1. Spirit Fanfics >
  2. Justiça na Escuridão - Heróis ou Vilões?! >
  3. Seja mal vindo

História Justiça na Escuridão - Heróis ou Vilões?! - Capítulo 1


Escrita por: , kautain e PauloZanuto


Notas do Autor


Historia feita em conjunto com os co autores

Capítulo 1 - Seja mal vindo


Era um setembro de Outono na Inglaterra, o ano letivo acabará de começar, e Yoguro estava ansioso pra conhecer sua nova universidade. Ele então levantou animado, escovou seus dentes e penteou seus cabelos para cima, todo confiante de que teria um ótimo dia.

Preparou seu café da manhã, sentou-se na mesa e começou a comer enquanto refletia sobre a solidão que era acordar sem ter alguém pra conversar ou ao menos dar um bom dia.

Isso porque o jovem havia perdido seus pais quando era criança, sendo deixado então a cuidado de seu tio, um empresário bem sucedido, que pagava seu aluguel, seus ensinos, e também enviava uma mesada semanalmente para que Yoguro comprasse seu alimento. Porém não vivia com o jovem pois estava sempre ocupado com o seu emprego em Londres, bem longe da Inglaterra.

Mas ele não se deixou abalar, estava realmente determinado a desfrutar de uma ótimo dia e fazer novas amizades.

Yoguro então terminou de comer o seu pão e engoliu o resto do café que havia ficado em sua xícara. Ele pegou sua bicicleta e se colocou a pedalar pela cidade. No caminho, olhava ao redor e se alegrava por estar vivo, olhava aquele sol simpático que batia em seu rosto e se enchia de esperança. Nada era melhor que um passeio de manhã para ele.

Chegando na universidade, reparou o quanto era gigante e que precisaria de ajuda pra encontrar sua sala.

Ele então avistou uma mulher de óculos com cabelo curto de cor branca como a neve. Ele vai até ela e pergunta...

— Bom dia, meu nome é Yoguro e preciso de ajuda pra encontrar a minha sala , você poderia me ajudar?

A menina então simplesmente sai andando ignorando a pergunta do jovem.

Yoguro não entende nada, mas decide deixar pra lá e continua a procura de ajuda. Ao avistar algumas pessoas conversando ele vai até lá...

— Com licença, eu estou um pouco perdido aqui e preciso de uma ajuda. Alguém de vocês poderiam me ajudar a encontrar a sala DB?

— Quem você pensa que é chegando tão perto da representante?! – Diz um garoto empurrando e derrubando Yoguro no chão.

— Ei Tomura, o que é isso? Já não falei pra você parar de ser assim?! — Fala uma menina de cachecol vermelho e aparência simpática.

— Me desculpa representante, não vai acontecer novamente!!

— Perdoe o Tomura, pode deixar que eu te ajudo a encontrar sua sala – diz a Representante estendendo a mão para Yoguro disposta a ajudar.

— Que sorte, eu sou da mesma sala. Venha comigo vou te levar até lá.

— Ok, muito Obrigado!

Os dois estudantes vão caminhando calmamente até a sala. Yoguro curioso puxa assunto

— Qual é o seu nome?

— Meu nome é Tatsune Otusura mas pode me chamar só de Tatsu e qual é o seu?

— Me chamo Yoguro Murata, e outra pergunta... Porque escolheu fazer direito?

— É porque eu pretendo me tornar juíza um dia, e você?

— Eu quero proteger a sociedade de alguma forma. Trazer justiça aos criminosos que acabam com a vida dos outros. — Fala o Jovem enquanto fecha sua mão como se agarrasse suas palavras — A gente vai trabalhar contra a maldade!

— Vamos sim — Responde ela com um sorriso no rosto.

Os dois finalmente chegam na sala e o professor chama Yoguro a frente para o apresentar a sala, já que ele havia entrado um dia depois.

— Esse é Yoguro Murata, ele veio de Rusfer (Uma escola conhecida com um mal histórico e frequentados por delinquentes.)

Ao ouvir o nome da escola, os alunos imediatamente mudaram seu olhar para Yoguro o tratando com desprezo.

O professor aconselha que o jovem se sentasse com a representante para que ela explicasse a ele tudo que precisasse.

Assim ele faz.


Notas Finais


Por favor digam suas críticas por gentileza nós comentários
Até


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...