História Just Call Me Dear - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Ayakashima Shuu, Jèssica Parker, Original, Romance, Spin-off, Takeachance, War And Peace
Visualizações 8
Palavras 3.048
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção Adolescente, Fluffy, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Eu voltei \o/ Atrasada mais voltei u.u

Fiquei sem pc, então n pude postar mês passado, mas em compensação irei postar dois esse mes u.u Me aguardem u.u

Sem mais delongas... Esse é o cap u.u A capa é nossa pequena Haruka, que irá aparecer durante o cap u.u

Capítulo 3 - Capítulo III


Fanfic / Fanfiction Just Call Me Dear - Capítulo 3 - Capítulo III

--Jéssica Parker P.O.V--

 

- Deixe-me ver se entendi... Todos estão na mesma faculdade, exceto Kou e Ayato – Falo enquanto tirava as torradas da torradeira.

- Isso, e eu faço estágio na mesma empresa onde Ayato trabalha – Lia completa pegando uma das torradas no meu prato – Como você já sabe: Shuu cursa fotografia também.

-E o que o Kou faz?

- É vagabundo, não se importe com ele - Lucy responde minha pergunta rindo.

- Ele é bartender, então fica o dia todo sem fazer nada e sai durante a noite – Corrige – Então se precisar de algo durante o dia pode pedir para ele.

Apenas concordo com a cabeça e mordo um pedaço da torrada. Abro a boca para perguntar se a faculdade era longe, mas o barulho da porta se abrindo me impede.

- Está pronta Li-chan? Vamos acabar nos atrasando – Ouço a voz de Kou, que logo aparece na cozinha, fazendo minha prima largar a sua torrada com geléia na metade em cima do prato – Bom dia meninas.

- Shit! Eu já tinha esquecido – Resmunga batendo as mãos uma na outra – Só tenho aulas durante a tarde, se ainda estiver no campus a gente se encontra.

- Nos vemos mais tarde – Acena para nós duas e assim que Lia passar por ele.

Percebo que Kou tentar colocar o braço envolta de seu pescoço, mas é rejeitado quando ela desvia de seu braço. Espero escutar a porta se fechar para pergunta a Lucy algo que já estava martelando na minha cabeça.

- Eles namoram?

- Ainda não, mas logo um deles cria coragem para se declarar – Responde servindo suco em seu copo, não contenho o riso ao imaginar que provavelmente o quanto ele já deve ter sido rejeitado.

- A Lia a gente entende, mas ele realmente precisa se declarar? Ela não percebe não? – É a vez dela rir com meu comentário.

- Ela é a única que não percebe – Responde ainda rindo - Ele cantou ela quando os dois se conheceram, mas ela nem percebeu – Foi a minha vez de rir.

- Isso é sério? – Ela apenas confirma cm a cabeça rindo - Mas afinal, como se conheceram?

- Logo quando chegamos acabamos conhecendo Kou na casa noturna que ele trabalha, depois nos mudamos para cá e descobrimos que nosso vizinho era o bartender bonito e que ele tinha um irmão gêmeo – Não contenho o riso com o comentário – Depois disso acabamos ficando amigos, Ayato conseguiu o estágio para Lilian onde ele trabalha e o Shuu veio morar com eles a pouco mais de um ano.

- Então o bartender bonito se apaixonou a primeira vista? – Pergunto ainda rindo.

- Só não o chame assim, vai subir mais ainda aquele ego dele – Comenta rindo e então olha o celular - Droga! Estamos atrasadas, Shuu vai nos matar.

Ela se levanta apressada e começa a me puxar pelo pulso, para apenas para pegar sua bolsa, me dando tempo para fazer o mesmo, que por sorte havia a deixado no sofá.

Lucy nos apressa até chegarmos ao estacionamento do prédio, onde posso ver Shuu e Ayato conversando na frente do carro, assim que nos aproximamos Shuu acerta um soco no ombro do irmão e resmunga o que poderia assimilar com um “cala a boca”.

- O que os rapazes estão falando? Ou é segredo? - Lucy pergunta passando o braço por cima do ombro de Shuu.

- Está atrasada – Resmunga tirando o braço da ruiva de cima dele, posso ver suas bochechas levemente coradas, dando uma aparência fofa a ele – Bom dia Panda-chan – Fala olhando na minha direção por míseros segundo, mas posso ver um pequeno sorriso em seu rosto antes de entrar no carro.

- Bom dia – O respondo dando um sorriso.

- Oh! Ela sorriu para gente e não está envergonhada – Ayato exclama e abaixo minha cabeça sentindo minhas bochechas corarem, o que o fez suspirar - Falei cedo de mais, achei que havia acontecido algo quando sumiu com a Shuu.

- Pare de falar besteiras e entre logo no carro idiota! – Reclama de dentro do carro, me fazendo dar um pequeno risinho.

