1. Spirit Fanfics >
  2. Just a Secretary (Imagine Sana) >
  3. Twenty Minutes

História Just a Secretary (Imagine Sana) - Capítulo 8


Escrita por: Isahh7

Notas do Autor


Mais um capítulo pro cês


Boa leitura e desculpe qualquer erro ortográfico

Capítulo 8 - Twenty Minutes


Fanfic / Fanfiction Just a Secretary (Imagine Sana) - Capítulo 8 - Twenty Minutes

(Pov Sana)


Já se passaram os 20 minutos estamos deitadas na cama, eu estou do lado da parede e agora eu entendo o que a Park queria dizer sobre o efeito forte da viagra, pontadas fortes se iniciaram no meu íntimo depois dos 20 minutos e o meu corpo se esquentou, minhas pernas ficaram trêmulas e minha mente começou a se encher de cenários sexuais com a mais velha ao meu lado, a garota estava deitada massageando as próprias têmporas, arfei desejando poder subir encima da mesma e beijar ela loucamente, não pera, Minatozaki Sana se controle, ela e apenas sua chefe, você não pode... De repente a garota ao meu lado colocou seu braço acima de sua cabeça e por conta de estar usando um cropped tal movimento fez com que seu abdômen lindo ficasse totalmente exposto, fechei fortemente meus olhos e balancei a cabeça tentando afastar os pensamentos mas era quase impossível


- Sana eu acho que já passou mais que 20 minutos sentiu algo? - a voz de S/n saiu mais sexy do que o normal ou eu estou ficando louca?


- e-eu não senti nada - não consegui disfarçar a voz ofegante


- certeza? - perguntou e eu tentava a todo custo me controlar


- não eu... Humm, eu tô bem - soltei algo parecido com um gemido e a Park me olhou desconfiada


- olha se você quiser... Sabe, se masturbar, eu não vou te julgar e uma necessidade natural e tudo mais - tentou falar como se fosse a coisa mais normal do mundo e colocou uma de suas mãos atrás da sua própria cabeça como um travesseiro


- eu acho que fazer isso na sua frente não e um boa ideia - a mais velha revirou os olhos sorrindo


- eu já disse que não vou fazer nada com você não se preocupa - colocou sua mão livre na minha coxa e eu inconscientemente levei minha mão sobre a sua, fazendo ela apertar ainda mais minha coxa, S/n me olhou desconfiada


- e se eu quiser que você faça? - soltei e logo percebi o que tinha falado - q-quer dizer, talvez eu vá no banheiro depois mas não tá me incomodando muito - a Park se apoiou no cotovelos e de repente sorriu


- eu realmente faria algo se você não tivesse usado viagra e fosse por vontade própria - sorriu maliciosamente


- eu já disse que não quero... n-nada... S-s/n - gemi sem pensar duas vezes o seu nome assim que ela se aproximou e deixou um selinho quente no meu pescoço


- você tá tão sensível, não é o que parece - falou provocativa e sorriu ainda mais se afastando de mim



- ok ok eu estou excitada, feliz? - revirei os olhos mas logo uma pontada forte foi dada em meu íntimo e suspirei alto - droga... - xinguei e a garota ao meu lado me olhou confusa - S-s/n você... Pode me t-tocar? - corei fortemente e a Park arregalou os olhos


- como assim? - se sentou mas eu permaneci deitada


- só toca o meu corpo - fechei os olhos com força


- mas... eu não vou fazer nada além disso - suspirou e logo eu senti sua mão passar delicadamente pelo meu corpo, acariciando minhas coxas e apertando de leve minha cintura, massageou levemente minha barriga ainda coberta pelo pano do vestido, apenas aqueles toques eram suficientes pra me enlouquecer, com o efeito da viagra qualquer coisa me deixava louca, ela chegou na área dos meus seios e então parou - eu... - falou baixo


- só continua - falei firme e ela obedeceu e apertou de leve um dos meus seios, isso foi o suficiente pra que eu soltasse um gemido mais alto que o normal - tá chega, não dá mais - falei me rendendo a excitação e me sentei na cama deitando completamente a Park, sentado em seu colo em seguida, antes que ela pudesse reagir eu a beijo e sinto ela segurar e apertar forte minha cintura se entregando ao beijo, me sento novamente na sua cintura e tento tirar o vestido vermelho que usava mas fui empedida pelas mãos de S/n


- não olha, eu não posso... Eu sei que não e a sua vontade real e eu... - interrompi a mais velha


- eu quero isso S/n, me ajuda logo e cala essa boca - finalmente consegui tirar minha roupa e fiquei apenas de roupas íntimas, a Park encarou todo meu corpo como se fosse babar a qualquer momento e eu sorri com isso, peguei delicadamente sua mão e passei ela por todas as minha curvas ouvindo um suspiro sofrego da garota abaixo de mim, direcionei sua mão até minha intimidade a fazendo sentir o quão molhada eu estava, passei a rebolar encima da intimidade da mais velha arrancando um grunido da mesma


- isso e tortura Sana - ignorei sua fala continuando com os movimentos - tá, foda-se - me virou na velocidade da luz ficando por cima e segurando forte minhas mãos de cada lado da minha cabeça, começou a me beijar de uma forma intensa e levou lentamente o seu joelho até minha intimidade pressionando ali fazendo eu gemer no meio de beijo














Notas Finais


Desculpa acabar na melhor parte de novo, não me matem eu tenho família

Eu acho que já dá pra imaginar oq vai ter no próximo capítulo KKKK

Tem um personagem novo chegando também, eu duvido vocês descobrirem quem é


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...