1. Spirit Fanfics >
  2. Just a little game. >
  3. Game Xp

História Just a little game. - Capítulo 11


Escrita por:


Notas do Autor


um capitulozinho pra vocês aproveitarem mais um pouco de babictor, porque as tretas vão começar em breve

Capítulo 11 - Game Xp


Acordei super atrasada pra variar, então me esqueci de começar a gravar desde a hora que acordei, já que a Ana me acordou desesperada dizendo que estávamos atrasados e que a van já estava esperando lá embaixo.

Nos arrumamos rápido, passei a chapinha no cabelo só pra tirar o volume do meu cabelo que estava completamente amassado, e assim que estava pronta, sai do quarto dando de cara com o Victor que logo me abriu um sorriso de orelha a orelha.

– Bom dia! – ele disse risonho.

Ele me abraçou pela cintura e eu ri sem graça quando vi os meninos saírem dos quartos para o corredor podendo nos ver ali abraçados.

– Se controla... – sussurrei  e o soltei.

– Acordei de bom humor hoje. – ele disse disfarçando.

– Bom dia, amiga! – Bradoock disse enquanto passava por mim e digitava algo no celular.

Comecei a gravar meu vlog de continuação sobre a viagem, então logo saímos do hotel pra finalmente a Game XP.

Eu nunca tinha ido antes, então quando vi o tamanho do evento, me surpreendi. Já fiquei louca quando comecei a observar os brinquedos do parque e o Victor como sempre medroso, não queria ir em nenhum. Mob tinha esquecido a carteira dele no hotel, então teve que voltar. Precisamos entrar sem ele, o Ph já estava nos esperando na entrada, então demos de cara com o Piuzinho.

Nos divertimos horrores, enquanto andávamos pra conhecer o evento, vários fãs nos paravam pra tirarmos fotos e nos reconhecendo pedindo abraço e conversando com a gente.

Eu nunca pensei que um dia fosse viver o que estou vivendo atualmente, milhares de seguidores, likes, visualizações, fãs, fã clubes. Meu Deus! Eu estou em um evento enorme, gravando um vlog porque milhares de pessoas acompanham meu canal no youtube e querem saber sobre minha rotina e saber como estou crescendo a cada dia mais. Isso é tão incrível que eu não consegui conter os sorrisos e a felicidade enquanto passeávamos pelo saguão.

O Mob, por ter voltado pro hotel. Teve que entrar pela entrada privada, então tivemos que ir buscar ele do lado oposto de onde entramos. Assim que chegamos lá, ele estava chegando com um carrinho particular do evento todo metido.

O meet and greet seria em pouco menos de uma hora, então paramos pra almoçar, e a comida pra variar, estava maravilhosa. Os meninos estavam assim como eu, completamente encantados com tudo, nunca vivemos isso, então é tudo muito novo pra nós e eu sou sortuda de estar passando por essa fase a lado deles, meus irmãos de coração que a Loud me deu.

– Ah não Coringa, tu precisa ir com a gente! – Vini disse rindo enquanto o Victor fingia passar mal pra não ir na montanha russa com a gente.

– Não dá cara, ta muito calor... o ar condicionado de lá de dentro me fez mal... Se quiser eu gravo vocês daqui de baixo!

– Mentira, é um medroso! – Ph disse rindo e entregou o ingresso pro cara que estava cuidando da fila da montanha russa.

– Grava daqui pra mim, já que vai ficar aqui embaixo. Vou gravar de lá. – entreguei meu celular pra ele.

Entreguei meu ingresso pro moço e logo atrás veio o Vini e o Bradoock, Mob também resolveu ir de ultima hora e então ficaram o Victor e o Jesus nos gravando ali de baixo pro vlog da Loud.

Victor me mandou um beijo e eu notei o Ph olhando praquela direção. Fiquei nervosa com aquilo, a última coisa que eu precisava agora era do Ph notando o clima que estava rolando entre eu e o Victor. Ele não consegue se controlar, vai acabar fazendo todos descobrirem de nós e eu não vou ter alternativa a não ser dar uns berros com ele.

