História Just medicine ( Interativa)( Pausa) - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Drama (tragédia), Interativa
Visualizações 16
Palavras 1.269
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Ficção Científica, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Canibalismo, Estupro, Linguagem Imprópria, Mutilação, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Olaaaaaa ....

Aqui estou novamente

Bom eu quero pedir desculpas para PrettyStar pois estou realmente Shippando minha personagem com a dela.

E que temos outro personagem ...

Meu amigo da escola queria, e ele fez, participar e ele faz a ficha e me mandou no Zapzap pois ele é chato e legal e bobo !

Então desculpem a demora e ...

Bora pro cap...

Capítulo 3 - Cry and future loves .


Capítulo 2 :

❝ Chorar não significa que está apenas triste . ❞

Aya acordou assustada do local onde estava , ela estava em sua cela , ela olhou para os lados e suspirou aliviada por saber que estava sozinha no local .

Aya tinha pegado em um sono mais ao longo do sono ela teve pesadelos que tiveram a haver com seu passado ou com o Aspen que a estrupa todos santos dias que ele vem visitá-la afinal ele é um médico arrogante e pedófilo ele não seria diferente.

Mesmo assim a única solução que ela fazia era chorar e tentar saber o por quê do tal motivo , sabendo que nada daquilo poderia significar qualquer coisa insignificante .

Mais ao longo de seus pensamentos Miyuri apareceu no meio deles , ela corou por algum motivo .

Será que seria um novo sentimento que Aya não conseguia entender seus sentimentos , mais nunca se sabe , talvez quem sabe ainda possa ser que ela goste mais do que uma simples amiga.

Miyuri a conheceu quando ela veio ao Hospício , ela estava com medo e chorando , Miyuri foi a primeira a conversar com ela depois do insidente do estrupo da coitada.

Apartir dali elas viraram amigas , melhor dizendo , melhores amigas , sempre contavam tudo uma para outra.

Talvez Aya possa entender esse sentimento.

{•••}

❝ Nem sempre as lágrimas trás uma boa Impressão  ❞

A noite estava fria com o vento soprando e Juuzou estava no meio de uma calçada , com uma faca em sua mão e a girando.

Ele queria vingança de algo que aconteceu alguns anos atrás , isso envolvia Miyuri sua irmã que ele nem sabia que tinha.

Já foram belos dias quando ele ficava junto a ela , mais ao descobrir que seu pai havia traído sua mãe ficou , como dizer , puto da vida .

Ele não a odiava mais também não a amava , ele até tentou mata-la mais ela foi pega por um dos polícia que a levaram a um Hospício onde ele a observa.

"Ele tem um plano"

O moço de cabelos brancos , ele parecia uma mulher por conta do cabelo que era curto do tamanho de seus ombros .

Ele já havia sofrido bulling na escola mais acabou que matou todos seus colegas até mesmo professores.

Ele era louco , mais isso era normal como dizia Miyuri ao irmão quando ela tinha 10 anos ele fez com que ela tivesse uma noite de amor com ele.

Ela chorou pois ela não queria , ele estava bêbado , pois bebeu coisa que não devia.

Algo de errado subiu em seu coração e Miyuri passou a ser apenas dele mais de ninguém , mais como toda felicidade dura bem pouco .

Miyuri acabou descobrindo que gostava de mulher  e não apenas de homem .

Juuzou jurou que iria matar sua irmã nem que se fosse morto pela própria mais mataria sua irmã de qualquer jeito !

∆∆∆

Eg estava com dor de cabeça , logicamente pois Zack havia colocado um remédio de tranquilizante pois a mesma não estava tão calma .

"Bipolaridade "

O que você entenderia disso , é alguma pessoa falsa ? Algum tipo de doença ? Alguma pessoa que faz algo de bom e depois de mal ?

Tantas perguntas e nenhuma resposta , a coitada da Eg não tinha culpa , ela sofreu por causa da Mãe ela também tem depressão , por causa do bulling que sofria na escola.

A coitada não tem culpa .

Ela apenas nasceu , obrigatoriamente , de uma família que nem ligava para a existência da garota.

Mesmo o pai a levando para vários psicólogos nada dava certo , seria melhor levá-la pra cá , nesse local onde sonhos cor-de-rosa pode virar pó-de-poeira.

