História Karamel - Tears and Smiles. - Capítulo 33


Escrita por: e Luuuaaahh

Postado
Categorias Arrow, Supergirl, The Flash
Personagens Alex Danvers, Alura Zor-El, Barry Allen (Flash), Cat Grant, Cisco Ramon (Vibro), Detetive Joe West, Dr. Harrison Wells, Dra. Caitlin Snow (Nevasca / Killer Frost), Eliza Danvers, Felicity Smoak, Iris West, James "Jimmy" Olsen, Jeremiah Danvers, John Diggle, J'onn J'onzz "John Jones" (Caçador de Marte), Kara Zor-El (Supergirl), Lar Gand (Mon-El), Laurel Lance, Lena Luthor, Maggie Sawyer, Oliver Queen (Arqueiro Verde), Personagens Originais, Roy Harper (Arsenal), Samantha Arias (Reign), Sara Lance (Canário Branco), Thea Queen, Wally West (Kid Flash), Winslow "Winn" Schott Jr.
Tags Babykaramel, Kara, Karamel, Mon-el
Visualizações 27
Palavras 4.933
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, FemmeSlash, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Mais um capítulo. Essa é a segunda parte do capítulo anterior.

Perdoem a foto do capítulo, não achei nada melhor...😁

Desculpem os erros!😋

Espero que gostem do capítulo!😍

Tenha uma leitura em paz!🖤✌️

Capítulo 33 - Capítulo 33.


Fanfic / Fanfiction Karamel - Tears and Smiles. - Capítulo 33 - Capítulo 33.

 Narradora



  Kara tinha acabado de sair da CatCo, era seu horário de almoço e a loira aproveitou para ir falar com o marido no DEO.


  Assim que ela cruzou as portas da sacada encontrou com Alex, Nia e Imra.


  - Não acredito que você veio voando! - Alex falou olhando séria para a irmã.


  - Aí Alex, deixa de ser chata... Foi só um... Digamos que um breve passeio, é só para o bebê ir se acostumando! - Kara falou sorrindo.


  - Você fica aí brincando com a vida do seu filho e com a sua também... Depois se acontecer alguma coisa com vocês, não venha dizer que eu não avisei! - Alex saiu andando deixando as três sozinhas.


  - Quando eu estava grávida do Mike, ela não me deixou voar nenhuma vez... A não ser no dia em que ele nasceu, Mon-El foi me buscar lá na minha casa e nós viemos voando! - Kara diminuiu a voz para prosseguir - Eu vou continuar voando...


  - E a Alex vai continuar pirando com isso! - Nia comentou.


  - Isso você pode ter certeza! - Imra reforçou.


  - Acho que vale a pena... - ela falou com um sorriso no rosto - Mudando de assunto, vocês viram o Mon-El por aí?!


  - Não vi não... - Imra falou e Nia concordou com a cabeça.


  - Preciso falar com ele, acho que descobri um jeito de nos livrar do Mxyzptlk... Mas preciso de todo mundo aqui para poder contar. Vocês poderiam reunir todo mundo aqui em quinze minutos? - a loira perguntou.


  - Pode deixar! Daqui quinze minutos nós nos encontramos aqui e você conta tudo! - Nia falou, ela e Imra saíram caminhando para lados opostos.


  Kara pegou o telefone e ligou para Mon-El.


  - Mon-El, preciso falar com você... - Kara falou entrando em uma das salas do DEO.


  - O que aconteceu?! - ele perguntou com a voz preocupada.


  - Eu preciso que você me encontre no salão principal do DEO, acho que eu descobri um jeito de nos livrar do Mxy... - Kara falou.


  - Espera um minutinho que daqui a pouco eu tô aí! - ele falou e antes que Mon-El desligasse o telefone, Kara acrescentou.


  - Trás o Mike, por favor! Eu já estou morrendo de saudade do meu pequeno... - falou enquanto colocava uma mecha de cabelo, que estava fora do lugar, atrás da orelha.


