História Just one Picture - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Park Jimin (Jimin)
Tags Bts
Visualizações 1
Palavras 1.554
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Shoujo (Romântico), Suspense
Avisos: Álcool, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 2 - 2


O baile da escola. É realmente um evento que eu não gostaria de participar. Em parte. Gosto de boas lembranças e quero ter nesse evento com os meus amigos. Eu também tinha planejado essa parte, sobre Patrick e eu. Eu tinha comprado um vestido azul para mim e uma gravata azul  para ele, assim iríamos combinando como naqueles filmes, seria legal, pois iríamos dançar juntinhos uma música lenta, beber ponche batizado e comemorar nossa ida a faculdade juntos. Mas agora eu olho para o vestido e parece só uma roupa que eu vou usar em uma ocasião qualquer, a gravata perdeu o brilho e eu meu ânimo. Acho que vou dar a gravata para o meu pai.

Scarlet foi convidada para ir ao baile com Caio, o garoto da nossa turma de biologia, ela já estava de olho nele como possível pretendente para sair, mas não para o baile, então ficou surpresa ao ver o bilhete dele no armário dela hoje.

- Ele só me convidou de última hora, talvez como última opção - ela falou enquanto continuava se olhando no espelho com o vestido de festa.

- E você aceitou...

- Só estou dizendo que ele me queria como última opção e não como primeira, quer dizer, o baile é hoje!

- Por que você tá reclamando? Você aceitou ir com ele, mesmo ele te tratando como última opção - Kevin falou. Ela desceu do pequeno palco e se sentou no mesmo, apoiando os cotovelos nos joelhos e descansando o rosto nas mãos.

- Por que não quero ir sozinha para o baile - olhamos para ela como quem dizia "estamos bem aqui!" - Com um garoto do ensino médio como par.

- Hum... Olá? - Kevin falou.

- Hetero. Qual é o problema de vocês? - ela voltou para o provador para experimentar outro vestido.

- Caio é o nosso problema, Scar - Kevin falou sorrindo - Você vai acabar com a camisinha perdida na sua vagina, como a Rose do Simplesmente acontece.

- Engraçado, muito engraçado, Kevin - ela falou do provador.

- Como vão as coisas com Patrick? - ele me perguntou. Não queria falar sobre Patrick, tentava evitar ele dos meus pensamentos, pois ele ocupava muito espaço e eu estava fazendo limpeza.

- Não nos falamos desde o dia que ele me contou sobre a Stephanie, quero que permaneça assim.

- Ele foi um babaca, você sabe disso, não sabe? - assenti, mas eu não queria acreditar que era mesmo verdade - Estamos aqui para você, Jane, não se preocupe.

Ele apertou a minha mão e eu encostei a cabeça em seu ombro. Ficamos em silêncio, mas isso não parecia um problema, Kevin entendia meu silêncio, ele entendia muita coisa, sinto que ele podia ouvir o barulho do meu coração catando os caquinhos.

- Graças a Deus, vamos embora, você está lindíssima! - Kevin exclamou após ver Scar saindo do provador incrivelmente linda com o seu vestido de cetim verde esmeralda, completamente liso, ele caia nos ombros e se ajustava ao seu corpo até o joelho, onde se abria.

- Caio iria ser um idiota se te desse um bolo.

- Definitivamente - concordou Kevin.

Depois de Scarlet escolher o vestido, fomos para o Kreep's lanchar, mas não ficamos muito tempo, Scarlet queria me arrastar com ela até sua casa para nos arrumarmos juntas para o baile. Kevin iria se arrumar em casa e depois passaria na nossa. Como eu não tenho par, meu pai não se preocupou em fazer aquilo de tirar fotos e tudo, então eu iria para a casa de Scarlet, eu e Kevin esperariamos Caio aparecer para buscar Scarlet e então eu e Kevin iríamos juntos para o baile.

- Ei, Jane, você já terminou de empacotar tudo? - Scarlet perguntou, ela estava passando sombra nos olhos.

- Falta só algumas coisas, vou arrumar amanhã antes de ir.

- Por que você vai mais cedo se as aulas começam daqui um mês?

- Estágio, consegui um estágio em um estúdio de fotografia, posso aprender muitas coisas lá.

- Você vai começar a trabalhar?

- Preciso começar, foram gentis comigo ate agora, uma das assistentes, Lisa, acho, me mandou minha ficha e eles vão terminar de me avaliar melhor quando eu chegar.

- Você não esta indo para lá por causa daquele fotógrafo que você gosta, né? - Kevin perguntou, desconfiado.

- É claro que está - Scarlet largou o pincel.

- Qual é gente! Eu sei que ele trabalha lá, posso aprender com ele, suas fotos são ótimas!

- Qual é o nome dele mesmo? - Scar perguntou.

- Jeon JungKook.

- Não vou nem tentar falar esse nome - Kevin revirou os olhos - Como vai o coreano?

- Continuo estudando desde que acabei o curso.