Lucy e Ayato se sentam no banco de trás, deixando bem claro que é para eu ir na frente. Shuu só dá partida no carro quando coloco o sinto de segurança. Os dois no banco de trás parecem ser os únicos a falarem, ainda não estou acostumada com Ayato para conversar normalmente, então acabo por pegar meu celular e olhar meus e-mails.

 

“Bom dia Jessy =D

Hoje é seu primeiro dia na Universidade certo? Espero que goste do nosso campus <3

Ando ficando um pouco triste, você está demorando tanto para responder meus e-mails T-T

Assim eu me sinto solitário sabia? Você não pode me fazer acostumar com suas respostas rápidas e agora começar a sumir dessa forma T-T Irei acabar entrando em depressão...

Mas quem sabe não iremos nos encontrar no campus? Talvez minha depressão passe ao olhar no seu rosto <3

Mesmo que de longe, estarei te observando.

XOXO –The Glasses Guy.”

 

- My God! - Exclamo sem perceber e vejo que todos focam seu olhar a mim.

- O que houve Jessy? - Lucy pergunta e eu me viro para olhá-la, mesmo que tenha ficado desconfortável por causa do sinto.

- Não é nada, apenas ando esquecendo de responder uma pessoa – Dou um pequeno sorriso.

- Quem? O namorado? – Apenas volto a me virar para frente, já sentindo minhas bochechas corarem com a pergunta de Ayato.

- God! Não, não é meu namorado. Eu nem tenho um - Resmungo fazendo Lucy rir.

- Perdeu Shuu, ela já tem namorado - O mais novo apenas o olha de soslaio e solta um suspiro.

- Ela acabou de falar que não tem um, pare de se intrometer na vida das pessoas Tsundere-cchi.

- Okay, okay... Cadê o senso de humor?

- Seu senso de humor e o meu são diferentes. O seu não presta – O vejo dar um pequeno sorriso antes de voltar sua atenção ao caminho.

O silêncio reina por alguns segundos, sendo interrompido por Lucy.

- Mas afinal, quem é?

- Um amigo, ele que me ensinou japonês e me ajudou para conseguir o intercâmbio – Respondo sorrindo – Ele estuda na mesma faculdade que vocês.

- Sério? Qual o nome dele? – Ela parece empolgada em saber.

- Não sei, ele nunca falou – Abaixo a cabeça ao perceber que nunca nem mesmo perguntar seu nome.

- Então é um crush anônimo, eu gostei – Apenas nego com a cabeça com seu comentário, não pude evitar rir.

- Tire isso da sua cabeça Lucy, ele não é um crush anônimo, apenas um amigo anônimo.

- Me deixe ficar em minhas ilusões. Isso é romântico não é? Tipo um admirador secreto –Prefiro não responde-la e apenas rir, sei que ela vai continuar fantasiando isso.

Levo meu olhar a Shuu, que se manteve em silêncio, posso ver um sorriso em seu rosto e não evito em sorrir junto. Tem algo nele que torna seu sorriso contagiante.

 

--Ayakashima Shuu P.O.V—

 

Assim que estaciono no campus Lucy já se despede, o curso dela e em outro prédio afinal, percebo que Jessica parece perdida olhando para o prédio em que entramos, não evito em sorrir.

- Já resolveu a papelada e pegou seu horário?

- Lia resolveu isso para mim – Responde tirando um papel de sua bolsa e me entregando – Só não sei onde são as salas...

Ela olha de forma pensativa para a folha em sua mão, apenas pego a mesma e olho os horários gravando quais aulas teríamos junto e onde fica as outras salas. Como ela está no último ano, assim como eu, vi que temos algumas aulas em comum.

- Sua primeira aula é perto da minha, então posso te levar até lá - Comento lhe devolvendo o papel – Só temos a aula antes do almoço juntos, depois dele posso te mostrar as outras salas.

- E as aulas antes delas?

- Todas são nesse prédio, então apenas pega esses três números – Aponto para ela no papel –O primeiro é o andar e os dois últimos a sala, então é um pouco fácil de lembrar, qualquer coisa pode pedir informação para outro aluno, conheço uma pessoa que vai fazer a segunda aula com você, posso pedir que ela te leve até a sala.

- Você é um anjo Shuu – Sinto minhas bochechas formigarem com sua fala, então apenas desvio meu olhar – O horário daqui é diferente da minha antiga faculdade, acabei ficando perdida.

- Seu amigo não te falou como funciona a universidade aqui?

- Falou, explicou, mas essa foi à única coisa que não gravei – Não contenho a risada ao vê-la inflar as bochechas de forma infantil.

- Vamos, vou te levar para sua sala, vou pedir para minha amiga te encontrar na frente da sua sala, ela tem aula comigo agora – Explico começando a andar.

