História KakaSaku- You're so close - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Ino Yamanaka, Kakashi Hatake, Naruto Uzumaki, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, Tsunade Senju, Yamato
Tags Kakasaku, Kakashi, Naruto, Romance, Sakura
Visualizações 104
Palavras 1.693
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Lemon, Luta, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Survival, Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Dale Quebradaaa <3
tenham uma boa leitura ; w ;

Capítulo 1 - Quem sou eu?


Desperto em um lugar, pequeno e desconhecido, deitada em uma maca, então já está claro que é um hospital, minha visão totalmente embaçada, fui tentar me levantar um pouco, e acabei batendo a cabeça em algo que se encontrava acima de mim, fazendo com isso muito barulho, e o pior, a dor da batida foi tão grande que minha visão até voltou ao normal, mas minha cabeça começou a chacoalhar, era muita dor, parecia que ia morrer ali mesmo. - AIII -  gritei quando minha cabeça deu uma pontada com a dor, escuto passos em minha direção, uma pessoa correndo, vindo o mais rápido possível, coloca as duas mãos em minha cabeça para tentar amenizar a dor, fecho os olhos e tento descobrir o que acontecia, onde estava, quem eu era, mas não lembrava de nada, absolutamente, nada.

Abro os olhos em um susto, com a porta sendo aberta de um modo como se fosse destruir a coitada, dali saiu uma garota de loira de olhos azuis, em uma cara totalmente desesperada e cansada, ela se aproxima e senta ao meu lado na maca.

- Me de o braço, rápido testa! - disse a loira desesperadamente, tirando uma seringa da bolsa que estava em cima de uma mesinha.

"se eu dizer que não me recordo dela, acho que ficará meio triste". Falo em meus pensamentos, tenho certeza que ela é mais que uma colega, me chamou até por um apelido, até que divertido haha, mas ela precisa saber a verdade, então decidi, vou contar a verdade logo.

- Quem é v... - sou interrompida pela porta novamente sendo aberta.

Desta vez quem entrou foi um loiro de olhos azuis também, nem tão branco, nem tão moreno, com os cabelos bagunçados, o que mas me chamou atenção foi os três risquinhos pretos em suas bochechas, muito fofo haha, ele chega perto de mim e senta no lado oposto que a loira estava, e ele senta também ao meu lado. - aí - tenho um mini susto com a loira que coloca uma seringa em minha veia, era algum remédio ou soro que ela estava injetando, até que ela termina e joga a seringa no lixo.

- ino, vá avisar aos outros que ela acordou, preciso conversar com ela, á sós - fala o loiro olhando para ela.

Eu achei ele tão kawaii, o único problema é que não lembro dele também, mas pelo menos percebi que o nome da loira é Ino, já que o loirinho falou né, vejo ela sair da sala, me deixando só com ele.

- Sakura-chan - suspirou e continuou - você sabe que não volto com minha palavra né? - perguntava o loiro com um ar de tristeza, e eu? com uma cara de confusa, até porque nem sabia do que ele estava falando - mas o Sasuke-kun não está cooperando, você me entende? - falou abaixando a cabeça. 

Na realidade, não entendi foi nada, mas não posso deixar o bichinho no vácuo né haha, e esse nome hein, Sasuke? hmmm, a deixa pra lá, nunca ouvi falar nesse nome...

- Eu - suspirei do mesmo modo e continuei - Eu entendo loirinho! - falei formando um sorriso em meu rosto, e percebo o loiro levemente corado com o que falei, e os olhos um pouco arregalados.

- Sa- Sakura? es- esta tu- tudo bem? - perguntou com uma expressão bem de daquelas de "QUE?".

- Estou bem sim, na verdade, nunca me senti melhor Loirinho - disse colocando uma das mãos em seu cabelo e bagunçando mais ainda.

E ele? estava parecendo um tomate de tão corado, Meu Deus, já estava ficando era preocupada kkk, de repente mais e mais pessoas entram naquele quarto e MEU SENHOR QUANTA GENTE, se eu fosse descrever todos, isso seria um livro, mas pra falar a verdade nem era tantos assim, mas pra aquela salinha, misericórdia. Pensei assim, já que me esqueci de tudo, acho que vou escrever em um caderninho cada pessoa e as coisas que elas gostam e etc... assim posso consegui descobri quem sou eu, mas isso ia ser muito estranho para todas essas pessoas, bem, vou descrever quem esta neste quarto aqui agora.

Tinha uma mulher, de cabelo curto e preto, com um vestido estranho, e preto também haha, bem, todos nesse quarto tem roupas meio estranhas, inclusive eu, mas vou ter que me acostumar com isso, enfim, ela tinha os olhos "pretos" novamente, e tinha um porco de estimação em seus braços, que fofinho.

Existia uma mulher, de cabelos longos e amarrado bem no meio, fazendo eles terem uma separação, olhos castanhos, e uma roupa mais estranha ainda Meu Senhor, tinha alguma coisa em sua testa, um triângulo azul, estranho...

outra garota... de cabelos vermelhos e os olhos também, já tenho até um apelido pra ela kkk, tinha um short curto com uma roupa que nem sei explicar, e umas botas pretas.

E MAIS OUTRA MENINA, tinha cabelos longos, de olhos cristalizados, a roupa, não vou nem falar nada, mas ela era muito bonita e fofinha, pelo fato de estar corada também.

