História Just a Song - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Shawn Mendes
Personagens Personagens Originais, Shawn Mendes
Visualizações 36
Palavras 1.652
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Aproveitem tanto quanto eu.

Capítulo 5 - A maldição do vestido preto


Fanfic / Fanfiction Just a Song - Capítulo 5 - A maldição do vestido preto

- Não... - Ele fica surpreso - Não sei, posso pensar?

- Claro, mas o jogo está chegando e preciso de uma resposta e por favor não conte para ninguém.

Ele vai embora me deixando sozinha no teatro. Eu não posso aceitar, mas também não posso recusar e se o Shawn perder a oportunidade da vida dele por minha culpa? Nunca iria conseguir me perdoar, no entanto fingir ser a namorada dele?! Isso já é pedir demais...

- Algum problema senhorita? - Pergunta o professor Lewis.

- Não é nada importante, tenho que ir para casa.

- Se não é nada importante por que está tão nervosa? Uma das boas qualidades de um ator é ler os gestos e principalmente os olhares.

- Eu tenho que tomar uma decisão e não sei como fazer isso.

- Vou tentar te ajudar então, não tenho mais nada de interessante para fazer mesmo - Rio com esse comentário.

- Não precisa me contar nada... Essa decisão é por você ou para alguém?

- Um pouco dos dois.

- Entendo, e vai machucar alguém?

- Talvez.

- Você realmente está em dúvida? Ou apenas quer negar para si mesmo o que sente?

- Talvez... Eu esteja com medo de tentar, porque daí...

- Não precisaria enfrentar as consequências - Ele me interrompe.

- Exatamente, é tão mais fácil assim.

- Por que não se arrisca agora? Pelo menos não irá se arrepender por não ter feito. E se der tudo errado... Netflix e chocolate estão aí para isso - Rio novamente.

- Muito obrigada professor.

Vou para casa pensando nisso, quando chego subo direto para o meu quarto, às vezes a solidão é a minha melhor resposta e pela primeira vez depois da morte dele sinto vontade de tocar piano como antigamente.

Flashback on 

Dó, mi e depois um fá ou era um lá? Eu definitivamente não sei tocar isso, bufo cansada daquelas aulas chatas, por que tínhamos um piano em casa? Meu avô nunca vinha mesmo:

- Minha doce Jenkins, você não deveria desistir tão rápido das coisas, você é forte e conseguirá tudo o que quiser e quando conseguir estarei aqui por você.

Por que ele mentiu para mim?

Flashback off 

Acordei na minha escrivaninha, devo ter pego no sono enquanto pensava no Shawn, no meu avô e na porcaria da minha vida:

Mensagem de texto:

Eh oficial, eu ñ tenho roupa pra festa! Help me Violet 

- Brooke ;)

Quando pensei que o dia não tinha como piorar ainda tinha essa festa maldita... Me arrumo e vou direto para a escola tentando fugir do Shawn de qualquer maneira até que esbarro em alguém  ( Por favor Deus, que não seja o Shawn e não era, era a cópia de olhos azuis dele, vulgo Nash Grier):

- Violet! Nunca fiquei tão feliz em esbarrar em alguém - Sorri.

- Aí Nash, aposto que você fala isso para todas.

- Mas nem todas são como você Violet, você é única - Espera, eu estava ficando louca ou o 2° cara mais popular e gato da escola estava dando em cima de mim?

- Você vai para a festa? - Desvio o assunto rapidamente.

- Mas é claro gata, sou o organizador dela - Ele gargalha.

- Ahh... A Brooks não contou esse detalhe, nos vemos lá então. - Digo rapidamente me afastando e indo até a Brooke.

- Não acredito. Nash Grier e Violet Jenkins conversando? Se der tudo certo podemos fazer um encontro de casais. - Diz minha amiga maluca rindo.

- Que encontro de casais? - Aparece o Shawn do nada abraçando a Brooke ( esse garoto é que nem assombração)

- A Violet arrumou um namoradinho.

- Cala a boca Brooke Davis - Digo irritada.

- E quem é? - Pergunta Shawn curioso.

- Seu melhor amigo é óbvio! Você é tonto ou o que? Ele olha para ela como se fosse um pedaço de bife a venda.

É oficial, estou vendendo minha melhor amiga! Alguém quer? Qualquer coisa estou doando também:

- Nash?! - Ele gargalha alto - Impossível.

- O que? Ele é areia demais para o caminhãozinho dela? - Pergunta a Brooke irônica.

-  Não importa - Digo rapidamente tentando desviar o assunto - Precisamos ir para a aula, não quero mais uma semana de detenção.

- Nem me diga, aquele professor é maluco - Brooke comenta rindo - Vamos ao shopping hoje não é Violet?

- Programa de meninas? - Pergunta Shawn curioso.

- Mais ou menos isso gato, tenho que comprar uma roupa  para a festa.

- Por que comprar uma roupa nova se no final da noite você ficará sem ela?! - Diz ele maliciosamente.

É oficial eles vão se agarrar aqui mesmo, saio de fininho daquela cena constrangedora a procura da Sam e a mesma já estava na sala. Era bom voltar aquela rotina, aulas e depois aulas, por mais que eu não queira confessar vou sentir falta de tudo isso, mas bom o último ano é ano que vem ainda, nada de nostalgias.