  - Pode deixar... - ele desligou o telefone com um sorriso no rosto.


  Ao perceber o sorrisinho do pai, Mike perguntou.


  - Papai quem era?! Era minha mamãe?! - o menino perguntou todo empolgado.


  - Era sim meu amor, era sua mamãe e ela tá aqui no DEO. Vamos lá para o salão principal, ela disse que quer te ver! - Mike pulou no colo de Mon-El e os dois foram direto encontrar com Kara.


  Assim que os dois entraram no cômodo, Mike desceu do colo do pai e foi correndo até a mãe.


  - Meu pequeno, não corre! - Kara falou se abaixando e abrindo os braços para receber o abraço do filho.


  Mon-El se aproximou mais dos dois.


  - O que foi que você descobriu? - Mon-El perguntou depois de dar um beijo na esposa.


  - Vamos esperar todo mundo chegar, aí eu conto tudo de uma vez. - Kara pegou Mike no colo.


  - Mudando de assunto... Como é que vocês dois estão?! - perguntou colocando a mão na barriga dela.


  - Nós estamos ótimos! - ela deu um sorriso ao falar.


  - Que bom! - ele também sorriu.


  - Olha alí o Brainy e a Nia! - ela apontou para os dois que vinham caminhando na direção deles.


  - O que vocês estão fazendo aí parados? - Brainy perguntou.


  - Estávamos esperando por vocês... Agora só falta a Imra, o Winn, a Alex e o John. Quando eles chegarem eu conto o que descobri. - Kara falou balançando Mike que estava em seu colo.


  - Okay... - Nia falou esticando o braço para que Mike fosse com ela.


  - Vai com a sua madrinha, vai Mike... - Kara tentou afastar ele de seu corpo.


  - Não mamãe, eu quero ficar no seu colo... - Mike falou se agarrando ainda mais a mãe.


  - Tá bom então meu pequeno! - Kara falou abraçando ele.


  Eles ficaram mais alguns poucos minutos esperando pelo resto do pessoal. Quando todos se reunirão Kara começou.


  - Como todos sabem, Mxyzptlk veio novamente a Terra na tentativa de se casar comigo. - Mon-El mostrou um certo desconforto depois que Kara falou isso, mas a loira prosseguiu - Então podemos deduzir que ele está a procura de um amor. E como eu já estou casada e, muito bem casada por sinal... - Mon-El corou na mesma hora  - Eu pensei que nós - apontou para todos os presentes - podíamos conseguir um grande amor para ele!


  Todos olharam para ela com uma expressão pensativa, até que Alex tomou a vez.


  - Acho que isso pode dar certo... Mas quem iria querer ser esse "grande amor" do Mxy?! - Alex perguntou.


  - Eu tenho alguém em mente... - falou com um sorrisinho malicioso nos lábios.


  - Quem seria? - perguntou Mon-El.


  - Nada mais, nada menos do que minha querida "amiga" Alícia! - ela falou para a surpresa de todos.


  - A Alícia?! Tem certeza?! - Alex perguntou muito surpresa.


  - Sim. Ela sempre disse que sonhava em conhecer alguém diferente... Quer pessoa mais diferente do que o Mxy? - ela falava com um sorriso.


  - Se você está dizendo... Mas como é que nós vamos fazer para encontrar ela, não se lembra que você pediu para ela se afastar da sua família? - Alex relembrou.


  - Ei, ei, ei! Esqueceram que vocês tem um dos melhores hackers do mundo bem aqui?! - Winn falou apontando para ele mesmo.


  - Mas vocês também tem eu, um dos seres de intelecto mais alto. E tem ele que é um intelecto nível... - Brainy foi interrompido por Winn.


  - Isso não importa, a única coisa importante é que nós - Winn apontou para ele e Brainy - podemos encontrar ela!


   - Exatamente! - Brainy concordou.


 - Então tá bom, quando vocês encontrarem ela me avisem. - Kara falou caminhando em direção a saída com Mike no colo.


