1. Spirit Fanfics >
  2. Justice - Novas espécies >
  3. Capítulo 2

História Justice - Novas espécies - Capítulo 2


Escrita por:


Capítulo 2 - Capítulo 2


— Ela é humana. — outra voz gritou.  n

- isso não dá a ninguém o direito de atacar. É uma hóspede aqui. — Justice rosnou as palavras com raiva óbvia. — Somos amigos dos humanos e não os atacamos. Nós, principalmente — ele gritou agora —, não atacamos mulheres.

— Sinto muito, Justice. — uma nova voz masculina ofegou. — Deveríamos ter mais policiais presentes.
— Quero cada um dos novos cercados e levados para o refeitório imediatamente. — Justice deu a ordem com autoridade dura. — Isso vai ser resolvido imediatamente. Este é o segundo ataque a uma fêmea humana desde esta manhã e não haverá um terceiro. — Justice rosnou essas palavras.
— Mesmo as novas fêmeas? — O macho arfante falou.
— Não. Apenas os machos. As fêmeas parecem mais espertas. Quero ver cada novo macho dentro daquela lanchonete em dez minutos.
— Vamos cuidar disso. — afirmou outro homem com firmeza.
Jessie ficou perfeitamente imóvel e esperou que a tensão aliviasse. Justice ainda parecia pronto para a batalha desde que não se moveu de sua posição na frente dela. Ouviu movimento na sala, as vozes suaves, alguns rosnados e finalmente o silêncio. Justice relaxou sua postura. Baixou os braços aos lados, os punhos abrindo e se virou lentamente.
Jessie olhou para o rosto bonito de Justice. De tirar o fôlego, ela pensou, quando percebeu que tinha parado de respirar. Puxou ar para os pulmões e encontrou um par de olhos de gato furiosos emoldurados com longos cílios negros. Era um grande contraste com o cabelo castanho com mechas loiras. Na televisão e em fotos, seu cabelo parecia muito mais suave e a câmera não começava sequer a capturar seus lindos olhos. Eram tão exóticos que provavelmente era a visão mais bonita que já teve.
— Quem é você? — Rosnou suavemente. — Como passou pela segurança? — Jessie franziu a testa. Deveria saber quem era e por que estava ali. Puxou uma respiração profunda.
— Sou Jessie Dupree e trabalho para a força-tarefa atribuída ao ONE. Sou a embaixadora fêmea para suas fêmeas-presentes recuperadas. Na noite passada estava no ataque no Colorado, e vim para cá junto com as fêmeas recuperadas. — Ela parou e viu seus olhos intensos. Era incrível vê-los se transformar.
A cor mudou enquanto a raiva se dissipava. Havia um pouco de azul nessas profundezas escuras.
Por um momento ficou tão distraída, que esqueceu o que estava falando.
— Tiger me deu permissão para ficar aqui. Vim no helicóptero com suas fêmeas e ficamos num quarto do terceiro andar do hotel. Tammy me convidou para seu casamento, por isso aqui estou. Não me viu durante a cerimônia?
— Não. Estava distraído com uma longa mensagem de voz do presidente. Tinha um fone de ouvido... ligado... e estava passando minha resposta para ele. — Respirou fundo e estendeu a mão. Era grande, com dedos longos e fortes e calos bacanas que cobriam ambas as pontas dos dedos e sua palma. — Sou Justice North. É um prazer conhecê-la, Sra. Dupree.
Ela colocou a mão menor dentro da dele. O calor de sua pele a estremeceu. A grande mão apertou a dela, mas em vez de sacudi-la, seus dedos se enroscaram em torno dos menores, os segurando. Seu olhar baixou para olhar suas mãos unidas. Contudo, Jessie não podia tirar a atenção de seu rosto. Ele finalmente olhou para cima quando a soltou.
— Peço desculpas pelo ataque. São novos e têm muito a aprender. Vou ensinar algumas lições valiosas sobre maneiras daqui a alguns minutos. Não vamos tolerar esse tipo de comportamento.
Ela encolheu os ombros.
— Entendo porque odeiam meu tipo. Têm suas razões. Agradeço que tenha vindo em meu resgate. Posso manter alguém longe de mim por um tempo, mas quando vêm juntos para cima, não é geralmente um resultado indolor ou saudável para mim. — O olhar baixou do rosto dela por seu corpo. Seus olhos se arregalaram e sua respiração mudou um pouco, aumentando para um ritmo mais rápido. As narinas abriram e um som suave veio de dentro da garganta. Jessie sorriu.
— Acabou de ronronar?
Seu olhar se ergueu.
— Não ronrono. — Ele agarrou sua camiseta pela bainha e rapidamente a puxou sobre o torso impressionante e acima da cabeça. Ofereceu a ela. — Coloque isso sobre sua camisa.
Jessie olhou para seu peito e notou que sua camisa rasgou na confusão.
Estudou seu sutiã de renda preta, grata por não estar vestindo o branco que usou ontem — o feio sutiã reforçado. O sutiã de bojo preto cobria os seios e aumentava seu peito tamanho 44. Estremeceu sobre como sua pele aparecia pálida contra o negro e esperava que não estivesse cego pela visão. Jessie não se bronzeava, se queimava, por isso evitava o sol.
— Obrigada, mas posso segurar isso junto até chegar ao meu quarto. Uma de suas mulheres, Breeze, me deu algumas roupas, já que não fiz as malas para uma viagem. Fui chamada para o ataque no Colorado rápido demais para fazer isso.
Jessie evitou o olhar examinando sua camisa enquanto falava, sentindo que ele já tinha visto muito de seus seios. Alguns botões foram perdidos e o rasgo começava num botão e terminava sob os seios para expor totalmente o decote. Agarrou o tecido junto sobre os seios e o bojo do sutiã para escondê-los. Muito para uma primeira impressão. Tim vai mastigar minha bunda grande e me culpar por começar uma briga com um Espécie.
Seu olhar se ergueu. Jessie examinou o peito nu de Justice e sua atenção se fixou em algumas partes de pele nua. Começaria a babar, mas sabia que era extremamente rude e pouco profissional. O cara era bronzeado, com músculos firmes e marcados no torso. Os mamilos eram ligeiramente mais escuros que a pele cor de cobre e estavam duros no momento. Teve vontade de lambê-los para ver se eram tão bons quanto pareciam. JESSIE MÁ! Sua mente gritou. Ela forçou o olhar a subir mais para descobrir que a observava em silêncio.
— Deve colocar sua camisa de volta, Sr. North. Pode pegar um resfriado.
Ele piscou.
— Não sei.
Seu foco estava nos mamilos, duro como pedras.

