História Just one more day..? - Capítulo 31


Escrita por:

Postado
Categorias EXO
Personagens Byun Baek-hyun (Baekhyun), Do Kyung-soo (D.O), Huang Zitao (Tao), Kim Jong-dae (Chen), Kim Jong-in (Kai), Kim Jun-myeon (Suho), Kim Min-seok (Xiumin), Lu Han (Luhan), Oh Se-hun (Sehun), Park Chan-yeol (Chanyeol), Personagens Originais, Wu Yifan (Kris Wu), Zhang Yixing (Lay)
Tags Chanbaek, Hunhan, Kaina, Kaisoo, Kyrsber Xiuchen, Leo Trabalhador -qq, Sulay, Taoris
Visualizações 0
Palavras 3.020
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 31 - 24



Chiray: MALU?!?!?!?!?!?!?!?!?!??! - Dito isso ela travou por um tempo, porém correu em disparado, aonde se encontrava o carro.

Krystal: AMBER?!?!?!?!?!?!?!? - Disse praticamente pulando de dentro do carrinho, e correndo em direção ao local, que já estava começando a se encher de pessoas

E-E-E-elas..

Senti tudo começar a ficar escuro, i-i-isso não podia ser real...elas..tinham sido atropeladas.., e-e-eu..

Kai: MALU?!?!?!?!?!?!?! - Praticamente pulei do carrinho, e fui correndo logo alcançando a Jung no meio do caminho.

O impacto pareceu ser realmente forte, o carro na parte da frente se encontrava agora todo amassado, todos que estavam no café, ou passando pela rua no momento, se assustaram com o barulho e começaram a se aproximar.

Kai: M-M-M-MALU?!?!?!? POR FAVOR.. ME RESPONDI, NÃO FAZ ISSO COMIGO PELO AMOR, I-I-I-ISSO.. - Começei a entrar em desespero, quando a vi desmaiada junto a Liu dentro do carro, estava saindo sangue de seu rosto, e agora possuia vários hematomas tanto por ele, como também seu corpo.

Os dois tinham batido com tudo, chegou até mesmo a as jogar um pouco elas para trás, sem contar que Amber também possuia diversos hematomas, porém não estava pior que minha Malu, pois essa tinha arranjado um enorme machucado no rosto, que saia algumas gotas de sangues seguidamente.

Começei a entrar em desespero quando vi aquilo, minha melhor amiga chorava descontroladamente enquanto berrava, e Chiray não estava muito difrente da situação, eu entrei em estado de choque, fiquei ao lado do local sem saber oque fazer, não conseguia chorar, e nem mesmo me mexer, eu a-apenas travei..

Chiray: MALU?! AMBER?! ACORDEM POR FAVOR! VOCÊS NÃO PODEM DESMAIAR DEPOIS DE ULA PANCADA DESSAS, NÃO FAÇAM ISSO POR FAVOR, N-N-NÃO PODE ESTAR ACONTECENDO.. - Diz desesperada tentando a todo custo acordar as duas juntamente com a Jung.

Krystal: AMBER???? BERBER, FALA COMIGO BERBER! VOCÊS N-NÃO VAI ME DEIXAR AQUI NÉ?!?

A outra brasilieira tentava estacar o sangramento de Malu a todo custo, um garçom do local até tinha trazido algumas coisas para ajudar, e pelo pouco que eu conseguia entender já tinha sido chamado a ambulância, por um cara que passava na rua.

E depois de algum tempo saiu dois motoristas de dentro do carro, eu não sabia se realmente tinha pirado de uma vez, porém me deixei acreditar quando ouvi a voz do mesmo, eram esses o SM e o YG, eles que tinham as atropelado, sairam completamente afobados do local, e se aproximaram tentando ajudar de alguma forma.

Me sentia culpado, culpado por nem ao menos conseguir sair do local, meu corpo não reagia não importando oque eu tentasse fazer, não saia nada e nem respondia, só queria poder dizer que vai ficar tudo bem e pedir desculpas por tudo que eu fiz, e-e-e olha aonde estamos a-agora..?

Passou se um tempo nisso, até que quando o sangue de Malu parou um pouco, a ambulância finalmente chegou, eles pediram para todos se afastarem, e colocaram ambas em uma maca, logo as levando para dentro, antes de fechar a porta perguntou quem iria de responsável por elas, e Chiray rapidamente se ofereceu.

Chiray: E-E-Eu vou.. - Se pronunciou timidamente, porém mais do que preocupada.

Enfermeiro: Você é algo de ambas?!