  - Kara você vai levar ele?! - Mon-El correu até Kara e Mike.


  - Vou! Você quer ir comigo, né Mike? - o menino confirmou com a cabeça.


  - Então tá bom, encontro com vocês em casa! - Mon-El deu um beijo em Mike e um em Kara depois saiu andando.


  - Não conta pra ninguém, mas a gente vai ir pra lá voando... - Kara falou o mais baixo possível, já aproveitando para testar Mike e seus poderes que estavam se desenvolvendo.


  O menino não deu muita atenção, o que fez com que Kara estranhasse, já que ele amava sair por aí voando fosse com o pai ou com a mãe.


  Os dois foram para a CatCo e ao chegarem lá foram direto pra sala da loira, que agora era uma sala cheia de luz natural e bastante espaço. Mike foi brincar com alguns brinquedos que estavam guardados em uma caixa e Kara foi direto para seu computador trabalhar.


  Depois de um bom tempo sem dizer nada, Kara se pronunciou pela primeira vez desde que eles tinha chegado na sala.


  - Mike meu amor, tá acontecendo alguma coisa? - ela perguntou ainda mexendo em algumas coisas em sua mesa, mas olhando diretamente para o filho.


  - Não mamãe, não tem nada acontecendo... - ele falou tristonho.


  - Tem certeza? Porque me parece que você não tá muito bem, ultimamente você não está sendo a criança mais animada e feliz do mundo... Tem alguma coisa ou alguém te incomodando? - Kara levantou de sua cedeira e foi até onde Mike brincava.


  - Não mamãe, não foi nada... - ele recebeu um olhar carinhoso de Kara.


  - Meu pequeno, pode falar. Você sabe que não importa o que seja eu sou sua mãe e sempre vou te proteger! - Mike se levantou do chão onde estava sentado e abraçou Kara o mais apertado possível.


  - Mamãe eu tô com medo... - ele falou apertando ela cada vez mais.


  - Medo do quê, meu pequeno?! - Kara ficou confusa com a confissão do filho.


  - Do que aconteceu naquele dia entre o papai e aquele outro moço... Mamãe eu fiquei com tanto medo de acontecer alguma coisa com o papai... - Mike falou choroso.


  - Oh meu pequeno... Não precisa se preocupar com o papai não, esqueceu que ele é um super-herói! E aquele moço não pode fazer mal para ele e mesmo se pudesse nós não deixaríamos, não é mesmo?! - ela perguntou sorrindo para ele.


  - Não, nós não deixaríamos! - ele falou um pouco mais animado.


  - Então bate aqui! - ela esticou a mão e ele bateu - É isso aí!


  Mike deu um beijo na mãe.


  - Que tal a gente ligar para o seu pai e aí nós três irmos pra casa aproveitar o resto do dia juntinhos?! - ela sugeriu e ele concordou balançando a cabeça.


  - E eu posso falar com ele?! - Mike perguntou e a mãe concordou.


  Kara pegou o telefone e ligou para Mon-El, que não demorou nada para atender.


  - Papai é o Mike! - ele se identificou, como se Mon-El não fosse reconhecer a voz dele.


  - Oi pequeno! Aconteceu alguma coisa? - Mon-El perguntou.


  - Não, é que eu e a mamãe queremos saber se você quer ir passar o resto do dia com a gente lá em casa... - Mike falou com um tom empolgado na voz.


  - Claro que eu quero! Vou ver com o John se eu posso sair mais cedo e encontro com vocês em casa, então até de daqui a pouco meu amor! Mike passa para sua mãe por favor. - Mike entregou o celular para Kara.


  - Oi amor! - Kara cumprimentou.


  - Aconteceu alguma coisa? Eu senti  o Mike meio estranho quando vocês ainda estavam aqui no DEO... - ele falou baixinho.


  - Depois nós conversamos sobre isso... Tenho que te contar umas coisas... - ela falou em um tom sério.


