História Just Friends (Or not) EM HIATO - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Cristiano Ronaldo, Lionel Messi, Neymar
Personagens Cristiano Ronaldo, Lionel Messi, Neymar
Tags Cr7, Messi, Messixcristiano
Visualizações 279
Palavras 1.879
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Esporte, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Shoujo-Ai, Slash, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oie, eu fiquei animado não sei por qual motivo mas tá ai, lembrando que eu sou péssimo escrevendo

Capítulo 1 - A derrota


Fanfic / Fanfiction Just Friends (Or not) EM HIATO - Capítulo 1 - A derrota

P.O.V Messi
 

O time da Argentina havia sido derrotado pela seleção da frança, eu estava realmente chateado pois eu praticamente não joguei nada, a culpa foi totalmente minha errei passes, me deixei ser marcado e o pior de todos, não dei apoio para o time, mesmo sabendo que todos deveriam saber que eu sou calado e tímido, mas é a copa do mundo eu tinha que mudar minha postura no jogo e falhei miseravelmente, hoje ainda terá o jogo de Portugal contra Uruguai, eu estou torcendo para Portugal pois acho que Cristiano merece, mesmo tendo cometido alguns erros comigo...  O jogo acabou e o time de Cristiano foi derrotado, a expressão que vi em seu rosto foi uma pontada no meu coração, ele estava muito decepcionado com sigo mesmo, muito provavelmente estava pondo a culpa da derrota toda em suas costas.

Algumas horas se passaram , ficou de noite, e, eu decido ligar para Cristiano, a fim de consola-lo, ou ao menos tentar, eu estava no quarto do hotel, que ficava em Kazan, eu usava apenas uma cueca box de cor preta que fazia um certo contraste com minha pele pálida, e finalmente crio coragem para enfim ligar para o melhor do mundo.

-Alô?- Uma voz certamente grossa fala pela linha telefônica, claro que era ele, falando em português, sorte que consigo falar com certa proficiência, já que Neymar foi meu colega de time por um tempo e me ensinou muito sobre português, mesmo o de Portugal sendo um pouco diferente do brasileiro.

-Oi, sou eu Cristiano, o Leo.- Digo usando meu apelido, já que mesmo sendo muito rivais, foram tantos encontros que uma amizade nasceu.

-O que você quer?Ligou para zoar com a minha cara?-Ele diz de forma agressiva, confesso que senti um certo medo, mas logo ignorei,ele devia estar muito triste, e deve ter achado a forma mais fácil de tirar isso dele com a raiva.

-Não, como eu vou tirar sarro de você se eu também perdi?E o meu ainda foi pior, pois a culpa foi toda minha.-Digo com o intuito de faze-lo rir e ao mesmo tempo culpar a mim mesmo.

-Me poupe Messi, de onde tu tirou a ideia de que a culpa foi tua, tu jogou muito, eu estava assistindo pelo celular.-Logo que ele diz essas palavras eu fico levemente vermelho, me encolho em uma posição de vergonha na cama que eu estava deitado, e, agradeço aos céus por ele não estar vendo essa situação, eu não queria demonstrar tanta fraqueza perto do inimigo, que também era meu amigo.

-Não vamos falar de mim, vamos falar de você, tu está bem? Eu assisti o seu jogo e quando acabou tu parecia estar arrasado.-Vou direto ao assunto, pois caso ele não estivesse bem, eu poderia tentar fazer uma proposta para ele, de ficarmos na Rússia até o final da copa, um dos problemas são os dois mil quilômetros que nos separam já que ele estava na cidade de Sochi.

-Claro que eu estou bem, posso ter perdido o jogo mas ainda sou o melhor do mundo.-A voz dele estava diferente, claramente ele estava mentindo, sei que ele não se encontra na melhor situação então foco na ideia de ficar na Rússia.

