História Just be my man - Gucilia - Capítulo 29


Escrita por:

Postado
Categorias Carinha de Anjo
Personagens Cecilia Santos de Larios "Irmã Cecília", Cristóvão Valdez, Dulce María Larios Valle, Emílio Almeida, Estefanía Larios de Gamboa "Tía Pelucas", Franciely da Silva, Gustavo Lários, Nicole Escobar Clivan, Silvana Soares
Visualizações 80
Palavras 1.015
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Mistério, Romance e Novela, Suspense
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 29 - Capítulo 029


•Point Of View Cecilia•

Gustavo se vestiu e desceu para atender a porta, ainda sonolenta levantei olhando em volta a bagunça que estava o quarto e não consegui não sorrir me lembrando da noite anterior. Tomei um banho rápido e coloquei uma roupa para trabalhar no restaurante e desci dando de cara com um homem que parecia discutir com Gustavo.

Você deve ser a senhorita santos ? - disse o homem ignorando Gustavo.

Eu mesma - disse o encarando.

Prazer me chamo Henrique sou do conselho tutelar, como você sabe a senhora alegou estar em um relacionamento estável com Leonardo Ferreira, e como posso ver esse jovem não parece ser o Leonardo. - disse Henrique encarando Carlo.

Não sou o Leonardo mais  como já disse tenho um relacionamento estável com ela - disse Gustavo suspirando. 

Entendo senhor, Dona Cecília uma mudança como essa deve ser mencionada... e onde está a menina ? - disse Henrique olhando em volta.

Ela está no Colégio... - disse olhando para Gustavo preocupada.

Dona Cecília,  Dulce Maria precisa de uma vida estável com um pai e uma mãe, claramente ela tem uma ótima vida com a senhora mais infelizmente a lei manda como pode perceber, vou acompanhar seu caso de perto e farei visitas surpresas como essa, espero que resolva sua vida depressa se não infelizmente vamos retirar a guarda da senhora - disse Henrique recolhendo suas coisas que estavam no sofá.

Tudo bem - disse suspirando.

Passar bem - disse Henrique indo em direção a porta e Carlo abre para o mesmo sair.

Essa agora - disse me jogando  no sofá pensativa.

Não temos nada a esconder,  agora que história é essa de relacionamento estável ? - disse Gustavo me encarando.

Você se sabe que pra adotar uma criança precisa ter um lar, uma família não é? - disse tentando fugir do assunto.

Não precisava ser com ele - disse Gustavo suspirando.

Gustavo, você quer que eu diga mesmo porque não foi você ? Queria que fosse Titio Gustavo e Titia Veronica ? Menos é mais Gustavo - disse subindo até o quarto.

...

Arrumei minhas coisas para o trabalho, arrumei o cabelo em um  coque frouxo, coloquei uma calça jeans justa e desci, Gustavo estava já vestido para ir trabalhar me encarando descer.

Onde vai ? - disse Gustavo me encarando.

Para o restaurante - disse indo em direção a porta e sinto Gustavo segurar meu braço.

Eu te levo - disse me olhando.

Não precisa- disse me soltando de Gustavo e saindo de casa.

...

O Dia foi super cansativo tinha esquecido da rotina no restaurante, Gustavo me ligou o dia inteiro atendi algumas outras eu ignorei, odiava ele me culpar por algo que é culpa dele e Leonardo é uma dessas, sai tarde do restaurante por volta das 2 da manhã e fechei fui direto pra casa e assim que cheguei encontrei Gustavo sentado no sofá estava com um copo de algo que parecia ser vodka, estava sem camisa somente de calça do pijama.

Você acha que está certa em me ignorar quase o dia todo ? - disse Gustavo suspirando.

Eu te ignorei? nem lembrava- disse encostando na lateral da escada o encarando.

São 2 da manhã- disse Gustavo terminando de beber sua vodka.

O movimento tava grande hoje - disse suspirando indo em direção a escada.

Comecei a subir as escadas e senti mãos habilidosas em minha cintura e uma respiração pesada em meu ouvido.

Ta cansada? - disse Gustavo colocando meu cabelo de lado.

Bastante - disse suspirando.

Me perdoa por hoje cedo ? - disse Gustavo me apertando para si enquanto esfregava sua ereção em minha bunda.

Isso já está insuportável, você não pode me culpar - disse me apoiando no corrimão o Gustavo sabia exatamente como me deixar feito uma gelatina.

Eu sei meu amor, não vou.... - disse Gustavo passando a mão em meus seios por cima do sutiã.

Vamos dormir? - disse Gustavo apertando meus seios me fazendo soltar um gemido alto suficiente para acordar os empregados mais me contive gargalhando em seguida.

Dormir - disse dando um tapa em sua mão me afastando.

Fomos para o quarto e fui para o banheiro tomar banho demorado fiquei por um tempo pensando no Henrique que veio mais cedo e o medo surgiu em não ter mais Dulce por perto, sai do banheiro e encontrei Gustavo já dormindo com certeza deve ter esperado a noite inteira, continua sendo um babaca mais como eu amo esse idiota, coloquei uma camisola e me deitei ao seu lado, ele me puxou contra si e enfiou o rosto em meu pescoço, me enrosquei em Gustavo e assim dormimos. 

...

Acordei apalpando a cama em busca de Gustavo mais foi em vão certamente já deve ter ido trabalhar tendo em vista que deve estar super tarde, pulei da cama e fui tomar um banho, escovar os dentes e me trocar. Em seguida corri para o restaurante Fátima estava terminado de arrumar as mesas junto dos garçons já que já era 11 horas.

Bom dia - disse ao ver Fátima sorridente.

Bom dia Cecília - disse Fátima sorrindo.

E sobre o tal de Henrique, não esquece oque eu te falei... eles mandam avisos, notificações não assim do nada, Isso não me cheira nada bem - disse Fátima me lembrando o fato de eu ter comentado com ela ontem. 

Vou da uma pesquisada sim pode deixar - disse indo até o escritório ver algumas planilhas.

...

O dia foi assim corrido conversei com alguns fornecedores e aproveitei para ir ver o Gustavo já que tínhamos uma reunião marcada, sai do restaurante e avisei para Fátima, chegando lá Cristóvão me atendeu e me levou até a sala de Gustavo, que estava vendo a vista de seu enorme edifício antes de notar minha presença.

Senhor lários - disse ironicamente chamando a atenção do mesmo.

Senhorita santos - disse Carlo entrando em meu joguinho.

Sente-se - disse puxando a cadeira me fazendo sorrir, me sentei e observei o mesmo rodar a mesa até sua cadeira.

Boa reunião para vocês- disse Cristóvão gargalhando fechando a porta.

Gustavo me encarou e se levantou de sua cadeira foi até a porta e a trancou e voltou para sua cadeira.

Vim para uma reunião amor- disse gargalhando da sua seriedade.

Que comece a reunião  - disse Gustavo com um sorriso malicioso no rosto.

...









Notas Finais


Mais um capítulo merda ae pra vcs tmj
Vou tentar postar mais 1 hoje... e vou postar das outras também


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...