Essas foram as pessoas que entraram naquele quarto, e tinha a tal da Ino e o loirinho aqui, a que tinha um triângulo na testa veio correndo e me deu um abraço muito apertado, ela é bem forte hein.

- AAH, VOCÊ ME DEU UM SUSTO SAKURA, SABE QUE É COMO UMA FILHA PRA MIM, NUNCA MAIS ABAIXE ESSA GUARDA VIU - disse se separando do abraço, dei um pequeno sorriso como agradecimento, mesmo não entendendo.

Ficamos conversando um pouco, ninguém suspeitou sobre a minha memória, vou ter que ser uma nova pessoa, "não terei a mesma personalidade de antes", todos foram embora, me deixando sozinha no quarto, decidi o que iria fazer, vai ser uma coisa muito estranha, mas será só pra mim, então a próxima pessoa que entrar nesse quarto, vai ter que fazer um pequeno favor pra mim - falava em meus pensamentos dando uma pequena risadinha, mas como um sussurro.

Tento levantar novamente, dessa vez sem bater a testa que nem uma lesada, me levanto devagar e vou em direção a sacada para tentar lembrar aonde eu estava pelo menos, coloco as mãos na cerca da sacada, e fico observando, era uma vila, bem grande aliás, e parecia ter um centro, que pelo jeito era a maior casa, ou prédio, não sei o que é aquilo, era vermelho com uma janela enorme que dava para ver um escritório, e em cima tinha uma cerca em volta e seis pilares, e do lado dessa casa gigante, ainda tinha mais duas salas que eram juntas a do meio, é meio estranho, mas parece ser o centro dessa vila.

Fico olhando ali a grande vila por um tempo e decido voltar, mas quando me viro, dou de cara no peitoral de um homem, de cabelos prateados e espetados, ele escondia o rosto do pescoço até o nariz com uma máscara preta, uma bandana que cobria o seu olho esquerdo e estava com uma regata preta também, tinha em suas mãos um pratinho com dois hashis, me separei um pouco dele e mesmo tampando o rosto em uma máscara, deu pra perceber corar com minha aproximação, vi que na máscara dele, bem no cantinho estava escrito bem pequeno, Kakashi Hatake, a fonte parecia ser Chopin Script, se eu errasse, seria o fim do meu plano, então torço para esse ser o nome dele.

- Ah, Oi Kakashi - disse fazendo um sorriso.

Vejo o rosto dele ficar mais corado ainda, e seu olho um pouco arregalado, como se estivesse surpreso, "MEU DEUS, SERÁ QUE FIZ MERDA? NÃO É POSSÍVEL QUE ERREI O NOME DELE, CARALHOOOOO". Eu estava gritando em meus pensamentos, pelo amor de Deus que tenha dado certo.

- Sa-Sakura! eu trouxe um pouco de Lámen para você, Tsunade-sama que pediu. - disse ele formando um sorriso que dava para perceber em seus olhos que faziam uma meia lua. 

Então, o problema é que não sei quem é essa Tsunade-sama. Fiquei pensando quem poderia ser, tá, ele falou Sama, Sama confere o sentido de nobreza ou superioridade, essa palavra se refere a pessoas que são de altíssima importância.

- Já que ela é como uma mãe pra você, deve saber que ela estava muito preocupada com o que aconteceu ne Sakura? - disse o prateado fazendo eu sair de meus pensamentos.

Opa, acho que já ouvi isso, ah sim, aquela loira que tinha uma espécie de triângulo na testa, ela disse que eu era como uma filha pra ela, não tenho certeza, mas deve ser ela a tal Tsunade-Sama.

- Ah sim, obrigada por isso, Kakashi. - disse em quanto ele me entregava o Lámen.

- Nossa, que estranho você não me chamar de Kakashi-Sensei ne Rosada. - fala o prateado dando uma pequena risadinha no final da frase.

Sensei? meu Kami do céu, esse homem que fiquei até interessada é meu professor? bem, pelo menos eu já sei disso agora, deve ter sido muito estranho eu chamar ele só de Kakashi.

- É que estou guardando o Sensei para outra ocasião. - falo com um sorrisinho se formando novamente, e vejo ele ficar todo vermelho.

Vejo ele corar muito forte, então percebo o que eu falei, e começo a corar junto com ele, ficamos nos encarando, e cada segundo que passava, era mais constrangedor ainda, já estava começando a criar um clima mais intenso.

- E-Eh, eu queria pedir um favorzinho. - falei colocando o prato de Lámen em uma mesinha.

- Ah! Cla-Claro, pode falar. - disse Kakashi forçando um sorrisinho que fazia seus olhos se transformarem em meia lua, já que seu manto cobria grande parte do rosto.

- Eu prometo que lhe pago depois, mas se eu não posso sair daqui porque recebo alta só amanhã, poderia comprar para mim um caderninho com uma caneta, por favor. - pergunto fazendo um mini sorrisinho.

Ele concorda com a cabeça e saí pulando de casa em casa, fiquei me perguntando como que ele fazia aquilo, como isso é possível, me sento na maca e começo a comer o Lámen, esperando meu Sensei.

 

 

 

 

 

 


Notas Finais


Que tenha ficado maior esse capitulo pelo amor de Deus, gente, eu sou muito ruim pra fazer mais de 1.000 palavras aqui.
espero que tenham gostado, bjsss <3 :3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...