-Exibido, enfim, eu estava pensando em ficar até o final da copa para ver os meu amigos jogarem, mas eu não queria ficar sozinho, quer ficar e assistir os jogos comigo?-Digo e logo já comecei a ficar inquieto naquela enorme cama de hotel, temia que a resposta fosse negativa e também temia que fosse positiva.

P.O.V Cristiano
 

Eu havia perdido o jogo contra o time do Uruguai, eu sabia que a culpa era minha, eu que era a estrela do time não brilhei, eu só fiz passes errados e perdi oportunidades, fiquei me culpando por algumas horas, já era noite e eu estava no hotel deitado na cama com um short como pijama, até que eu recebo uma ligação de Messi, ele perguntou como eu estava, eu fingi estar bem pois eu nunca mostraria fraqueza para ninguém afinal eu sou o melhor do mundo, em um certo ponto da chamada, ele diz sobre ficar na Rússia até a copa acabar, eu achei uma ótima ideia pois assistiria de perto os jogos do meu esporte favorito mesmo que eu não esteja jogando, então acabo por aceitar, obviamente não poderíamos ir para todos os jogos, mas escolheríamos alguns, o primeiro foi Brasil contra México, Inglaterra contra Colômbia, e França contra Uruguai, por isso eram os jogos que deveriam acontecer, após estabelecermos os jogos que iríamos assistir, o primeiro jogo seria o de Samara, tínhamos dois dias para chegar lá, pois eu tinha ingressos por meus amigos jogarem, mas nesse primeiro jogo, o amigo era de Messi, então eu falo para ele que eu iria pegar o próximo voo para Kazan, pedi para que ele me esperasse no aeroporto mesmo sendo de madrugada a hora em que eu iria chegar lá, vi que o voo era em duas horas e demoraria mais 2 horas e meia para completar o voo, encerro a chamada e vou arrumar minhas malas, que já estavam quase arrumadas, vou no quarto do técnico e digo que não iria para Portugal na manhã seguinte, desço do hotel e pego um táxi até o aeroporto logo chega a hora do voo e eu embarco no avião, a viagem foi relativamente tranquila, só algumas pessoas que pediam foto e como eu sou muito simpático e lindo, tirei várias com os fãs, principalmente as mulheres. Por algum motivo desconhecido por mim, eu estava muito feliz e ansioso por ver Lionel, assim que desembarquei já comecei a procurar aquele ser baixinho, não consegui encontra-lo, minha felicidade foi diminuindo a cada minuto que se passava, logo fui esperar minhas malas chegarem, até que alguém cutuca a região de minha cintura em que eu sinto muitas cócegas, eu dou um salto de susto, quando percebo que foi Messi que fez isso fiquei feliz e com raiva e acabo dando um tapinha em sua mão direita e logo depois dou um abraço bem forte nele por dois motivos, o primeiro é que fazia muito tempo em que eu não via Leo, e segundo porque eu estava um pouco fraco emocionalmente pela derrota de mais cedo, logo as malas chegaram, e fomos pedir um táxi.


P.O.V Messi

Pude ver Cristiano chegando, e logo vi a sua pressa em me encontrar, por certa curiosidade decidi me esconder a fim de saber se ele ficaria triste caso eu não estivesse lá, sei que foi um golpe baixo, e logo vi a expressão em sua face que expressava decepção e tristeza, mas logo vou até ele e chego fazendo cócegas nele, ele se irrita um pouco me dando um tapa na mão mas logo me dá um abraço bem forte, sinto aquele corpo enorme me comprimir, e sinto um certo calor, que eu pensava ser o clima quente, mas quando senti minhas bochechas queimarem percebi o que era de fato, sorte a minha que ele não percebeu a vermelhidão em minha face, mas logo o abraço se desfaz e as malas dele chegam, fomos pedir um táxi e logo já estávamos na frente do hotel em que eu me hospedava, ele foi logo perguntando quanto tinha dado mas eu obviamente insisti em pagar, logo entramos no hotel, entramos no elevador e percebo que esqueci de falar para ele que a seleção argentina ainda estava aqui e só sairiam em cerca de dez horas, às 1 da tarde, gostaria de saber se ele se incomodava de alguma forma.

