História KakaSaku - Sob Outro Olhar - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Ino Yamanaka, Naruto Uzumaki, Sasuke Uchiha, Shikamaru Nara, Tsunade Senju
Tags Ino, Kakasaku, Kakashi, Naruto, Sakura, Sasuke, Shikamaru, Tsunade, Vany-chan734
Visualizações 436
Palavras 1.027
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


OLAAAAAR,

Bom, eu disse que teria a Spin-off, não disse? Eu juro que tava morrendo de vontade de escrevê-la e deixei para o finzinho da KakaSaku para não revelar fatos inconvenientes haha

Os personagens pertencem a Masashi Kishimoto, blá blá blá, as fotos/gifs não são meus, blá blá blá, MAAAAAS A CAPA É MINHA! EU QUE FIZ! EU! EUZINHA! EU MESMA! A PRÓPRIA VANY-CHAN734 HAHAHA

Eu pedi para uma pessoa fazer a capa – E AGRADEÇO MUITO PELA QUE ME MANDOU – mas enquanto ela fazia a dela, eu vi umas vídeo aulas no youtube e esse foi o resultado... bem, nada como algo feito por nós mesmos né? Aquele sentimento de realização e tals <3
[ Sou leonina! Desculpem!]

Minha inspiração para essa fic foi "Peek" da Fleur e "Antologia - O Peregrino" da Deusa Nariko, duas fics sasusaku que eu amo de paixão! Quem lê a KakaSaku percebeu que os caps são dos personagens Sakura e Kakashi, mas chegou um momento em que eu quis abordar mais opiniões na fic e foi quando decidi - após a enquete - que faria algo assim. Não é uma cópia das fics citadas [nem teria como!], mas também não seguirá os padrões delas e sim uma união das duas junto do meu próprio estilo. É isso ai ♥

O cap de hoje é com os olhinhos mels da Tsunade <3 Nos vemos nos coment’s ?

Capítulo 1 - Capítulo Tsunade - Sob os olhos cor de mel


Fanfic / Fanfiction KakaSaku - Sob Outro Olhar - Capítulo 1 - Capítulo Tsunade - Sob os olhos cor de mel

Provavelmente choveria nos minutos seguintes em Konoha e eu adorava porque o tempo seco fazia muitos cidadãos irem ao hospital por dificuldades respiratórias e isso se agravava no caso de idosos e crianças, então a umidade que era prometida me tranquilizava.

- Tsunade-sama – Kakashi cumprimentou, entrando em seu escritório.

Atrasado como sempre.

- É se atrasando desse jeito que pretende ser um bom Hokage? – levantei a voz, irritada.

Ele coçou a nuca, sem graça, e sorriu sob a máscara.

-  Uma velhinha estava com dores... – tentou se justificar.

- Poupe-me das suas desculpas fajutas! - interrompi.

Ele andou até mim com um sorriso debochado e depois fitou as nuvens negras pela janela.

- Vai chover. Eu gosto do cheiro da chuva e você?

- Eu também – cruzei os braços, respirando profundamente aquele ar típico.

- O que faz aqui, Godaime?

- Vim comunica-lo que a verba disponível para nosso hospital é pouca e que precisamos de mais dinheiro – ele me olhou sério – Os equipamentos que estão ali são antigos e já demonstram falhas mecânicas, além disso, grande parte das máquinas necessárias está em falta devido a guerra. Não podemos negligenciar a saúde de Konoha.

- Não, não podemos... mas a senhora sabe que não é tão fácil. Os cofres públicos estão em baixa e as outras Nações também têm demonstrado problemas para se reerguerem, não posso ignorá-las.

- Não pode ignorar o seu povo – rebati – Tem diminuído os recursos que vão para o hospital!

- As construções civis não acabaram – contra-argumentou – As moradias são prioridades, por enquanto.

- Argh! – bati na mesa, fazendo-a rachar.

Ele olhou o objeto com tristeza suspirando e depois se voltou para mim.

- Amegakure fez um empréstimo direto de Konoha. Estamos financiando o hospital deles, quando o reembolso vier junto do lucro a verba será repassada para nosso hospital. Segure as coisas até lá.

Eu quis socar aquele rosto encoberto e fazê-lo voar pela janela da sala, mas sei que de nada adiantaria, afinal, eu não era mais Hokage, isto é, não poderia socar ninjas sem responder judicialmente por meus atos. Fechei os olhos e inalei novamente aquele ar chuvoso, tentando me manter calma e me lembrei de outro motivo que me trouxera ali: um par de olhos verdes esperançosos.