Chiray: Uma velha amiga de uma, e amiga de outra..

Enfermeiro: Tudo bem venha comigo.

Assim já indo em direção ao local, antes que eles saissem finalmente consegui ter algum tipo de reação, puxando Jung a mim, os parando antes que pudessem ir.

Kai: N-N-N-Nós também vamos. - Disse tentando demostrar confiança, porém estava com muito, mais muito medo e nervoso.

Antes que o Enfermeiro se pronunciasse, ouço Chiray a falar um pouco baixo, porém em uma altura que conseguimos ouvir, pelo fato do silêncio que se instalou no local.

Chiray: V-V-Vocês não acham que já fizeram demais..?

Enfermeiro: Desculpe mesmo garoto, mas nós não temos tempo e nem espaço, temos que ir, a mais baixa está perdendo muito sangue! Pegue aqui o endereço do hospital. - Me deu um papelzinho com oque se parecia ser o endereço, e depois as portas se fecharam, e vi a ambulância indo embora rapidamente pelas ruas.

Kai: Malu..

Voltei ao meu estado de completo choque depois que eles se retiraram, a mais nova entre nós se jogou em meus braços se agarrando, e assim voltando a chorar sem parar deixando minha camisa completamente ensobada, porém a única coisa que me importava no momento, era oque ia acontecer com elas..? Fiquei perdido em pensamentos, e a única coisa que consegui fazer foi dar alguns tapinhas na costas dela.

Krystal: A MINHA BERBER JONGIN, BUAAAAAAAAA E-ELA..ELA UAAAAAA, EU QUERO A MINHA GIRL. - Ela permaneceu, berrando coisas do género, e chorando feito uma criança por alguns minutos.

Ainda dava para se ouvir o barulho da sirene se afastando cada fez mais, eu de certa forma, queria estar na mesma situação que a Jung, porém..ainda estou tentando entender oque houve, f-f-f-foi tudo tão rápido..no meio da minha confusão mental, e do choro da mesma, começamos a ouvir passos apressados, e algumas..na verdade várias vozes conhecidas se aproximando.

Leo: C-Calma! Calma! ...p-pera eu preciso raciocinar. - Diz alternando seu olhar entre nós dois, e os dois carros completamente quebrados, e ainda com um carrinho de sorvete do lado.

SM: Leo..?!

Leo: CEO?!?!?!?! PERA OQUE?!?! É..BEM..

"PUFT"

Sim ele tinha acabado de desmaiar de nervoso,  e sinceramente?! Eu estou quase também..não sei como vamos explicar isso a eles, nem mesmo sei se estou pronto para falar algo assim, a-a-a Malu e a Amber..socorro, oque nós vamos fazer?!? Porque meu corpo não reagi?

Suho: Meninos..? Oque houve por aqui? Porque a Krystal está se acabando em lágrimas? E porque o Jongin não respondi?

Baekhyun: CADÊ A MINHA FILHINEA?!?!?! EU QUERO A MINHA FILHA, A G O R A, SE NINGUÉM ME DIZER AONDE ELA ESTÁ EU..E-eu..vou chorar.. V-você disse que ela estaria aqui Sarang... - Seu tom de voz começou extremamente raivoso, porém depois foi para um triste e baixo, seguido de um abraço em Chanyeol procurando consolo.

Chanyeol: Mas era para ela estar Sarang! O Leo me contou quando.. - No meio de sua frase, ele mesmo se cortou, pareceu lembrar de algo, e então começou a olhar para os carros recém batidos. E-espera ai..eu acho que irei me arrepender disso..más..q-q-qual é a placa desse carro?! - Disse olhando fixamente para mim e Krystal, porém parou quando viu que nenhum de nós tinha condições de responder, isso só o fez ficar com uma maior cara de preocupação.

D.O: Espera, eu to mais perto.. - E assim foi em direção ao veiculo, logo começando a ler em voz alta. "A18091992L"

Ficaram todos em silêncio derrepente, acho que alguns tinham entendido e outtos não, por isso abaixaram a cabeça e so ficaram calados pareciam pensar no que tinha acontecido, e fazer meu teorias na cabeça, oque mais me preocupou, foi o olhar confuso de Baek, que se alternava entre o esposo e o carro.

Baekhyun: Gente..de quem é esse carro?!

Todos permaneceram no mesmo estado, até que o maior entre nós finalmente abriu a boca, e sabia que provavelmente acabaria saindo de meu transe agora com algum pulo de Baek no meu pescoço, porém eu não estava ligando so queria a ver..

