinda... Mas eu achava que era cedo até olhar o celular e ver que já são 17:00hs. Quanto tempo eu fiquei ali viajando?

Eu preciso tirar minha cabeça disso tudo, eu sinto um incômodo tão grande, como se essa história ainda fosse render. Mas eu precisava deixar isso para depois, precisava me distrair e ao abrir a porta achei uma bela distração.

- James... - Dei um sorriso malicioso, que foi retribuído com outro. Ele tem olhos verdes, cabelos loiros bagunçados, alto, malhado e lindo. - Entra.

Ele passou por mim me olhando de cima a baixo, ele sempre fazia isso quando me via.

Fomos entrando na cozinha onde Hanna falava ao telefone, ele apoiou a pizza na bancada e se virou para mim.

- A pizza é por minha conta. - Ele sorriu mostrando a covinha que havia em suas bochechas.

- Obrigada - Sorri. - Eu me esqueci que estava trabalhando como entregador, por isso saiu cedo da festa ontem né? - Me servi com um suco de laranja e ofereci a ele que aceitou.

- Sim, por falar em festa... - Ele se sentou pegando uma fatia da pizza. - Que festa hein Adams

- Claro, quem organizou? - Hanna apareceu pegando uma fatia. Eu dei língua a ela pelo comentário, mas realmente havia sido ela quem organizou. - Amiga preciso ir

- O que? por quê? - Perguntei a acompanhando a porta. - Não pode me deixar sozinha...

- E você não esta! - Ela abriu a porta e se virou para mim. - Essa pizza era a última dele. - Ela piscou para mim e eu entendi. - Aproveite.

Ela jogou um beijinho como sempre fazia e saiu, me deixando com cara de taxo.

- Tudo bem? - James apareceu se debruçando no batente da cozinha com os braços cruzados. Nunca pedimos pizza onde James trabalhava, porque ela abriu recentemente e já tínhamos o costume da outra. Hanna é uma vaca, mas entendi sua intenção.

- Tudo ótimo, ela teve que ir embora. - Me aproximei dele lentamente e ele logo descruzou os braços e levou suas mãos a minha cintura, me puxando para mais perto dele. - Quer ir pro sofá? Ou você tem que ir embora?

James é o que chamamos de amizade colorida, sempre fomos amigos, mas a dois anos a última vez que vi o Matt eu fiquei arrasada, e o James de alguma forma conseguiu tirar um pouco do peso que havia em mim. Então depois de um tempo começamos a nos envolver sem compromisso.

E de novo ele está aqui me tirando algo que ele nem sabe que estou sentindo.

- Mesmo se eu tivesse que ir embora... - Ele colocou suas mãos na minha coxa me puxando para subir em seu colo. Com um impulso eu subi entrelaçando minhas pernas em sua cintura. - Eu escolheria o sofá. - Nós sorrimos e ele juntou nossos lábios.

Um beijo calmo se iniciou enquanto ele me levava para o sofá. Minha unha passeava pelas suas costas dando leve arranhadas, enquanto ele levava sua boca ao meu pescoço. Ele se sentou e eu fiquei em seu colo com uma perna de cada lado, tratei de tirar sua camisa o mais rápido possível.

Eu precisava tirar o Matthew da minha cabeça e sexo faria isso.

Ele colocou nossos lábios de novo levando suas mãos a minha bunda dando leves apertadas me fazendo suspirar entre o beijo.

Tudo começou a esquentar, estávamos famintos um pelo outro, com ele sempre foi assim... Quente, intenso... E eu sempre me incomodo por nunca ter conseguido me apaixonar por ele. Mas eu gosto, e muito de estar com ele.

Estava tão envolvida nas carícias e na excitação que não o vi tirar minha blusa e me deitar no sofá. Ele estava por cima de mim beijando minha barriga e indo ao meu pescoço, e do pescoço ia até os seios.

Minha mão agarrava seus cabelos, e ele logo desceu sua mão para o meu short o tirando com muita facilidade. Ele começou a acariciar minha intimidade me fazendo soltar leves gemidos.

- Molhadinha... - Disse ele com um sorriso safado. Ele se ajeitou no sofá sem sair de cima de mim, desabotuou sua calça...

- Katherine! - Uma voz rouca e firme nos assustou fazendo James cair e eu caçar uma blusa para cobrir meus seios.

James se levantou, e eu me sentei no sofá para ver quem era, e meu coração quase saiu pela boca. Ele estava a alguns passos do sofá, com uma mala. Seus cabelos pretos estavam um pouco curtos e seus olhos azuis um pouco mais escuros, seu rosto também estava mais maduro e seu porte físico mais atlético. Mais era ele, seu olhar continuava o mesmo.

- Matt... - Minha voz saiu falha, me esqueci que ele estava voltando. James se aproximou de mim e me olhava confuso. - Ele é meu irmão, Matthew.

- Um prazer - James disse pegando sua blusa, sem nem olhar para o Matt. E o Matt não disse nada. - É melhor eu ir...

- Também acho! - Matt disse seco cruzando os braços, quem ele pensa que é?

- Não - Protestei me levantando e indo até o James que havia se afastado um pouco mais ainda estava na sala. - Você não tem que ir... Ainda ta cedo.

- Ele tem sim. - Droga eu queria consertar as coisas, mas a atitude e pose dele está me irritando.

- Matthew não é você quem decidi isso. - Disse olhando nos seus olhos, e tenho certeza que ele notou a minha raiva. - James...

- Olha é melhor eu ir... - Ele segurou meu rosto e beijou minha testa. - Te mando mensagem quando chegar em casa.

O acompanhei até a porta e voltei para encarar o Matthew que continuava no mesmo lugar.

- Você não podia ter agido daquela forma! - Falei num tom alto demonstrando toda a minha raiva.

Ele deu um sorriso de canto me olhando que fez todo meu corpo arrepiar.

- Você devia colocar uma roupa. - Quase congelei, me esqueci completamente que estava semi nua, sorte que eu ainda segurava o Cropped tampando os seios.

Me sentei no sofá de costas para ele que irritantemente continuava no mesmo lugar com a mesma pose. Depois de me vestir fiquei de frete para ele sem me aproximar.

Ficamos nos olhando um tempo talvez esperando o outro falar. E uma onda de sentimentos voltou a me inundar. 


Notas Finais


Então... O que estão achando?
Espero que gostem
Até o próximo 😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...