História KaramelCorp - Ménage - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Supergirl
Personagens Alex Danvers, James "Jimmy" Olsen, J'onn J'onzz "John Jones" (Caçador de Marte), Kara Zor-El (Supergirl), Lena Luthor, Personagens Originais, Samantha Arias (Reign), Winslow "Winn" Schott Jr.
Tags Kara Danvers, Kara Zor-el, Karamel, Lena Luthor, Melwood, Mon-el, Supercorp, Supergirl, Supervalor, Valorcorp
Visualizações 329
Palavras 2.190
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, LGBT, Romance e Novela, Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 4 - À três


•Kara


~1 mês depois

- Eu não sei o que fazer, Mon-El está me irritando demais -- reclamei puxando Alex pelo braço

- Está me machucando -- puxou o braço se soltando

- Desculpe.. Podemos treinar um pouco?

- Não vai descontar sua raiva em mim -- Alex falou meio assustada, revirei os olhos

- Vamos, por favor..

Comecei a andar em direção a sala de luta específica pra mim. Assim que entramos ativei uma porcentagem de kriptonita, o suficiente pra me deixar sem os poderes, seria uma luta justa. A sala ficou levemente esverdeada e eu subi no ringue chamando Alex que sorriu de lado, ela adorava uma luta.

- Eu percebi que ultimamente vocês não tem se dado muito bem, aconteceu alguma coisa? -- como eu poderia explicar a ela sem contar o que fizemos

- Está quase impossível conviver com ele -- falei enquanto rodávamos no ringue sem tirar os olhos uma da outra -- Ele está com ciúmes de.. -- antes que eu terminasse de falar Alex me deu um golpe e me derrubou

- Talvez não fosse boa ideia lutar hoje -- debochou, me levantei e ajeitei os ombros ficando em posição -- Ciúmes de você? Tem certeza? Não debochando da sua beleza mais.. Você o ama demais pra ter olhos pra outra pessoa -- suspirei e avancei contra ela rápido derrubando-a num golpe terminando numa chave de braço

- Eu nem sei como isso é possível, ele sabe que eu não seria capaz de deixa-lo -- comentei meio insegura, ela bateu no chão pedindo pra eu soltá-la, nos levantamos voltando em posição

- Mais se ele está com ciúmes ele deve ter um motivo... Não me diga que é o James?

- O que?! Não! Não claro que não.. -- ela se aproximou e com agilidade me deu um golpe martelo bem no queixo

- Vocês tem estado próximos, quer dizer, tem passado mais tempo na Catco -- mal sabe ela que é por causa da chefe e não do Olsen -- Imaginei... -- deu de ombros, me recompus

- É por causa da Lena.. -- soltei o ar dos pulmões, ela caiu na gargalhada

- O que? Você e a Lena, mais que piada -- numa distração subi sobre seu joelho e posicionei minhas coxas entre sua cabeça dando um mortal pra trás jogando seu corpo no chão com o meu -- Ok, não rio mais de vocês -- reclamou sentindo dor no chão, me levantei rapidamente e a ajudei ficar em pé

- Me desculpe!

- Mesmo sem poderes ainda tem uma força maior que humanos -- reclamou segurando o braço

- Será que quebrou?

- Só desloquei, está tudo bem -- falou e numa precisão colocou o próprio ombro no lugar me deixando impressionada -- Duvido ganhar de mim no treino com facas -- sorriu de lado com deboche

- Tenho medo de você me acertar com essas facas -- ela riu e nós saímos daquela sala

...

Contei por cima o que podia pra Alex pra não levantar suspeitas do que aprontamos algum tempo atrás. Ela não entendeu bem o fato dos ciúmes de Mon-El quanto a Lena mais relevou quando eu disse que explicava melhor depois. Ela tocou no assunto de filhos de novo, Alex estava tão obcecada por crianças que achava que a solução pra tudo era uma.

Ao anoitecer voltei pra casa me preparando psicologicamente pra não entrar em conflito com Mon-El de novo. Estava a ponto de usar minha visão de calor.

Subindo no elevador me concentrei nos sons vindo do meu apartamento. Barulho de talheres contra pratos, tinha mais alguém com Mon-El?. Subi tentando saber quem era apenas escutando os batimentos e quando cheguei no corredor escutei a voz. Lena.

