História Just Friends- Camren - Capítulo 10


Escrita por:

Postado
Categorias Fifth Harmony, One Direction
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Harry Styles, Lauren Jauregui, Louis Tomlinson, Normani Hamilton
Tags Camren, Comedia, Romance
Visualizações 793
Palavras 2.354
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, LGBT, Romance e Novela, Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hello hello, nénens mais preciosos de todo o universo e galáxias, e tudo mais. Bom, espero que a semana de vocês esteja sendo maravilhosa( eu amo muito essa palavra). Depois desse cap, acho que são mais 4 então, estamos no começo do fim agora. Eu queria agradecer a todos que leram, favoritaram, conversaram comigo no último cap, e é isso. Vocês são muitoooooo amores comigo.
Amanhã é sexta? Amanhã tem outro, mas sábado acho que não vou poder postar, mas posto 2 no domingo se eu não chegar muito tarde. É isso e muito obrigadinha por estarem tornando todo essa experiência de JF maravilhosa.

Capítulo 10 - I dont gave a damn


P.O.V Lauren

-Ela está certa. Eu sou um ser humano desprezível.- disse virando o meu copo, sentada no bar.

- Realmente algumas coisas nunca mudam, 10 anos depois e você continua caidinha pela Cabello?- disse sorrindo.

- Sim ou não, do que importa. Ela me odeia agora.- disse suspirando. Levantei o dedo chamando o bartender.

            Harry, Dinah, Keana, Vero e eu tínhamos parado nesse bar logo após o festival. Depois de Camila cuspir na minha cara que não queria me ver nem pintada de ouro meus amigos acharam melhor eu passar o resto da véspera de Natal aqui do que na casa dos Cabello, onde ela vai estar com a namoradinha a tira colo. Todos ali já estavam um pouco alterados alcoolicamente. Mas nada demais.

            - Talvez se você se explicar para ela. Falar como se sente.- disse Harry.

            - Aham claro. Até por que isso funcionou muito bem há 10 anos atrás, não é mesmo?- disse irônica para o meu amigo.- Ela não vai me escutar Hazza.-  ele suspirou virando seu copo também.

            - Eu chamei Diana para cá. Ela tem o direito de saber a verdade sobre a nova namorada, mas não quis falar pelo telefone.- disse Vero voltando a guardar o o celular no bolso.

            - Laureeeeeen Jaureegui- vi um Louis cambaleante vir até mim. Seus olhos estavam desfocados, indicando que ele estava num estado de embriaguez bem pior que a nossa. – A culpaaaa também é suaaa sabia? Minhaaa, dela. Ninguéeeem é inocente.- o olhei confusa. Todos os meus amigos não estavam entendendo nada também. – A ideia de te usaaaar para fazer ciúmeeees foi minha, admito.- levou a mão ao peito.- Mas eu só queriiia ajudar.- disse magoado.- Você enteeeende não é, Lauren?- chegou perto passando o braço sobre mim.

            - Como assim fazer ciúmes? Do que você está falando Louis. Senta aqui. Harry pega um café para ele?- disse puxando a cadeira ao meu lado. O cacheado levantou saindo.

            - Da Miiiila, ué.- ele falava um pouco enrolado, e eu não conseguia entender. – Por que ele foooooi embora? Eiiii vai nãoooooo.- Vero ria da situação do menino e Dinah o encarava com os olhos semicerrados.- Poooor que ele foiiii?

            - Lauren, eu acho que o que ele acabou de dizer é que a Camila estava te usando para fazer ciúmes na namorada.- minha amiga falou lentamente.

            - O QUÊ ???- exclamei surpresa me virando para minha amiga.

            - Issooooo aííí.- disse o garoto levantando um polegar.- Mas culpaaa não é sóóó minha, ou é?- disse ponderando. Sorri desacreditada.

            - Eu não acredito que ela fez isso. Meu Deus, que idiota que fui. Todo aquele discurso de nunca mais fale comigo. Tudo mentira. Bom, parabéns para ela. Conseguiu o que queria.

            - Caralho, com aquela carinha de sonsa ela conseguiu até me enganar.- disse minha amiga ao meu lado.