  - Então tá, depois nós conversamos... Até depois, te amo! - ele se despediu.


  - Beijo, te amo! - eles desligaram.


  Kara avisou Cat que iria sair mais cedo, pegou Mike e os dois foram pra casa. Quando chegaram lá Mon-El já estava mexendo em algumas coisas.


  - Papai! - Mike pulou no colo dele.


  - Faz muito tempo que você chegou? - Kara perguntou indo para a cozinha.


  - Não, praticamente acabei de chegar... - ele respondeu.


  - O que nós vamos fazer?! - Mike perguntou pulando no sofá.


  - Você vai parar de pular no sofá, seu pai vai ir te dar um bom banho, eu também vou ir tomar banho e depois que você e eu já estivermos limpinhos e cheirosinhos seu pai também vai ir tomar banho! - Kara falou tirando Mike de cima do sofá.


  - Banho nãaaao! - Mike falou fazendo um certo drama.


  - Banho sim senhor! - ela falou com ele ainda em seu colo.


  - Eu nunca mais quero tomar banho mamãe! - Mike comentou sério.


  - Claro que quer. Se você não for tomar banho nunca mais, eu vou ter que passar a te chamar de meu porquinho, ao invés de de meu pequeno... - Mike deu risada.


  - Então tá bom, só por causa disso eu vou tomar banho! - ele falou puxando Mon-El pela mão.


  - Então vamos lá meu porquinho! - Mon-El falou enquanto era puxado por Mike.


  Depois que eles tomaram seus banhos, Mon-El fez uma pipoca e depois os três foram para a sala e assistiram as coisas favoritas da família.


  Quando já estava tarde e Mike e Mon-El praticamente dormiam no sofá, Kara falou.


  - Acho melhor essa família ir dormir! - ela comentou.


  - Ah não mamãe... - Mike protestou e logo em seguida soltou um bocejou.


  - Ah sim meu pequeno! Já passou da hora de criança estar na cama! - Kara tocou o nariz do menino com a ponta do dedo indicador.


  - Exatamente, melhor todos nós irmos dormir... - Mon-El acrescentou.


  - Mas amanhã é sábado, por que é que eu tenho que ir dormir cedo? - Mike perguntou soltando mais um bocejo.


  - Porque você está com sono... - ele bocejou de novo - Olha só a prova, você está pingando de sono...


  - Tá bom... - Mike concordou em ir dormir.


  - Quer que eu o coloque para dormir? - Mon-El perguntou.


  - Não, pode deixar, eu coloco ele para dormir... Amanhã você coloca! - Kara falou pegando Mike no colo, o menino já estava praticamente dormindo.


   Kara entrou no quarto com Mike no colo, ela arrumou ele na cama e ficou sentada na beira da mesma.


  - Mamãe, conta uma história pra mim dormir? - ele perguntou fazendo uma carinha fofa.


  - Claro que eu conto, qual você quer que eu conte? - ela acariciou o rostinho dele.


  - Conta a sua história e do papai... - respondeu sonolento.


  - Tá bom... - Kara começou a contar e quando estava chegando no fim Mike acabou dormindo, a loira se levantou e seguiu para o quarto do casal.


  Assim que ela abriu a porta viu Mon-El sentado, escorado na cabeceira da cama, enquanto lia um livro.


  - Podemos conversar agora? - ela perguntou subindo na cama.


  - Claro! O que era que você ia me contar mesmo? - ele se virou para ficar de frente para ela.


  - É sobre o Mike... - o semblante de Kara era meio triste.


  - O que o Mike tem?! - ele já foi ficando preocupado.


  - Hoje quando nós estávamos na CatCo, eu perguntei para ele se tinha alguma coisa de errado acontecendo. No começo ele tentou fingir que não, mas depois de insistir um pouco ele finalmente me disse o que estava acontecendo de verdade... - ela apertou os lábios.


  - E...? - ele incentivou para que ela continuasse.


  - E que ele me disse que estava com medo...