- Ela provavelmente vai demorar -- suspirou impaciente

- Eu digo que veio -- Mon-El coçou a garganta, tirei as chaves do bolso e abri a porta

- Kara! -- Lena falou formando um sorriso no rosto quando me viu, franzi as sobrancelhas

- Reunião particular? -- perguntei deixando minha bolsa pendurada junto perto da porta

- Eu a chamei aqui.. -- Mon-El respondeu

- É que precisamos conversar.. -- Lena respondeu receosa

- Sobre o que exatamente? -- perguntei cruzando os braços tentando entender onde eles queriam chegar, Mon-El indicou o sofá pra sentarmos, Lena sentou primeiro, ele depois e eu no meio entre eles

- Eu sei que o convívio de vocês não tem sido apreciável depois do que aconteceu, tenho me sentido culpada com isso -- Lena se pronunciou olhei imediatamente pra Mon-El

- Você falou isso a ela? Ela não tem nada a ver com nossos problemas Mon-El, para de ser infantil, já disse que não precisa desses ciúmes -- reclamei, Mon-el fechou os olhos e suspirou

- Eu conversei com ela sim e chegamos num acordo..

- Seja lá o que for eu não concordo -- falei e me levantei

- Kara, pode ao menos nos escutar? -- suplicou Lena

- Não Lena, me desculpe, desculpe o Mon-El também, ele não pensa antes de falar -- Mon-El revirou os olhos, ela esticou a mão e segurou a minha

- Senta e escuta... -- sorriu terna, me sentei dessa vez a frente deles na mesa de centro

- Você tem razão, tenho tido ciúmes de você com a Lena, eu sei que gosta dela -- Mon-El falou me deixando desconfortável

- Mon-El.. -- ele me interrompeu

- Que tal um relacionamento a três? -- ele falou me deixando surpresa

- O que? -- perguntei chocada e olhei pra Lena que deu de ombros

- A única forma de saber que não vou te perder pra ela é sabendo que você e ela estão juntas enquanto também está comigo -- eu nem podia acreditar no que ele estava me propondo

Eu não sabia nada sobre relacionamentos a três, isso nunca foi comum, nem de onde eu vinha. Com certeza em Daxam era bastante comum, um mundo louco e completamente diferente do nosso. Fechei os olhos e respirei fundo.

- Isso só pode ser ideia sua mesmo.. -- olhei pra Mon-El e o vi segurar o riso

- Não é uma ideia tão ruim -- Lena falou, cruzei os braços

- Eu já não me dou bem num relacionamento normal, imagina um trisal -- falei tentando descartar a possibilidade tentadora

- Em Daxam... -- o interrompi

- Não complete essa frase, não estamos em Daxam! -- falei, Lena franziu as sobrancelhas sem entender

- Kara pensa bem, poderemos interromper esse conflito entre a gente..

- Um que você começou a toa! -- retruquei, ele respirou fundo

- Se não quiser, tudo bem, é só uma sugestão -- Lena falou segura

- Não quero que se sinta usada..

- Ta brincando? Eu deveria ter feito isso mais vezes na minha vida, estou empolgada -- falou com entusiasmo, Mon-El riu, segurei o riso

Olhei pra os dois sentados a minha frente no sofá, pareciam tranquilos com o que sugeriam como se fosse a coisa mais normal do mundo. Será que valia a pena se arriscar assim? Seríamos um trisal por minha causa, sei que Lena e Mon-El não se entendem bem, estão juntos nisso por mim e acho que a convivência entre eles só seria boa na cama, afinal na cama ninguém reclama. Isso colocava em risco tudo o que já tinha conquistado, me preocupava com a opinião alheia, o que Alex iria dizer quando soubesse o que somos? Lena é uma Luthor, a CEO mais poderosa de National City, o que a mídia falará quando descobrir? E Mon-El? De dia Mike, de noite membro da Legião. Ainda tinha a minha identidade secreta.

Mais eu estava disposta a me arriscar. Amo o Mon-El e gosto muito da Lena. Meu coração tem espaço pros dois e eu sei que com o tempo também amarei ela.

- Ok... Estão mesmo dispostos a fazer isso? um relacionamento comum já não é nada fácil, imagine um à três -- eles concordaram -- Tudo bem.. -- suspirei nem acreditando que tinha concordado com essa loucura

- Ótimo, isso merece uma comemoração -- Mon-El falou esfregando uma mão na outra, franzi a testa, Lena riu e ele se levantou tirando a camisa -- Vamos começar?

- Aparentemente só eu me sinto estranha com essa situação -- falei ao ver Lena se levantando

- Tem que relaxar baby -- me puxou pela mão me fazendo levantar, ela segurou meu rosto e selou nossos lábios

- Assim que eu gosto -- Mon-El falou ao nos ver nos beijando, sorri entre o beijo

- Ainda temos tanto o que conversar.. -- parei com o beijo

- Teremos tempo de sobra pra fazer isso amanhã -- Mon-El falou me tomando em seus braços, logo me dando um beijo também

Alisei os braços fortes de Mon-El sentido ser abraçada por trás por Lena, ela afastou os cabelos do meu ombro puxando um pouco o suéter pra beijar a pele exposta. As mãos de Mon-El desceram até a minha bunda e apertaram com vontade. Parei o beijo e achei que o certo a se fazer era chama-los pra o quarto. Segurei a mão dos dois e os puxei pro quarto. Quando chegamos ao recinto ordenei que tirassem a roupa e foi o que eles fizeram. Estavam rendidos a mim, eu tinha as rédeas da situação e provavelmente do relacionamento inteiro. Lena deitou na cama completamente ansiosa apenas com sua lingerie de renda amarela, Mon-El fez o mesmo deitando-se ao lado dela apenas de cueca box preta. Tirei minha roupa devagar como tortura, não tinha pressa pra aquela noite acabar mais eu já sentia minha intimidade arder por antecipação.

