História (Kakasaku) Akai ito, Nosso destino. - Capítulo 7


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Chouji Akimichi, Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Itachi Uchiha, Juugo, Kakashi Hatake, Karin, Kiba Inuzuka, Maito Gai, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Obito Uchiha (Tobi), Orochimaru, Rock Lee, Sai, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, Shikamaru Nara, Shino Aburame, Suigetsu Hozuki, TenTen Mitsashi, Tsunade Senju, Yamato
Tags Comedia, Kakasaku, Naruto, Novela, Romance
Visualizações 756
Palavras 1.536
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Festa, Ficção, Fluffy, Hentai, Luta, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Cross-dresser, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Segurem o coração, emoções a flor da pele!
Boa leitura

Capítulo 7 - Lutarei por você pequena!


Fanfic / Fanfiction (Kakasaku) Akai ito, Nosso destino. - Capítulo 7 - Lutarei por você pequena!

Kakashi

Fiquei um pouco tenso, quando Sakura sacou todo o plano, inclusive as entrelinhas, mas fiquei aliviado quando ela falou que não iria colocar o plano a perder. 

Pois é, o Uchiha tem toda a sorte do mundo por ter alguém como ela, que o ama incondicionalmente, mas ele é muito burro por não dar valor aos sentimentos dela. Como eu gostaria que ela o esquecesse, para que eu pudesse me aproximar.

Shizune veio e a levou, alegando que seria sua vez de se pronunciar e, cara, que discurso viu. Minha pequena fala como ninguém.


- Kakashi, porque Sakura colocaria a missão a perder? - Sai  encarou-me com uma expressão confusa.


- É que... O Sasuke, é o amor da vida dela, desde criança. - respondeu Naruto, deslizando o dedo na borda da taça, antes que eu pudesse dar a resposta.


Aquela afirmação foi como uma facada no meu peito. Como eu poderia competir com um amor de infância? Amores assim são extremamente difíceis de se esquecer. Se ela me pedisse pelo menos um beijo, eu a mostraria como é ser amada de verdade, contudo, ela apenas me enxerga como seu sensei protetor.

Quando enfim saí do meu dilema, notei que Sakura não havia voltado para a nossa mesa. Comecei a olhar ao redor para encontra-la, mas sem sucesso.  Decidi ir atrás dela.


- Meninos amanhã, não esqueçam. Estejam lá na hora marcada, ouviram? - ambos assentiram e me retirei.


Andei por todos os lugares, encontrei Ino e perguntei por Sakura. Ela apenas me disse que haviam conversado um pouco em um banco ali próximo, apontando para o local, porém, ela não estava lá. Fiquei preocupado. 

Será que ela foi embora chateada por conta da missão? Claro burro, ela ama o Sasuke mais que a própria vida, claro que deve ter ficado brava com a situação.

Saí do salão, procurando por todos os lugares. Me concentrei pra encontrar seu chakra e notei que estava próximo. Andei por alguns poucos metros e a encontrei sentada no balanço do parque, na praça verde de Konoha. 

Fiquei tão feliz de encontra-la, que saí correndo com um sorriso no rosto, mas logo se desfez quando notei que ela estava chorando.  Aquilo partiu meu coração em mil pedaços.  Ela estava mesmo triste por não poder encontrar com ele.


- Sakura...- chamei. 

Ela levantou o rosto e eu estendi os braços pra conforta-la. Ela correu pra mim abraçando-me, me deixando com um turbilhão de emoções. Feliz por senti-la em meus braços, triste por ve-la chorando por outro homem, raiva por eu não ser esse homem, enfim...


- Minha pequena... Estou aqui sempre por você! O que houve? - perguntei fitando seus olhos tristes e acabei me deixando levar pelos meus sentimentos.

Fiz um leve carinho colando nossas bochechas e senti meu coração disparar pela proximidade, sentindo-me levemente inebriado por seu perfume. Afastei minimamente nossos rostos, fazendo nossas respirações se misturarem. Sua boca estava tão convidativa, que me repreendi milhares de vezes para não acabar avançando os limites, mas seu pedido me desarmou na hora, fazendo minhas pernas ficarem levemente fracas e minha mente pervertida imaginar muitas coisas.


- Kakashi, eu quero te beijar.


Senti que ali estava minha chance de começar a expulsar o Sasuke daquele coração e me instalar de mala e cuia lá dentro. Assim a beijei, tão fervorosamente que meu corpo reajia de maneiras automáticas.

 Seus lábios eram doces, feitos sob medidas para mim. Me apossei de sua cintura sem pena, queria sentir a todo custo aquele pequeno corpo no meu. Fui decendo chupões em seu pescoço e meu membro ja estava duro, mas eu tinha que me acalmar, não quero assusta-la e leva-la a  pensar que quero apenas o seu corpo. Sakura não estava ajudando, pois fez minha ereção ficar mais intensa ao ouvir seu gemido manhoso em meu ouvido.

-Sen...sensei...

Aquilo tirou o resto da minha sanidade, lutei bravamente contra mim mesmo, pois senti que podia gozar a qualquer minuto. Voltei a beija-la para reprimir um gemido, porém foi em vão, pois acabei gemendo em sua boca.


Levantei a máscara e me afastei. Caía uma tempestade enorme em nós. Ela me olhava com o rosto vermelho e um singelo sorriso lindo.


- Vem pequena, vou te levar em casa. - ela concordou e fomos correndo até chegar em sua casa.