Abri meus olhos e enxerguei o atual Hokage de frente para a moldura que comportava sua foto da equipe 7, estreitei meu olhar observando claramente a fixação dele na criança de cabelo rosa.

E pensando no cabelo rosa, senti o chakra de Sakura ao redor, assim como ele que se virou para a porta do escritório. Ela entrou afoita com a expressão irritada e soltando lufadas de ar pela provável corrida até a Torre.

- Você está me devendo! – gritou, apontando o indicador para ele.

Sua expressão assustada passou a zombeteira em poucos segundos.

- Ora, você era a anfitriã – comentou displicente, porém com um brilho provocativo no olhar que me fez cerrar os punhos.

- O que está havendo aqui, Hatake? – resmunguei, trincando os dentes.

Sakura me olhou, como se somente naquele instante me notasse ali e então sorriu convencida, pensando que talvez eu a apoiaria.

- Nós fomos tomar chá e ele não pagou a senhora dona do estabelecimento. Eu não tinha dinheiro e tive que fazer uma massagem medicinal nas costas dela para quitar a dívida, Shishou! – bateu o pé, nervosa.

Eu ri da sua irritação e arqueei uma sobrancelha para ele.

- Então era essa a velhinha? – questionei, levemente irônica.

- Ora, eu achei que você gostasse das suas atividades médicas – ele caçoou.

Sorri em escárnio do quão debochado ele conseguia ser.

Kakashi me olhou, mas logo desviou do soco irritado – mas sem chakra – de Sakura, e aquilo me fez perceber que a relação de ambos estava mais estreita do que antes. Por mais irritada que ela ficasse com os seus sumiços e atrasos – assim como eu – não o agredia como se fosse Naruto, como se fossem amigos íntimos.

Íntimos demais.

- Sakura! – gritei e ela se sobressaltou – Você não tem plantão para fazer?

Sua expressão enrubesceu violentamente enquanto paralisava na sala com os punhos ainda cerrados, a boca abriu três vezes, mas não disse nada, apenas assentiu após desistir de falar e correu para fora, provavelmente indo ao hospital.

Ficamos sozinhos em silêncio e eu o olhei de esguelha. Kakashi tinha um sorriso pequeno nos lábios, ainda que disfarçado pelo tecido escuro, e os olhos expressavam algo próximo a ternura enquanto olhava pela porta fechada.

- Hatake, eu percebi o que está acontecendo e você não vai fazer isso – meu tom de voz era um aviso claro.

Ele me olhou, tentando estudar o porquê do tom usado.

- Isso o quê, Tsunade-sama? – perguntou, franzindo as sobrancelhas.

- Não pense que sou idiota! – apontei o indicador para ele – Sakura não é uma dessas garotas que vocês conquista em uma noite só por diversão!

Seus olhos castanhos arregalaram minimamente e ele desfez a postura séria.

- Tsuande, você está bêbada. Sakura é apenas minha aluna.

Senti meu sangue ferver. Quem me dera ter tomado alguns goles de saquê, porque esse cretino estava testando minha paciência e eu realmente preferia não ter visto o que vi.

- Aquela menina já anda bem distraída por causa do Uchiha, não preciso dela ainda mais avoada por sua causa também! Certifique-se de que o seu amigo – apontei para seu pênis – fique bem guardado, exatamente onde está, perto dela.

Kakashi soltou um grunhido indignado ou talvez uma risada nasalada, já que eu não consegui identificar o que aquilo seria. Lhe dei as costas para voltar ao hospital, enquanto um trovão soou, denunciando a vinda de uma forte tempestade. Sorri pensando na papelada que me esperava, assim como a garrafa de saquê na segunda gaveta da minha mesa.

- Não se preocupe, Tsunade. Eu não a vejo dessa forma – ele disse, enquanto eu girava a maçaneta.

- Não se engane, Kakashi. Eu vi o modo como você a olhou – respondi.

Era o mesmo modo que Dan me olhava. Quis acrescentar, mas preferi guardar aquela informação.

Sai da sala, fechando a porta e rogando para que Shizune não tivesse achado – e consequentemente escondido – minha preciosa garrafa. 


Notas Finais


Essa fase do romance é bem o comecinho! Antes da Inauguração da Clínica infantil e após a Missão deles para Ame! Espero que tenham gostado!

P.S: eu comparo a relação deles com a dela com o Naruto porque no início eles eram SÓ isso: amigos íntimos.

Beijocas! Por favooooooor, comentem! Estou animada <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...