            - Ah mas ela vai me escutar, isso não vai ficar barato. Ela acha que ainda sou o brinquedinho dela? O pior de tudo é que ela ainda fez com que eu me sentisse culpada. Com certeza aquele show todo foi só para se livrar de mim, já que ela já tinha o que queria.- falava sentindo minha raiva aumentar.

            - Aqui!!!- Styles voltou com o café, oferecendo ao garoto.

            - Nossa, você éeeeeee muito bonitoooo. Sóoo para constar.- Louis disse e meu amigo só sorriu.- A genteeee deviaaa saiiiir qualquer dia.

            - Você devia tomar o café Tomlinson.- disse Verônica divertida.- Eu vou ligar para Lucy para ela vir te buscar.

            - E Eu ainda queria avisá-la de Ariana. Arg.Eu não sei quem é pior. As duas se merecem.- o sino da porta tocou indicando que alguém tinha entrado. Diana tinha acabado de chegar.

            - Hey Srta Issartel, oi Srta Iglesias.

            - Aqui fora é só Vero, Di, por favor.- minha amiga a cumprimentou com um abraço

            - Tudo bem, ham, você queria falar comigo. Parecia importante no telefone.- tirou seu cachecol.

            - E é. Na verdade é sobre sua namorada.- ela arregalou os olhos se sentando.- Você sai com Ariana há quanto tempo?

            - Três meses, na verdade o nosso aniversário é hoje.- disse confusa.

            - Bom, eu não sei direito como falar isso, e eu e Keh gostamos muito de você. Quase como uma família, e por isso que a gente tem uma coisa para te falar.-Ficamos em silêncio, deixando que Vero fale.- Sabe quem é Camila Cabello?- a garota acenou confirmando.

            - Ela é a ex de Ari.

            - Bom, parece que não é ex, e sim atual.- disse calma, e a garota arregalou os olhos.

            -C-Como a-assim?- Iglesias se pôs ao lado dela passando a mão em suas costas.

            - Aquela idiota estava se aproveitando todo esse tempo de você. – Diana sorriu sem humor, seus olhos logo se enchendo de água.

            -E-Eu não sei o que dizer. Eu estou com vergonha agora de ter acreditado nela todo esse tempo. Como eu sou estúpida, as viagens, nunca atendendo minha ligações de primeira.- Keana se juntou a garota a abraçando também. – Arg, eu quero matar ela. Eu quero socar a cara dela. E eu aqui toda apaixonada igual uma idiota. Ela até me deu a merda de um globo de neve com nossas iniciais de presente de namoro e de Natal.

            - Peraí, o que você disse? - Me pronunciei atraindo a atenção de todos.

            - Que eu estou com vergonha? - Vero me repreendeu com o olhar. Só ignorei.

            - Depois disso. Sobre o globo de neve?.

            - Ahnn, sobre isso?- abriu sua bolsa procurando algo dentro. Tirou uma réplica do que eu havia visto na mesa de Camila.

            - Eu já vi isso.- disse sorrindo sem humor.- Camila ganhou um igual hoje.

            -  Ela falou que havia mandado fazer especialmente para mim. “É único assim como você”- disse tentado imitar a voz da garota.

            - Que garota babaca.- Veronica falava indignada do lado de Emden.

            -  Pode me emprestar?- ela confirmou me estendendo.

            - Para que você o quer, Laur?- Keana perguntou, me levantei decidida.

            - Entregar meu presentinho de Natal para a Cabello.

            ........

            - Você tem certeza, Laur?- o garoto colocou a mão em meu ombro.- Ainda dá tempo de ir para casa e esquecer toda essa história.- respirei fundo o olhando, não, nem que eu quisesse eu conseguiria. Tinha que dar um basta nisso agora.

            - Tenho certeza, Harry.- abri a porta do carro descendo. Logo meus amigos estavam em meu encalço.

            Deixamos Louis em sua casa, e Keana havia ficado para cuidar do garoto, já que ele mal conseguia encaixar a chave na própria porta. Diana tinha feito questão de vir com a gente. Minha melhor amiga até tinha insistido para ficar com Louis e Keana, mas Harry conseguiu arrastá-la conosco.