— Seu peito parece discordar e é difícil para mim não olhar para você. Deve trabalhar muito para manter essa boa aparência. — Eu disse isso em voz alta. Merda! Não queria.
Outro som suave veio de sua garganta e Jessie sorriu rapidamente sobre o deslize de seus lábios. Isso era definitivamente um ronronar. Ele era tão quente. Alto, boa aparência, podia lutar, resistir às mulheres e fazer esse som sexy. Ah, sim, não se esqueça que está fora dos limites!
Justice se moveu e limpou a garganta.
— Não estou com frio. — Ela deixou passar, sabia que disse mais que o suficiente para ouvir os gritos do líder da força-tarefa e apertou os lábios com firmeza. Justice colocou a camisa de volta e ela desejou que fosse um crime ele cobrir essa visão maravilhosa e sexy de músculos masculinos.
Com o peito coberto de novo, o foco permaneceu em seu rosto e ela não deixou de notar as narinas quando respirou profundamente, levando seu perfume. Estava feliz por ter tomado banho recentemente e usar desodorante. Manteve o sorriso no lugar quando ele enfiou a parte superior da camiseta no cós da calça jeans. Apenas alguns metros os separavam. Ele inalou novamente e seu nariz se contraiu. Era tão bonito quanto o inferno, mas ela temia que a achasse ofensiva.
— Espero não estar cheirando mal. Usei coisas do quarto quando tomei um banho rápido antes do casamento. O shampoo do hotel não é ruim, mas é uma espécie genérica. Passei muito?
Seu olhar encontrou o dela.
— Sinto muito. Você tem um cheiro agradável. É um instinto natural que temos.
— Está tudo bem. — Jessie se inclinou um pouco e inalou profundamente. Seus olhos permaneceram fixos nos dele. —Você tem um cheiro muito agradável. Gosto do seu perfume. É uma espécie de bosque e masculino.
Ele ronronou suavemente e limpou a garganta novamente.
— Obrigado.
— Você está bem? Será que esse cara o golpeou na garganta? — Ela começou a se preocupar que pudesse estar machucado, pela forma como continuava fazendo barulho.
Justice North corou. Ele a surpreendeu um pouco e a fez gostar mais dele.
— Estou bem. — Ele fez uma pausa. — Foi um prazer te conhecer e sinto muito pelo ataque. Devo ir ao refeitório, já que os chamei para a reunião. Preciso gritar com meus novos machos e fazer algumas ameaças para ter certeza que aprenderão bom comportamento. — Ele se virou e deu alguns passos para longe dela antes que a mente de Jessie começasse a funcionar plenamente de novo. Justice estava se afastando dela e não podia suportar a ideia de nunca mais vê-lo novamente.
— Espere! 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...