  - Medo do quê?! - ele perguntou sem entender.


  - Medo do que aconteceu aqui... Medo da sua briga com o Mxy, ele me disse que ficou com medo de que alguma coisa acontecesse com você... - Kara fechou os olhos não querendo continuar, com os olhos já lacrimejando ela prosseguiu - Mon-El, o nosso filho estava com medo de que o Mxy fizesse algum mal pra você... - os olhos de Mon-El que sempre mostravam uma grande alegria, se mostraram tristes e então ele disse.


 - Eu não acredito que isso foi acontecer... Kara, de novo eu fiz o nosso filho ficar com medo, eu sou um péssimo pai! Como é que eu deixo o meu próprio filho ficar com medo, quando na verdade eu deveria estar passando o sentimento de segurança pra ele... Eu sou um péssimo pai... - ele falou passando as mãos no cabelo.


  - Ei, não precisa ficar assim... Mon-El, você é o melhor pai que Mike poderia ter! Eu tenho certeza de que ele e esse bebê que está vindo, sempre vão te achar o melhor pai desse mundo! - ela falou puxando ele para um abraço.


  Quando Kara e Mon-El estavam abraçados, Mike abriu a porta do quarto deles e com o rostinho sonolento e molhado por lágrimas ele perguntou.


  - Posso dormir aqui? - ele estava com seu pijaminha mais fofo.


  - Claro que pode meu pequeno, sobe aqui! - Kara esticou os braços e o ergueu quando ele chegou na beirada da cama, e o colocou entre ela e Mon-El - Agora conta pra mamãe e pro papai o que aconteceu...


  - Eu tive um sonho terrível... - ele fungou.


  - O que acontecia nesse sonho terrível? - Kara perguntou.


  - A gente tava aqui na nossa casa assistindo, quando vocês dois se levantaram e foram pra cozinha. Depois disso eu fui atrás de vocês, mas não tinha ninguém, aí eu comecei a chorar e chamar vocês mas ninguém apareceu... - ele falou assustado.


  - Aí meu pequeno, foi só um pesadelo nós nunca vamos te deixar sozinho, tá bom?! - Kara o envolveu em um abraço junto a Mon-El.


  Ele concordou com a cabeça.


  - Agora tenta dormir de novo tá bom... - Kara deu um beijo nele.


  - Boa noite mamãe! Boa noite papai! - ele deu um beijo em Kara e outro em Mon-El, que devolveu o gesto.


  - Boa noite meu pequeno! - Kara o arrumou na cama.


  - Boa noite carinha! - Mon-El que já estava melhor de sua conversa com Kara falou.


  - Eu amo muito vocês! - Mike disse a última coisa antes de fechar os olhinhos.


  Como de costume, Mike dormiu todo agarradinho aos dois, mas principalmente estava agarrado a Mon-El. O menino sempre que dormia com os pais, ficava grudado no pai.


  No dia seguinte ao chegar ao DEO, Winn contou que tinha encontrado Alícia em outra cidade. Kara então decidiu que iria ir até ela para que pudesse convencê-la a voltar.


(Horas depois.)


  Assim que Kara chegou na cidade onde Alícia estava vivendo, a loira foi direto para o lugar onde Winn havia indicado.


  Quando Kara bateu na porta, Alícia não demorou a atender.


  - Kara?! O que você está fazendo aqui? - ela perguntou surpresa.


  - Preciso falar com você... Posso entrar? - Alícia deu passagem para que ela pudesse passar.


  - Você precisa falar comigo sobre o quê? - indicou um lugar para que Kara se sentasse.


  - Eu preciso da sua ajuda com uma pessoa... - Kara disse.


  - Com quem? - a moça perguntou não querendo demonstrar sua curiosidade.


  - Com um homem... - Alícia demonstrou um certo interesse.


  - Quem é esse tal homem? - Alícia tentou esconder seu interesse, mas foi tudo em vão.


  - O nome dele é Mxyzptlk e... - Alícia a interrompeu.