Ela começa a me seguir sorridente e não consigo evitar sorrir junto.

 

~”~”~”~

 

- Não começa Haru, ela não é minha namorada – Resmungo para a garota de aparência masculina a minha frente – Apenas mostre para ela onde é a sala e pare de me encher.

- Eu sei quem é Jessica Parker – Posso sentir a malicia em suas palavras, por que fui arranjar ela como amiga? – Eu levo sim, sempre estive curiosa para conhecê-la.

- Por que pedi sua ajuda? Onde fui me meter - Bato a mão na testa arrependido da minha escolha.

- Você me ama Shuu-chan, por isso pediu minha ajuda – Apenas reviro os olhos e olho pela janela – Mas quando vai contar para ela?

- Não tenho nada para contar, ela vai se decepcionar - Resmungo ainda olhando para paisagem fora da sala, talvez fosse um bom ângulo para quando as flores de cerejeira florescerem – Agora pare de me encher.

- A aula já vai acabar, então você estará livre de mim – Ela sorri, enquanto eu apenas solto um suspiro.

- Talvez eu deveria escolher melhor as pessoas com quem me relaciono – Ela apenas ri enquanto olho para ela de forma entediada.

- Sorria mais Shuu-chan, com essa expressão sem graça vai acabar perdendo a garota.

Forço um sorriso, o que a faz rir enquanto arruma seu material, já que o sinal acabará de tocar.

Haru acena antes de sair, solto um suspiro, pego minhas coisas e saio da sala. Posso ver Haru já conversando com Jessica no corredor, as duas parecem parar de conversar ao me verem e eu entendo o olhar de Haru me ameaçando se eu não fosse até lá, apenas dou um sorriso e aceno antes de começar a andar na direção oposta.

Contar a verdade seria melhor?... Não, ela vai se decepcionar...

 

--Jessica Parker P.O.V—

 

- Vou matar esse garoto, como ousa virar as costas para mim? – Não contenho a risada com a fala de Haruka – Espero que ele não te trate dessa forma ou vou ensinar boas maneiras a essa criança.

- Não precisa fazer isso Matsumoto-san.

- E você não precisa ser formal comigo, se é amiga do Shuu-chan, também é minha amiga – Ela dá um sorriso gentil e começa andar – Me chame apenas de Haruka ou Haru.

- Tudo bem... - Concordo um pouco tímida – Desde quando se conhecem? Parecem bem próximos.

- Somos amigos de infância, desde pequeno ele é daquele jeito, como pode ser tão chato?

- Ele não parece ser tão chato assim - Comento dando uma pequena risada da forma exagerada que ela falou.

- Não é chato? Ele parece um velho ranzinza, você só não conviveu muito com ele ainda. Às vezes acho que ele não veio desse planeta ou que é adotado -Ela faz uma pausa pensativa - Realmente, ele deve ser adotado, ele é quase o oposto dos irmãos.

- Isso é verdade, os dois são bem animados, às vezes até de mais – Comento a fazendo rir.

- Você ainda não viu nada - Ela da dois tapas no meu ombro e para na frente de uma das salas

Apesar da sua aparência masculina e um pouco intimidadora, Haruka é gentil e extrovertida, quase o oposto de Shuu, o que me faz imaginar como deve ser engraçado ver os dois juntos.

Haruka me puxou para as mesas no fundo, nos sentamos ali e não demorou muito para o professor entrar e com uma cara nada agradável.

- Ele só tem cara de mal-humorado ou ele também é? – Pergunto baixo.

- Ele é um dos poucos professores mal-humorados do nosso curso, mas não o julgo, odeio as aulas de Fotografia Cientifica.

- Por que os professores não são como nos mangás? – Murmuro me deitando sobre a mesa, o que a fez rir.

- Bonitos, legais e engraçados? – Pergunta ainda rindo, recebendo um olhar reprovatório do professor – Então acho que vai gostar do Kobayashi-sensei, logo você o conhece.

- Qual matéria?

- Vejo que a senhorita Parker já arrumou uma amiga – A voz grave do professor a interrompe – Que tal compartilharem conosco o assunto tão interessante que conversam?

- Estava contando a ela como a sua aula é interessante e que você é meu professor favorito Mizutani-sensei – Haruka fala mostrando um grande sorriso, fazendo o mais velho mostrar desconfiança – O que foi sensei? Não acredita em mim?

- Sei bem que estava falando isso Matsumoto, mas agora não é momento para isso.

Contenho o riso ao ver que ela mostra um “ok” com a mão para mim. O professor não demora a começar sua aula.

 

~”~”~”~

 

- Estou morrendo de fome – Ouço Shuu murmurar ao meu lado – Esse sinal não vai tocar?

Como se estivessem escutado seu pedido, o sino toca, me fazendo rir.

