História Just Friends - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias Teen Wolf
Personagens Corey Bryant, Liam Dunbar, Lydia Martin, Malia Tate, Mason Hewitt, Melissa McCall, Scott McCall, Sheriff Noah Stilinski, Stiles Stilinski
Tags Sciles, Teen Wolf
Visualizações 216
Palavras 2.929
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Romance e Novela, Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi genteee! Quanto tempo, né?! Finalmente, trouxe o capítulo 6 que já estava pronto ontem, mas achei melhor só postar hoje pra dá aquele gostinho de quero mais. Pessoal, tenho um aviso no final do capítulo, mas até lá: Good Reading!!!

Capítulo 6 - Apenas entenda o que está acontecendo


Narrador on –

Havia chegado o momento mais esperado por Stiles.

- Eu te amo – disse a Scott.

Nesse momento, Stiles estava ansioso, nervoso, preocupado como também feliz. Havia se confessado para a pessoa que ama desde o começo juventude e agora era a hora de escutar sua resposta.

- Eu também te amo muito – Stiles não esperava essa resposta do Scott e agora seu coração bateu mais acelerado do que estava – Afinal, somos melhores amigos e você é como um irmão para mim.

De um misto de emoções reduzida a uma única: desilusão.

- Sim sim, somos como irmãos – Stiles agora tentava manter a calma – Nos vemos amanhã. Até.

- Te vejo amanhã – Scott deu marcha e saiu de lá.

Agora, só estava Stiles em frente de sua casa em pé, até resolver sentar na escada. Se sentia um idiota depois de tudo o que tinha acontecido em vez de perceber e entender o que está acontecendo entre ele e Scott.

E você carx leitorx, percebeu o que está acontecendo? Caso não, irei explicar o que acaba de acontecer: Scott sabia do sentimento de Stiles por ele e este havia percebido que o outro sabia. Não sabia como, quando, porque não lhe havia contado e se alguma coisa teria mudado nele, mas agora isso não importava mais.

Scott lhe respondeu.

- (...) somos melhores amigos e você é como um irmão para mim.

Scott decidiu que não queria mudar sua relação e quer que tudo permaneça como estar: os dois sendo melhores amigos, apenas amigos e nada mais que isso. Optou em não magoar seu amigo e mandou uma indireta de forma que entendesse. E ele entendeu.

Novamente, sentia um novo misto de emoção: alegria por está tudo bem com Scott, tristeza pela resposta, tranquilidade por estar aliviado, decepcionado por não ter notado antes, satisfação por ter sido forte, mágoa pelo seu amigo nunca ter lhe contado antes, por final, incerteza de como seria daqui em diante.

Mas no momento, Stiles baixou a cabeça e fez o que estava mais sentindo. É queridx leitorx, esta é a situação no momento: Stiles se confessou e foi rejeitado.

***********************

Mason e Liam estavam jogando videogame na casa do Liam, quando resolveram dar uma pausa para um lanche.

- Nossaaa cara! Que filho de um cão! – exclamou Liam ao perder novamente pelo mesmo personagem do jogo.

- Como é que vamos derrotar um fdp desses se já tentamos todos os personagens?! – Mason também exclamou com raiva do jogo.

De repente, Mason se pegou olhando para o amigo a sua frente e reparou em seus detalhes: Liam estava sem camisa, o que dava para mostrar muito bem seu físico maravilhoso e tremendamente gostoso, seu rosto angelical junto a suas feições infantis e pelo tamanho (e que tamanho) aparentava no calção quase colado ao seu corpo.

Desde que Corey deu aquela sugestão, isso não sai mais de sua cabeça e toda vez que via Liam ela cutucava sua cabeça cada vez mais. Mesmo que gostasse de Corey, sempre teve uma atração por seu amigo quando o conheceu na escola, contudo, sempre teve a certeza que ele é hétero e desistiu do desejo de ficar com ele.

- Droga! – Liam derrubou um pouco de refrigerante no seu peitoral desnudo, que desceu até seu calção – Mason?

- Hã? – Mason saiu de seu “transe” após Liam chamar sua atenção de outra forma.

- Você tá bem?

- Sim sim, é que estava prestando atenç-

- No meu peito?

- O que?

-Tudo bem cara, eu sei que sou irresistível – Liam brincou com a situação.

- Claro que não! – Mason ficou nervoso pela situação – é que... tava pensando se o Corey veio falar com você.

Tentou desviar do assunto, mas também estava curioso se seu namorado já tinha sugerido a Liam uma relação à três. Apesar de ser fiel ao seu namorado, já tinha sonhado mais de uma vez em ser ativo, passivo ou versátil com Liam.