- Nunca vamos ser esforçados como ela, Scar.

- Medo da residência - Ela falou, se referindo a sua residencia no hospital depois da faculdade.

- Não vai ser nenhum Grey's Anatomy - comentei.

- Vai ser pior - Kevin falou.

Ouvimos batidas na porta lá embaixo e Scar se levantou, ela parecia nervosa. Apesar de ter reclamado tanto sobre Caio, ela estava realmente ansiosa para ir ao baile com ele. Me pergunto se ela gostava dele antes de ele a convidar.

- Ai meu Deus, é ele. Como eu estou?

- Linda - falamos em uníssono.

Para ser bem sincera, o baile estava um saco, mas o Kevin conseguia deixar ele divertido. Nos dançamos um pouco, o ponche não estava batizado, mas Kevin resolveu isso e colocou apenas nos nossos copos. A música lenta começou a tocar e Kevin me puxou para dançar com ele.

- Por que as pessoas fazem isso? - falei.

- Para continuarmos a tradição de ter esse estúpido baile.

Dançamos por um tempo até Patrick me tirar de Kevin e  praticamente me forçar a dançar com ele.

- Acho que você não queria fazer isso - Kevin falou e segurou o braço do Patrick.

- Eu só vou falar com ela, Kevin - Patrick tirou a mão de Kevin de seu braço - Você lembra do Evans? Ele está bem ali perto da porta querendo falar com você.

E realmente estava. Evans e Kevin ficaram algumas vezes, mas Kevin sempre falou que não era nada sério, porém estavam sempre indo e voltando. Evans indicando para irem la pra fora com um sorriso malicioso em seu terno impecável. Kevin olhou para mim como se perguntasse se podia me deixar, assenti e ele andou de forma calma até Evans, ambos sumiram no corredor da escola a procura de um lugar para dar uns amassos.

- Como você está? - começamos a dançar, minhas mãos em seu ombro, as dele na minha cintura e eu mantendo a devida distância.

- Desacreditada que você fez uma pergunta dessa.

- Me desculpa, Jane.

- Olha, eu não aceitei dançar com você para ouvir você pedindo desculpa. Podemos apenas ficar em silêncio?

Assim ficamos, pelo menos até eu me irritar e falar o que queria falar desde aquele dia, mas eu engoli:

- Podia ter terminado comigo antes.

- Não sabia como te contar...

- Nem eu como reagir - fechei os olhos com força e suspirei - Você atingiu todos os níveis da idiotice! Eu... eu fiquei tão brava com você! Eu confiava em você, Patrick...

Ele me olhou triste.

- Você traiu minha confiança.

- Jane...

- Você devia ir, Stephanie pode não gostar de ver nós dançando juntos. Eu vou embora.

Assim fiz, mandei um beijo para Scarlet quando nossos olhares se encontraram. Ela estava dançando agarradinha com Caio, pareciam bem. Não me dei o trabalho de procurar Kevin, não queria atrapalhar nada, então chamei um Uber e fui embora.

Admiti minha derrota, eu iria sozinha para Busan amanhã ao meio dia, sem Patrick. Poderia fazer isso, tinha que fazer isso, era a única coisa a fazer. Seattle, sendo Seattle, estava chuvosa e fria, clima perfeito para alguém triste. Então, ao chegar em casa, meu pai estava acordado e fez chocolate quente para nós e eu, ele e Jeremy ficamos assistindo filmes antigos.

Nós temos mãe, ela foi embora faz três anos, mas ainda liga para saber como estamos. Ela e meu pai se separaram pouco tempo antes de Jeremy completar 10 anos, então ela foi embora pouco tempo depois, mesmo vendo o quanto eu e Jeremy ficamos devastados com a separação. Meu pai que sempre fez a maior parte do trabalho como mãe e pai, acho que foi por isso que se separaram, mesmo se amando tanto quanto demonstravam. Ela me deu um beijo antes de eu ir para a escola no dia em que partiu, quando cheguei do Colégio, ela havia ido e não me falou que estava indo mesmo, só disse:

- Cuide-se, Jane.

Desde então, recebemos algumas ligações, ela pergunta se estamos bem, mas eu nunca atendo. Jeremy atendia sempre no início, perguntava quando ela ia voltar, ela sempre respondia que era uma viagem longa. Com o tempo ele entendeu que não era uma viagem, ela tinha ido embora mesmo e abandonou o papai, então parou de atender as ligações. Papai agora fala com ela, apenas responde suas perguntas e desliga, algumas vezes eles discutiam, pois meu pai estava cansado de suas perguntas, eu ouvia as vezes ele dizer:

- Não sei, Alice, por que você não vem ver por si mesma?

Então começavam a discutir de novo. Agora ela parece apenas uma voz na linha para o papai, eles não discutem mais, papai responde com calma e sem muito assunto, ela entende que não queremos falar com ela e não insiste. Estamos bem sem ela e eu queria continuar assim.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...