História Just Be - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Got7
Tags 2jae, Colegial, Esporte, Natação, Romance
Visualizações 41
Palavras 2.673
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Esporte, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Fluffy, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


HELLOO BABYS MAIS UMA OBRA PRA ESTANTE

Ao invés de atualizar as já postadas eu venho e posto mais, cabeçuda eu. MAS GENTE DEPOIS QUE EU VI ESSA FANART AQUI EMBAIXO EU FIQUEI DOIDA, eu olhei assim e falei: Nossa que eu quero fazer uma fanfic de Youngjae professor e Jaebum "aprendiz", ai pesquisa vai, pesquisa vem e eu formei essa belezinha que vocês estão lendo agora.~Detalhe, eu nem conferi se essa fanart é Twojae ou não, só digo que a inspiração veio dela, aliás, créditos e parabéns a autora por esse desenho AAA


Boa leitura e espero que gostem, perdão qualquer erro de escrita.***

Capítulo 1 - Tutor.


Fanfic / Fanfiction Just Be - Capítulo 1 - Tutor.

O verão daquele ano estava sendo um dos mais rigorosos que as pessoas de Seul já tinham sentido nesses últimos cinco anos.

Os únicos que estavam menos irritados com aquele calor matador, eram os alunos do colégio Hinami. O acesso a piscina de mais de dez metros com visão solar vindo bem a calhar para o bando de veteranos do segundo e terceiro ano que aproveitavam das vantagens que o colégio bem pago lhes davam.

 

- Dá uma olhada naquelas garotas do segundo ano, Hyung. Olhe só aqueles biquínis... Woa.- Jackson dizia enquanto olhava, nada discreto, para as garotas que estavam dentro da piscina próximas as espreguiçadeiras onde os amigos estavam.

- Você deveria parar de andar tanto com Yugyeom.- Jaebum murmurava, logo soltando um suspiro enquanto colocava seus óculos de sol, colocando os braços atrás da nuca enquanto deitava de uma forma relaxada, pronto para pegar um belo bronze.- Está começando a virar um pervertido como ele.

- Ah, vai me dizer que você não gosta de olhar para aqueles tributos bem a sua frente.- Wang dizia indignado.

- Gostar eu gosto, mas não sou um desesperado como vocês.- Jaebum falou e abaixou um pouco seu óculos com o dedo, olhando de forma debochada o amigo chinês.- Eu me ponho limites e tenho senso.

- Está me chamando de burro?

- Não, só de idiota mesmo.- Im voltou a se ajeitar na cadeira, fechando os olhos.

 

Jackson estalou a língua, fazendo como seu amigo e deitando em sua espreguiçadeira, mas sem um óculos.

- Você está a algum tempo sem ficar com ninguém...- Jackson disse como quem não quer nada, voltando a ter a atenção do outro.- Qual é, resolveu se castrar foi?

- Só não encontrei ninguém que chamasse minha atenção, só isso.

- E aquela garota da sala B? A ruiva, ela estava te olhando de um jeito...

- Qual a parte do "quero ficar com alguém que eu goste" você não entendeu?- O mais velho não poupou de seu tom rude.

- Ranzinza como você tá ficando, ninguém vai te querer.- Jackson cruzou os braços, olhando para a beira da piscina e algo prendeu sua atenção o fazendo se sentar na cadeira.- Ei, aquele ali não é o filho do professor de educação física? Choi alguma coisa?

Jaebum seguiu o olhar de Jackson, vendo um garoto passar próximo a piscina, indo na direção dos armários de objetos esportivos. Mas o que mais chamava a atenção, era o fato de que o garoto estava usando uma calça jeans e tênis. Em pleno aquele sol! Jaebum sentiu calor por aquele cara.

- Ele tem algum problema de cabeça? Calças e AllStar nesse sol...- O chinês fez uma careta, vendo o garoto, que ao menos usava uma regata, passando novamente mas agora carregando de forma ágil algumas bolas de vôlei. Provavelmente para levar para alguns alunos do primeiro ano que estavam na parte de dentro da quadra da escola, onde também tinha uma piscina. Só que menor e coberta pelo telhado.- Garoto estranho.

- Deixa ele.- Jarbum voltou a fechar os olhos. Ele só queria um bom bronze enquanto ainda podia ter aquele sol quente nos céus, aparência em primeiro lugar.

 

 

★".',-*π÷×√•~

 

 

Aprovação negada.

