História Just one day - Vkook - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Kim Taehyung (V)
Tags Hopemin, Jeongguk!top, Jihope, Jikook, Jinmon, Jiseok, Jk!top, Jungkook!top, Kookmin, Kooktae, Kookv, Lemon, Namjin, Seokmin, Tae!bottom, Taehyung!bottom, Taekook, V!bottom, Vkook, Yaoi
Visualizações 46
Palavras 1.145
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Ficção Científica, Lemon, LGBT, Orange, Romance e Novela, Suspense, Terror e Horror, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Desculpa a demora meu povo, é que a pessoa aqui é muito preguiçosa, e as aulas voltaram tbm ne... infelizmente cof cof

Boa leitura ;)

Capítulo 2 - Capítulo II


Fanfic / Fanfiction Just one day - Vkook - Capítulo 2 - Capítulo II

JUNGKOOK POV'S ON

(...)

No dia seguinte, o Taehyung recebeu alta, fomos diretamente até sua casa. Desde que seus pais foram chamados pelo médico para falar o que o Tae tem, não tive mais notícias dele. Nem consegui dormir direito de tanto nervosismo.

Andamos até seu quarto, e sentamos em sua cama, respirou fundo várias vezes antes de, finalmente, começar a falar. 

ㅡ E-Eu... Jungkook...

Para lhe passar maior segurança, segurei sua mão, entrelaçando nossos dedos, suspirou mais vez antes de falar de uma vez.

ㅡ Eu vou morrer, Jungkook.

Arregalei meus olhos, e fiquei estático, pricessando a informação que acabara de receber. Meu melhor amigo, que conheço a 13 anos, desde que eu tinha 5 anos eu o conheço, ele me conhece melhor do que eu mesmo, esteve comigo nos meus momentos bons e ruins, e agora ele vai... vai...

ㅡ M-Morrer? ㅡ após um bom tempo de um silêncio desconfortável.

ㅡ Sim...

ㅡ M-Mas... por quê?

ㅡ Eu tenho um tumor no cérebro, Jungkook. Não tem mais jeito de eu sobreviver, está em um estado muito avançado, não há nada que possam fazer para curar isso...

Não consigo falar mais nada, parece que eu morri, não tenho mais vida, não tenho mais chão, não tenho mais nada. Uma pessoa que eu amo irá morrer, meu melhor amigo, meu irmão de consideração.

Os momentos em que ficamos juntos passaram em minha cabeça, como um filme, desde quando nos conhecemos, quando eu o ajudei quando ele caiu no balanço do parque onde sempre íamos, quando eu ficava triste por uma desilusão amorosa, ele ia em minha casa e me acolhia, falando que estava tudo bem, que não precisava me preocupar, que ia achar alguém bem melhor, esses e outros muitos momentos.

ㅡ Pelo o amor de Deus, me fala alguma coisa, Kookie. Eu preciso de ajuda para... continuar... vivendo... só tenho mais 5 meses de vida... ㅡ falou com a voz embargada pelo choro, segurando fortemente minhas mãos.

ㅡ Eu não sei, T-Taehyung... ㅡ falei com a voz embargada pelo choro também, nem percebi quando comecei a chorar, estava em choque. Continuou me encarando, aguardando que eu continuasse a falar. ㅡ Eu nunca passei por nada parecido, eu não sei o que fazer, você é como um irmão para mim...

Percebi seu olhar se entristecer um pouco mais, deve ser porque não o disse nada para confortá-lo, não faço idéia de como ele está se sentindo, nunca me imaginei numa situação dessas...

(...)

Após ficar com o Tae até o mesmo adormecer, fui para a minha casa. Fiquei mexendo no meu celular até tentar pegar no sono, mas ouço a campainha de minha casa ser tocada, fazendo um som irritante ecoar pela casa inteira, chequei as horas, 10:13, quem iria para minha casa a essa hora?

Ao abrir a porta, me deparo com Park Jimin, meu namorado, chorando.

ㅡ Jimin? O que aconteceu? Entre! ㅡ tentei puxá-lo pelo braço para entrar em minha casa, mas ele se soltou com brutalidade. Estranhei. É bem difícil eu ver o Jimin assim...

ㅡJungkook, eu... eu quero terminar.

JUNGKOOK POV'S OFF

TAEHYUNG POV'S ON

Quando acordei, por volta das 10:00, percebi que Jungkook já tinha ido embora, nem pra me dar apoio moral aquele desgraçado serve...

