1. Spirit Fanfics >
  2. Kagami's - Kuroko no basket - Aokaga - kisekuro >
  3. Bem-vinda ao mundo Misaki...

História Kagami's - Kuroko no basket - Aokaga - kisekuro - Capítulo 50


Escrita por:


Notas do Autor


Hello❤❤

Dessa vez eu não atrasei hein🌚

GENTEEEE, EU SOU MUITO DEVAGAR SKSKSK
Eu disse que seria no capítulo anterior o nascimento dos bbs, não foi... E nesse foi só de um;-;

Mas né... Fazer o quê?!

Cara, não ficou a melhor coisa do mundo, mas também não ficou tão ruim;-;

⚠ QUALQUER ERRO, AVISEM, POR FAVOR⚠

Espero que gostem❤
Boa leitura❤🌻

Capítulo 50 - Bem-vinda ao mundo Misaki...


Fanfic / Fanfiction Kagami's - Kuroko no basket - Aokaga - kisekuro - Capítulo 50 - Bem-vinda ao mundo Misaki...

Murasakibara POV

Depois de minutos que pareceram uma eternidade, estacionamos na frente da entrada do enorme hospital, avistando também, os carros de nossas famílias, isso já me acalma um pouco, mas bem pouco!

– Calma meu amor, só mais um pouco! – Tentei acalmar Mashiro que parecia fazer esforço para se manter acordada. A agarrei no colo e entrei no hospital, logo Daiki apareceu do meu lado, ele estava claramente tremendo, assim como eu, com razão, Taiga-chin ainda não tinha acordado, isso não era bom, Anny e Seijuro-chin foram para nossa frente abrindo caminho e logo enfermeiras apareceram com macas em nossa direção.

– Aqui, deitem eles aqui, vocês fiquem aqui, iremos ir direto para a sala de gestação e parto, rápido!! – Falou séria, eu já tinha visto ela algumas vezes, ela auxiliava o nosso médico na clínica algumas vezes.

Rapidamente coloquei minha ruivinha em uma das camas móveis enquanto o outro ruivo era posto na outra.

– M-mas... Nós não podemos acompanhá-los?? – Perguntei nervoso vendo levarem as macas.

– No momento não, precisamos ver a situação de ambos primeiro, sei que vocês são os pais dos bebês e estão nervosos, estão esperando vocês na ala de cima, vão para lá e se acalmem, se der, chamarei vocês! – E assim saiu correndo atrás dos outros.

– Vamos encontrar os outros, garanto que estão preocupados! – An-chin falou e assim seguimos, não demorou muito para ver para ver um monte de cabelos peculiares extremamente apreensivos, logo nos viram também e Yuno foi o primeiro a vir rapidamente até nós.

– Cadê meus filhos?? Como eles estão?? – Perguntou afobado logo abraçando Anny nos olhando.

– Levaram eles para ver a situação, disseram que depois viriam nos dar notícias!! – Respondeu Seijuro e assim fomos nos sentar junto com todos, ali estava meus pais, os pais dos ruivos, do Mine-chin e todos nossos amigos.

Mine-chin sentou-se rápido passando as mãos pelo cabelo enquanto suspirava.

– Estava tudo bem,  aconteceu de repente, foi tudo tão rápido! – Lamentou o moreno e sua mãe foi abraça-lo.

– M-mas, como tudo aconteceu?? – Perguntou Ryota-chin.

– Mashiro foi pegar água, de repente ela gritou, quando chegamos ela estava agachada no chão, Taiga logo percebeu que era a bolsa que estourou, ele ficou muito pálido e desmaiou, aí eu e Seijuro pegamos os carros e viemos, a Mashiro não sabe que Taiga também veio, ela poderia piorar, então não dissemos nada e ela não viu também! – Anny explicou resumidamente.

– Tudo vai ficar bem!! Eles são fortes, agora vamos tentar nos acalmar, no momento, só nos resta esperar! – Embora Hiro-chin tenha falado isso, aparentava tão nervoso  quanto nós.

Só espero que tenha notícias logo e eu possa entrar, é, chegou o momento, e eu definitivamente não posso perder o nascimento da minha filha... Eu preciso estar do lado da Mashiro nesse momento!!

Autora POV

Se passou dez, vinte, trinta minutos e nenhuma notícia, já estavam cavando um buraco no chão de tanto caminharem para lá e pra cá de nervosismo.

– Ah, vocês estão me deixando nervosos já! – Reclamou Kazunari que quase engolia as próprias mãos roendo até que finalmente apareceu o médico deles, Daiki só faltou pular no mesmo de preocupação.

– E aí? Eles estão bem, né?? – Perguntou afobado.

– Calmem, Mashiro entrou em trabalho de parto, porém como vocês já sabem, é algo demorado, mas eu suponho que vai ser mais rápido que o esperado, a dilatação está rápida, mas ficará tudo bem, eu espero, até agora nenhum problema, vocês fizeram muito bem em trazê-los na mesma hora para cá! – Explicou primeiramente o estado da Mashiro.

– Ah, isso é ótimo!! Mas e o Taiga?? – Nash logo se pronunciou, uma parte dele se acalmou, mas a outra ainda palpitava de preocupação com o ruivo!

– Ele acordou agora, por isso já vim, mas ele irá ficar internado até o nascimento do bebê, nós não faremos a cesária hoje, isso pode trazer complicações no procedimento, ele ficou muito alterado, então ficará em observação, e o pequeno Kazuma está bem, não se preocupem, mas foi sorte, ele poderia ter sérios problemas com esse susto! – Doeu ouvir isso, mas eles estavam bem, e ficariam bem!!