- Negada? Como negado de novo?- Jaebum perguntava indignado enquanto olhava para o homem de porte físico forte e de bigode meio grisado a sua frente.- Tá de brincadeira?

- Não, garoto. Acha que eu tenho cara de quem brinca?- O homem voltou a catar as bolas de voleibol que tinham sido largadas na piscina mais cedo naquele mesmo dia. Im ainda continuava parado onde estava, olhando agora irritadiço para o homem que estava dentro da piscina média pegando e jogando para fora uma por uma das bolas coloridas.- Sou professor, não palhaço.

- Mas eu fui o melhor! Como que eu não entrei para o time?!- Jaebum estava começando a descontrolar seu tom de voz e seu professor só fez por suspirar cansado. Ninguém suportava por muito tempo o lado mimado e insolente de Im Jaebum e o Choi era um dos únicos que não tinha medo de o enfrentar.- Eu vou falar com meu pai.- Aquilo foi dito em tom de ameaça.

- Faça o que quiser.- O mais velho continuou tirando as bolas da piscina. Ignorando o aluno com ar rebelde.

- Você sabe que se eu quiser posso fazer você ser demitido, certo?- Outra ameaça.

 

Mas dessa vez o homem não se deu ao trabalho de o responder. Fazendo o Im bufar murmurando um "velho idiota" e amassar a folha que estava em sua mão, da qual negava sua aprovação para o time de natação, e jogar dentro na água piscina enquanto caminhava com uma áurea explosiva para fora da área das piscinas.

Quando o mais novo saiu, Choi KyunHo só fez por soltar outro suspiro de negação. E um murmurar:- Se esse rapaz continuar assim, vai acabar tendo azar na vida.

 

 

Jaebum caminhava a paços rápidos em direção a sala do diretor, as pessoas que estavam pelo corredor evitando esbarrar com ele enquanto ficavam próximas aos seus armários ou conversando em grupos. Todos ficando um pouco mais silenciosos quando o filho do diretor passava por perto, o medo que tinham dele fazendo terem pouca coragem para abrir a boca.

Mas claro, não eram todos que tinham esse medo.

- Ei, ei. Pra onde vai com tanta pressa, príncipe do Hinami?- Mark Tuan, um dos veteranos do terceiro parou Jaebum de frente com a mão. Fazendo o Im parar em um baque, e o encarar com um olhar mortífero.

Ele não precisava de provocações para melhorar ainda mais seus ânimos. Ironicamente.

 

- Saí da minha frente.- Tirou a mão do americano de si sem desviar seu olhar intimidador e passou, dando um encontrão de ombro com o estrangeiro e seguindo seu caminho.

Mark vendo que alguns alunos começaram a cochichar entre si, resmungou sozinho e se virou novamente para o outro que já estava a alguns paços distante. Ele iria provocar, ah sim, sua especialidade desde o primeiro ano sempre fora alfinetar o ego de Im Jaebum, mesmo sendo um pouco menor que o coreano moreno.

- Soube que não passou no teste de natação pela segunda vez.- Mark soltou a frase de forma risonha, como se fosse a coisa mais normal de se falar no momento. Jaebum continuou andando.- Vai mesmo correr para o papai e pedir para ele te colocar a força no time?! Que feio, Im.

Jaebum parou e se virou para Mark novamente, ambos deviam estar distantes por apenas uns cinco metros.

- Os resultados estavam errados.- Se limitou a dizer, seu maxilar ameaçando trincar. Bastava Tuan fazer ou dizer pouco, que já deixava Jaebum nos nervos.

 

- Errados?- Mark riu alto, para todos ali no corredor que assistiam a cena escutarem.- Aceita logo, garoto mimado, você é péssimo para o time. Deve ser uma vergonha para o diretor, que já foi um dos melhores nadadores olímpicos, ter um filho sendo uma negação na água. Que pena...

 

Não bastou mais e Mark já estava indo direto ao chão, com um soco certeiro em seu nariz que começou a sangrar e logo seguido de um Jaebum subindo em cima de seu corpo para o espancar com tudo o que tinha. Sem se importar com a roda de alunos e alunas que se formava a volta dos dois. Mark tentando defender seu rosto enquanto o outro atacava. Se não estivesse sendo agredido e realmente estivesse doendo, ele riria da cara de Jaebum e do seu ego tão elevado que o fazia ser sensível a insultos.

Era só uma criança mimada no fim das contas.

- Parem já com isso!- Uma voz grossa e autoritário fez alguns alunos se afastarem, e Jaebum imediatamente parar de esmurrar a cara do loiro irritante. Im olhou para cima lentamente, vendo a figura do coordenador Park e ao seu lado a do diretor, seu pai, com uma expressão de completo desagrado.