-Então Cristiano, a seleção anda está aqui, tem algum problema?-Digo esperando ansiosamente uma resposta que fosse um simples ''não'', eu só queria dormir.

-Não, na verdade eu só quero tomar banho e dormir.-Aquelas palavras eram as que eu gostaria de ouvir naquele momento, logo chega o nosso andar e eu adentro o quarto.Assim que entrei no quarto lembrei de um pequeno problema, não havia outra cama, só uma de casal.

-Cristiano, onde você vai dormir?-Interrogo-o.

-Eu pensava que haviam duas camas ou outra coisa, mas caso você queira eu posso dormir no chão.- Ele diz meio cabisbaixo mas tentando não demonstrar ao máximo.

-De forma alguma! Eu posso dormir no chão.-Parei de falar e pensei um pouco e percebi que nenhum de nós dois deveria dormir naquele chão frio de uma madrugada congelante, podendo pegar um resfriado.-Se você quiser pode dormir na cama comigo, já que ela é bem grande.-Após pronunciar a fala eu coro de forma muito violenta, ele concorda com a cabeça.

-Vou colocar minhas malas aqui no chão mesmo, aproveito e vou logo tomar banho para dormir-Ele diz de forma calma, mas ao mesmo tempo muito forte, eu apenas concordo com a cabeça e mostro o banheiro para ele. Cristiano adentra o banheiro e encosta a porta mas não tranca ela.

Vou para a cama, pego o meu celular e me sento nela para ver as notificações e responder algumas mensagens, mas logo meu celular chega a 3% e eu precisava coloca-lo para carregar antes que a bateria acabasse, para minha infelicidade lembrei que vi o carregador perto da pia do banheiro quando estava mostrando ele para Cristiano, então decido ir pegar o carregador lá bem rápido pois lembrei que o box do banheiro é fosco e muito provavelmente estaria fechado, adentrei o banheiro rapidamente com a visão focada na pia e no carregador, mas quando vou voltar, olho de relance para o box, ele se encontrava aberto com um Cristiano todo molhado, com seus músculos brilhando com a água, de braços cruzados, totalmente despido e com uma expressão facial incompreensível, eu coro muito rápido e saio correndo indo até a cama.


P.O.V Cristiano

Eu fui tomar banho, e eu estava me molhando quando vejo um borrão se mexendo pelo vidro fosco do box, abro ele e fui ver quem era de braços cruzados, e quando vi era Messi que havia corado muito fortemente ao me ver despido, e sai correndo, apresso meu banho para poder falar com ele, logo eu já estava me enxugando e vesti apenas uma cueca box vermelha, e vou para o quarto tentar falar com ele.

-Messi... desculpa se fiz você se envergonhar, mas minha defesa você que entrou no banheiro enquanto eu estava no banho.-Digo tentando me desculpar, Leo já parecia mais calmo.

-A culpa é minha mesmo, eu não deveria ter entrado, só entrei porque meu celular estava descarregando.-Ele se desculpa e logo diz que vai tomar banho, logo entra no banheiro, alguns minutos se passaram e ele sai de calça e blusa de manga longa, gerando um ceto contraste entre nossas vestimentas.

-Primeiro as damas.-Digo me referindo para que ele deite primeiro, logo ele deita e depois eu me deito, e nós compartilhamos o edredom, confesso que é estranho estar deitado com um homem, principalmente alguém tão tímido como Messi, cerca de meia hora se passou e eu não conseguia dormir, diferente de Leo que já deveria estar em seu décimo sono, em um certo momento da noite ele chega perto de mim tentando se aconchegar e se encosta sobre meu peitoral despido e eu coloco a mão sobre seu peito, e consigo me aconchegar também e logo o sono vem e acabo por adormecer.
 
 


Notas Finais


Enfim espero que tenhas gostado, em breve vou postar o segundo capítulo, beijos s2


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...