1. Spirit Fanfics >
  2. Just Friends >
  3. Resolvendo problemas do meu jeito...

História Just Friends - Capítulo 10


Escrita por:


Notas do Autor


Então, esse capítulo aqui ksksk ai ai já to sorrindo,esse capítulo aqui vai ser a visão de Lúcio, então saibam q é focado nele esse capítulo
Vai ser divertido >:3

Heheheh fiquem com a leitura,qualquer erro foi mal ._.

Capítulo 10 - Resolvendo problemas do meu jeito...


Um pouco antes dos acontecimentos com a pequena Chermie...

 

~Em casa...

 

Lúcio havia caido no sono pela sua exaustão dos últimos dias,ele estava se desgastando muito com a criança,sempre correndo pela casa,realizando várias brincadeiras com a mesma,era uma diversão que não acabava mais...e o garoto já estava exausto daquilo tudo,porém jamais arrependido de passar aquele tempo com a garota. Aos poucos ele foi acordando,depois de abrir os seus olhos bicolores revelando aquele preto e aquele vermelho tão misteriosos...o maior se espreguiçou no sofá enquanto olhava ao redor procurando uma certa criança,ainda sonolento,conseguiu se lembrar que a garotinha estava na escola...então ele esfregou seus olhos e foi tomar um banho para esfriar sua cabeça.

_O que essa garota fez comigo? Eu não consigo parar de pensar nela a cada segundo! E se...algo aconteceu na escola? .Lúcio pensava com a água do chuveiro caindo em suas costas,ele tinha os pensamentos ainda voltados para Chermie,ou Cherry,como ele preferia chamar...o mesmo tentava ao maximo não fazer alguma besteira,mas estava sendo difícil,depois de muito tempo naquele chuveiro ele saiu e colocou apenas a sua calça,deixando a sua barriga amostra,ele não era tão forte como aparentava quando estava de terno,mas dava pra ver o seu tanquinho um pouco definido,sua pele pálida era realmente estranho,aqueles cabelos castanhos e molhados caídos sobre o seu rosto...emfim,ele se direcionou a sala pensando que não tinha mais jeito e já tinha como decisão,fazer alguma besteira,porém o telefone tocou e ele rapidamente foi atender.

_Err...Alô? .Ele dizia já com o telefone nas mãos,esperando a outra linha responder enquanto tinha pensamentos sobre quem poderia estar ligando...

_Alô, é da casa da Chermie? É que vamos largar mais cedo e quem leva ela para casa são sempre os pais .Falava a pessoa da outra linha,era aparentemente alguém da secretária da escola... Lúcio suspirou aliviado,ele estava ficando paranóico.

_Ah sim...que horas? .Ele perguntou tentando ser normal,porém o mesmo estava nervoso,ele sentia um mal pressentimento e sabia que se tratava da garota.

_Mas eu já tinha dito o horário antes...Quem está falando? .Dizia uma mulher confusa,ela se questionava sobre quem estava atendendo o telefone da casa da garotinha.

_Um irmão dela,agora quer me dizer a hora? .Ele falava perdendo um pouquinho a paciência, respirando fundo para não xingar a mulher,ele tentava a todo custo não fazer besteira,mas quando o mesmo estava preocupado,ele perdia o controle de si.

_Mas a senhorita Chermie não tem nenhum irmão... A mulher insistia confusa e aquilo só deixou Lúcio mais nervoso ainda,dessa vez ele não conseguiu se controlar.

_Apenas me diga logo a PORCARIA da hora que vocês irão largar hoje,só isso! .Ele falava impaciente e a mulher da outra linha se assustou com seu tom de voz.

_Esta bem...vamos largar daqui a 15 minutos,mas não prec- .Ele mal deixou a mulher terminar e já foi desligando o telefone,batendo ele na parede com força...quando percebeu ele já estava na rua correndo igual louco,porém observou que as pessoas olhavam para a sua barriga,aquilo o irritou e ele olhou para si...o mesmo só usava uma calça "Merdaaa! Eu sou burro por acaso?!" pensava Lúcio voltando para casa e colocando qualquer camisa que visse pela frente,depois saiu batendo a porta rapidamente indo em direção da escola da garota....

_É incrível como essa garota de tornou importante para mim...a ponto de eu sair correndo sem camisa no meio da rua! .Lúcio falava sozinho irritado,porém ainda preocupado,ele já não se importava se estava falando sozinho enquanto corria,seus pensamentos agora só se voltavam a criança.

 

~Chegando lá...