Os pensamentos fugiram da minha cabeça quando o carrinho começou a andar, um frio na barriga me fez estremecer e o Bradoock começou a gritar junto comigo quando a montanha russa desceu de uma só vez.

Meu Deus! Que experiência!

Não pudemos aproveitar muito tudo que queríamos, o meet and greet já ia começar, então entramos pro saguão outra vez, tiramos por volta de umas cem fotos com centenas de crianças, adolescentes, adultos..... Tinha de tudo, e o que mais me deixou impressionada é que todos me conheciam, conheciam todos nós, a ficha parece que nunca cai até presenciarmos esse tipo de coisa.

É tão bom sentir o carinho dos fãs, o abraço apertado, a emoção deles por simplesmente nos ver e ter aquele momento ali com a gente. Isso é incrível.

Assim que o meet acabou, teríamos uma partida personalizada com quem conseguisse entrar na sala e mais dois fãs, escolhemos um menino e uma menina pra subir no palco com a gente.

A partida foi difícil, mas divertida, demos muita risada, Victor morreu logo de começo e deu mil e uma desculpas, como ele sempre faz quando morre e quer dar motivos pra isso.

Quando notamos já estava escurecendo, então finalmente chegou a hora de voltarmos pro hotel, os meninos pediram mais um tempo pra poderem andar e terminar de ver alguns espaços que não conseguimos ver por conta da correria e eu fui procurar um lugar mais calmo pra poder finalizar meu vlog.

Levei um susto quando vi o Victor aparecer de surpresa e desliguei a câmera.

– Terminou o vlog?

– Aham, acabei de gravar o fechamento.

– Ótimo, porque quero um tempinho com você.

Ele se aproximou e me abraçou, dando alguns passos até me encostar na parede ali.

– Ei... Aqui não!

– Shhh! Aqui sim, não tem ninguém, os meninos foram pra lá e o Jesus ta com o Ph tirando fotos junto com a Ana. – ele disse deslizando os lábios por minha bochecha até chegar em minha boca.

– Victor... – sussurrei tentando o empurrar.

– Shhh... Me dá um beijo, vem.

Não consegui evitar, ele me envolve de uma forma impressionante e quando vejo já estou entregue. Victor enroscou os dedos por minha nuca, subindo por meu cabelo e tomando o controle de mim por inteira, me entreguei ao beijo, confesso que já estava com saudade também, então me entreguei.

Um beijo gostoso e intenso, Victor estava com um gosto de menta tão gostoso que nem notei quando arrastei as unhas pela nuca, o apertando em mim e fazendo ele arfar com isso.

– Nossa... Você me deixa louco, Babi! – ele interrompeu o beijo ofegante e mordiscou meu lábio inferior. – O que ta fazendo comigo ein?

Eu ri sem graça, ele tinha o dom de me deixar sem jeito e sem resposta.

– Com vergonha fica ainda mais linda. – ele disse sorrindo e selando nossos lábios.

Ouvimos algumas risadas se aproximando e empurrei ele automaticamente quando ouvi enquanto algumas pessoas passavam por nós, estávamos praticamente no meio do estacionamento onde ficavam os carros privados, incluindo onde estava a van que viemos.

– Meu Deus, que susto!

– Calma... Melhor a gente ir né? Antes que alguém pegue a gente e você acabe me culpando por isso. – ele riu.

– Ainda bem que sabe que se formos pegos, a culpa vai ser sua... Porque eu sou cautelosa, já você...

– Qual foi, eu sou cauteloso!

– Aham, tão cauteloso que saiu do meu quarto enrolado na toalha, com o perigo de alguém te pegar no meio do corredor.

– Imagina? – ele disse risonho enquanto caminhávamos de encontro a onde os meninos estavam. – Eu ia falar que o chuveiro do meu quarto não tava esquentando, ué.

– Aham, daí com o banheiro de todos os meninos disponíveis, você resolve ir justo no meu...

– Claro, é o mais perto.