Isso que é amizade!

Com um pouco de esforço, me levantei da cama, meus pais já haviam saído para trabalhar, então estou sozinho. Fui para a cozinha, e encima do balcão estava um bilhete no qual não dei importância, apenas amassei-o, e joguei em um lixeiro. Provavelmente é minha mãe falando que tem comida na geladeira e que não é para eu me importar com minha doença, mi mi mi...

E eu estava certo, quando abri a geladeira, estava uma panela com sopa.

Detesto sopa.

E pelos vistos, parece que eu vou ter que comer isso por um bom tempo.

Seria melhor se eu morresse logo.

(...)

Por volta das 14:00, escutei batidas na porta, então me levantei do confortável sofá onde eu estava deitado, bem desleixado, assistindo uma coisa qualquer que aparecia na televisão.

Ao abrir a porta, estava meu amigo com uma cara inchada... ele havia chorado!

ㅡ Por que estava chorando, Jungkook? 

ㅡ Park Jimin... ㅡ mais lágrimas começaram a sair de seus olhos, não, não, não, ele não fez isso ㅡ Ele terminou comigo, Tae...

O puxei para um abraço, e andando para trás em passos bem lentos, até estarmos os dois dentro de casa, para que então, eu fechasse a porta.

Minha camiseta já estava ficando molhada por suas lágrimas, soluçando baixo, me apertando levemente para não me machucar.

Mal sabe ele que essa cena me destrói por dentro.

(...)

20:00, o horário em que meus pais chegam do trabalho, e eu tenho certeza de que eles vão me mimar muito só por causa desse tumor.

O Jungkook já foi para sua casa. O resto da tarde se resumiu em: eu e Jungkook se lamentando pela péssima vida que levamos.

Mas também não deve ser fácil para ele, descobriu que o melhor amigo vai morrer daqui 5 meses, e o namorado... ou melhor, ex-namorado, terminou consigo.

ㅡ Oi, filho! Como está? 

ㅡ Morrendo, mãe...

ㅡ Deixa disso, se diverte, seja feliz, estamos todos ao seu dispor para te ajudar. ㅡ mãe, me perdoe pelos meus pensamentos, mas você é muito falsa.

Mãe? ㅡ chamei-a pois ela havia ido a cozinhar preparar o jantar, a mesma apareceu na porta, me encarando preocupada. ㅡ Por que eu não morro logo? ㅡ olhou-me espantada, e seus olhos começaram a lacrimejar.

 ㅡ Nunca, mas nunca mais diga uma coisa dessas! 

ㅡ Eu não vou sobreviver de qualquer jeito, do que adianta?

ㅡ Você está pensando igual um egoísta. Taehyung, pense nas outras pessoas, se imagine no meu lugar, no lugar do seu pai, no lugar do Jungkook, imagine como você iria ficar quando a pessoa que você mais ama... morreu. Precisamos de um tempo, Tae. Um tempo para aproveitarmos, um tempo para nos divertimos, um tempo para... nos despedir... ㅡ ela já não conseguia mais segurar suas lágrimas... e eu também não. Ela conseguiu me convencer.

Odeio quando alguém me convence de alguma coisa.

TAEHYUNG POV'S OFF

JUNGKOOK POV'S ON

3 dias se passaram desde os ocorridos, apesar de tudo, sinto falta do Jimin, sinto bastante falta, mas como amigo, sinto falta de sua amizade.

Ele era um grande amigo!

Então, juntando minha trouxisse com minha saudade, estou indo para a casa dele agora.

Pessoa mais trouxa do que eu não existe!

Ao chegar na frente de sua casa, dei batidas na porta, escutando um "Já vai" de uma voz tão conhecida por mim. A porta se abriu, e Jimin apareceu com roupas desleixadas, e um rosto um tanto inchado. 

Ele chorou muito depois daquele dia...

Quando me viu, começou a chorar novamente, e prestes a fechar a porta com força, mas eu coloquei meu pé - com tênis -, impedindo.

ㅡ Quero conversar com você, Jimin.

ㅡ Não temos nada para conversar! ㅡ respondeu seco.

ㅡ Jimin... por que?

ㅡ Só você que não percebeu mesmo. ㅡ soltou uma risada debochada em meio as lágrimas.

ㅡ Não percebi o que? ㅡ perguntei confuso.

ㅡ Você gosta dele seu idiota!



Notas Finais


Desculpa qualquer erro
Bj na bunda ^3^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...