Assim que chegamos, Sakura correu subindo as escadas, enquanto eu fiquei ali na sala, perto da porta, pra não sair molhando a casa. Logo a vi voltando, vestida em um roupão de banho e trazendo uma toalha e outro roupão pra mim. Aceitei de bom grado e comecei a me enxugar. Vesti o outro roupão por cima da minha roupa molhada mesmo.


- Venha Kakashi, preciso falar com você. 


Ela segurou minha mão, me puxando para a cozinha, enquanto eu observava cada detalhe da casa. Sakura era bem organizada, pelo menos foi o que pude deduzir. Olhei de relance para o relógio, que marcava 10:15 PM. O que será que ela quer conversar? Será que ela desistiu da missão? Será que quer falar do nosso beijo?

Me pediu pra sentar á mesa, enquanto ela preparava um chá para nos esquentar. Assim o fiz. Vi quando colocou a chaleira no fogo e se virou pra mim me encarando. Eu fiquei ali, admirando seu rosto, seus olhos inchados pelo choro e sua boca inchada pelo beijo que demos.

 O beijo foi maravilhoso, estava começando a salivar olhando sua boca,  com desejo de beija-la denovo. Quando estava pensando em me levantar para beija-la novamente, ela começou a falar.


Kakashi, o Sasuke apareceu pra mim, pouco antes de você me encontrar no parque.


O quê...? - as palavras fugiram da minha boca, não sabia nem o que pensar, aquilo que ela falou ficou ecoando em minha cabeça.


- Sim, Kakashi. Ele apareceu só pra dar um aviso.


- Que aviso, Sakura? - não sabia nem o que esperar como resposta, o que mais Sasuke iria querer avisar? Principalmente a ela?


- Ele disse, que não era pra irmos atrás dele. Ele está quase concretizando sua vingança contra o irmão Itachi. Ele só retornará para Konoha, quando terminar o que pretende.


- Então ele sabe da missão.  - afirmei incrédulo, mas eu tinha que perguntar uma coisa  - Ele fez alguma coisa com você,  ou disse algo, que te maguou?


- Não, nem tive tempo de falar nada com ele. Na mesma velocidade que ele apareceu, logo desapareceu, sem dar brechas para alguma discussão. - afirmou desviando o olhar de mim, como se omitisse alguma informação. Aquilo estava me deixando maluco. Pra que me pediu aquele beijo então?

Ela se aproximou me oferecendo o chá. Peguei e dei um gole escondendo meu rosto.


- Ele disse pelo menos a atual localização dele? - perguntei olhando para a xícara.


- Ao que parece, ele ainda está em Kusagakure. Quem estava comigo era um clone dele. Não entendo o porque de ele ainda estar por lá.


- Enquanto não tivermos certeza se ele realmente está ou não por lá, teremos que ter cautela. Por mais que ele tenha dito pra não irmos atrás dele, é exatamente o contrário que devemos fazer. Vamos continuar com o plano original.


- Mas Kakashi, ele pode atacar sem piedade alguma. O que ele falou, tenho certeza de que foi um ultimato. Ainda não sabemos quem irá com os meninos. - dei um sorriso de lado e a fitei.


- Temos Naruto do nosso lado, não se preocupe com isso. - fiz uma pausa, levantando-me  e ficando em pé,  bem próximo ao seu corpo,  fitando-a intensamente. - Porque me pediu aquele beijo, Sakura? 

 Ela me olhou surpresa com a pergunta e deixando a boca entreaberta. Me segurei para não agarra-la como eu queria.


- Fi...fi..fiquei com...vontade de...te beijar...na hora.


Só naquela hora? Não tem vontade de me beijar agora? - perguntei me aproximando cada vez mais dela. 

Ela tremeu e saiu rápido da minha frente, indo para perto da geladeira. Aquilo apertou meu coração, acho que me iludi rápido demais. Mas não pretendo perder essa batalha Uchiha. A não ser, que ela mesma me diga que não me quer.


- Vou indo, pequena. Obrigado pelo chá e... Esteja amanhã no horário marcado, para irmos para a missão, ok? - falei tirando o roupão. A chuva deu uma trégua, dava pra ir pra casa mais tranquilamente.


- Tudo bem. Estarei lá. Vou arrumar minhas coisas e deixar tudo preparado para partirmos.  -  dizia ela com um sorriso forçado,   seu olhar mostrava  tristeza.


- Você sabe quem vai ficar no seu lugar com os residentes?


- Sim, Tsunade-sama ficará encarregada deles. Não poderia ser em mãos melhores.


- Se é assim então, tudo bem. - me afastei, indo para a porta de saída da casa, sendo acompanhado por ela.

 Antes de cruzar a porta, me virei pra ela e observei aquele sorriso triste.


- Esse sorriso, estilo Sai, não combina com você, prefiro o sorriso Sakura.  - dei um beijo em sua testa, enquanto ela fitava-me com uma expressão um pouco mais divertida. - Estou indo incompleto, minha pequena, esperarei o tempo que for preciso, para você trazer de volta, a metade que falta em mim.

E assim fui embora, vendo claramente que ela ficou confusa com o que eu disse, mas no tempo certo, ela entenderá e quando isso acontecer, estarei preparado para ser feliz ou infeliz.


[Continua...]


Notas Finais


Pois eh gente, mais um capitulo terminado. Muita coisa ainda vai acontecer com esses dois.

Estou trabalhando em um projeto oneshot Minato e Hinata. Logo em breve estará pronto, pra quem gosta dessa combinação de casal preparem o coração e a imaginação porque promete ser quente!

Beijao ate a próxima!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...