1. Spirit Fanfics >
  2. K12- uma escola ou prisão? >
  3. Drama club pt.2

História K12- uma escola ou prisão? - Capítulo 14


Escrita por:


Notas do Autor


Queria que houvesse um guarda-chuva adequado para a chuva em meu rosto, mas não tem guarda-chuva melhor do que minhas mãos quentes passando pelo meu rosto em uma forma desesperada de parar meu choro... frase do capítulo( minha autoria)

Capítulo 14 - Drama club pt.2


Fanfic / Fanfiction K12- uma escola ou prisão? - Capítulo 14 - Drama club pt.2

(Todos olham pra mim. Ainda com o mesmo olhar maquiavélico e maligno)

- ISSO É LAVAGEM CEREBRAL.

(Eu grito, mas parecem que eles nao conseguem me ouvir, posso ver Angelita olhando ao redor e sacudindo alguns alunos, mas eles parecem bonecos sentados com os olhos vidrados para o nada. Olho para trás e vejo o professor de Teatro)

- O que é isso? O que ela está fazendo?( Ele pergunta para si memso) vá pegá-la! Vá LOGO( ele diz para dois guardas que rapidamente me seguram pelo braço tentado me tirar do palco)

- ME SOLTEM(Tento ser mais forte que eles) VOCÊS NÃO VEEM OQUE ESTÁ ACONTECENDO? ABRAM SEUS OLHOS (Os guardas colocam mais força para me puxaram, meus pés já saem do lugar) Me largam. ACORDEM( eu grito com toda minha força e poder na voz. Os guardas caem. Olho para a plateia, todos os alunos estão parecendo que acabarem de acordar. Vejo que eles conseguiram sair do controle das pílulas, consigo vê Angelita sorrindo pra mim orgulhosa. O professor sai correndo da sala)

- Onde estamos? ( um garoto pergunta)

- O que aconteceu? ( outro pergunta)

(Então contei a eles tudo oque eu sabia, sobre as pílulas, sobre os controles, sobre as mortes e sobre o diretor e seus planos. Nem consegui acreditar que só levei 30 minutos para explicar tudo sobre k-12. Sem mais delongas um gritou)

- VAMOS MATAR O DIRETOR

(Todos gritam e saem correndo em direção à sala do diretor. Queriam lutar, queriam matá -lo, queriam vingança por eles e por aqueles que o diretor matou antes. Era o justo já que autoridades estavam fora de questão por também participaram disso. Rapidamente chegamos a sala do diretor, Angelita e eu abrimos as portas. 

Na sala do diretor, vimos eles com alguns professores, enfermeiras e o professor de Teatro, provavelmente falando sobre como os alunos saíram do controle das pílulas. Todos foram a briga. Enfermeiras e furadas tentavam parar os alunos, enquanto outros tentavam chegar a mesa do diretor, alguns chegaram até a mesa do mesmo. A professora Daphe tentou até impedir mas foi segurada por outros alunos, apenas algumas enfermeiras, guardas e professores naonera nada comparados à centenas de alunos sedentos por sangue.

O diretor tentou se esconder de baixo de Sua mesa, os alunos, todos eles, foram até o mesmo, agarraram cada um algum pedaço de carne do diretor, eles não tinham força suficiente então eu e Angelita demais um pouco de força para que eles usarem naquele momento como bem entendecem. Com aquela força os alunos, literalmente esquartejaram o diretor com as próprias mãos, ele gritava cada vez mais alto, pude ver sua carne se separando cada vez mais das juntas, até que seu corpo não aguentou mais. Com sangue saindo pela boca, nariz e diversas partes do corpo, seu corpo se separou e ele morreu dilacerado pelos alunos de sua amada escola, gritandonde dor até o fim.

 Todos os funcionários fogem, depois de comemorarem por um tempo alguns alunos vieram até mim e angelita, o resto saiu da sala.

- Cry baby, Angelita temos uma divida de gratidão com vocês. Espero que um dia vices possam contar conosco!( disse um garoto)

- Não foi nada, fixo feliz que saíram do controle das pílulas e que o diretor teve oque merecia.

( Estava apenas eu e Angelita na sala do diretor, olhávamos fixamente para as partes dele pela sala)

- Então... ( Angelita começou) oque fazemos com isso? ( disse gesticulando para a sala toda)

- Talvez eu tenha uma idéia... ( disse uma garota atrás de nós)



Notas Finais


Tô me esforçando... Eu juro.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...