- Agora que você tocou no assunto ele veio falar comigo ontem, mas Nolan veio falar comigo de algo pessoal.

- É? Sobre o que?

- Putz cara! Não posso falar.

- AAH! Qual é! Pode me contar. Juro que não vou falar para ninguém.

Mason não estava curioso e sim com ciúmes. Nolan também é um menino bonito com seus olhos azuis e algumas sardas no rosto que lhe davam um charme maior e recentemente vinha se aproximando de Liam. Será que ele tinha as mesmas intenções que Mason e Corey?

- Só posso te contar uma coisa: ele está interessado em alguém que conhecemos.

- Você.

- Não, é o... OPA! Menino esperto! Quase me fez falar, mas não vou abrir a boca.

- Vai! Dá só uma pista de quem é?

- Não é eu, e sim alguém mais velho.

- Diiiz, por favor.

- Nãoo, é um segredo entre mim e o Nolan

Os dois voltaram para o quarto com Mason insistindo em saber em quem o Nolan está interessado, mas Liam insistiu em manter em segredo.

- Eu vou te perturbar até você me contar.

- Pode tentar – falou Liam com um tom sarcástico na voz – Já aguentei coisa pior.

- Aé.

Mason foi para cima de Liam o que fez que os dois tombassem na cama. Ficou fazendo cocegas nele até ceder a informação, mas Liam não falava. Os dois estavam rindo até que Mason parou e percebeu que Liam estava sob seu controle.

Liam olhou para cima e viu Mason apenas olhar para ele. Mason foi aproximando seus rostos até que Liam o interrompeu.

- Hey! – chamou sua atenção – O que está fazendo?

- Algo que quero a muito tempo.

Selou os seus lábios com o de Liam e este apenas deixou se levar. Não resistiu. Não o afastou. Não o rejeitou. Apenas deixou se entregar aquele momento com o seu amigo, enquanto que Mason intensificava o beijo entre os dois e ficava cadê vez mais excitado com aquilo.

Então, Mason percebeu o que estava fazendo e se afastou de Liam.

- Ai me Deus! Desculpa Liam, desculpa mesmo eu... eu... eu me deixei levar pel-

- Calmaaa. Só foi um beijo – Liam disse limpando uma saliva do lado direito de sua boca – E também, eu sei que você queria isso.

- Mas... mas como?

- Eu sempre percebi o jeito que você me olhava com desejo, só queria que fosse do mesmo jeito que o Stiles olha para o Scott.

- Peraí! Você também já tinha percebido que o Stiles ama o Scott?

- Até o próprio Scott já sabe.

- O que?

- É, uma vez ele me pediu um conselho sobre o que fazer diante daquela situação e eu disse que devia conversar sobre isso com o Stiles.

- Coitado do Stiles.

- É, mas voltando ao assunto, se você me olhasse com amor também eu teria te dado uma chance.

- O que? Mas você não é hétero?

- Sou, mas isso quer dizer que eu não posso pegar meu amigo gay?

- Acho que não.

- É só eu ser o homem na hora do sexo.

- O que? Por que?

- Porque faz bastante tempo que estou na seca e quero enfiar em alguém em vez de me masturbar e para de fazer show que eu sei que você quer isso também.

Liam mudou a posição e agora estava em cima de Mason. Começou a desferir beijos em seu pescoço e foi abaixando até seus peitos e parou no seu mamilo esquerdo o chupando e passando a língua, enquanto escutava o gemido do outro.

- ah...ah...ah...ah – Mason não parava de gemer. A boca de seu amigo em seu corpo o fazia se arrepiar.

Liam desceu até sua bermuda e a tirou junto com a cueca de Mason e percebeu o membro deste rígido e bastante comprido, mas que o seu. Só que não deixaria isso fazer com que os dois trocassem de posições.

- Hey Liam – Mason o chamou – Só pra você saber, eu tenho 18.5 cm e o Corey tem 16.9 cm, então geralmente sou o ativo nas nossas transas. Quanto você tem? Só por curiosidade.

Liam não queria contar que o seu não passava dos 16.7 cm.

- Quando você sentir, vai saber.

Tirou os restantes das roupas dos dois. Queria estar dentro de Mason naquele momento.

***********************

Lydia está desesperada.

Nesse momento está na escola ajudando a arrumar alguns arquivos, mas sua cabeça está nesse momento onde Stiles está. Nathalie percebeu a preocupação estampado no rosto de sua filha.

- Lydia.

- Hã?

- O que aconteceu com você? Você está muito aflita filha.

- Não se preocupe, mãe. Na verdade, é algo pessoal.

- Mas se uma coisa está afligindo minha filha, eu preciso saber ou você vai ter um ataque e não vou saber explicar pro médico o porquê.