 

_Mas o que o senhor está fazendo aqui? Faltam ainda 10 minutos para largar .Dizia uma professora da escola para Lúcio,o mesmo estava destruído,seus cabelos todos bagunçados pelos ventos que recebeu após correr igual um louco pelas ruas.

_Não tem problema,eu espero .Lúcio dizia com uma certa frieza no olhar,a mulher entendeu que não ia conseguir convencê-lo de que aquilo estava sendo exagero da parte dele,por isso não questionou mais nada e decidiu deixar ele esperando por lá mesmo...

...

_Então...quem é a sua filha? .A professora decidiu quebrar o silêncio irritante e ser gentil com ele,sorrindo para o mesmo,o garoto parecia perdido em pensamentos...

_An? ...ah sim! É a Chermie, quer dizer,ela não é minha filha é a minha irmãzinha..."Merda eu odeio mentir,mas eu não tenho escolha, e entre pai e irmão, eu pareço mais com o irmão dela mesmo com essa aparência que eu tenho!" Pensava Lúcio arrependido de suas ações,mas como ele havia dito,faria de tudo para proteger a criança e jamais iria se separar dela,por isso ele forçou um sorriso para a professora a sua frente.

_Ah,entendi,espera,Chermie? Onde estão os pais dela? .A professora perguntava confusa,aquilo só fez o maior revirar os olhos e suspirar profundamente antes de responder.

_Eles sofreram um acidente,mas acho que daqui a alguns dias eles voltarão,não foi tão grave...Embora eu esperava que fosse .Lúcio sussurrou a última parte,fazendo a professora não entender o que ele disse,mas ela logo deixou sua curiosidade de lado e falou algo que realmente preocupou o garoto.

_Espera,os pais da Chermie? Mas a equipe médica de lá ligou ontem,informando que eles já receberam alta e que daqui a dois dias estão voltando e...o senhor está bem? .A mulher falava calma,mas quando viu que Lúcio havia ficado mais pálido que o normal se preocupou.

_Como assim? Você tem certeza?? .Lúcio falava com uma expressão desesperada,ele agora tinha as suas mãos sobre os ombros da professora,pressionando com força,a mulher se assustou um pouco com sua atitude repentina,porém respondeu de imediato...

_S-sim...foi o que eu disse,algum problema? .A professora tentava sorrir gentil,mas não conseguia esconder o seu medo,o garoto logo percebeu o que estava fazendo e se afastou dela,levando as suas mãos a cabeça e se encostando na grade que havia lá.

 

....

 

"Não...não pode ser! Aqueles vermes! Eu deveria ter acabado com eles quando tive chance! ...eu prometi...eu prometi a Cherry que ia cuidar dela pra sempre,mas...com aqueles idiotas de volta vai ser difícil...eu não quero deixa-lá....NÃO! EU NÃO VOU ABANDONAR ELA! EU FAREI O POSSÍVEL PARA NÃO QUEBRAR A PROMESSA! ...e eu digo tudo mesmo...não importa o que seja..."

 

....

O sinal então toca,despertando Lúcio de seus pensamentos,a professora ainda estava lá,olhando o maior assustada...enquanto várias crianças apareciam correndo para a saída,ele observava bem até a sua criança aparecer,mas para a sua surpresa,ela apareceu de uma forma inesperada...

A pequena Chermie andava ao lado de seu mais novo amigo,Luck,o ruivo de cabelos cacheados e óculos,que era familiar para Lúcio,porém ele percebeu que a criança tinha um olhar triste e aquilo foi o suficiente para o maior sair correndo na direção dos dois...

_Cherry! Você esta bem?? E o que você está fazendo aqui? Não, não tenho tempo pra isso,Cherry o que aconteceu? .Ele perguntava preocupado,se agachando para ficar na altura da garota,mas logo sentiu uma pequena pontada de ciumes pelo ruivo estar ali com a criança,mesmo assim ele ignorou e voltou a sua preocupação exagerada.

_O que? Tio Lúcio, eu estou bem! Não se preocupe .Cherry tinha um sorriso forçado no rosto,ela tentava esconder uma parte de seu braço esquerdo,como se tivesse algo ali,o garotinho percebeu que a garota mentiu e revirou os olhos.

_Você disse que ia contar a ele Chermie! .O garotinho ruivo aplicava uma bronca na pequena,que o olhou brava de repente,não importava quanto tempo passasse,a garotinha sempre teria aquelas mudanças de comportamento repentina...

_Luck! Eu não posso! Você não sabe como o Lúcio vai ficar se ele descobrir que...A garota falava brava sem notar a presença do maior,que encarava tudo confuso,quando Cherry ia contar,tapou a própria boca rapidamente com as mãos,revelando um pequeno machucado no seu braço esquerdo,aquilo foi o suficiente.

