História Just one story... - Capítulo 147


Escrita por:

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 4
Palavras 743
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, Romance e Novela, Sobrenatural, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 147 - CAP. 147 - new old neighbor


4 de fevereiro, sábado de madrugada

*Maya narrando*

Corey Friar. Como eu posso explicar a nossa relação de "ódio-ódio"? Bem, nós somos vizinhos desde que eu me lembro. E nos odiamos desde que eu me lembro... Na verdade é mais uma briga de crianças que ficou marcada na minha "obscura e rancorosa alma". (narrador: que você não conhece porque a fanfinc nunca focou em Maya.) Nós sempre discutíamos e eu tentava bater nele. Mas Corey, sempre se exibindo, segurava meus braços rindo por ter mais força do que eu. Uma coisa de criança que ficou, mas depois de Corey ter mudado de cidade não deve nem ligar mais.

Agora estamos os dois sentados no meu sofá (eu não podia levar Melanie para casa assim) apenas assistindo TV:

Corey - nós ainda não tivemos chance de falar... - ele diz sem jeito -

Eu - é... Desculpe a pergunta, mas porque você está cá?

Corey - os meus pais decidiram agora que queriam voltar para esta cidade para eu e Kevin acabarmos o ano aqui e estamos em um hotel até amanhã. Você ainda vive na mesma casa ao que parece

Eu - e para onde você vai viver agora?

Corey - voltaremos a ser vizinhos portanto... - ele falou sorrindo. E que sorriso... -

Eu - o tempo fez bem para você Friar...

Corey - você também não está nada mal Parker...

Ele se inclinou para a frente e sem pensar duas vezes o beijei puxando a gola da sua camisa. O beijo foi longo e com um leve sabor a álcool que logo terminou por conta da falta de ar

Corey com o rosto bem corado - ah, já está ficando meio tarde, eu deveria ir andando...

Eu também corada como tudo - é, você provavelmente tem razão... - nos levantamos indo até à porta - então nos vemos por aí...

Corey - é, foi bom te ver novamente Parker...

Eu - você também, Friar... - soco o seu ombro e logo fecho a porta vendo ele se afastar pela janela da sala -

Melanie me matando de susto - eu vi esses sorrisinhos aí... - ela ainda falava tudo enrolado e obrigado Deus por ela apenas ter visto os "sorrisinhos"... -

Eu - você não deveria estar dormindo?

Melanie - não tenho sono! - ela estava definitivamente mentindo, porque depois disso ela caiu no sofá dormindo. O que me fez revirar os olhos e depois rir um pouco antes de subir para o andar de cima -

Não sei bem onde a minha mãe está, mas também não me preocupa muito, assim como ela também não se preocupa...

Não, eu não sou a "adolescente revoltada" e eu sei que ela se esforça no café para conseguir pagar todas as contas desde que o meu pai foi embora, mas ela quase nunca está cá, isso doi um pouco, não vou mentir...

Ninguém tem uma vida perfeita, mas muita gente com uma vida fudida para caralho por aí

- então pare de se fazer de vítima "Mayazinha"...

Wow, de onde isto saiu?

- prazer, Mad. Acho que já ouviu falar de mim...

Ah, eu tenho sono e estou um pouco bêbada, não vou ligar para uma voz na minha cabeça. Eu já sou meio louca mesmo...

...

*Summer narrando*

Olá mundo, estou acordada! 10:00PM. Ahhh, porque eu acordo cedo no final de semana? Bem, amanhã ainda é dia. Bom humor? Isso é estranho vindo de mim, é melhor que todos à minha volta aproveitem...

E falando em pessoas à minha volta, onde está Marcus? Será que já parou com aquela conversa de "Mad vai fazer isto, Mad vai fazer aquilo"? Enfim, só há uma forma de descobrir...

- olho para a porta antes de me levantar vendo um pequeno vulto "fugindo" -

Ah, tem Claire né? Será que Cody já está procurando casa? Enfim, aqui vamos nós para mais um dia fazendo sei lá o quê porque a minha vida é uma caixa de surpresas...

Vou até ao banheiro, faço minhas higienes e visto um dos meus conjuntos de moletom de American Horror Story pois ultimamente está frio sem razão aparente. Depois de me "arrumar" caminho até à sala onde vejo Claire sentada no sofá, a televisão estava ligada mas a garotinha prestava atenção em um livro. Yep, é irmã de Marcus, agora me fala quem lê enigmas policiais aos 6 anos de idade? Exato, ninguém (com essa idade nem eu sabia ler direito...)

Eu - oi... - ela ergueu o olhar do livro para mim - onde está o seu irmão? - ela olha para a cozinha -

É, eu devia ter pensado nisso antes...


Notas Finais


Acabandinho o especial...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...