- É que não é sobre mim.

- Pior ainda! – exclamou a mãe da Lydia um pouco irritada – Se isso não é da sua conta, você não deve se envolver.

- Mas mãe...envolve um amigo.

- Um amigo e não você. Lydia, você já tem muito problema e ainda fica absorvendo problema alheio, isso vai acabar com você.

Lydia repouso sua cabeça na sua mão.

- É sobre o Stiles.

- Stiles? O que aconteceu com o Stiles?

- Mãe, se eu te contar uma coisa, você promete não comentar com ninguém?

- Lydia, sou uma educadora. Escuto diversos problemas de diversos alunos e nunca contei para ninguém, nem para você.

Lydia pensou se devia contar ou não, mas após esse discurso resolveu contar, afinal sua mãe sempre foi de confiança.

- Mãe... o Stiles... ele... é gay.

- Sabia – Nathalie de repente bateu a palma de sua mão esquerda na mesa – Desde que tive a relação com o gay do seu pai, comecei a matar de letras todos os caras gays, só que qual o problema disso? Ele quer contar para o pai e não sabe como? Diga que não há nada de errado sobre isso.

- É que não é sobre isso... e sim Scott.

- Os dois terminaram?

- O que? Não! Eles são apenas amigos.

- Sério?! Eu jurava que os dois fossem um casal, afinal, sempre estão juntos.

- E deve ser por isso que se apaixonou por ele.

- E qual o problema disso?

- A alguns dias, Stiles me contou que gostava de Scott, mas não tinha coragem de contar por medo de perder a amizade com o ele e também por já está namorando com a Malia, mas que hoje tentaria se confessar para ele.

- Nossa! Scott é rápido – comentou Nathalie – Até pouco tempo namorava Kira e agora já está em outra. Mas o que isso tudo tem a ver com você?

- É que Malia é minha amiga e sei que ela gosta do Scott, mas agora que sei que Stiles também o ama, não quero ver meu amigo sofrendo por uma paixão não correspondida e Malia é minha amiga e não posso querer que o Stiles seja feliz e vê ela sofrendo.

Lydia desabou em lágrimas por estar naquela situação.

- Mãe... eu não sei o que fazer – o choro dela aumentava – Eu não quero ver meus dois amigos sofrendo.

- Lydia Lydia Lydia Lydia – chamou Nathalie – Calma filha senão você terá uma crise.

Nathalie tentou acalmar Lydia diante da situação porque estava com medo que tivesse uma crise.

- Olha pra mim – Levantou o rosto de sua filha e limpou suas lágrimas – Escute, essa situação realmente é complicada porque no final dessa história alguém vai sofrer, mesmo que Scott seja gay ou hétero ele vai escolher a pessoa que gosta e a outra vai sofrer por isso. Mas isso são coisas da vida e creio que você saiba que se o Stiles for se confessar hoje mesmo, qual seja a resposta.

- Sim – Lydia disse estas palavras com um pesar – Acho que Stiles vai ser rejeitado.

- E isso não será o fim do mundo para ele – Nathalie agora segurava as mãos de Lydia sobre a mesa – Admito que não conheça tão bem o Stiles como você, mas ele parece ser uma pessoa forte e vai ficar bem, sabe por que?

Lydia fez um sinal negativo com a cabeça.

- Porque a vida é assim Lydia. Infelizmente, ela não é fácil para ninguém e por Stiles ser gay vai acabar enfrentando certas situações que nós não vamos passar e essa é uma delas: ter que se apaixonar por um amor que não será correspondido pelas suas diferenças.

- Mas mãe... é o Stiles... ele não merece sofrer por isso.

- Muitas pessoas sofrem por não merecerem, mas é isso que as faz crescer. Vamos dizer que a vida é como se fosse uma escada e cada degrau fosse um desafio que a pessoa tem que sofrer para subir até o topo e agora o Stiles está passando por um degrau. Lydia, o que tiver que acontecer com o Stiles vai acontecer e ele vai superar, mas por favor meu amor, não absorva o sofrimento do outros, isso só vai fazer mal para você.

- Eu sei... eu sei... desculpa mãe, mas eu só quero que ninguém sofra.

Nathalie abraçou sua filha enquanto chorava. Lydia não queria que começasse a semana e ver o seu amigo abatido.

Pena que isso é o mais provável a acontecer.

***********************

- Como anda o namoro? – pergunta Derek ao entrar na cozinha e ver Malia tentando fazer umas panquecas.

- Bem! – disse curta e grossa.

- Eita! – Derek deu um passo para trás – Calma aí priminha. Por que esse estresse todo?

