História Just One More Tiring Day - Michaeng - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias TWICE
Personagens Chaeyoung, Mina
Tags Chaeyoung, Fluffy, Michaeng, Mina, Twice, Yuri
Visualizações 233
Palavras 939
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Ficção, Fluffy, LGBT, Yuri (Lésbica)
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Eu juro que tentei dar o meu melhor nessa oneshot jskdmdkd
Não tenho muito o que dizer... Apenas lhes desejo uma boa leitura :3 ❤️

Capítulo 1 - I Love You, Baby Penguin


 O dia havia sido cansativo, tanto para Chaeyoung quanto para Mina. Ambas tinham dias muito cansativos, cheias de trabalho. Minari trabalhava em uma instituição para cegos, ela ajudava pessoas cegas a enxergar seu próprio mundo, de uma maneira "diferente". Chaeyoung era Astróloga, a garota sempre se deu bem com astronomia, desde seus 16 anos. De fato Chaeyoung ama astronomia, só não ama tanto quanto ama Mina.

Nesse exato momento, Chaeyoung estava em sua casa terminando de fazer o jantar, e Mina estava prestes a chegar. Não demorou muito para a mais nova ouvir o som da porta abrir, e logo depois uma doce voz dizer:

–Amor, cheguei!– era Mina.

–Bem vinda de volta, meu amor!– Chaeyoung  rodeou os braços em volta da cintura da garota, que automaticamente levou as mãos para a nuca de Chae, arrastando suavemente até suas bochechas

–Eu estava com saudades– Mina lhe deu um selinho rápido

–Eu também estava...– Chae sorriu, apertando seu corpo contra o de Mina. A japonesa escondeu o rosto na curva do pescoço de Chaeyoung

–Hoje foi tão cansativo– ela resmungou, soltando um suspiro pesado –Ajudar pessoas cegas é difícil!– disse arrastado.

–Eu imagino. O dia foi bem cansativo pra mim também...– suspirou –Mas, eu sei do que você precisa!– Chae disse e Mina levantou o seu rosto, fazendo seus olhares se encontrarem. Chaeyoung soltou um lindo sorriso, deixando suas covinhas aparecerem.

–Do que eu preciso, Simba?– Mina perguntou, sorrindo largo ao ver como o sorriso de sua mulher era lindo.

Chaeyoung não respondeu, apenas pegou Minari no colo. Por mais que fosse baixinha, a pequena coreana era forte. 

Levou Mina até o quarto, deitando ela cuidadosamente sobre a cama.

–Não saia daqui!– Chae disse, e antes de receber uma resposta, saiu correndo do quarto.

A mais nova foi até a cozinha, e como ela já havia preparado a janta, fez um pequeno prato para Mina e levou de volta até o quarto.

–Trouxe comida para mim?– Myoui sorriu, sentindo o cheiro da comida. Chaeyoung assentiu levemente e deixou o prato no criado mudo.

Mina voltou a encarar a esposa, confusa. Chaeyoung estava indo para o guarda-roupas. Ela pegou um cobertor e estendeu sobre a japonesa. Logo, Son se sentou ao lado de Minari e pegou o prato, dando comida na boca da garota.

–Olha o aviãozinho!– Chaeyoung disse sorrindo e Mina abriu a boca. Chae levou a colher até a boca de Mina.

–As vezes eu aparento ser a mais nova– Mina comentou quando terminou de mastigar a comida –Você me trata feito um bebê!

–Talvez por que você seja um!– Chaeyoung riu –Vamos! Abre a boca, bebê pinguim!– Minari sorriu e abriu a boca novamente, aguardando a colherada de comida.

Quando terminou de alimentar Mina, Chaeyoung fez questão de levar o prato e os talheres até a pia, e lavar todos.

Son voltou para o quarto e se deitou ao lado de Mina novamente

–Está cansada, Pinguim? Quer dormir?

–Estou cansada e com sono, mas não estou nem um pouco afim de dormir...

–O que acha de uma massagem?– sorriu divertida.

–Uma ótima idéia– sorriu sem mostrar seus dentes –Você está me mimando muito hoje, hein?– riu e se sentou de costas para Chaeyoung.

–Nah, que nada! Eu adoro mimar você!

Chaeyoung não pensou duas vezes em começar a fazer uma massagem em Mina. Ela tinha mãos pesadas, e isso ajudava muito. Durante o processo, Mina chegava a soltar alguns gemidos, que do ponto de vista de Chaeyoung, eram completamente eróticos.

–Hmm..Isso, Chae– ela gemeu baixinho –Aah, isso é tão bom– ela fechou os olhos, sentindo as mãos, agora desajeitadas de Chaeyoung.

–Amor, para!– Chaeyoung começou a gargalhar –Esses sons são constrangedores!

–Constrangedores ou provocativos?– Myoui mordeu seu lábio inferior, rindo logo em seguida.

–Os dois!– Son continuou rindo –Eu já volto!– ela se levantou

–Onde vai? Vai se aliviar no banheiro?– Mina gargalhou e fez uma cara maliciosa

–Não, sua tonta! Vou beber água. Estou com sede– Chae saiu rindo do cômodo.

Ela bebeu água e voltou rapidamente para o quarto, percebendo que Mina estava quase dormindo. Ela sorriu com a adorável cena de Minari.

A coreana se aproximou lentamente, e se deitou, tentando não fazer barulho.

–Pinguim

–Sim?– Mina respondeu calma, com os olhos fechados

–Eu tenho algo para confessar...– sussurrou bem baixinho. — Sabe... Eu acho que te amo– por mais que fosse óbvio, ela disse aquilo como se estivesse revelando seu maior segredo. Um sorrisinho surgiu no cantinho de seus lábios e suas bochechas ganharam um tom rosado completamente fofo.

–Eu também te amo, Simba– Mina sorriu, e sem abrir os olhos, se aproximou lentamente de Chaeyoung. Suas respirações estavam se misturando, o coração de Son havia falhado uma batida, e uma pontinha de ansiedade invadia ambas. Chaeyoung fechou os olhos e se aproximou mais de Mina, fazendo seus narizes roçarem um no outro. Son sorriu ao sentir uma mão em sua bochecha. Mina se aproximou mais, agora, suas bocas roçavam uma na outra, e não demorou muito para Chaeyoung iniciar um beijo. Um beijo inocente, sem língua. Apenas demonstrando o amor que sentiam uma pela outra. Minari acariciava levemente a bochecha de Chaeyoung, fazendo a mesma sentir uma boa sensação e sorrir entre o beijo.

Quando encerram o beijo, a baixinha puxou o corpo de Myoui para Perto de si, rodeando os braços em volta dela, de uma forma protetora. Mina estava com o rosto escondido em Chaeyoung. Ela soltou um largo sorriso. 

–Eu te amo muito, Minari. Obrigada por me fazer a pessoa mais feliz do mundo– sussurrou

–Eu também te amo, ChaeChae, eu é que agradeço por tudo o que você fez por mim durante todos esses anos– sorriu de cantinho. 

[...] 


Notas Finais


Essa foi a oneshot, crionças :3
Espero que tenham gostado
Me perdoem por qualquer erro ;~;
Até a próxima fic❤️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...