- Seu pedido é uma ordem – Brinco o fazendo sorrir.

Pegamos nosso material e saímos da sala sem pressa.

- Vou pedir para Haru comprar nosso almoço, a fila deve estar enorme e a sala dela é próxima a lanchonete, o que quer comer? – Pergunta pegando seu celular.

- Hum... Eu não sei... – Resmungo pensativa – Para ser sincera, nem sei quais são minhas opções, peça para ela escolher.

- E o que achou da Haru? – Pergunta digitando no celular.

- Que ela é bem diferente de você, é mais animada – Ele guarda seu celular e olha para mim –Deve ser engraçado ver os dois juntos.

- Realmente, ela é animada de mais, talvez eu devesse repensar em quem tenho como amigo.

- Oh! Eu não falei para fazer isso. Os opostos se atraem, não é mesmo? – Ele ri, me deixando sem entender o que está acontecendo.

- Me atrair por Haru? Deus me livre, nunca vou querer algo com ela além de amizade – Fala ainda rindo, percebo o que dei a entender com “os opostos de atraem”, o que me fez rir.

- Não desse jeito, idiota – Comento dando um leve empurrão em seu ombro.

Entramos no refeitório e percebo que a maioria das mesas já estão ocupadas pelos outros estudantes e, realmente, a fila está enorme.

- Mesmo não sendo dessa forma, me deu até repulsa – Ele faz uma careta e se senta em uma das poucas mesas que estão livres e eu o acompanho – Imagina a Haru apaixonada por mim? Que nojo.

Ele repete à careta, me fazendo rir.

- Que rude, ela é sua amiga.

- E por ela ser minha amiga tenho que mentir? – Dessa vez ele ri junto – Ainda bem que não faço o tipo dela.

- O tipo de quem? – Ouço a voz da Haru e ela se senta na nossa frente, acompanhada de Lucy – Curry para o senhor chato e yakisoba para a Jessy. Agora responda minha pergunta Shuu-chan – Fala entregando as bandejas.

- O seu – Responde dando ombros - Afinal, você gosta de caras mais velhos, tipo o Koba... -Antes que ele pudesse responder é acertado na cabeça pelo tapa de Haru, o fazendo resmungar algo incompreensível.

- Cale a boca idiota! Sabe que se sair algum boato disso ele é expulso.

- Quem vai ser expulso? E por quê? – Pergunto se entender.

- Sério? Você não entendeu? – Shuu parece surpreso, então apenas confirmo com a cabeça.

- Essa até eu entendi - Lucy fala mordendo um pedaço de seu pão-de-melão – Mas acho que aqui não é o melhor lugar para você entender de qualquer forma.

- Eu te explico depois Jessy – Haru fala soltando um suspiro - Apesar de ser uma coisa que não era para ninguém saber - Vejo seu olhar raivoso ser direcionado para Shuu.

- Ninguém aqui vai falar nada Haru, pare de me olhar dessa forma – Revira os olhos.

- Juro que se alguém mais entendeu o que você insinuou, eu te mato.

- Depois eu que sou o chato, pra que levar a sério dessa forma? É só uma perda de tempo.

Haruka parece puxar bastante o ar antes de falar algo.

- Apenas vamos mudar de assunto, você não vai me deixar mal-humorada igual você.

- Que pena, é tão divertido te ver irritada – Ele da um sorriso malvado.

- Você tem que parar de ser assim Shuu-chan, assim nenhuma garota vai te querer – Contenho a risada ao ver a careta que ele faz com o comentário da amiga, ao contrário de Lucy.

- Não preciso disso – Dá ombros - Como falei: É uma perda de tempo.

- Sei bem que pensa assim – Posso sentir o sarcasmo na sua voz, principalmente pelo sorriso de Haru, mas não entendo, assim como Lucy.

- Que tal mudarmos de assunto logo? Essas conversas internas dos dois me deixam perdida – Lucy fala -Que tal falarmos sobre o baile a fantasia que o curso de moda vai organizar?

- Não estou sabendo sobre isso – Haruka fala, parece animada.

- Claro que não, foi anunciado para nós hoje, é para junho, temos três meses para organizar tudo e é vai ser divulgado mês que vêm, é a nossa nota do semestre.

- O curso de fotografia vai ser avisado logo então, provavelmente vamos ter que ajudar organizar e tirar as fotos.

Me animo com o comentário de Haruka, apesar de que vai ser bem corrido se tivermos que ajudar também, ainda sim vai ser vem divertido. Lucy começa a explicar os detalhes e percebo que Shuu está incomodado com algo, já que fica em silêncio e apenas foca em sua comida, prefiro não perguntar e prestar atenção em Lucy.


Notas Finais


Então... Esse foi o cap u.u Espero que tenham gostado u.u

Até o próximo o// Kissus


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...