1. Spirit Fanfics >
  2. Kardama. >
  3. Você esta comigo?

História Kardama. - Capítulo 3


Escrita por: ___Jay___

Notas do Autor


Aqui está o capitulo do dia!

Capítulo 3 - Você esta comigo?


Fanfic / Fanfiction Kardama. - Capítulo 3 - Você esta comigo?

Música do capítulo: Are You With Me?-Nilu                                       

 

                                                                     MARCO

 

Foi então que na péssima escolha em olhar para trás que eu pisei em falso,e quando me dei conta já estava caindo e não tinha nada e nem onde me segurar.

 

Eu fecho meus olhos com força esperando o impacto do chão mas me surpreendi ao sentir mãos me segurando,olho para cima e lá estava ele, Jean tinha me salvado de me machucar feio. Ele me segurava como uma princesa,aquilo teria me irritado se a situação fosse diferente

 

-Se eu fosse você eu não olhava para baixo e segurava firme.-Ele falava enquanto continuava olhando para frente,e eu obviamente não me atrevi a olhar para baixo, apenas me segurei firme nele e fechei os olhos. Isso tudo era tão estranho,minha cabeça estava toda confusa e a única coisa que conseguia pensar era “Eu deveria ter ficado em casa”

 

-Acho que despistei eles.-Eu conseguia ouvir sua voz ofegante e cansada.-Ei,abra seus olhos.-Eu estava tão perdido em pensamentos que nem percebi oque estava acontecendo. Quando olhei estávamos em um beco escuro sem saída onde a única iluminação era as luzes daquele festival. Jean me colocou no chão,minhas pernas estavam tão moles que eu achei que iria cair.-Você está bem?-Ele segura minhas duas mãos me deixando me apoiar nele.

 

-Eu acho que sim..-Falo um pouco zonzo.-Onde estamos? O'Que aconteceu,onde estou?-Eu olho em seus olhos aterrorizado apertando seus pulsos um pouco por conta do nervosismo, Eu devia estar quase chorando.

 

 Jean olha para baixo e dá um suspiro longo e depois de alguns segundos ele passa a mão entre seus cabelos os jogando para cima,agora que estávamos virados um para o outro eu consegui prestar mais atenção em sua aparência. Ele era mais alto que eu e seus olhos eram azuis vibrantes,pareciam surreais de tão lindos.

 

-Ei, me fale,qual seu nome?-Ele pergunta.

 

-Hã? Ah..-Eu demorei um pouco para raciocinar.-Eu me chamo Marco. 

 

-Me escute com atenção Marco. Você está vendo aquele lugar ali?-Ele aponta e eu sigo seu dedo e fico de boca aberta com o'que vejo. Um castelo. Um castelo imenso com um pico alto. Ele estava um pouco distante de nós,mas sua cor dourada quase ofuscava meus olhos. Como eu não tinha visto ele ali antes?-Você vai ter que vir comigo até lá,te explico a situação melhor quando chegarmos.-Ele vem rápido em minha direção,coloca as mãos embaixo dos meus joelhos e me levanta.

 

-Oque?-Sinto meu coração bater de nervosismo,ele estava mesmo falando sério?

 

-Se voce for andando sozinho vamos chegar só daqui a 3 anos,então se segura firme de novo-Merda,ele tava falando sério. Eu engulo em seco e hesitando um pouco coloco minhas mãos ao redor do seu pescoço. Aquilo era simplesmente muito, mais muito vergonhoso. Como eu fui me meter nessa?

 

-Eu tenho mais alguns minutos de efeito,então preciso ser rápido.-Ele respira fundo e pula novamente para cima de uma das casas. Era como se ele não tivesse gravidade,era aterrorizante mas ao mesmo tempo era de deixar alguém fascinado e eu sou esse alguém. Enquanto ele corria até o grande castelo eu podia ver as pessoas se divertindo lá embaixo,não pareciam estar nos vendos,as casas eram altas o bastante para nos esconder da vista delas.

 

-Que visão.-Eu falo comigo mesmo em um sussurro.

 

Jean continuou andando,flutuando,correndo,eu não sei bem dizer o'que ele estava fazendo. Mas quando fui reparar já estávamos próximos o bastante do grande castelo. Ele era maior ainda de perto,na entrada encontrava-se uma grande porta branca bem iluminada,junto com homens de ternos pretos parados em frente a dela. Havia também árvores enormes ao redor e quando eu digo enorme são enormes,os galhos delas valem uma árvore de tamanho normal e foi para lá que Jean nos levou. Ele foi até uma dessas grandes árvores ao lado do castelo bem lentamente para que não fossemos vistos. Subiu em um dos galhos que estava ligada a uma grande janela. Tudo parecia ser enorme

 

-Você fica aqui.-Ele me coloca no chão,mas especificamente em cima daquele galho,eu não tenho medo de altura,mas aquela hora eu tive e preferi me sentar.

 

-Onde você vai?-Eu pergunto, ele aponta para a janela que ali se encontrava e logo depois coloca o dedo indicador nos lábios indicando para que eu não fizesse barulho. Eu concordo com a cabeça. Ele vai até a janela e pula para dentro.

 

Segundos de silêncio.

