1. Spirit Fanfics >
  2. .just love >
  3. .unico: i love u

História .just love - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


♡: voltei antes do planejado hihi
♡: jaesung é a coisinha mais linda desse mundo 🥺
♡: aproveitem a fanfic espero q gostem etc e tals bjs

Capítulo 1 - .unico: i love u


Fanfic / Fanfiction .just love - Capítulo 1 - .unico: i love u

Jaemin e Jisung são um casal que nunca esconde nada um do outro. E esse nada pode ser totalmente levado ao pé da letra, pois eles sempre contam tudo e mais um pouco ao seu parceiro.

Eles nunca ocultaram nenhum de seus sentimentos, isso desde o começo de seu relacionamento. Eram sinceros a todo tempo sobre cada pequena coisa de sua vida com o outro. É uma das coisas mais bonitas entre o casal.

Para os dois o centro do relacionamento é a confiança e a sinceridade. A confiança em ser sincero, e a sinceridade em admitir sua confiança.

E foi da segurança que tinham um no outro e de jamais ocultar a verdade, que nasceu a coisa mais importante daquele relacionamento: o amor.

O amor de Jisung e Jaemin era inexplicável. Era como se os dois vivessem em seu próprio mundo, onde ninguém de fora poderia compreender o que se passa lá dentro, pois não é o seu lugar. O amor dos dois era como flor, que nasceu lentamente sendo cuidada e zelada e quando chegou seu tempo, desabrochou. E desabrochou tornando-se uma das mais lindas flores de qualquer jardim que existisse. Era como uma pequena casa, que foi construída lentamente, mas cheia de expetativas e esperanças sobre o resultado. Quando a casa fica pronta, tudo é descartável e o que importa mesmo é que aquele lugar vire um verdadeiro lar.

Juntos tinham uma só certeza: tudo era passageiro, menos o amor e admiração que tinham um pelo outro, isso seria mantido sempre vivo, até quando estivessem separados. O amor que havia entre eles era algo que mesmo se estivessem longe um do outro e seguindo suas vidas sozinhos, suas metades estariam ligadas mesmo que indiretamente. Seus corações estariam unidos por toda a eternidade, ligando-os.

Se perdiam no seu próprio amor. Como se ele fosse uma matéria em um tempo espaço desconhecida por todos, menos por aqueles dois.

Estavam assim neste exato momento: cultivando seu amor, como quem cultiva suas próprias flores no quintal de sua casa, com toda a paixão do mundo.

Jisung estava deitado com a cabeça encostada no peito de Jaemin, depois de uma tarde cheia de trocas carinho e carícias, sem qualquer malícia. Apenas os garotos e seus corações unindo-se e tornando-se um só.

Fizeram tudo no mais puro silêncio. O silêncio do chamego dos dois, que jamais será desconfortável e sim que acalma o coração, fazendo o mesmo se sentir em casa, se sentir mais vivo e feliz do que nunca, apenas por estar em seu próprio e único lar. Até que Jisung levantou sua cabeça e pois-se a falar:

– Eu te amo, Jaemin. Mais do que as palavras podem dizer, mais do que os números podem expressar, mais do que qualquer outra coisa no mundo. Eu te amo por você ser você e fazer com que eu ame a mim mesmo por te amar. Eu te amo pois você me faz querer levantar todos os dias dessa cama e batalhar por todos os meus sonhos, mesmo que o melhor deles já tenha se realizado. É você. – olhou profundamente nos olhos do outro, passando toda a paixão que sentia pelo mais velho por um simples olhar, a famosa expressão "os olhos são as janelas da alma" nunca foi tão literal na vida do casal.

– Eu amo como você é como um imã, como uma correnteza ou até mesmo como um lar para mim. Porque mesmo que eu me afaste muitas vezes, sei que sempre encontrarei meu caminho até você novamente, já que existe algo muito mais forte que nós dois que me faz voltar à ti mesmo que naquele momento não queira. Você é meu sol, que ilumina todos os meus dias. E mesmo quando escurece, você se torna uma estrela para continuar a me iluminar. Você é meu tudo. – Jaemin falava tudo com um brilho nos olhos, admirando como Jisung era a coisa mais linda que ele já tinha visto.

– Ultimamente andei pensando no que aconteceria caso não existisse mais um nós – Jisung deitou sua cabeça no peito de Jaemin novamente –, e eu sei que você quer que eu jamais pense nisso. Mas nem tudo é pra sempre, Nana. Não posso evitar que isso aconteça. No final acabei percebendo que mesmo que isso tenha um fim, eu vou me sentir grato. Grato por cada experiência que vivi contigo, cada sentimento que tu me proporcionou sentir e por todo o amor que te dei e recebi de ti. Você não tem noção do quão grato eu sou por te ter ao meu lado, é literalmente o melhor que me aconteceu. Tu é a luz na minha imensa escuridão. – o Na sempre foi muito sensível, principalmente quando se tratava de seu namorado, e quando viu, já estava chorando depois de poucas palavras do loiro – Meu Deus, Nana. Não chora, por favor. Você ficou magoado com algo que eu disse? – Jisung ficou de joelhos ao lado do namorado, enxugando suas lágrimas.

– Não, amor, claro que não – sorriu e segurou o rosto do namorado delicadamente, dando um selinho no mesmo – É sobre... Minhas inseguranças, sabe? Tu disse que nem tudo é pra sempre, mas tem uma coisa que eu tenho certeza que é.

– E o que é, bebê?

– Minha paixão por ti, Sungie. Pode passar o tempo que for, mas continuarei apaixonado e me apaixonando sempre mais por ti. Isso vai ser eterno, com toda a certeza do mundo. Porque eu te amo como amo à mim mesmo, e você sabe disso.

– É claro que eu sei, vida. E eu estarei sempre aqui pra ti, te ajudando a superar todas as tuas inseguranças. É por isso que continuamos juntos por tanto tempo, não é? Por sempre nos apoiarmos e confiarmos um no outro. – fez cafuné nos cabelos do namorado, que foi respondido com um dos beijos mais signficativo do relacionamento dos dois.

Aquele beijo era muito mais do que um simples encontro de lábios e línguas, era o próprio idioma dos dois, coisa feita por eles exclusivamente para eles, coisa muito mais significante do qualquer outro beijo comum poderia ser.

O sentimento que estava a flutuar pelo ar daquele quarto depois de cada palavra dita durante este diálogo, era incompreensível até mesmo para os namorados que estavam ali. Era algo tão lindo de se ver que não pode ser simplesmente explicado por quaisquer termos ou classificado como uma coisa certamente determinada. Eram apenas dois corpos enamorados e presos em sua própria bolha de amor, mil vezes melhor do que o mundo exterior. Pois não estavam fazendo nada de errado, apenas se apaixonando um pelo outro cada vez mais.


Notas Finais


♡: e foi isso né...
♡: essa fic é super meu xodo pq ela trata o amor de uma forma tao natural q é incrivel
♡: ate uma proxima 🥰


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...