            -FIUUUUUUUUUUUU FIU- Vero assoviou.- Agora entendo por que todo ano eles ganham esse prêmio idiota. Não consigo nem olhar para casa diretamente que meus olhos ardem, tem tanto pisca-pisca que dava para fazer um cinto para o planeta terra.- disse divertida. E dinah gargalhou ao seu lado.

            - Gostei dela.- minha amiga disse.

            - E você Emden, tem certeza que quer entrar?

            - No momento não existe nada que eu queira mais.

            Toquei a campahia em formato de Rena, tendo a visão de minha mãe confusa.

            - Lauren, minha filha. Onde vocês estavam? - Disse abrindo a porta para que entrássemos.- Quer saber? Não interessa mais, por que o importante é que você está aqui.- me puxou para um abraço.- Você bebeu? Lauren você está cheirando à álcool.

            - Ahn, foi uma d-dose de licor, para comemorar. Nada demais.

            - Bom, entrem. Veroo querida não sabia que viria.- Dona Clara a puxou para um abraço.- Você também Diana?- a olhou confusa a abraçando.- Estou feliz que tenham vindo, quanta mais pessoas melhor- disse batendo palminhas. Estávamos quase começando a ceia. Venham, eu vou buscar cadeiras para vocês, Vero e Diana. Os outros vão indo para a mesa. Nos guiei à sala de jantar. Todos já estavam ali, prontos a mesa. Recebi alguns cumprimentos, e lá estava ela. Com sua namoradinha falsa sentada ao seu lado, assim que entrei Camila se recusou à olhar em minha direção, tinha um olhar mortal. Ariana apertou sua mão por cima da mesa.

            - Lauren querida, sente-se. Quase começamos sem vocês.- disse o Sr Cabello simpático.             Nos sentamos e eu encarava o casal que tinha se sentado bem a minha frente. Grande tinha um sorrisinho vitorioso nos lábios.- Alguém se voluntaria a começar a prece?

            - Eu gostaria de dar algumas palavrinhas, Alejandro!!- Ariana se pôs de pé chamando a atenção de todos a mesa. O curativo em seu nariz fazia com que sua voz saísse anasalada, e eu me arrependia de não tê-lo quebrado.

            - Muitos aqui sabem que Camila e eu temos um relacionamento à um tempo já.- olhou para mim sorrindo debochada.- Nos últimos dias nos desentendemos e esse tempo afastada me fez perceber o quanto você- olhou a garota que parecia surpresa como todos ali.- é importante para mim, e o quanto te amo. Todos esses anos passamos por altos e baixos e eles só me fizeram entender que eu não posso passar mais um segundo de minha vida sem você.- pegou a mão de Camila de ajoelhando. Puta merda, ela não estava fazendo o que eu acho que ela estava fazendo, ou estava? Camila parecia prestes a desmaiar a qualquer momento, seus olhos se encontraram com os meus. Ariana tirou uma caixinha do bolso.- Você aceita se casar comi.- seu sorriso então desapareceu, a caixinha caiu de sua mão, e Grande parecia mais branca que eu.

            - Continua Ariana, termina a sua frase- Diana a encarava da porta de braços cruzados.

            - Eu amo essa cidade.- Dinah disse empolgada ao me lado.- Todo o dia parece uma novela mexicana.

            - D-D-Diana?.- todos ali observavam tudo em silêncio atônicos e confusos.

            - Vocês se conhecem?- Camila perguntou confusa.

            - Até bem demais, não é Grande?

            - CALA A BOCA JAUREGUI.- disse gritando assustando todos ali.- Você não tem nada a ver com isso.

            - Agora parece que eu tenho, não é Camila?- disse me levantando também.- Já que a Camilinha ali decidiu me usar de muleta para te fazer ciúmes. Me sinto até parte da história de vocês pombinhas.- a latinha abaixou a cabeça.- Ou eu estou mentindo Camila? Por que eu sou uma mentirosa, não é isso que você disse?