Chanyeol: Aaaa! Eu sei que vou me arrepender disso mais..e-e-e-esse..é..caramba..o carro da Amber? ...q-que a Malu estava?!  - Me encarou fixamente, com os olhos começando a marejar, e assim toda a atenção foi para nós dois.

Eu não sabia se respondia, ou não, então so fiquei calado, sentindo algumas lágrimas começando a aparecer, com isso acho que conseguiram entender o recado, pois travaram de primeira, e pareciam tentar raciocinar, Baek começou a chorar e avançou para cima de mim.

Baekhyun: A-A-AONDE ELAS ESTÃO?!?!?!?! ME DIZ JONGIN AONDE ELAS ESTÃO?!?!?!?!?!?! EU QUERO VER MINHA FILHA, E MINHA AMIGA! JÁ NÃO BASTA TUDO QUE FIZERAM COM ELAS, AGORA ATÉ AS METER EM UM ATROPELAMENTO?!?!?!?!?! DESEMBUCHA J-JON.. - Seu aperto na minha colá começou a diminuir, e assim ele se jogou no chão sem forças. P-P-Por..favor..

Pov. Kai Off

Pov. Malu On

"??: Deixem ela descansar um pouco, depois nós abrimos para as visitas que estão lá fora!"

"??: Más doutor, eles estão desesperados não é melhor deixarmos entrar? TEM O EXO ALI! O E X O."

"??: Não! E sabe que eu sou bem firme com minhas decisões, agora vamos logo, o soró vai começar a fazer os efeitos."

Eu estava extremamente confusa, não lembro de literalmente nada! Minha mente está vazia, sem pensamentos, apenas minha própria voz ecoando na mesma, é estranho porque..eu consigo ouvir pessoas conversando, e alguns barulhos de máquinas, as vezes faz uns "PIIIIIIII", reconheço que eu deveria estar em um hospital ou algo do género.

MAS OQUE ESTÁ ACONTECENDO?!?!?!?!?! AAAAAAAAAAA! DEUS?!?! AQUI É O CÉU?!?!?! Socorro, eu sinto que se ficar aqui sem conseguir me mover, no total escuro e nesse silêncio infernal, eu vou acabar ficando louca (;-;).

Aproveito esse tempo, para tentar ter algum tipo de lembrança..até aonde sei, ..eu me chamo Luana..meu apelido é Malu..e..e...AAAAAA CARAMBA OQUE ACONTECEU COMIGO?!?!? COMO ASSIM EU NÃO LEMBRO DE NADA?!?!?!?! SERÁ QUE AQUI É O ÚTERO DA MINHA MAMÃE?!?!?! Calma! Calma! Eu preciso tentar manter a calma! COMO EU VOU MANTER A CALMA EU SÓ SEI O MEU NOME????!?!?!?

"Podem entrar! Só tomem muito cuidado com os equipamentos, e também não tirem nada dela, pois pelo que parece ainda está em um estado parecido com uma "coma", digamos assim, porque é mais pelo susto, ela deve acordar daqui um tempo, então deixei todos os aparelhos no lugar, por favor."

C-C-C-Coma..?!? E-E-Eu..preciso tentar acordar não posso ficar nesse lugar, eu nem mesmo sei direito oque está a-c-contecendo, AAAAAA ALGUÉM ME TIRA DAQUI AAAAAAAAAAAAAAA, EU NÃO QIERO MORRER TÃO JOVEEM..choramingo porém logo me dou um "tapa mental" e volto a tentar me controlar, pensei distrair ouvindo oque estava ao meu redor, estranhei..poque tinha se voltado ao total silêncio que estava antes, oque me deixou mais confusa ainda..pelo que tinham falado parecia que estava vindo gente me ver..más..

"N-N-Nós podemos chegar perto?!"

Sou cortada de meu pensamentos por uma voz dessa vez feminina, pela sua entonação parecia estar se segurando para não chorar, além de trémula e baixa, só consegui a ouvir já que a única coisa que preenchia a sala eram os barulhos das máquinas.

"A-Acho que sim.."

"Dessa vez era novamente um homem, porém diferente do primeiro, ele tinha ima voz mais jovem, e também dava uma impressão que ele tinha chorado"

"Sim vocês podem! Como o médico disse é só tomar cuidado, e tentem ir um por um, para não ficat tumultuado .. Agora eu vou indo terminar de pagar as parcelas do exame, peço desculpas novamente pelo acidente! De verdade, bem..você vem comigo Yang?"

