História ;just a monster - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias IKON
Personagens B.I, Bobby, Chanwoo, Donghyuk, Jinhwan, Junhoe, Personagens Originais, Yunhyeong
Tags Chanbin, Chanhwan, Ikon
Visualizações 12
Palavras 751
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 2 - ;just shut up


No dia seguinte, Chanwoo, acordou com uma pequena ressaca, mas nada com o que podesse lidar... Olhou para o lado e se deparou com o corpo nú do namorado ao seu lado, um meio sorriso se formou em seus lábios, mas logo o mesmo voltou a sua expressão neutra ao lembrar o que realmente aconteceu... Para que ambos chegassem a aquele estado.


[...]


Jinhwan ainda estava em estado de choque com as palavras do Jung, ele nunca fora tão frio com ele, pelo contrário, Chanwoo era o melhor namorado do mundo e sempre o tratava com um delicadeza que o deixava cada dia mais encantado.


— Chan. Amor. — Chamou o Kim com uma voz suave, entretanto Chanwoo estava bêbado e com o coração partido para prestar atenção nas palavras do amado. — Olha para mim, meu bem.


— O que você quer? Vai me falar o quão o Junhoe é maravilhoso? Me poupe desse papelão, Jinhwan. —


Então, era isso? Chanwoo estava com ciúmes de sua amizade com June? Isso era ridículo – ao ver si Kim – e o cúmulo... Então o menor podia ter amigos e ele não? Jajajaja... O maknae era muito engraçado.


— Não fale assim. O que Junhoe te fez? Ele é um ót- —


— Um ótimo amigo, uma pessoa incrível e alguém muito gentil. — O Jung interrompeu o namorado bruscamente, quase cuspindo suas palavras na cara do outro. — Não precisa falar nada disso, amorzinho, eu sei o seu discurso completo e sinceramente... Ele está me cansando.


O Kim se sentiu um pouco envergonhado pela situação, e abaixou a cabeça em sinal de rendimento, e para Chanwoo, o Kim, havia mais uma vez desistido deles dois.


— Olha, hyung, eu posso estar totalmente bêbado e fora dos meus sentidos, mas... — O mais alto suspirou cansado. — Eu não quero continuar com esse relacionamento.


— Chan- —


— Nada de Chanwoo, Jinhwan, chega! Eu já estou cansado disso! — Os olhos do mais novo marejaram e o baixinho sentiu o seu coração se apertar. — Eu sei que o June está mal e tudo mais, mas, porra, você não parou para pensar em mim? Tão insignificante eu sou na sua vida, para você me esquecer na presença dele? Porque você come Junhoe, respira Junhoe e vive Junhoe e isso está me mantando, está me consumindo e eu não quero passar a ficar de bar em bar tentando afogar as mágoas e pensar no quão incrível seria se você estivesse ao meu lado.


O mais velho seguiu com sua cabeça baixa e Chanwoo tomou isso como um sinal para proseguir a falar tudo o que sentia... Tinha que aproveitar o efeito do álcool em suas veias.


— Uma noite, você esqueceu do Junhoe pela primeira vez em meses e sabe o que aconteceu? — Jinhwan apenas negou. — Eu não estou surpreso com a sua resposta, se é que isso pode se chamar de resposta... Mas bom, voltando... Naquela noite fizemos o amor, Jinhwan, foi tão bonito, eu pude demonstrar que eu estaria ao seu lado te amando e te cuidando o tempo todo, mas você sendo o cuzão que é... Acabou gemendo o nome do Junhoe e naquele momento todas as fantasias e sonhos que eu tinha com você, simplesmente desvaneceram, naquele momento eu soube que não podia competir com o grande Koo Jun Hoe, e sabe de uma coisa, amor... Eu não me chamo Junhoe, eu tenho um nome a qual eu me orgulho de carregar, se não gosta... Apenas me esqueça de vez.


— Chanwoo... Eu, t- —


— Apenas cale a boca. —


Os soluços de Jinhwan machucavam o coração de Chanwoo, mas ele apenas seguiu em frente, subiu as escadas ignorando os seus outros hyungs que escutaram toda a conversa e adentrou em seu quarto, se jogando na cama, logo o Jung escutou passos apressados subirem pela escada e um Jinhwan abatido entrou em seu quarto, trancando a porta e se jogando em cima de si.


— Não! Eu não aceito! Me dá uma única chance, eu prometo nunca mais te deixar... Por favor, Chanwoo! —


— Jinhw- —


— NÃO! Eu. Amo. Apenas. Você. — 


E com isso o Kim virou o rosto do mais novo e chocou os seus lábios bruscamente, começando assim uma sessão violenta de troca de afagos e "carinhos"... Naquela noite eles não fizeram o amor, eles descarregaram as suas frustrações e se deram uma nova oportunidade, a qual o mais velho aproveitaria, mas Chanwoo não estava muito seguro de sua decisão.


[...]


— Espero que eu não me arrependa. Não me faça me arrepender, Jinhwan.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...