  - Mxy... O quê?! - não entendeu o nome.


  - Mxyzptlk. - Kara pegou seu celular e mostrou uma foto de Mxy pra morena, que sem querer deixou um sorrisinho escapar.


  - Ele é muito gato! Parece de outra dimensão a beleza desse deus grego! - Alícia elogiou o rapaz.


  - Você não faz ideia... - Kara sussurrou entre dentes.


  - O que você disse? - ela perguntou ainda admirando Mxy.


  - Não, nada! - Kara disfarçou - Mas e aí, você topa me ajudar?


  - O que eu tenho que fazer?! - respondeu empolgadíssima.


  - Você só vai ter que conquistar ele, Mxy cismou que gosta de mim... Mas como todos sabem eu já estou casada e não tenho nem um pingo de interesse nele... - um sorriso surgiu nos lábios da morena.


  - Tem certeza de que você não gosta mesmo dele? - ela perguntou.


  - Absoluta! Eu estou muito bem casada, Mon-El me faz muito feliz e eu estou grávida de novo... Não acho que poderia mudar de ideia com relação a Mxy! - Kara falou sorrindo.


  - Você tá grávida de novo?! Parabéns! - Alícia deu um abraço em Kara.


  - Obrigado! - a loira agradeceu - Então eu posso contar com você, né?! - Kara perguntou ansiando por uma resposta positiva.


  - É óbvio que eu te ajudo! - Alícia respirou fundo animada com o que estava por vir.


  - Só que tem um pequeno detalhe... - Kara falou e apertou os lábios, depois ela continuou - Se você conseguir conquistar o Mxy e realmente quiser ficar com ele, você vai ter que ir embora com ele... - Kara avisou.


  - Pra mim não tem problema. - Kara olhou surpresa pela resposta - Eu percebi que esse mundo já não é mais pra mim. Se eu realmente me apaixonar por esse tal Mxyzptlk e ele puder me levar daqui, me fazer feliz e além de tudo isso me trazer novos desafios e aventuras, eu não vejo nenhum problema! - Alícia respondeu sem vacilar e com um sorriso no rosto.


  - Como assim esse mundo não é mais pra você, Alícia?! - Kara perguntou demonstrando uma certa preocupação.


  - É que eu não tenho ninguém nesse mundo, não tem ninguém que me ame... Eu queria ter alguém igual a Mon-El, queria ter um amor na minha vida. Sei que eu sempre pareci uma pessoa superficial, mas na verdade tudo que eu mais quero é ser feliz! Quando eu ouço você falar de Mon-El, eu vejo que seus olhos brilham. Pode parecer estranho eu falando isso, mas só de pensar que eu posso ser feliz ao lado de alguém que pode realmente me amar... Tenho certeza que vai ser incrível! - Alícia contou.


  Quando Alícia falou tudo isso, Kara finalmente percebeu que ela não era só mais uma dessas pessoas que apenas pensam em aparência e status social. Kara finalmente notou a mulher cheia de sentimentos que Alícia é, ela percebeu que tudo que a morena queria era ser amada.


  - Alícia eu realmente não sabia que você... - Alícia a interrompeu.


  - Kara, não precisa falar nada... Eu nunca contei isso para ninguém então... - ela falou amigavelmente.


  - Pode ser que você encontre o seu príncipe encantado! - Kara falou empolgada.


  - Quem sabe?! - ela falou se recompondo - Tudo bem, tudo bem... Acho melhor eu ir arrumar minhas coisas logo! - Alícia se levantou.


  - Posso te confiar um segredo? - Kara perguntou.


  - Claro! - ela disse curiosa.


  - Acho melhor eu mostrar! - Kara usou sua super velocidade e em um instante todas as coisas de Alícia estavam arrumadas.


  - O quê foi isso?! - ela perguntou ao ver tudo arrumado em sua frente.


  - Eu sou a Supergirl! - Kara falou colocando as mãos na cintura.