"Uhum! Se vocês precisarem de algo é so chamar, melhoras meninos.."

"Todos: Ok! Obrigado..

(- YM)"

"Q-Quem quer ir primeiro?!"

"Eu..?" ×2

Responderam dessa vez duas pessoas juntas, era aquela mesma voz feminina de antes, e agora a de um menino também, ambos pareciam acabados..

"P-Pode ir Baek."

"Não, não tudo bem, e-eu espero vai primeiro"

O silêncio novamente voltou, porém dessa vez tinha alguns barulhos de passos, e rapidamente percebi que tinha alguém perto de mim, senti minha mão ser segurada, e começei a ouvir ela fungar algumas vezes, parecia que tinha soltado o choro que estava segurando.

"E-E-Eu não posso fazer isso...b-bolin..eu.."

Apertou um pouco a minha mão sobre a sua, e o barulho de choro aumentou um pouco.

"Por favor..p-p-por favor não nós deixa aqui..e-eu prometi que nunca ia sair do teu lado..e nem v-vou..p-por favor..não sai também.."

Depois disso o aperto diminuiu, e aos poucos minha mão foi solta, não entendi direito já que não conseguia ver nada, porém ela parecia ter me dado um abraço desajeitado.

"Podem vir meninos..e-eu não sei se consigo fazer isso.."

Depois de se pronunciar, a mesma parecia se afastar aos poucos, mais espera..tem algo estranho ai..eu conheço essa voz ela..C-C-CHIRAY!!!!!!!! EIEIEIE CHIREY ESPERA AI! Tento de todas as maneiras me mexer ou mover algum músculo, depois de muito mais muito tentar espenear, abri um pouco meus olhos, apesar da dificuldade, e segurei na manga do casaco que a mesma usava não a deixando sair.

Malu: A-A-Aonde eu estou..? - Digo olhando tentando abrir os olhos por inteiro, porém elas estavão ficando cada vez mais pesados.

Todos: MALU!??!?!?!?!?!

(- Malu)

Oque estava acontecendo aqui? Quem são todos esses?! Junto a Chiray tinha vários meninos ali, ambos pareciam ser.. asiáticos..? Pera..PORQUE AS PLACAS DESSE HOSPITAL ESTÃO ESCRITAS EM COREANO?!?!?!?!?!

Malu: Eh..eu..? - Digo confusa pela reação surpresa de todos, e principalmente pela situação que nós encontrávamos.

Chiray: M-M-MALU VOCÊ ACORDOU!!!! - Se pronuncia primeiro enquanto todos estavam paralisados, ela veio correndo em minha direção ainsa com lágrimas descendo, e me abraçou de novo. NÃO ME MATA DE PREOCUPAÇÃO ASSIM DE NOVO PELO AMOR DE DEUS BOLIN, EU NÃO SEI OQUE SERIA DOS DAIBIGOS SEM VOCÊ.

Malu: Que, que isso sjskksks, vocês não iriam se livrar tão facilmente assim de mim, e tu acha mesmo que eu iria aguentar ficar muito tempo parada? - Digo retribuindo o abraço, e dando alguns tapinhas em suas costas logo me separando da mesma, a soltando um sorriso para a confortar. Mas eh..oque, que ta havendo aqui? Cai entre nós..quem são esses? E porque esse hospital parece ser coreano? - Digo sussurrando só para ela ouvir, que foi de um sorriso sincero e aliviado, para uma cara extremamente confusa e chocada.

Chiray: V-Você não..

Antes que pudesse continuar, a mais nova é interrompida por um dos homens que estava ali, ele veio correndo com tudo me abraçando fortemente, pensei em tentar me soltar, porém pelo susto acabei não reagindo, e estava fraca demais para tentar algo.

??????: FILHINEA AINDA BEM QUE VOCÊ VOLTOU!!!!!! PUTA MERDA EU QUASE TIVE UM ATAQUE QUANDO AQUELE JAMANTA DE MERDA DISSE OQUE ACONTECEU CONTIGO, TA TUDO BEM PASSOU, PASSOU O PAPAI TA AQUI! VIU?

Chiray: É..gente..?

?????: VEM CA FALAR COM ELA SARANG!!!! - Berrou extremamente feliz e animado, apesar das lágrimas que ainda rolavam, ele me largou por um tempo, indo em direção a outro homem, porém esse era beeeeem alto, e tinha orelhas tão grandes quando se mesmo.