_Cherry! Me diga logo e...o que é isso no seu braço? Ou melhor,quem te fez isso? .Ele dizia bravo,mas assim que viu o braço da pequena sua expressão mudou,pensar que alguém tinha tocado nela daquele jeito...aos poucos ele perdia o controle de si e a garotinha percebendo isso o abraçou,deixando Luck confuso,apenas observando a cena.

_Hey espera ai! você não me disse que o Luca tinha te machucado também! Agora sou eu quem vai t-...O garotinho de óculos falava bravo,mas o que ele não percebeu é que falou mais do que deveria...Ao ouvir o garoto,Lúcio apertou Cherry contra si e com uma de suas mãos livres,pousou a mão sobre o garotinho,o interrompendo...

_Quem é esse "Luca"? Ele fez algo com a  minha Cherry? .Lúcio falava sem no mínimo tentar esconder a raiva que sentia naquele momento,Luck apenas decidiu não mentir,pois observou bem os olhos do maior,eles tinham algo assustado que o menor não sabia explicar...

_Ele...ele rasgou uma das orelhas do coelhinho de pelúcia dela,como era mesmo?...ah sim! Pon! .O garotinho falava tentando manter a calma,pois a garota não havia lhe contado que quando o loiro babaca a empurrou,ela machucou de leve o seu braço.

_Eu conto .Cherry falava ainda abraçada a Lúcio,o mesmo só pensava em acabar com o tal de " Luca" ,mas assim que lembrou que pressionava a pequena com uma de suas mãos para forçar ela à abraçá-lo...soltou a mesma,que continuou a falar. Eu bati nele,porque ele ficou falando coisas más do senhor! Depois chamou a diretora e ainda fez ela ficar do lado dela! Me propondo um castigo, que no caso foi ficar sem recreio...porém quando eu achei que estava sozinha na sala,ele apareceu e rasgou o Pon! Depois me ameaçou! Após 15 minutos o Luck me achou e me ajudou a se acalmar...foi isso e...Lúcio! .Ela falava se encolhendo um pouco assustada ,quando lembrou da ameaça que aquele loirinho fez contra ela...A garotinha ficou mais assustada ainda quando viu que Lúcio estava com uma expressão indecifrável estampada no rosto,porém ela sabia que daquilo não iria sair nada bom.

_...E onde está esse Luca? .Lúcio perguntou apenas,sua voz estava mais fria do que de costume,juntamente com o seu olhar,que demonstrava uma certa frieza jamais vista pela garotinha...

_Lúcio por favor! Não faça nada com ele! .A garotinha suplicava para o maior que ainda mantinha aquela expressão assustadora,aquele sorriso misterioso havia sumido e aquele olho preto parecia ter ficado mais escuro ainda...assim como seus pensamentos que estavam um pouco exagerados sobre o que fazer com esse tal Luca.

_Procurando por mim inúteis? .Uma voz interrompeu aquele momento,fazendo toda a atenção sobre Lúcio ir para um certo loiro culpado pelos problemas da pequena Chermie...

_Luca! Como você ousa ameaçar uma simples garotinha!? .Dizia o ruivo indignado,ele avançava tentando intimidar o garoto loiro de sorriso cínico.

_Ora,se ela não tivesse me batido, eu teria perdoado... Aliás, pensei que você era mais corajosa,não sabia que ia tentar me derrubar com sua "estúpida" gangue de inúteis, eu acabo primeiro com o de óculos! .Ele falava com uma certa ousadia,Lúcio no momento não fazia nada,ele tentava recuperar o controle de si,mas estava sendo difícil,pois o garotinho só falava besteiras e só de saber que tinha sido ele o causador do mal que fez a sua pequena passar,fazia um ódio corroer por todo o seu corpo e infelizmente o seu lado irracional já havia tomado todo o controle de seus pensamentos e ações...

_Se você não tivesse falado mal do meu Lúcio eu não teria te batido! .A garotinha tentava argumentar com aquele ser ignorante, mas não obteve muito sucesso,mesmo assim ela ajudou bastante um certo alguém..."Meu...o que?" pensava Lúcio voltando a si,suas bochechas agora avermelhadas de leve,ele tinha agora uma expressão mais calma,comparada a de antes onde na sua cabeca,só circulavam pensamentos nada gentis...