– Nós podemos ir vê-los?? – Perguntou Hiro sério. Ah, ele no momento queria até vender aquela maldita casa, e pragejou por ter aceitado eles ficarem lá isolados num momento tão crítico.

– Bom, Taiga está num quarto só dele, então sem problemas todos irem lá, é um amplo quarto e agora ele está bem, só com remédio sendo injetado na veia. Já a Mashiro, só o Murasakibara, como pai de Misaki, eu autorizo a entrar, se seguir do jeito que está, ela chega hoje mesmo ao mundo! – Explicou e logo Atsushi olhou para seus pais que sorriram em forma de apoio.

– Eu quero ir agora!! – Disse certo e o médico logo entregou um pacote com uma roupa hospitalar.

– Você não pode entrar assim, coloque essa roupa aqui e pode ir, ela está sendo amparada por minhas enfermeiras, mas eu que farei o parto, irei para lá daqui uns minutos! – E assim, olhando profundo para os presentes, saiu pelo corredor.

– Vamos então?! Vocês podem ficar lá, prometo que mandarei notícias! – E assim os levou até a sala e logo saiu apressado até sua outra paciente a encomtrando já na cama deitada.

– Doutor, não temos como esperar, temos que começar o parto imediatamente! – Falou a auxiliar assim que o mesmo entrou e logo Murasakibara chegou com a vestimenta adequada, além de luvas, toca e máscara descartável.

– Certo, Murasakibara-san, não vamos esperar mais, parece que sua filha está um pouco agitada e a Mashiro não aguentará de dor por muito tempo! – O avisou o deixando mais nervoso ainda e foi direto para a ponta da cama agarrando a mão da ruiva e tirando um pouco dos cabelos grudados na testa de tanto suor, só de olhar dava para perceber o sofrimento no momento, ele nem queria saber o quanto aquilo doia, já estava assustado o suficiente.

– Mashiro, é agora, respira fundo, e empurra, com toda força! – E assim se iniciou o processo, não demorou muito para que, fora da sala, que continha uma grande abertura de vidro, aparecesse os vovôs e titios para dar apoio e também gravar o momento, todos apreensivo.

– AAHHHH VAIII – Mashiro já não sabia se iria aguentar muito tempo acordada, estava doendo e ela já estava dando o seu máximo.

– Não para, já está saindo!! Só mais um pouco! – Falou uma das enfermeiras a olhando preocupada.

– Você é forte, tenho certeza que irá conseguir! – Atsushi no momento se sentia inútil sem poder fazer nada a mais que segurar sua mão.

– É AGORA! USE TODA A FORÇA QUE SOBRA EM VOCÊ!! – Exclamou o doutor e Mashiro rangendo seus dentes e quase quebrando a mão do seu namorado empurrou chegando a arquear as costas e logo seu mundo parou quando começou a ouvir um fino choro.

– Kagami Mashiro nasceu às 19:35! – Falou o médico sorrindo assim que agarrou o pequeno ser em sua mão.

Logo a enrolaram em um cobertor e a levaram até Mashiro que respirava pesadamente já deixando escapar pequenas lágrimas.

– Misaki... – Agarrou a pequena herdeira Murasakibara Kagami que chorava mas logo foi se acalmando.

– É a nossa filha Shiro-chin... A nossa.... – Ele também não estava se segurando, se agachou do lado da maca indo com todo cuidado com a sua mão até sua cria ainda suja e fungando baixinho, segurou aquela mini mãozinha, se duvidar, ela por inteiro caberia em sua mão.

– Sim, nossa Misaki... Bem-vinda ao mundo! – Em algum dia Mashiro se imaginou assim? Agora... Ela tinha sua família...

Do lado de fora, a maioria já chorava.

– Puta merda, olha ali minha netinha, que coisa mais linda! – Sorria Hiro olhando hipnotizado para sua filha com sua própria filha... É, chegava a ser estranho pensar assim.

– Ei... Eu vou lá avisar o Taiga e Daiki! – Disse Anny que logo saiu correndo limpando as lágrimas.

– Oh... Então... – Sorriu Taiga assim que viu sua irmã caçula chegar no seu quarto ofegante.

– Sim, nossa a sobrinha já nasceu! Ela é tão pequena Taiga... – Falou feliz se sentando na ponta da cama aonde o ruivo estava sentado.

– Logo logo seu priminho se juntará a ela! – Disse Daiki beijando seu namorado e acariciando a barriga.

– Ei, pode ir lá! Eu fico aqui com a Anny um pouco, vai lá vê-la! Depois eu quero que tragam ela aqui hein. – Falou para Daiki que concordou e saiu do recinto, estava louco para conhecer sua sobrinha também... E só de imaginar que daqui um pequeno tempo conheceria seu filho.. Seu coração chegava a acelerar de nervosismo e felicidade.

Chegou ali vendo todos olhando pelo vidro e fez o mesmo, era lindo... Sem dúvidas... Mashiro aparentemente bem cansada com aquele pequeno ser embrulhado e Atsushi agachado do lado chorando abraçado...

– Aí gente, eu tô ficando velho tá?? É emoção demais pra mim e imaginar que daqui alguns dias tem outro, eu já fico meio alarmado... Eu sou uma pessoa cardíaca tá?! – riu ao ver seu sogro fazendo seu drama enquanto tentava segurar seu choro limpando algumas lágrimas que insistiam em descer... 


Notas Finais


Espero que tenham gostado❤🌝

⚠ QUALQUER ERRO, AVISEM, POR FAVOR⚠

gentiii, dêem opiniões e sugestões, ou digam se estão gostando;-; o fato dessa fic estar terminando me deixa um pouco insegura, não quero finalizar algo "meia boca", que não esteja bom;-;


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...