Aquele dia eu tinha posto uma lingerie de renda rosa e mesmo não sendo altamente sexy por aquela cor percebia como tinha atraído bem os seus olhares. Mon-El sorria de lado enquanto Lena mordia os lábios. Subi na cama e engatinhei até perto deles. Afastei um pouco o tecido da calcinha de Lena e percebi o quanto ela já estava pronta, completamente molhada, abaixei um pouco a cueca de Mon-El segurando seu membro completamente duro na mão, iria brincar com eles um pouco, queria vê-los loucos.

Comecei a masturba-los de forma calma escutando os gemidos baixos se alastrarem pelo quarto, sorria de forma vitoriosa. Revezava em beijá-los, dando atenção por igual. Despejava beijos pelo pescoço de cada quando estavam com a vez, Lena abriu o sutiã deixando os seios completamente expostos e Mon-El não demorou muito pra levar a mão a eles apertando de forma que desse prazer, só de ver isso já me dava prazer.

Sentia que precisava dar prazer aos dois ao mesmo tempo como fizemos da outra vez, mais a verdade era que eu estava com vontade de saciar um por vez. Mon-El completamente compreensível e altamente ansioso, pareceu ler minha mente quando pediu pra que eu transasse com Lena primeiro.

- Eu quero ver vocês duas primeiro -- Pediu inundado de prazer, o olhei surpresa -- Quero que terminem o que eu interrompi aquela noite..

- Seu desejo é uma ordem -- Lena falou antes mesmo que eu me pronunciasse

Lena me beijou puxando meu corpo pra cima do dela completamente faminta por contato. Apertei seus seios fazendo ela arfar em minha boca com o toque, suas mãos abriram meu sutiã e se livraram dele jogando-o em algum lugar. Eu já estava pronta como ela então não tinha pra que enrolações, nos livramos de nossas calcinhas e nossas intimidades se tocaram me fazendo jogar a cabeça pra trás de prazer. Comecei a me movimentar em cima de Lena enquanto a ouvia gemer, olhei pro lado e Mon-El se tocava sem tirar os olhos da gente.

- Ah Kara, isso, não para... -- Lena falou enquanto rebolava comigo

Num gesto rápido puxei Mon-El pra perto e o beijei pra abafar meus gemidos, ele segurou meus cabelos e os puxou me fazendo pender a cabeça e soltar um gemido rouco de prazer. Senti minha intimidade mais molhada que o normal e Lena gemeu alto deduzi então que ela tinha gozado. Finalizei nosso ato com um beijo intenso nela.

Mal saí de cima dela e Mon-El já me tomou nos braços de forma desesperada, ele queria enfim se saciar depois de me ver saciando outra pessoa. Se deitou na cama me puxando junto, livrou-se do ultimo tecido e me fez sentar sobre seu membro. Comecei a me movimentar em cima dele sentindo o efeito que ele me causava, Mon-El apertava minhas coxas e vez ou outra me dava um tapa na bunda. Lena ajoelhada ao meu lado me beijava e outras vezes chupava meus seios fazendo Mon-El apertar os dela.

Nossos corpos se chocando trazia uma sensação ótima e o som ecoava no quarto misturado aos nossos gemidos.

- Ah Mon-El -- gemi inundada de prazer

- Não para, Ahh.. -- Mon-El gemeu junto a mim

Segurei o cabelo de Lena e puxei fazendo ela parar de chupar meus seios e me olhar, dei um sorriso safado e beijei sua boca abafando o gemido final que sairia alto. Gozei sobre o membro de Mon-El mais não parei de subir e descer até sentir que ele também tinha gozado. Quando chegou no seu limite esperei ele estar saciado e cai ao seu lado na cama sendo abraçada por Lena e logo depois por ele, ficando no meio dos dois.

Estava realizada mais isso não me impedia de estar preocupada. Em alguns momentos eu curtiria essa fase, em outros eu ficaria amedrontada. Afastei os pensamentos de possíveis julgamentos e dormi ali entre os dois que já cochilavam serenamente.






Notas Finais


Bjs de luz 😘✨


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...