  Alícia levou um choque ao ver Kara usando seus poderes, depois que o susto já tinha passado a morena falou.


  - Como assim?! Como assim eu sou amiga da Supergirl e não sabia?! - ela perguntou muito empolgada.


  - É uma longa história... Eu não podia contar pra você, para não te colocar em perigo... - Kara  contou.


  - Tudo bem, o que importa é que você está me contando agora! - ela falou balançando a cabeça positivamente - Aí meu Deus eu não tô acreditando! - Alícia parecia muito animada.


  - Acho que é melhor nós irmos logo. - Kara falou ao receber uma mensagem de Mon-El perguntando se ela ainda ia demorar.


  - Tem razão! Nós vamos no seu carro ou no meu?! - ela ainda estava muito animada.


  - No seu. Já que eu vim até aqui voando... - ela falou e Alícia sorriu.


  - Ainda não me acostumei com isso! - a moça comentou.


  - Logo, logo você acostuma! - Kara falou com um sorriso no rosto.


  As duas pegaram a estrada em direção a National City, depois de algumas horas elas chegaram a cidade e o primeiro lugar onde foram, foi o DEO.


  - Então deixa eu ver se eu entendi o que é pra fazer. Eu tenho que esperar esse tal Mxyzptlk atacar a cidade, pra então tentar chamar a atenção dele... - ela repassou o plano.


  - Isso! Não se preocupe, se a coisa ficar feia, nós mandamos a Supergirl pra te salvar! - Winn falou.


  - Então tá bom.


  Depois de um certo período de tempo uma espécie de sirene começou a tocar, isso indicava que Mxy estava atacando. Alícia foi levada até a casa de Kara, onde Mxyzptlk se encontrava.


  - Kara! Aparece meu amor, cadê você?! - Mxy perguntou andando pelo quintal de trás da casa de Kara.


  - O que você quer Mxy? Eu tenho muita coisa pra fazer, se você não sabe eu tenho um filho pra criar... - Kara falou e Alícia estava com ela.


  Assim que Mxy viu Alícia, Kara percebeu que ele havia se interessado pela morena.


  - Mxy?! - Kara falou tentando chamar a atenção do mesmo.


  - Quem é aquela mulher alí?! - ele quis saber já caminhando na direção dela.


  - Ah. Aquela é Alícia, uma amiga minha. - Kara se aproximou da amiga e Mxyzptlk fez o mesmo - Mxy essa é Alícia e Alícia esse é Mxyzptlk! - Kara os apresentou.


  - Muito prazer! - a morena falou simpaticamente e esticou a mão.


  - O prazer é todo meu, bela mulher! - ele disse beijando a mão que ela havia lhe estendido.


  - Alícia eu vou indo lá pra baixo... Se precisar de mim é só me avisar... - Kara falou maliciosa e saiu andando em direção ao elevador.


  Quando ela entrou em casa, Mon-El já havia chegado.


  - Por Rao que horas são?! - Kara perguntou ao ver o marido e o filho na sala.


  - São quase seis... Onde é que você estava? - ele perguntou tirando o sapato de Mike.


  - Estava ajudando aquela amiga minha, com aquele amigo nosso... - ela disse disfarçando e Mon-El logo percebeu de quem e do que se tratava - Meu pequeno, vai indo para o seu quarto que a mamãe já vai ir te dar banho.


  - Tá bom mamãe! - Mike falou e saiu correndo para o quarto.


  - Quer que eu faça o jantar? - Kara perguntou vendo o olhar de cansado do marido.


  - Não precisa, pode deixar que eu mesmo faço... - Mon-El falou já colocando seu avental.


  - O que aconteceu? - Kara se sentou em uma das banquetas da ilha que fica no meio da cozinha.


  - Não é nada, só tô um pouco cansado... - ele disse e viu Kara usando seus poderes para ir atender a porta.


  - Kara, eu só vim te avisar que nós estamos indo para outro lugar tá! - Alícia disse enquanto segurava o braço de Mxy.