 

...

 

 

 

- Ele que começou a me provocar, pai, eu não tive culpa!- Jaebum dizia em alto e bom som, fazendo qualquer um que estivesse do outro lado da porta da diretoria escutasse sua voz. Se encontrava agora sentado na poltrona de frente para a mesa de seu pai, este que o encarava com as mãos sobre o queixo, seu terno risca giz preto deixando transparecer sua superioridade junto de seu olhar de irritação. Lamentando onde que tinha errado na criação do filho.

- E precisava ter atacado o garoto daquele jeito?- O mais velho também aumentou um pouco seu tom.- Quantas vezes eu já disse para não perder a cabeça com o filho dos Tuan?

- Mas...- Foi cortado.

- Os status dos pais dele são importantes para essa escola, além de serem eles quem patrocinam as competições do time de natação.- O mais velho começou a massagear suas têmporas.- O que esperava batendo no filho deles? Agora que você realmente não tem chances para entrar no time, Jaebum.- O tom decepcionado do pai sempre fazia Im abaixar a cabeça e se sentir desconfortável. Assim como estava no momento no seu assento.

 

- Desculpe.- Jaebum disse baixo, colocando os braços sobre a mesa de carvalho e brincando com um papel entre os dedos. Soltou o ar e tomou coragem para falar o que estava o atormentando de uma vez para o outro.- Ele falou como se eu não tivesse capacidade de estar dentro do time, mas eu sei que tenho.

- Você já foi negado duas vezes,- Im negou com a cabeça. Repreendendo aquela persistência do filho, ele era teimoso.- Desista logo.

- Não.- E lá estava sua teimosia. Em seu esplendor.

- Jaebum...- Agora foi o mais novo que cortou o pai:

- Eu só preciso de mais uma chance.- Jaebum disse rápido, visivelmente nervoso.- Só me dê mais uma chance, para eu mostrar que posso ser tão bom quanto você já foi.

 

Im Minho parou para pensar um pouco, batucando por alguns segundos os dedos sobre a madeira de sua mesa. Ele não era um homem que se conseguia amolecer tão fácil, mas Jaebum faria um esforço se precisasse.

 

- Mesmo se eu lhe desse outra chance...- Ele começou lentamente.- Os Tuan não iriam deixar você entrar para o time.- Jaebum que estava transbordando expectativa, se jogou novamente sobre sua cadeira. Bufando baixo.- Não faça essa cara, não achava que faria aquilo com o filho deles e ficaria tudo bem, certo?

Jaebum não falou nada, mordendo o lábio onde continha um piercing prateado e fitando algum canto da sala. Era isso, iria desistir.

 

Mas sua atenção voltou para o pai, que tinha pego o telefone fixo da escola e digitava alguns números.

- Sunmi?- Chamou a mulher pelo aparelho, está que devia estar na secretaria que ficava no cômodo ao lado.- Peça para que o filho de KyunHo venha a minha sala... Sim, obrigado.- E desligou.

Jaebum franziu o cenho confuso. Para quê chamar o filho do seu professor de educação física?

 

- Não era mais fácil só ir até a porta aqui do lado?- Alfinetou sarcástico.

O mais velho ignorou seu comentário, como sempre, colocando as mãos sobre a mesa e tomando uma pose mais séria, como se estivesse presentes a fazer uma proposta importante.

 

- Em Julho começam os jogos esportivos entre as escolas do país, você sabe.- Minho começou, Jaebum o escutando com atenção.- Essa será a sua chance de mostrar seu potencial na natação. Te escalarei para um de nossos representantes. Supere os melhores e ganhe, se fizer isso, não terá motivos para os Tuan recusarem sua admissão no time. Mas terá que mostrar bons resultados.

 

Im arregalou os olhos. Estava certo que o Hinami era uma das escolas que mais se destacava em esportes, especialmente no nado, mas colocar Jaebum para competir? Assim de repente? Até Jaebum tinha que admitir que não estava pronto para isso, mesmo que isso o frustra-se... Sabia que não era um nadador tão bom para uma competição como aquela. Não estava com vontade de parecer ainda mais patético aos olhos do pai como o mais velho já o devia achar.

 

Era impossível.

 

- Mas se tiver sorte...- Minho continuou de repente coçando seu queixo, voltando a chamar a atenção do filho.- Conseguirá um ótimo treinamento, com um excelente professor em minha opinião.