_Não ouse falar em coragem,sendo você um covarde que não tem capacidade de resolver um simples problema,a ponto de precisar chamar a diretora! .Luck dizia cuspindo as palavras,fazendo Lúcio rir um pouco,o garoto então ficou bravo com a fala do Ruivinho,que sorria ao saber que tinha intimidado o garoto.

_Cala a boca nerd! E você? Do que esta rindo aberração? Quem é você afinal? .O garotinho loiro tentava se recompôr,mas ele fez isso de uma maneira errada.

_Então foi você, o tal "Luca" que machucou a minha Cherry? Patético...Lúcio falava se aproximando rapidamente do loiro,que não teve tempo de reagir, pois quando percebeu tinha a gola de sua própria camisa segurada pelo maior,a garotinha havia ficado com as bochechas visivelmente avermelhadas pelo garoto de pele pálida...enquanto Luck observava a cena impressionado com a velocidade de Lúcio.

_Hey! Me solte! Você sabe quem eu sou? .Dizia o loiro tentando se manter firme,porém houve um deslize em sua voz,revelando que o mesmo estava assustado.

_Você não precisa saber quem eu sou,a única coisa que você deve se preocupar é com a sorte de existir muitas pessoas nesse momento...Pois se não fosse por eles,eu acabaria com a sua vida aqui mesmo,pirralho de merda .Lúcio cospia as palavras bravo,perdendo um pouco do controle de si,ele se segurava ao máximo para não bater no garoto,ou fazer algo pior,porém se lembrou de algo e achou perfeito por enquanto...Chermie,venha aqui .Ele chamava a criança que estava confusa de mais assim como Luck para entender o que ele pretendia fazer.

_Mas Tio Lúcio...Chermie falava receosa e temendo o que o maior poderia fazer,ele apenas bufou revirando os olhos.

_Chermie venha aqui e me traga a sua bolsa .Ele ordenou dessa vez,fazendo a garota o obedecer imediatamente,assim que a garotinha chegou perto dele,o maior pegou a bolsa de suas mãos enquanto com uma de suas mãos livres,ainda segurava pela gola da camisa o loiro mimado...sem mistérios,ele pegou o coelhinho de pelúcia da garota que faltava uma orelhinha. Então foi você que rasgou o coelhinho da minha criança? .Lúcio perguntava mais uma vez,o garoto não dizia nada apenas olhava assustado,seu ar de superioridade havia sumido,no momento em que Lúcio o enfrentou de perto...

_M-me deixa em paz! .Dizia o garotinho loiro finamente,ele ainda se mantinha assustado enquanto Lúcio soltava uma risada debochada,seguida de um sorriso cínico,ele puxou o garoto mais para perto.

_Escute bem,você ira concertar o coelhinho da minha criança e assim que fazer isso,vai se afastar dela e nunca mais ira mexer com ela novamente...esta me entendendo? Pequeno "Luca"? .Lúcio falava,voltando a aquela expressão assustadora de antes,seus olhos bicolores pareciam penetrar a alma do loiro.

_E-esta bem...Dizia Luca,Chermie olhava Lúcio impressionada,ele parecia se controlar a todo momento para não pular no pescoço do garotinho...já Luck,estava desconfiado das palavras do loiro.

_Então pode ir...Lúcio o soltou e assim que o garotinho deu as costas e se preparou para correr dali,Lúcio o puxou pelo braço.

_Sabe,eu não acredito em você... E também, você me chamou de aberração,além de que machucou a minha criança quando a empurrou na sala de aula! Eu não posso deixar você simplesmente fugir...achando que não terá consequências .Lúcio falou enquanto apertava mais forte o braço do garoto,que arregalou os olhos, assim como Chermie e Luck.

_Como o senhor sabia que ele me empurrou? Sendo que eu não falei nada disso a ninguém?? .Chermie perguntava confusa e Lúcio olhou para ela rapidamente,sorrindo para a mesma.

_Você não precisa me dizer,eu disse a você que não te deixei sozinha .Ele falava com aquele ar misterioso e Luck e Cherry ao mesmo tempo tombaram a cabeça para o lado,confusos..."Espera...será que..." Chermie tentava descobrir o que Lúcio queria dizer com aquilo...até que ela se lembrou de algo...

...

"_Tio Lúcio... Eu não quero que o senhor me deixe .Ela o chamou e ele rapidamente a encarou,antes de adentrar a sala dela ele lhe devolveu a bolsa,quando ouviu o que a garota  disse ele sorriu, foi um dos sorrisos mais radiantes que ela tinha visto até então.

_Cherry,você pode não me ver aqui,mas eu posso aparecer aqui .Ele segurou os ombros da garota delicadamente e apontou para a testa dela,indicando que ele estava em sua cabeça também...."

