História Kami no jikan - Basquete - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Anime, Basquete, Bebida, Colegial, Disputa, Diversão, Intriga, Irmãos, Namoro, Sexo
Visualizações 23
Palavras 1.345
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Ecchi, Ficção Adolescente, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Espero que gostem, Boa leitura.

Capítulo 1 - Yuki e Kuro


Fanfic / Fanfiction Kami no jikan - Basquete - Capítulo 1 - Yuki e Kuro

- Yuki - 

Yuki se levantava, era cedo, estava com preguiça, seu sorriso malicioso e ambicioso sempre estampado no rosto, ele se levantou se espreguiçou, olhou no espelho, estava sem camisa mostrando a definição leve de seu corpo, tinha várias marcas roxas pelo corpo, principalmente nas costas, após treinar com o monstro do seu melhor amigo, Kuro.

- Kuro -

Kuro se levantou sério, ele não cabia direito na cama, então se levantou rapidamente, sério, porém ao mesmo tempo animado e cheio de energia, ele pegou uma regata branca e vestiu, em seguida pós uma blusa preta e cinza sobre a regata, vestiu uma calça preta sobre a box, escovou os dentes correndo, passou perfume é desodorante, abriu seu armário, nele havia 5 bolas de basquete, uma pior que a outra, ele pegou a mais desgastada, e soltou um leve sorriso, voltou com a seriedade e começou a descer as escadas.

- Yuki - 

Ao mesmo tempo que Kuro já estava pronto e tomando café, Yuki ainda estava com cara de sono, escovando os dentes muito morto, é de cueca, se rastejando pela casa, ele vestiu uma calça leve que não passasse nos hematomas pelas pernas, ele vestiu uma camisa lentamente, pegou uma garrafa de energético bem desanimado, ele bebeu e desceu as escadas enquanto isso, ele na lentidão dele, então deu tchau para sua mãe, e partia para o primeiro dia de aula, quando escutou a campainha. 

- Kuro e Yuki -

Estava na porta de Yuki sério é meio hiperativo, então Yuki abriu a porta com sua cara de sono que se tornava algo normal, Yuki o encarou, então Kuro ainda sério disse: Bom dia. - Yuki deu um sorrisinho sarcástico e disse: - Não tá tão bom, tenho aula, estou machucado, morto, e ainda tô sorrindo, pois vou dar vários dribles em você no primeiro treino, Filha dá puta me quebrou todo ontem. - Kuro deu um sorriso de leve e passou o braço ao redor do pescoço de Yuki e disse: - Achei que já tinha se acostumando a sofrer. - Yuki o encarou ainda com sorriso sarcástico e o respondeu: - Mas é claro, eu sou especialista perito manjante de sofrer. - Os dois voltaram ao normal e seguiram para o colégio, não era tão longe dali, mesmo de longe ainda era possível ver o colégio, ele era enorme, parecia suportar bastante gente e ter quadras do tamanho ideal, então Kuro sem demonstrar, como sempre,  estava animado, então os dois prosseguiram sem uma palavra, os dois estavam certamente tensos, Yuki menos que Kuro, então os dois entraram, Kuro e Yuki viram de cara muitos alunos, a maioria deles eram altos, e Yuki com 1,70 não via muita coisa, Kuro começou a explicar e detalhar para ele, sempre com tiração de sarro, pelo fato de Yuki ser baixinho, até que Yuki como sempre disse: - Posso ser baixinho, mas esse baixinho passa de você sempre. - Disse em tom de desafio e com sorriso malicioso, sarcástico e irônico, Kuro apenas o encarou então os dois prosseguiram, olharam as aulas e perceberam que no almoço eles tem 2 horas com quadras liberadas, afinal, é das 7 até às 5 a escola, Kuro deu um leve sorriso enquanto olhava Yuki e disse: - Vamos jogar no almoço? - Yuki o olhou de baixo e disse: - Óbvio que vamos, vamos conhecer os patinhos contra quem jogaremos. - Kuro o encarou e disse: - Agora você perdeu o sono e dispersou seu lado que se acha? - Yuki o encarou e disse: - Obviamente, afinal, eu sou bom, e acredito em mim, se eu não fizer isso quem vai fazer? Tô errado? - Disse deixando Kuro e indo para a sala, eles eram de salas diferentes, então o dia se seguiu, até a hora do almoço... 

