História Just for a Moment - Nosh - Capítulo 2


Escrita por:


Capítulo 2 - Capítulo 2


Josh

Noah me beijou. Lembro de jogar ele no chão da sala e sair correndo, voltei pro Studio XIX, o intervalo já estava acabando. Fiquei esperando Kyle retornar. De um em um meus amigos voltaram, o último foi o Noah, ele estava com o rosto inchado e com os olhos vermelhos. Acho que ele chorou.

Kyle resolve passar "Pa le Choix" música nova das meninas e como todas vão nessa turne, esta música vai.

Any
Enquanto dançamos noto, que alguma coisa aconteceu com Noah e Josh. Simplesmente por que cada um estava de um lado da sala. Josh estava sério, evitando olhar para Noah. E o Noah estava encolhido no canto da sala, parecia arrasado, fico com um pouco de dó, vou falar com ele depois do ensaio.

Noah
Josh deve me odiar, tudo isso porque perdi o controle, se eu não tivesse beijado ele, se eu tivesse me controlado só um pouco. Ele nunca mais falar comigo, destruí nossa amizade. E a Any nunca vai me perdoar por ter beijado o amigo colorido dela.

— Estão dispensados por hoje! – ouço a voz de Kyle me trazer a realidade novamente, me levanto e Any vem em minha direção

— Tá tudo bem Noah?– perguntou me abraçando

— Vai ficar, me desculpa.– pedi sincero, me arrependi de tratar ela de uma forma rude, afinal ela não tem culpa do que sinto por Josh.

Estamos voltando para o hotel, vou ter que falar com ele, voltamos em carros separados. Isso foi bom, pude me acalmar. Fiz uma surpresa  para Joshua, mas acho que agora não vale mais apena.

Chego no hotel, e olho para porta do elevador. Não sei se devo subir, ou esperar Josh descer para subir. Meu celular vibra, era uma mensagem

_Josh: Noah, cadê você????_
          _ vamos nos atrasar pra festa_

Tinha esquecido que vamos sair hoje. Droga. Entrei no elevador e subi. Quando cheguei no quarto vi que não havia ninguém, então peguei apenas uma toalha e fui pro banho.

Josh

Assim que mandei a mensagem para Noah, saí do nosso quarto e fui até o de Any e Sabina. Preferi não encontrar Noah, não quero que ele fique desconfortável. Ele é como um irmão pra mim, beijar ele foi estranho

— Josh, o que aconteceu com você e Noah? –Sabina me perguntou.

— Nada, ele que brigou comigo, se você quer saber. Daqui a pouco vamos voltar a ser bons amigos. – falei e dei um sorriso amarelo

— Acho bom mesmo, vocês são a minha meta de amizade. – Any falou.

É mais o que eu faço se ele quer ser mais que meu amigo.

Espero elas se arrumarem, passo no meu quarto, Noah ainda está no banho, coloco uma caixinha com seu presente em cima de sua cama, e vou encontrar com os demais.Ficamos esperando o Noah mais uns 15 minutos.

Quando ele desceu, estava simplesmente Lindo... Digo bonito, bonito para um cara. Estava vestindo uma calça jeans preta, uma camisa branca lisa, e um corta vento preto com a gola laranja claro. Olhei para sua orelha, ele estava usando os brincos que eu lhe dei, sorri. Talvez ele não esteja tão magoado comigo.

Sabina
Yonta deixou três vans liberadas para nós, decidimos que iríamos na balada, que Noah vai, afinal ele morava nessa região e conhecia as baladinhas que são boas.

Quando chegamos, não precisamos esperar na fila, Josh já havia colocado nosso nomes na lista VIP. Eu acho que Noah não estava muito no clima pra festa, por que ele foi direto pro bar. Eu, Any, Sina, Krystian, Heyoon ,Sofya e Diarra fomos pra pista de dança, Bailey, Josh, Joalin, Shivani e Hina foram para a mesa reservada pra nós.