- E você? – disse agora virando para o Derek – Por que essa curiosidade para saber sobre meu namoro?

- Porque você é minha prima Malia e mesmo discutindo quase o tempo todo, você é minha família e não gosto que brinquem com a minha família.

- E quem está brincando aqui?

- Scott está zoando com a sua cara.

- O que? De onde tirou essa frescura?

- Malia, por favor, vai me dizer que nunca reparou que ele e aquele amiguinho dele tem alguma coisa?

- Claro que não! – Malia estava ficando alterada – Não é porque o Stiles é gay que o Scott é, e sim, que o Scott não tem essas frescuras de diferenciar as pessoas por quem elas ficam e-

- Aah! Então o Scott sabe que o amigo é gay?

- Acho que sabe, se eu que os conheço a pouco tempo sei, por que ele não vai saber?

- Malia – Derek se aproximou dela – Você tem certeza que uma amizade tão longa e próxima como do Scott e o Stiles não acontece ou aconteceu nada?

Malia agora está pensativa. Quando os conheceu, já percebeu que Stiles é gay e sua proximidade com o Scott, inclusive, chegou a pensar que tinham um namoro secreto. Quando Scott começou a namorar Kira, ficou em dúvida se aquilo era pra tentar disfarçar alguma coisa e quando os dois se aproximaram, Malia esqueceu esses pensamentos que agora foram retomados por culpa de Derek.

- Pensou demais priminha – Derek foi na geladeira, pegou uma maça e uma faquinha e foi em direção ao seu quarto, mas antes de sair disse – Esse namoro é recente, então se você for fazer alguma coisa, faça agora. Senão, mais tarde é você que irá sofrer nessa história.

Derek saiu da cozinha deixando Malia pensativa. E se Derek tivesse razão?

***********************

- Stiles, está em casa? – perguntou Noah entrando em sua casa e vendo tudo apagado e estranhou, afinal, o filho falou que iria ficar o dia todo arrumando o quarto.

- Stiles? – como não escutou a voz do seu filho, resolveu ir ao seu quarto.

Caminhou em direção ao quarto do filho ligando as luzes e quando chegou em frente da porta, a encontrou trancada.

- Stiles? – deu algumas batidas na porta – Você está aí?

Estranhou seu filho não responder e mais ainda pela porta estar trancada e com as luzes da casa apagadas.

- Filho? Tudo bem? – agora está dando batidas um pouco mais fortes na porta. Algo lhe dizia que alguma coisa não está certa.

- STILES?

Escutou a porta ser destrancada e logo após ser aberta por Stiles.

- Oi?

- Meu filho, o que aconteceu? Por que estava com a porta trancada?

- É que... tava arrumando e parei pra comer e depois descansei um pouquinho, só acho que peguei no sono. Que coisa,não? Hehehe.

Sentiu um riso forçado vindo de seu filho, além do mais, viu que estava um pouco abatido.

- Tem certeza? Parece um pouco triste.

- É porque... na arrumação vi algumas coisas que me deram uma nostalgia e fiquei com saudades.

- Tem certeza?

- Sim sim.

- Okay então – não acreditou muito nas palavras do filho, mas não ia força-lo a dizer – Vou fazer a janta. Pode me ajudar?

- Sim, vou apenas passar uma água no rosto para acordar.

- Vou te esperar na cozinha.

Noah saiu e deixou Stiles sozinho, que voltou para sua cama e sentou. Ainda não conseguiu digerir toda aquela situação com Scott, mas se sentia um pouco melhor depois de ter falado.

Só que agora, precisa resolver outro assunto. Foi no banheiro, passou uma água no rosto e foi para cozinha e encontrou seu pai na pia.

- Ainda bem que chegou – Noah estava descascando algumas batatas – Não encontrei muitas coisas, aí resolvi uma carne cozida com batatas. Me lembre de fazer o rancho amanhã.

- Pai.

- Sim.

- Preciso conversar com o senhor.

 


Notas Finais


E aí gente! Surpresos pela resposta do Scott? Então pessoal, primeiro quero agradecer a todos que estão lendo essa fanfic e a comentarem, isso me dá uma vontade muito grande de continuar. Bem, minha faculdade veio bater na minha porta e falar: "esse mês vou ferrar com a sua vida" e agora o que não falta é trabalhos para eu fazer, infelizmente isso vai afetar no lançamento das minhas fics, mas não quer dizer vou parar de lançar porque isso não seria legal com vocês e nem para mim que tô dando meu coração para isso. Por isso, que decidi lançar nos fins de semana para não perder meu ritmo, então pessoal, peço a compreensão de vocês e juro que até esse ano termino essa fanfic.
Até próxima pessoal!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...