Depois das aulas fomos até a última aula de teatro da nossa detenção:

- Até que enfim essas aulas acabaram, não aguentava mais o professor pirado - Comenta Brooke.

- Você está exagerando, as aulas dele até que não são ruins.

- Só pode tá brincando - Brooke revira os olhos quando vê a Natalie entrando no teatro também.

- Olá garotas, não estou de detenção como vocês é óbvio, mas decidi prestigiar o nosso amado professor Lewis.

- Muito obrigado Senhorita Rosey e onde está o Shawn?

- Perdão, me atrasei muito? - Chega ele arrumando os cabelos.

- Na hora perfeita Sr Mendes, vamos fazer algo diferente hoje, separei alguns papéis sobre uma característica, ou seja, uma determinada personalidade, e vocês receberam cartazes com os nomes dos colegas de vocês e o seu é claro. Por exemplo eu pergunto: Quem é o mais inteligente? Daí sem falar nada com os outros irão levantar as placas com 1 pessoa que vocês acham que é inteligente ou até mesmo vocês, alguma dúvida?

- Pensei que iríamos atuar - Resmunga Natalie.

- E vão, não tem só coisas boas nos papéis Senhorita Rosey, e é bem difícil encontrar alguém que admite os seus defeitos, só aponta para o dos outros. Podemos começar?

Irei poupar vocês de todos os detalhes, a brincadeira até que era legal, mas a Natalie só fazia conversar com o Shawn e dizer que aquilo era brincadeira de criança, claramente desconfortável, o professor Lewis teve que liberar a gente mais cedo, que garota sem noção.

Logo após a aula de teatro a Brooke me arrasta até o Shopping, tem algo mais chato do que ficar horas a fio olhando loja por loja?! Tem sim, ela comentando toda hora: Nossa ele beija muito bem, nos treinos ele fica sem camisa, você viu o tanquinho dele?! 

- Brooke, vocês se aproximaram a 2 dias... Não acha que está exagerando?

- Aí miga, um gato como ele a gente não pode deixar escapar.

- É que... No primeiro dia de aula eu vi o Shawn e a Natalie se agarrando no quartinho da limpeza...

- O QUE?! COM AQUELA VACA RUIVA? - Diz ela irritada mas logo depois se acalma - É mas isso foi antes, além do mais não posso obrigar o Shawn a nada, nem estamos namorando, porém depois dessa festa ele vai ser meu.

- Só não quero que você sofra...

- AÍ MEU DEUS, olha esse vestido que arraso - Ela me mostra um vestido preto  ( imagem logo acima ) - Ele é perfeito para você.

- Olá sou Violet Jenkins prazer, mas acho que não nos conhecemos! Brooke, esse vestido combina muito mais com você.

- Não concordo, você é mais peituda e tem mais curvas, ficaria perfeito e aposto que o Nash iria enlouquecer.

- Outra vez o Nash?! - Bufo.

- Além do mais não tem ele vermelho, preciso estar provocante.

- Não vou levar.

- Então não terei escolha Violet, se você não levar o vestido será amaldiçoada pelo resto a vida, não terá nenhum namorado e será conhecida como a velha dos gatos MUAHAHA - Ameaça a Brooke com uma voz de bruxa forçada.

Depois de muita insistência levei o vestido, no entanto não provei, não tenho a intenção de usá-lo. Assim que chego em casa minha mãe começou um interrogatório sobre o Shawn e se eu tinha saído com ele, sorte que meu pai chegou na hora e deu tempo de fugir, quando pensei que todos os meus problemas tinham acabado escuto meu celular tocar... Era ele:

- Oi Shawn - Digo envergonhada, tenho a leve impressão que ele sabe quando a gente fala dele ou até mesmo pensa.

- Olá Jenkins, como foram as compras hoje? - É sério que ele vai falar sobre roupas?!

- Horríveis obviamente, a Brooke faz questão de passar loja por loja e me fez comprar um vestido preto.

- Rá! Estou curioso agora... - Escuto um suspiro no outro lado da linha - Jenkins você decidiu?

- Shawn podemos falar sobre isso depois?! Estou cansada.

- Eu também estou cansado Jenkins, na verdade exausto. Meu pai não para de falar sobre isso. - Não sei porque mas tenho a leve impressão que ele acabou de passar a mão pelos cabelos.

- Mas o que vocês pedem não pode ser respondido rapidamente. E a Brooke? Como ela fica?!

- Se não tem namoro Jenkins, não tem traição -  E o Shawn babaca volta novamente.

- Não é só o namoro falso, vamos estar mentindo para ela.

- Isso se chama ocultar informações.

- Okay Shawn tudo bem... Depois nos falamos - Digo exausta.

- Nenhum beijinho de boa noite Docinho?

- Você é um idiota.

- Um idiota que te fez rir.

- Beijos Docinho.

Desligo o telefone ainda sorrindo... Isso não é nada bom.

 


Notas Finais


Espero que tenham gostado do capítulo!
Minhas redes sociais são:
Instagram: www.instagram.com/frfernandaramos
Facebook: www.facebook.com/profile.php?id=100005018791494

Nos vemos no próximo capítulo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...