            - Não é assim também, Lauren. E não se faça de santa, por que você também não é inocente.

            - Realmente eu posso ter sido uma  idiota no começo, e peço desculpas por isso, mas foi só no começo. Depois era de verdade para mim, eu não conseguiria ser tão baixa quanto você e fingir por todo esse tempo. Eu sou muito burra mesmo. Ainda veio com todo aquele papinho me fazendo sentir culpada. Pura hipocrisia, eu me pergunto como você dorme a noite Cabello.- eu já estava alterada.- Vocês duas se merecem mesmo.

            - JÁ CHEGA, LAUREN.- meu pai interrompeu alto- Se vocês têm assuntos mal resolvidos resolvam lá fora. Já chega disso aqui.- sorri sem humor.

            - Eu não tenho mais nada para resolver.- mas antes que saísse dali.- Ah é mesmo, ótimo gosto para presentes Ariana, era promoção? - tirei o globo de minha bolsa, o colocando em cima da mesa.

            - O que você tá fazendo com meu. –ela abriu a bolsa procurando e deixando a frase morrer assim que tirou o objeto idêntico ao da mesa.

            - Você quer dizer meu presente, não é Ariana?-  Emden tinha um sorriso debochado.

            Me levantei querendo sair o mais rápido possível dali. Abri a porta da frente encarando a rua e respirando fundo. Eu estava tão esgotada emocionalmente.

            - Por favor, Diana. Será que a gente pode conversar?- Ariana andava atrás de Di a seguindo.- Não é o que você está pensando.

            - Nunca mais fale comigo. Esqueça que eu existo.- saiu pisando firme. Ariana a olhava sem reação e a garota saia a rua. Se virou para mim.

            - Bom, eu te subestimei Jauregui.- disse se virando para mim.- Espero que esteja feliz.

            - Ah acredite. Você fez o meu Natal, Grande- disse a respondendo sarcástica.

            - Quer saber? Se quer tanto a Cabello, vai atrás dela. Pode ir lá, se declarar para ela,- ela me olhou.- sabe por que você não vai? Por que você sabe, eu sei, e todo mundo aqui sabe que não importa se ela está comigo, se está solteira, se ela me odeia, se você mudou seu visual, a sua triste verdade Jauregui é que Camila sempre vai te ver como a garota obesa do ensino médio. Não importa o quanto você tente, vocês sempre serão apenas amigas.- disse com seu tom mais odioso. 

            Meu instinto falou mais alto que eu, e quando vi estávamos no chão brigando. Tínhamos caído em cima do enfeite principal de Alejandro, e o quebrado. Dei um soco em Ariana, o que me fez ver estrelas. Balancei minha mão para tentar afastar a dor.  E tudo rodou quando Ariana me deu uma cabeçada. E antes que pudesse voltar a revidar. Fui empurrada por cima da rede de pisca-piscas que ficavam a frente da casa, tentei me livrar dos fios mas meu pé acabou engatando trazendo a baixo os km de luzes que enfeitavam o telhado dos Cabellos. Assim que me livrei, puxei a garota pelos cabelos.

            Senti braços fortes me afastando de Ariana. A minha frente, Chris segurava Ariana. Senti o gosto forte de sangue na boca. Harry me segurava passou a minha frente. Olhei ao redor e Dinah, Camila e Vero nos encaravam atônitas da porta. Cuspi no chão tentando me livrar do gosto ferroso.

            - Me solta Christian. – meu irmão a soltou. E logo Harry fez o mesmo.- Faça bom proveito Lauren, eu não dou mais a mínima.- passou a mão em seu nariz que sangrava.

            - CHRIS, RÁPIDO. CO..... AÍ MEU DEUS, O QUE ACONTECEU AQUI?- olhei em volta e a decoração do jardim já era, Alejandro me mataria.- QUER SABER, NÃO INTERESSA. A BOLSA DE TAYLOR ESTOUROU, RÁPIDO CHRISTIAN.- minha mãe apareceu nervosa na porta. 


Notas Finais


Bom nenenzinhos mais lindos do planeta terra, é isso e vejo vocês amanhã.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...