As únicas palavras que ela adora usar pois assim fazia sentindo era

" Queria estar morta "

Irônico não ?

⚘⚘⚘

Demon estava andando pela cidade , fez medicina mais praticamente ele era um índio , não se acustumava com as coisas desse mundo facilmente.

Ele tinha um trabalho a fazer , esse trabalho seria ajudar os pacientes da Madhouse flower , pois os pacientes eram loucos.

Ele nunca acreditava que isso poderia ser verdade apenas poderia ser falta de algo , carinho , amor ou até mesmo atenção .

Chagando lá ele foi recebido por um homem alto com os olhos castanhos e cabelo castanho ele usava óculos e uma blusa azul com um jaleco branco e calças pretas.

- Olá você deve ser o doutor Dylan Sandes  eu me chamo Frederick Harmony Shiraishi mais me chame de Fredy , irei te explicar certamente todos os horários e tempos certos daqui - Fredy diz fazendo Demon o seguir .

- Aqui é grande mais você realmente conhece tudo ? - Demon pergunta .

- Sim eu estava aqui dês de que meu tio quis construir esse local , acompanhei todas as obras principalmente ... Bom deixa pra lá vamos , vou te mostrar algumas outras coisas - Fredy diz .

Talvez possa ser interessante um novo recomeço para Demon.

Anne estava dormindo no colo de Ed , eles finalmente entenderam as coisas.

Mesmo Anne amando Ed ela também amava Misa , elas se davam tão bem , além do mais elas já deram alguns beijos uma na outra .

Ed mesmo falando que odiava Misa também gostava dela , só que amava sua irmã mais do que nunca , ele quase que não se segurou e beijou Misa mais ele conseguiu se segurar graças ao doutor que o ajudou a ficar calmo.

- Ed você gosta da Misa ? - Anne pergunta

- Não muito ... - Ele responde

- Tenta gosta dela só por mim por favor faz um esforço , eu odeio ver as pessoas que eu mais amo não se derem bem - Anne diz fazendo bico .

- Está certo vou fazer as pazes mais você tem que contar de todas as pessoas importantes da sua vida pra mim ouviu ? - Ele fala

- Combinado - Ela fala com um tom alegre e infantil.

Gabi estava acabando de terminar seu plano de como iria sair desse local horrível como a mesma dizia .

Ela já combinou com Miyuri que sairiam daqui assim que Aspen fosse embora do local , pois aquele sim era perigoso.

Nem mesmo os médicos gostavam dele , pois já sabia das malícias e toques horríveis que ele fazia .

- E então Miyuri estamos combinadas de fazer isso em segredo !? - Diz Ela.

- Obviamente que sim - Respode Miyure .

- Ótimo agora volta lá pra sua namorada e amanhã a gente conversa !- Diz Gabi que se lembra da cena de 2 dias atrás .

- P-para a Aya só é minha amiga só isso não tem mais nada envolvido ! - Diz Miyuri corada . 

Miyuri realmente estava gostando de ficar com Aya ela realmente a amava mais tinha medo de seu coração ficar partido.

Ela ainda se lembrava dele é aqueles toques que ele fazia nela quando a mesma tinha 10 anos .

Mesmo assim ainda tem medo que ele volte , mês.o depois do acidente dos pais e ela ao ir ao orfanato conheceu Lisa que a considerava irmã mais ela também se foi .

Miyuri sai do quarto de Gabi e vai ao dela mesmo chorando ela sabia que ele a observava e ele conseguiria o encontrará , ele entraria aqui de qualquer maneira.

Por bem ou por mal ....

•••

De manhã nem tudo era tão claro principalmente de quando tem chuva , .aos Miyuri acordou tremendo , ela ouviu uma voz que já sabia muito bem de quem era ...

A mesma agachou e olhou para a porta do quarto e o viu.

- O que foi irmãzinha não vai me comprimentar ?

- Juuzio !?


Continua....


Notas Finais


Ufaa me alivie já que era para mim postar esse cap dois dias atrás mais fiquei com preguiça e deu nisso mais vo a lá aqui está então ...

Xau até o próximo

Kisses da Milk ☯☘🍫👀🍪


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...