Ele se aproximou de mim e também me abraçou fortemente, porém menos apertado do que o último, e pera..PORQUE DIABOS ELES FALAVAM COREANO?!?!?!? E COMO EU SABIA COREANO E CONSEGUIA OS ENTENDER?!?!?!

?????: Nós estávamos tão preocupados contigo Malu..

E COMO ELE SABE MEU NAME?!?!?!?!?!?

Malu: Desculpa estragar a felicidade de vocês..mas..quem são vocês? - alternando meu olhar entre todos que estavam lá, puxando Chiray novamente pela manga do casaco, não vou me mentir que fiquei um pouco assustada com tudo isso, porém qualquer coisa eu posso dar uns golpes e lutar que, que.

Todos ficaram em silêncio, parecia que eu tinha falado algo muito chocante..ue..o pior é que eu tenho a impressão que os conheço..mas..

?????: O-Oque..

Antes que eu pudesse me pronunciar, ou até mesmo algum deles, a porta é aberta por uma mulher mais velha, que parecia ser algum tipo de enfermeira, por acaso quando ela entrou eu e Chiray nós entreolhamos confusas, acho que ela teve a mesma impressão que eu quando a viu, nós conhecemos ela..?

Enfermeira: Desculpa interromper o momento de vocês más..tem um garoto lá fora, chamado.. Kim Jongin! E ele quer entrar para a ver também, porém precisamos da autorização dos responsáveis por ela. - disse alternando o olhar entre minha Daibiga, e aqueles dois caras que tinham vindo falar comigo antes.

Quando ela falou o nome do tal "Jongin", tudo ficou preto e foi como se eu tivesse tido algum tipo de l-lembrança..

Malu: ESPERA AIII!!!!!!!!! KIM JONGIN?!?!?! DO E-X-O?!?!?!?!?!?!?!?!?? - Me levanto em um pulo da cama, fazendo todos que estavam na sala se assustarem, até que me toco finalmente do que estava "havendo"..bem..mais ou menos. OQUE KAI TA FAZENDO AQUI?!?!! Calma..OQUE NA VERDADE TODO O EXO TA FAZENDO AQUI?!?!?!?! E OQUE O BANGTAN TA FAZENDO AQUI?!?!?!?!? PORQUE CHANBAEK TA DIZENDO QUE EU SOU FILHA DELES?!?!?!?! PORQUE TODOS VOCÊS TÃO FALANDO COREANO?!?!?!?! E PORQUE EU TO FALANDO COREANO?!?!?!?!?!?!?!?!?!??!?!? - Disse sacudindo Chiray pela gola do casaco, e gritando escandalosamente. EM QUE TIPO DE PROGRAMA DE TV NÓS ESTAMOS?!?!?! É TUDO UMA PEGADINHA?!?! HEHEHEHEHEHEHEHE EU TE DESCOBRI SILVIO SANTOS PODE SAIR DAI.

Largo a menina no chão e subo emcima da cama gritando com uma camera que tinha ali, e tentando a alcançar..oque não acabou por funcionar tão bem pelo meu tamanho.

Antes que eu conseguisse realmente arrancar aquele treco dali, a outra brasileira me abraça por trás me trazendo de volta para a cama do hospital tentando me deixar quieta no canto, e me acalmar, falando algumas coisas que não consegui entender direito já que meus gritos estavam mais fortes, que, que, fiquei tentando espenear e me sair dali, até que o Byun volta derrepente a se pronunciar.

Baekhyun: CHIRAY TENTA AQUIETAR A MALU AI, Eu vou resolver a situação com o Jongin, E VOCÊ! - Aponta para a enfermeira. Tem alguma maneira de acalmar ela?!

Enfermeira: Humm..posso dar calmante? - Diz tirando uma injeção por acaso enorme do bolso, e olhar para ele com um leve sorriso no rosto como se fosse muito normal alguém carregar isso consigo.

Ele faz uma cara confusa e alterna seu olhar entre mim e a moça.

Baekhyun: Pela situação que ela está ali...tudo bem é valido! - Da alguns tapinhas no ombro da mesma, e assim se retira da sala, fechando a porta logo em seguida.

Malu: VOCÊ NÃO VAI ENCOSTAR ESSE TRECO EM MIM, NUNCA! - Me sinto dos braços de Chiray, e fico em frente a mesma a fuzilando com o olhar.

Enfermeira: ...

Malu: VEM CA! VEM! VEM QUE EU TE DOU UMA CABEÇADA SUA................AAAAAAAAAAAAAAAAAaaaaaaaa..a..aa..a.

"Rápido e facil"

Pov. Malu off.

Pov. Kai on



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...