Yuki se aproximava, foi o primeiro a chegar na quadra, estava lá, até que alguns garotos do terceiro chegaram, Yuki estava bem embaixo dá cesta, que ficava a quase 2 metros dele, era até engraçado comparar Yuki com a cesta, ele a olhava com desejo e esperança, ainda com o sorriso malicioso e convencido, um garoto do terceiro chegou nele e disse: - Você sonha em ser bom? - Yuki o olhou, ele era alto e parecia ser gente boa, porém para Yuki tanto faz como tanto fez, Yuki o encarou de baixo e disse: - Eu sou bom. - Disse sério e com uma expressão desafiadora, o garoto do terceiro rapidamente perdeu a linha, ele olhou para os dois garotos que estavam com ele e disse: - Chega ai gente, o baixinho disse que é bom. - Yuki o olhou e disse com aquele sorriso: - Esse baixinho vai passar por você tão rápido quanto uma bala. - Disse para todos ouvirem, então um dos garotos, o mais forte deles disse: - Segura a onda aí primeiro ano. - Kuro chegou animado e sem sorriso e disse: - Gente cheguei! - O povo do terceiro o encarou, ele se aproximou de Yuki e só com o olhar, pareceu que Kuro soube o que estava havendo, Kuro encarou os três garotos, nenhum deles era mais alto que Kuro, porém todos eram mais forte que o mesmo, então Kuro disse: - Pode começar com a bola. - Disse jogando a sua bola desgastada para o mais forte, então Yuki estralou o pescoço, e ficou no meio dos três garoto, formando um ponto no meio de um triângulo, em visão panorâmica, Kuro ficou de frente para a cesta, Kuro e Yuki estavam sem trocar olhares, parecia que um sabia o que o outro pensava, então o 3x2 começou, o maior deles saiu com a bola pingava devagar esperando um movimento de Yuki, que estava parado apenas sorrindo de cabeça baixa, Kuro encarava os outros dois, o garoto começou a erguer o outro braço para o movimento de passe, quando Yuki apenas respirou fundo e e ao pisar, pareceu um teleporte, Yuki já estava com a mão direita na bola, bloqueando o passe, em seguida ele pegou a na e deu um giro, ficando quase que no meio dá quadra, Kuro apareceu para receber, então Yuki apenas o encarou sorriu e esperou, os garotos do terceiro ano não entenderam, Kuro estava livre mas ficou reto, saiu dá posição de basquete e piscou, Yuki desta vez ficou sério e apenas balbuciou: - Eu disse. - Ele corria muito rápido as vezes pingava também, você conseguia apenas ver traços dá bola, seu controle de bola era sensacional, os três fecharam Yuki, que começou a girar e fazer jogos com o corpo, ele ameaçou correr entre ele, então os garotos se juntaram mais, Yuki apenas estava parado fazendo várias brincadeiras de Street em frente aos adversários que começaram a ficar perdidos, então Yuki começou a correr apenas para a direita, contornando metade do garrafão, e desta vez dois garotos continuaram fechando Yuki, que após girar deu um jogo de corpo onde a bola foi para a esquerda e seu corpo para a direita, levando todos os marcadores, em seguida ele avançou entre os marcadores que esqueceram dele e foram na direção dá bola, que após Yuki passar no meio dos marcadores, Yuki já tinha a bola em mãos, é o mesmo olhou para a cesta estava bem em frente a ela, porém ele jogou a bola para cima, quando viu o gigante que havia deixado o grupo de marcadores, o mais forte e mais alto apareceu na frente de Yuki, que perdeu visão dá cesta então assobiou e jogou a bola para cima, o máximo que conseguia, o enorme garoto caiu sorrindo, e Yuki deu desta vez um sorriso falso e um passo para a direita, atrás de Yuki vinha Kuro, que deu um pulo do ponto do lance livre até a cesta, no ar ele pegou a bola apenas com a mão direita e cravou ela na cesta, fazendo um puta estrondo, os garotos ficaram encarando ele, Yuki sorriu e apenas os encarou sobre o ombro e disse: - Prazer, somos a nova melhor dupla deste colégio.  


Notas Finais


Espero que tenham gostado, é isso povo, vlw por tudo é nóis.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...