Sina
Josh realmente caprichou nessa festa, se ele quis deixar o Noah feliz, conseguiu. Quando viu que seus amigos estavam lá ficou muito feliz, toda aquela tristeza sumiu. Não gosto de vê-lo assim, Noah é a alegria do grupo.

Noah

Estava afogando minha tristeza no bar, pedi uma dose de vodka, de repente ouço alguém me chamar, era Ryan, meu amigo. Vi que a gangue estava toda reunida, sorri. Seja lá quem foi que organizou a festa, conseguiu fazer meu dia valer.

Fomos pra pista de dança, com as meninas, dançamos até cansar, fui me sentei na mesa com o pessoal, iríamos cantar parabéns.

Shivani vem trazendo o bolo, e eles começam a cantar "Happy Birthday to you", Josh e eu estamos lado a lado, não consigo segurar o sorriso.

Josh

Depois de cantarmos nos separamos de novo, fui no bar pegar uma cerveja, e vejo Noah dançando bem perto daquele amigo dele. Ele estava meio alto, mas isso é normal, era seu aniversário.

Vejo Any parada e a puxo pra dançar, ficamos próximo do Noah, eu estava meio alto então beijei a Any, estava cagando pra quem olhasse.
Senti estar sendo observado, depois de um tempo parei o beijo.

Noah

Quando vi Josh beijando Any fiquei louco, não sei porque ele fez isso, mas resolvi pagar na mesma moeda. Estava dançando com Ryan, e fui me aproximando, quando percebo que o beijo acabou, agarro o Ryan com muita vontade, e ele corresponde. Paramos o beijo, nos olhamos e ele sorri, eu também estou sorrindo, acho que é por conta da bebida.

— Quer ir pra um lugar mais reservado? – Ryan me pergunta.

— Claro! Vamos pro hotel, eles vão ficar mais um tempo, podemos aproveitar lá.– respondo.

Eu dou a mão para ele e fomos saindo da pista de dança, vou até a mesa em que estávamos e me despeço dos meu amigos. Quando estava chegando na porta, vejo Josh.

— Noah, onde você vai? – ele me pergunta.

— Relaxa, Beauchamp. Vamos só fazer uma festa particular. – Ryan responde, fiquei sem reação

— Obrigado pela resposta, mas estou falando com Noah – responde de forma ríspida.

— Josh, estou indo pro hotel. Chega de festa por hoje.– falo meio estressado. Ele se estica e segura minha mão.

— Fica aqui Noah. – ele pede, não aguento isso, ele fica se fazendo de coitado, por que eu tenho coisa melhor pra fazer do que ficar nessa festa. — Quero sua companhia de aniversário.

Dei um selinho, no Ryan. O semblante de Josh mudou completamente, ele segurou forte no meu pulso.

Josh

Quando Ryan e Noah deram um selinho, Ryan deu um sorriso malicioso. Não podia deixar ele se aproveitar do meu irmão. Segurei ele com mais força não posso deixá-lo ir.

— Josh me solta. Deixa eu ir me divertir.– falou sério, mas insisti.— Se tá com ciúme, pega na mão e assume...–quando falou isso eu o soltei, ele passou dos limites.

Eu só queria protegê-lo, se ele quer ser abusado problema é dele, agora foda-se. Fui pro bar e comecei a beber, dancei mais um tanto e fui ficar com Any.

Noah

Ryan e eu pegamos um táxi e voltamos pro hotel, já tinha mandado uma mensagem pedindo que Josh dormisse em outro quarto nesta noite. Chegamos no hotel e Ryan paga a corrida, não estava em condições de achar a minha carteira, para rachar a conta. Adentramos no hotel, mal entramos no elevador já começamos a nos pegar, chegamos no andar do quarto, vamos na direção do quarto batendo nas paredes, por sorte o andar inteiro era dos membros do Now United. Então barulho não era problema.

Entramos no quarto, ele me joga na cama, tira a sua camisa e a minha...


Notas Finais


Gente se ficou parecido com corpóreo foi sem querer, fiz esse capítulo a 2 ou 3 dias.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...