 

-Vem,vem.-Ele mostra-se novamente acenando com a mão,eu lentamente me levanto e começo a andar em direção a janela sem olhar para baixo e pulo rapidamente para dentro oque me faz bolar  no chão.

 

-O que foi isso?-Jean fala,parado na minha frente com os braços cruzados.

 

-Waa,eu achei que fosse morrer.-Eu coloco a mão no peito,Jean dá um suspiro e se vira de costas para mim. Eu apoio as mãos nos joelhos para me levantar e olho ao redor. Puta merda,que enorme. a primeira coisa que bati os olhos foi na cama com cortinas enormes que se encontrava no meio do quarto. CORTINAS. Em frente à cama tinha dois sofás e uma mesa de madeira parcialmente do mesmo tamanho.. Dos dois lados da janela tinham espelhos enormes com bordas douradas e detalhes em espiral junto com penteadeiras em cada um. Um tapete de pele cobria a maioria do quarto. Era tudo em tons pastéis.

 

-Sério? UMA CAMA COM CORTINAS?-Eu falo quase gritando com meus braços esticados em direção a mesma. Jean estava em frente ao gigante guarda-roupa que estava atrás dos sofás e não pareceu dar a mínima com oque eu estava falando.-Sério,olha o tamanho disso.-Eu vou andando em direção e quase tenho um infarto.

 

-O que foi?-Jean olha para mim por cima dos ombros quando percebeu que eu tinha me assustado.

 

-POR QUE DIABOS VOCÊ TEM UM ARSENAL NO SEU GUARDA-ROUPA?-Era realmente um arsenal de armas diferenciadas presas na parte interna do guarda-roupa.

 

-Nós somos um reino próximo do mundo humano.-Ele falou ainda de costas para mim enfiando armas em uma mochila.-Você acha que era para termos o'que? Umas lancinhas com fogo na ponta?

 

-Você fala como se uma lança pegando fogo não fosse legal.-Eu cruzo os braços.

 

-E elas não são.-Ele se levanta,pega a mochila e coloca nas costas e passa direto por mim, parecendo apressado..-Armas são mais práticas e nós vamos precisar delas.

 

-Hahaha,calma aí. Como assim,”nós”? Eu não vou para lugar nem um.-Falo me jogando em dos sofás,cruzando os braços e as pernas.

 

-Bem..-Jean puxa uma corda enorme e grossa de debaixo da cama,senta nela e começa a trança-la.-Eu já vou te dizer,agora que eles sabem que eu estou com alguém vão te perseguir e se você não falar onde eu estou você vai levar uma surra.-Ele mexia as mãos enquanto falava,imitando os socos.-E se por acaso você falar onde eu fui você vai levar um soco de mim.-Ele coloca a palma aberta sobre o peito e me olha com orgulho de estar me ameaçando,isso me fez ranger os dentes.

 

-Tem a opção de ir para casa e fingir que nada aconteceu?-Eu falo me inclinando para frente.

 

-Se tivesse ja teria mandado você embora.-Ele volta a traçar a corda e quando termina amarra um grande anzol na ponta.-Enfim,você que decide. Levar uma surra deles ou levar uma surra de mim ou ir comigo.-Ele se levanta da cama em um pulo e vai até a janela novamente,joga a corda longe em meio às árvores e a puxa conferindo que está forte o bastante e presa bem. 

 

-Mas...Onde vamos? Onde estou? Como eu vim parar aqui?-Eu me levanto do sofá.

 

-Explico depois. Vou responder todas suas perguntas depois-Ele vira para mim e me oferece sua mão.-Então,você está comigo?

 

-E que outra opção eu tenho?-Eu suspiro e antes de ir até ele,começo a ouvir barulhos altos vindo até o quarto que me fizeram congelar,a porta é aberta com violência e força fazendo um estrondo quando bate na parede.

 

-Mas que merda??-Eu falo baixinho quando vejo uma garota com um vestido branco de saia volumosa com alças abaixo do ombro e um decote nos seios, um grande laço tambem se encontraava em suas costas. Ela usava um véu branco com uma tiara de rosas,as mesmas flores que estavam no boque em sua mão. Ela me fitou e seu olhar fez meu corpo se arrepiar. Ela era simplesmente linda,seu cabelo era longo e dourado,e ela tinha olhos..Rosa? É isso mesmo que eu estava vendo?

 

-JEEEEAN!-Ela dá um grito arrasador que eu acho que o chão tremeu por um minuto.

 

-Essa foi de fuder! VEM,MARCO!-Jean grita me oferecendo sua mão mais uma vez,eu não penso duas vezes e corro até ele,o mesmo puxa minha mãos e me coloca contra seu peito segurando minha cintura com firmeza.-Au revoir,Eliza.-E se joga da Janela e como planejado a corda que estava amarrada a árvore nos fez tirou dali com facilidade. O vento que fazia estava dificultando em minha visão,mas eu conseguia ver claramente a linda garota apoiada na janela nos observando sumir entre as enormes árvores.

 

-QUEM ERA AQUELA?-Grito para Jean por conta do vento que bloqueava minhas palavras.

 

-MINHA NOIVA!-Jean grita de volta e eu fico super mas super confuso. Por deus,noiva? Ela ta fugindo do proprio casamento?? Oque porra ta acontecendo?


 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...