Revirei os olhos, achando graça das palhaçadas dele. Ele jura que se convence das coisas que inventa nessa cabeça dele.

Quando chegamos na outra saída, já estavam todos reunidos ali e a van parada logo a frente. Ph estava abraçando os meninos, se despedindo, ele ainda iria ficar pro evento de amanhã enquanto nós vamos voltar pra casa logo cedo.

O dia foi tão cansativo que entramos na van e quase não conseguimos conversar de tão cansados. Resolvemos pedir algo pra comer no hotel, então fomos direto.

Assim que chegamos, fui direto tomar um banho. A Ana ficou trabalhando com o notebook, ela precisava organizar alguns roteiros e idéias que o Ph tinha passado pra ela, e enquanto eu penteava meu cabelo ela comentava sobre, mas não consegui prestar muita atenção, estava cansada demais e acabei nem comendo, apenas apaguei.

 

CORINGA'S P.O.V

 

O dia hoje foi mais que incrível... Tanta coisa acontecendo nas nossas vidas que parece até surreal. Quando chegamos no hotel tiramos mais algumas fotos com algumas fãs que estavam nos esperando ali na porta, e eu ainda não me acostumei com isso... Subimos pro quarto e vi a Babi entrar com a Ana no dela, o meu ficava logo mais pra frente, no mesmo andar, então assim que cheguei já pedi algo pra comer, pedi pra levarem pro quarto. Tô cansado demais pra pensar em sair, por mais que eu queira dar um role por ai e levar a Babi em uma fugidinha, tô com saudade da minha pequena... Mas ela não toparia, me mandou mensagem que ia dormir porque estava cansada, então fui tomar um banho.

Jesus ficou editando as fotos que tirou durante o evento, e eu não estava com muito sono pra capotar como todos mandaram no grupo que iam fazer, tudo morto, nem pra aproveitar um rolezin no RJ.

– Nossa, Ph tava falando sobre o quarto do Gs desocupado... – Jesus começou a falar. – Parece que ele vai colocar a novata lá, mas a Ana disse que ele tinha perguntado se ele podia colocar ela junto com a Ana.

– Estranho ele querer colocar a novata com a Ana. A Ana tem o quarto dela, pra que dividir? Mas também entendo, o quarto é do Gs, e acho que ele logo volta.

– Sim, ele não foi pra morar lá, foi só pra apresentar um pouco da mansão de lá... Acho que vai ficar com a Ana mesmo né?

– E será que demora até ele levar a garota pra mansão?

– Olha, não sei viu Coringa... Ele comentou hoje que o contrato dela tava sendo feito junto com o contrato dos pro players que vão entrar semana que vem.

– Ah, ela vai entrar junto com os caras.

– Sim, parece que vão ser alguns dias de diferença só pra não trazer tudo de uma vez, sabe?

– Tô ligado.

Enquanto assistiamos um filme que estava passando na tv, o Jesus me mostrava as fotos do evento, ficaram top pra caramba. Ph tem muita visibilidade e tá trazendo pra Loud tudo o que ele conquistou. Merecimento demais o cara tem por ter conseguido montar algo que tá crescendo tão rápido em tão pouco tempo.

Nossa comida chegou, pedimos um BK pelo ifood.

– Sei que não dá pra ficar falando assim, mas você sabe quais são os contratados novos né?

– Sei cara. Mas sei lá, acho que não tem problema. Vão vir essa semana. Vai ser o Will, o Shariin e a Voltan.

– Nossa, Shariin amassa demais. O cara é brabo, Loud só tem material pra crescer. Esse vai ser nosso ano. Tô ansioso pra isso!

Assim que acabamos de comer, Jesus foi tomar um banho e eu resolvi tentar dormir. Deixei a tv ligada e acabei nem vendo quando cai no sono.


Notas Finais


É ISTO KERIDOS
PRA QUEM QUERIA A DONA VOLTAN
DENTRO DE NO MÁXIMO 3 CAPITULOS ELA CHEGA
SE PREPAREMMMMM


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...