Jaebum olhou para o próprio pai confuso, conhecia aquele olhar do mais velho. O que ele estava planejando? E o ajudando assim?

De repente batidas na porta soaram na sala, ambos pai e filho continuavam onde estavam. Jaebum com um olhar suspeito e Minho com um sorriso fraco, quase divertido. Um tanto esperançoso.

 

- Pode entrar, Jovem Choi.- O mais velho falou em tom alto, e então o som da porta sendo aberta foi escutada por Im.

- Me chamou diretor Minho-Ssi?- Uma voz masculina calma soou, e só então Jaebum se deu ao trabalho de si virar e olhar para o filho do senhor Choi, que tinha visto mais cedo. Mas agora o garoto, que devia ser mais novo que si, estava com uma camisa normal lisa ao invés de regata. Seus fios castanhos meio cumpridos divididos para os lados e meio úmidos, ele devia ter saído de um banho a pouco. Nada surpreendente para quem vivia ajudando o pai nas aulas físicas.

 

- Youngjae-Ah tenho uma proposta rápida para você.- O diretor começou, olhando para o garoto de corpo meio atlético e que tinha um rosto infantil. O mesmo acenou com a cabeça, indicando que escutava. Jaebum estranhou levemente aquele seu tom casual.- Pode treinar Jaebum para natação depois de suas aulas? 

 

O garoto se assustou de imediato, olhando surpreso para o reitor. Jaebum que estava quieto apenas observando até então, se virou para o pai.

- O quê?! Quer colocar esse cara pra me treinar?- Jaebum olhou rápido para Youngjae, um pouco desdenhoso. Nunca falou diretamente com Choi, mas pelo o que já sabia e ouviu, o garoto era um tanto... Estranho, talvez? Ele aparecia e sumia do nada em quaisquer ocasiões, sendo alguma aula ou qualquer outra coisa escolar. Diziam até que nunca o viram entrar para uma aula sequer ali.

 

Minho como habitual, ignorou os chiliques do filho. Voltou a dizer, antes que o seu primogênito dissesse algo que ofende-se o outro garoto inconscientemente:

- Eu sei que não é um pedido muito adequado para você, mas preciso que faça isso como um favor.- Minho estava bem pacífico, até sorria gentilmente para Choi Youngjae.

Jaebum estava perdido, não sabendo com o que mais se indignava ali vendo o que o pai falava. Youngjae era só um aluno, certo?... Para que pedir algo como um treinamento em forma de favor? Ele era diretor, era só mandar ou ameaçar uma diminuição de nota, que Choi o faria com certeza.
 

Mas por quê um favor?

- Se não puder...

- Não, senhor...- Youngjae interrompeu o mais velho imediatamente meio nervoso, olhando de forma rápida para Jaebum e Im entendeu aquele olhar. Choi não estava contente com a proposta, mas não a recusaria. Era isso. Mas tinha mais alguma coisa naqueles seus olhos, que fez Jaebum arquear sua sobrancelha. Era um olhar irritadiço e frustrado, então talvez ele não gostasse de Jaebum? Isso era no mínimo interessante.- Eu posso o treinar.

- Sério?- O mais velho no cômodo parecia surpreso.

 

- Darei o meu melhor para ensina-lo o que sei.- Youngjae fez uma breve reverência e depois ele e o diretor trocaram um olhar entre si, enquanto Jaebum continuava perdido.

Choi Youngjae sendo seu tutor de natação? Ele era mais novo que ele! Era quase hilário, Jaebum não lembra nem mesmo se já alguma vez viu Youngjae nadando...

 

Bom... Se seu pai, um ex-nadador profissional estava confiando os ensinamentos da água para um garoto esquisito como Youngjae, o que Jaebum tinha a contestar, correto?

Então só fez por bufar, pela milésima vez ao dia. Desviando o olhar para qualquer lugar que não fosse seu pai ou o filho do professor.

 

- Ótimo.- Minho disse como palavra final. Encerrando o assunto.


Notas Finais


Correção ao som de Youngblood~

/Peguei inspiração também de uma fanfic da Crush, que também tem menção a natação e que é Markjae, aquela dlç

*Nomes dos pais de Twojae na fic foram criados por mim aleatoriamente, se tiver realmente alguém com esses nomes é coincidência...~Embora Minho tenha vindo na cabeça depois de ouvir SHINee... Bom, a imaginação é de vocês.


Bjjss de cereja, espero que tenham gostado e até a próxima Chuchus.***


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...