  - Tá bom! - Kara falou maliciosa.


  Depois que Mxyzptlk e Alícia foram embora Kara voltou pra cozinha.


  - Mamãe, vai demorar muito? - Mike perguntou assim que Kara entrou na cozinha, o menino vestia apenas uma cuequinha.


  - Desculpa meu pequeno, eu já vou te dar banho! - Kara pegou na mão de Mike e os dois foram em direção ao quarto do menino.


  Depois de dar banho em Mike, os três foram jantar. Quando Kara finalmente foi colocar o filho para dormir, ele já estava praticamente dormindo então foi bem rápido.


  - Ele já dormiu? - Mon-El perguntou ao ver a esposa entrando pela porta do quarto.


  - Já, pelo jeito o dia dele foi bem agitado... - ela disse se deitando do lado dele - E o seu como é que foi?!


  - Bem agitado também. Primeiro eu tive que impedir um assalto a banco, depois tive que resolver uns assuntos do DEO e, por último eu tive uma longa e chata reunião com alguns membros que cuidam da paz na cidade... - Kara ficou impressionada com essa última coisa.


  - Mas nessas reuniões quem vai normalmente, não é o John? - ela questionou.


  - Era uma reunião informal, como o John anda muito ocupado com essa história do Mxyzptlk, ele acabou me pedindo para ir em seu lugar... - ele disse como se não fosse nada.


  - Meu marido é tão importante! - Kara se gabou.


  - Minha esposa é uma jornalista e super-heróina muito importante! - ele disse e ela lhe deu um beijo.


  - Eu te amo! - Kara disse se arrumando na cama para ir dormir - Boa noite!


  - Também te amo! Boa noite! - ele apagou seu abajur e também se arrumou para dormir.


  Não demorou muito para os dois pegarem no sono. Durante a noite um bilhete apareceu de repente em cima da mesa de cabeceira da Kara.


(Na manhã seguinte.)


 Durante a correria da manhã, Kara perguntou a Mon-El enquanto o moreno se arrumava para ir trabalhar.


  - Amor, foi você que colocou isso aqui? - ela disse virando um pedaço papel.


  - Não, o que é isso? - ele se aproximou querendo ver o que era.


  Kara não respondeu, depois de algum tempo ela disse.


  - Não acredito! - exclamou ela tapando a boca com uma das mãos.


  - Por Rao! - exclamou Mon-El.


  Mon-El, Kara e Mike foram para o DEO e ao chegar lá todos já estavam reunidos no salão principal.


  - Kara, o que aconteceu?! - Alex perguntou preocupada.


  - Hoje, antes de sair de casa, eu encontrei isso na minha mesinha de cabeceira... - ela entregou o papel pra irmã.


  No bilhete estava escrito os seguintes dizeres: 


   "Kara,

  Sei que faz menos de 24 horas que Mxy e eu nos conhecemos, mas ele me pediu para ir com ele para outra dimensão e... Eu aceitei!

  Gostaria de me despedir melhor, mas você sabe que eu odeio despedidas... Não sei se voltaremos a nos ver algum dia, espero que sim, mas se isso não acontecer... Eu queria te dizer muito obrigado! Obrigado por ter apresentado Mxy pra mim!

                        Beijos da sua amiga, Alícia."


  - Então espera aí, deixa eu ver se eu entendi... A sua amiga Alícia, conseguiu mesmo conquistar o Mxyzptlk e durante a noite os dois foram em bora para outra dimensão?! - Winn perguntou sem acreditar.


  - É, pelo visto foi exatamente isso que aconteceu! - Kara respondeu.


  - Bem que você disse que essa sua amiga é bem doidinha mesmo... - Imra comentou e todos concordaram com a cabeça.


  - Eu disse... - Kara falou dando risada e os outros se juntaram a ela.


Notas Finais


Espero que tenha gostado do capítulo!🖤

Até a próxima, que será logo!😘

Beijos!💋


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...