...

"então com isso...ele queria dizer que ele está nos meus pensamentos também? Quer dizer,literalmente? Mas...como isso é possível? Ele é mesmo uma pessoa comum?" Chermie estava perdida em pensamentos,enquanto Lúcio apertava o braço do garoto com mais força ainda,já era visível algumas lágrimas acumuladas nos olhos do loirinho...quando Lúcio percebeu que uma mulher irritante estava vindo na direção deles,apenas decidiu terminar.

_Vamos acabar logo com isso! Garoto,por enquanto,é só isso,você concerta a pelúcia da minha criança e eu te deixo por hora .Dizia Lúcio sorrindo cínico, aquele sorriso já estava causando calafrios em todos ali presentes.

_Como assim...p-por enquanto? .Perguntava Luca,assutado como um rato,que ainda tinha o seu abraço apertado pelo maior,com a sua pergunta,ele percebeu que Lúcio encravou as suas unhas no braço dele.

_Por enquanto é só isso,pois eu irei te mostrar que jamais se deve tocar na minha Chermie do jeito que você tocou...ah! Te machuquei? É só o começo da dor que eu farei você sentir...aproveite a sua vidinha enquanto pode e ore bem muito para que eu perdoe o que você fez...Pois como eu disse,você tem sorte que eu não irei acabar com você agora mesmo... Se manda .Lúcio falava com um sorriso largo que ia aumentando a cada palavra que ele dizia,assim que terminou e soltou o garoto e o empurrou com brutalidade,fazendo  o mesmo nem olhar para trás e sair correndo como se sua vida dependesse disso...e realmente ela dependia.

_Mas o que está acontecendo aqui?! O que o senhor pensa que está fazendo? .A diretora havia chegado após receber uma denúncia anônima que um adolescente estava ameaçando um dos alunos de sua escola,mas como sempre ela chegou tarde de mais...antes de responder,Lúcio aproximou sua mão da boca lentamente e lambeu as suas unhas que tinham um líquido vermelho nelas,possível sangue de um certo loiro que Lúcio havia arrancando a força quando encravou suas próprias unhas no braço do garotinho mimado...

_Isso é... Chermie! Esse cara é muito estranho! Tem certeza que irá ficar bem? .Luck se pronunciava após ficar muito tempo em silêncio,Lúcio logo pareceu se lembrar da existência dele.

_E você garoto? fez algum mal a minha criança? .Ele perguntava sério e o garotinho balançou a cabeça negativamente várias vezes,fazendo assim Lúcio sorrir para ele e dizer um simples "Ótimo!" ,que de alguma forma,aliviou o garoto de óculos e cabelos ruivos...

_Alguém pode me dizer o que realmente aconteceu aqui?! .A diretora se pronunciava novamente,dessa vê, mais brava ainda por ter sido ignorada por Lúcio e as duas crianças que o acompanhavam.

_A senhora deveria procurar uma solução para aplicar uma bela lição a esses delinquentes que estudam aqui,ao invés de perder seu tempo com quem realmente quer estudar! Agora com licença .Lúcio dizia sério e pegou a mão da garotinha,ele acenou para o ruivo e foi embora,deixando a diretora sem palavras no momento...

 

~Na rua...

 

_Cherry,estou decepcionado com você! Por que não disse logo a verdade? Você sabe que pode contar comigo não é? .Lúcio dizia já de volta a si,sua expressão era calma,mesmo assim o seu tom de voz era triste.

_Lúcio, não precisava o senhor ter feito aquilo .A garota que antes andava de mãos dadas com o maior,agora estava sendo carregada no colo por ele...

_Cherry,me desculpe ter perdido o controle,mas ele não vai mais te incomodar Okay? Pense nisso .Lúcio dizia mostrando um sorriso,sem maldades dessa vez,a criança sorriu um pouco e encostou sua cabeça no ombro dele,fechando os olhos logo em seguida.

_Mas...só faltou o senhor pular no pescoço dele,não faça mais isso ...Cherry disse,na verdade sussurrou e logo em seguida adormeceu nos braços do maior,que a segurou com mais força e continuou seu caminho até chegar na casa...

_Eu farei de tudo para te proteger...minha Cherry .Lúcio disse,mesmo sabendo que a garotinha já estava no seu pequeno sono....


Notas Finais


Oloko ksksk e então oq acharam? Eu deveria ter matado esse Luca sério, moleque mo FDP ksksksk
Emfim,desculpem a demora mas eu num morri não, estive ocupada,porém a fanfic sempre vai voltar ksksk

Até o próximo! <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...